terça-feira, 4 de setembro de 2018

É o plantel que temos



Superior em talento individual a todos os restantes do Campeonato, porém desequilibrado. Se, no meio-campo, alas e ataque, dá para tudo - com craques como Fejsa, Pizzi, Krovinovic, Zivkovic, Jonas, Ferreyra e Félix; com bons e úteis  como Gabriel, Gedson, Samaris, Keaton, Rafa, Salvio, Cervi, Seferovic -, atrás há pouca qualidade para o que se exige a um plantel do Benfica.

Só Grimaldo tem qualidade acima da média (e talvez Conti e Corchia, que ainda estão por provar o que prometem). Iuri é curto, Almeida utilitário, Jardel assim-assim, Dias medíocre, Lema fraquíssimo. Há Ferro e Kalaica, dois bons centrais que até agora não têm contado para Rui Vitória. Na baliza, o talento de Svilar não convence o treinador, Odysseas intermitente (à imagem de Roberto, muito bom de frente para a bola, fraco nas abordagens longe da baliza) e Varela, enfim.

É mais um ano em que a estrutura não faz o que tem de fazer: um plantel que dê garantias de sucesso desportivo. O cenário piora sabendo que no banco está alguém que não tem a competência necessária para fazer dos medíocres bons e dos bons muito bons. Se é verdade que, com tanta qualidade individual, um Sporting altamente fragilizado e um Porto sem um plantel sólido, o Benfica arrisca-se sempre a ser campeão, é também indesmentível o mau trabalho da Direcção a planear a época.

É o plantel que temos. É com este que vamos a jogo. À falta de melhor Presidente, à falta de melhor treinador, à falta de mais qualidade atrás, nós, sócios e adeptos gloriosos, só podemos fazer a nossa parte: encher os estádios, os cafés, as rulotes, as ruas, as Casas, os barcos, os aviões, os céus deste mundo com o nosso indefectível apoio. Para reconquistarmos o que, sem desculpas, deixámos fugir no ano passado. VIVÓ BENFICA!

4 comentários:

Anónimo disse...

espera a tua vez para te candidatares de certeza termos o melhor plantel do planeta e arredores

Anónimo disse...

Afirmar que Dias é medíocre e comparar o início de percurso de Odysseas com Roberto é somente caricato.

Pedro disse...

Caro Ricardo, apesar de concordar que talvez não tenhamos alternativas de qualidade a Grimaldo e a Vladochimos, dizer que este Jardel, na sua forma atual e capitão do Sport Lisboa e Benfica, é "assim-assim", assim como Ruben Dias é apenas "medíocre" e Vlachodimos é comparável ao Roberto quando tem sido, neste início de época, uma das nossas principais figuras, revelando enorme segurança e sobriedade entre os postes e fora deles, parece-me de todo infeliz e despropositado. O nosso plantel está longe de ser perfeito e até mesmo longe do luxo de alguns planteis do anterior treinador, mas recebeu um notável upgrade em relação à miséria do ano passado. A estrutura 10 anos à frente terá voltado 9 anos atrás e caído na realidade. E como tal, a nível individual este ano partimos claramente à frente. Está tudo nas mãos de Rui Vitória.

Saudações Benfiquistas,

Pedro

Ricardo disse...

Esse é o grande problema, Pedro. Abraço.