quinta-feira, 15 de junho de 2017

Uma honra ser deste nosso Benfica



Quero dizer-vos que, se o Benfica fosse este blogue, o Glorioso estaria defendido de gatunos. Uma lição, aquela que a maioria dos benfiquistas aqui veio dar a todos os portistas que desvalorizaram o Apito Dourado, a todos os sportinguistas que fingiram não saber dos actos de Paulo Pereira Cristóvão e sobretudo uma lição a todos os benfiquistas que só vêem orelhas à frente. Lição de integridade e decência.

Por muito menos - mas muito menos! - do que ouvimos no Apito Dourado ou soubemos de um Vice-Presidente do Sporting, a maioria gloriosa deste blogue mostra-se indignada com o que tem saído. É uma honra ter-vos como leitores. É um prazer defender este nosso Benfica.

12 comentários:

NFM * disse...


Pedir para subir a nota do MM, cunha para o filho, receber as listas e classificação dos observadores.

Tudo normal afinal, eles só querem ser "os meninos queridos" dos Orelhas e meter a carne toda no assador pelo Benfica.

Já nem sei o que é pior, se a promiscuidade que lemos nos emails ou os benfiquistas acharem que é tudo normal.

Anónimo disse...

É como o Mundo Bizarro da BD do Superman...Tudo funciona ao contrário do mundo real e a verdade está invertida!
Então que continue assim...Existiram o apito dourado e o PP.Cristovão e isso já justifica que envergonhemos o nome do Benfica nesta nojice de e-mails.
Eu não sou dessa ralé! António Simões também não! E Eusébio nunca aceitaria tal!!!
CJ

jorgen80 disse...

Mais que indignado, de consciência tranquila.

Anónimo disse...

Isso provavelmente acontece porque é o único blogue relacionado com o Benfica que não desvaloriza o que está a acontecer...

Águia Preocupada disse...

Só quem não ama o Benfica, não aprecia a verdade, não viva na honra, não valoriza o bom nome do clube, pode sentir-se tranquilo com o que se está a passar.
Por mim, haja crime ou não, sinto um incómodo do tamanho do nosso clube!
Haja ou não crime, o nome do clube ficará manchado para todo o sempre!
É o que dá ter no clube gente sem carácter e que saiba lamber as botas do querido líder para ter direito a um tacho e a um poder desmesurado!
Defenderei sempre o meu clube! E não só dos inimigos externos, mas acima de tudo dos inimigos internos. Porque esses, fazem muito mais mal ao clube!

zé pedro disse...

Foto do Benfica-Marselha? Sou o sócio 6598, estive lá, e aqui, onde se defende o Verdadeiro Benfica, todos os dias.
Pedro esteves

eskilsson disse...

O Paulo Pereira Cristóvão foi forçado a pedir a demissão do Conselho Directivo pela maioria dos outros membros. O próprio conta a história no livro que escreveu. Não posso deixar de notar que, apesar de tanta é tão saudável indignação, o Paulo Gonçalves ainda por lá anda.

JotaPê disse...

O problemita, coisa pouca, é o enxovalho que um gajo leva por não ver só orelhas à frente.

Mas siga, é desmascarar o aldrabão a cada negociata feita. Gostem ou não.

Os mails, um nojo. Soam tão, mas tão a apito dourado. Bem, nem é de estranhar: o orelhone teve boa escola...

Agora é fazer barulho, chamar piratas informáticos aos outros, meter processos em tribunal e sacudir a poeira: bem ao nível da escumalha que pulula na actual estrutura. E, atenção, Rui Costa incluído. Os benfiquistas jamais pactuariam com isto.

JotaPê disse...

No tempo do apito dourado: "Quero lá saber se as escutas são legais ou não! Quero é saber do seu conteúdo!"

No tempo dos emails do guerra: "Pirataria informática! O conteúdo dos emails não é importante nem prova nada! Os mails são forjados! É processar esses criminosos!"

Carácter, diria eu. Carácter.

Anónimo disse...

Eu a pensar que o PPC e o Sporting tinham sido condenados.
Eu a pensar que os sócios não correram com o godinho em vez de o deixar ganhar outra vez com 90% dos votos.
Afinal parece que estava enganado.

O facto é que a direcção do benfica é nada mais que uma cambada de criminosos que arrastam o nome do vosso clube pela lama. Muito ainda se vai saber.

Bela lição.

José Batista disse...

Ricardo, Ricardo...

José Batista disse...

Daqui a uns tempos, vou mesmo dedicar umas horas a escrever-lhe. A escrever-lhe a sério.