segunda-feira, 26 de junho de 2017

E tudo o Bento levou



Manuel Galrinho Bento fez ontem 69 anos sentado no sofá glorioso do Quarto Anel. Enchia as balizas com o corpo franzino que esticava pernas e braços para o abraço com a bola. Lesto, louco, esperto, intuitivo, genial, romântico, era tão bom que o símbolo do Benfica adornava camisolas amarelas, verdes, azuis, sem traumas ou preconceitos. Era o Benfica num salto, a Mística num voo pela área, o Povo no bigode. Foi e é o número 1 das nossas balizas gloriosas.

5 comentários:

pedro nuno disse...

Adorei ouvir as histórias que o Carlos Nanuel e o Veloso contaram(com muita ternura)do nosso saudoso Manuel Galrinho Bento.

Benfiquista Primário disse...

Eterno Bento! Um dos meus mitos de infância!

Que saudades...

Vamos oferecer-lhe o hexa em 2019?

Carregaaaaa!

Águia Preocupada disse...

Saudades dos "Bentos" desse tempo! Saudades desse futebol quase genuíno, puro, sem maldade, sem guerras, sem a violência verbal e não só que actualmente tanto o molesta!
Bento foi, sem dúvida, o maior guarda redes que vi passar pelo Benfica! O seu valor, foi na verdade, inversamente proporcional à sua estatura física!
Descansa em paz, grande campeão!

jorgen80 disse...

Tens a capacidade invulgar de atrair sensações através dos teus textos. Blog é curto para tanta qualidade!

joão carlos disse...

foi sem duvida o melhor jogador de futebol a jogar à baliza que alguma vez vi.
embora para mim o melhor guarda redes que vi no nosso clube foi o michell.