quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Onze rumo ao Jamor

9 comentários:

low desert puke disse...

Normalmente a Taça galvaniza as equipas pequenas. Pois nao iniciando o jogo jà com um ponto no bolso, e por isso, com a possibilidade de escolha em manter esse ponto ou ir em busca do tres, arreganham os dentes e jogam-se là para a frente. E quando jogam contra os grandes ainda pior.

Serve isto para introduzir a questao: Serà que chega Garcia sozinho a servir de rolha à defesa?

é certo que Martins é homem para arregaçar as mangas e recuar no terreno. Mas este ano ainda nao vimos o Martins do ano passado (curiosamente, desde que o Benfica se começou a aproximar dos niveis de intensidade da época passada Martins quase se transformou num jogador banal). E também sei que estamos a falar do Rio Ave, nao de um Guimaraes ou de um sporting...mas pronto.

Mas se assim for, nao é que ficamos um pouco coxos do lado esquerdo? Ok, eu sei que habita là o melhor lateral esquerdo do mundo, mas o Rio Ave hoje vai comer a relva...e Coentrao deixou que o Nacional marcasse dois golos mesmo debaixo do seu nariz.

low desert puke disse...

PS: A mençao ao sporting era uma piada.

Anónimo disse...

Não se preocupem, o Paixão já abriu caminho...

Ricardo disse...

A escolha pelo Martins ali é mesmo só por não termos mais ninguém que possa dar mais segurança ao meio-campo - temos Peixoto, mas depois de ser consecutivamente vaiado na Luz por adeptos imbecis o homem já não tem condições para entrar num jogo de cabeça limpa. O que nos leva ao maior dilema deste Janeiro: para quando um médio de características diferentes dos que temos?

Gaitan, como já escrevi várias vezes, não serve para aquela posição. Se isto é verdade nos jogos em casa, fora é autêntico suicídio persistirmos no erro (em que Jesus continuará teimosamente a persistir). Quanto ao Coentrão, acho que tem a ganhar com um médio como Martins à frente. Não deixa, no entanto, de ser verdade o que dizes: Martins tem estado muito mal sempre que tem entrado. Mas, além de me parecer uma questão pontual, talvez entrando de início consiga uma exibição mais bem conseguida.

Em vez de andarem à procura de avançados, que tal comprarem um médio? Não quero acreditar que iremos enfrentar os duros desafios nos próximos 4 meses sem um único médio mais posicional.

A juntar a isto, há a venda do David Luiz, que será a machadada definitiva nas aspirações para este ano.

Anónimo disse...

Em que minuto irá o Wires ser expulso?

Ricardo disse...

E em que minuto Hulk atirar-se-á para o chão, sendo prontamente assinalada uma grande penalidade?

Aceitam-se apostas.

Eu voto no 61º.

Anónimo disse...

Em que minuto irá o David Luiz dar uma cotovelada no Joao Tomás que obviamente passará impune?

low desert puke disse...

Anònimo das 13:55, jà nao te deves lembrar da ascensao meteòrica na carreira protagonizada pelo Paixao e que teve como padrinho de baptismo um tal de pinto de sousa...

low desert puke disse...

Ricardo, e meter Airton e Garcia là no meio? O brasileiro sabe construir melhor do que Gracia, logo nao seria uma dupla de destruiçao apenas do jogo adversàrio.
Libertando Aimar ao mesmo tempo para receber e virar-se para a àrea, sem o obrigar a desgastar-se em recuperar bolas.
Ao mesmo tempo Salvio e Coentrao também poderiam subir um pouco mais, ou com menos preocupaçoes.

Em jogos como o de hoje eu aceitaria isso. Nao o considerando uma paulosergiozaçao de Jesus, vista a paixao do treinador do sporting em jogar com 8 trincos ser sobejamente conhecida.

E se nao resultasse, ao intervalo sai um dos trincos e entra o Martins ou o Gaitas.