quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Svilar e o golo

Só não se pode dizer que o jovem Belga teve uma belíssima estreia na Luz, porque cometeu um erro natural, apesar de fatal, tendo em conta a sua inexperiência, mas que deriva da sua enorme mais-valia, que é o posicionamento e capacidade de antecipação.

De facto, no lance do golo, como noutros, o posicionamento agressivo de Svilar é o mais recomendável e o mais correcto, o erro surge na decisão, quando o jovem decide agarrar uma bola enquanto recua perigosamente para a linha de golo, em vez de a socar, por exemplo, por cima da barra.

Este erro poderia ter sido evitado, tanto mais que anteriormente Rashford, em lances de pontapé-de-canto, já tinha tentado aquele tipo de abordagem e, estou certo, com mais tempo de jogo será facilmente corrigido por Svilar.

O errado é que se diga, ou que lhe digam, que o problema está/esteve no posicionamento demasiado alto. Não! Será assim que evitará, tal como Ederson (numa comparação mais recente), muitos e muitos lances de apuro para a sua baliza.

P.S. Quanto ao jogo, o Benfica jogou contra o Man. Utd. como o Vitória jogaria contra o Benfica, o problema é que o Benfica não é o Vitória! Zero ideias, zero futebol colectivo e tudo, mais uma vez e sempre, entregue ao individual, caminhando assim para a eliminação da Liga dos Campeões.

1 comentário:

joão carlos disse...

continuamos a discutir o assunto errado, o erro é natural num guarda redes de 18 anos que faz o seu segundo ou terceiro jogo profissional.

agora nós é que não podemos ter como titular um guarda redes com estas características, nem nunca tivemos, alias é para situações destas que existe a equipa B.

para mais julio cesar nem tem sido o problema mais grave da equipa, outros piores existem e continuam a jogar.

nesta ânsia de fazer jogadores de aviário andamos a fazer frangos.