sábado, 21 de fevereiro de 2015

Campeonato Português à 22ª Jornada




Começa hoje a 5ª jornada da segunda volta.
Com 39 pontos por disputar é já possível confirmar que o alargamento, pelo menos no imediato, só podia vir aumentar o fosso no meio da tabela e que a qualidades dos treinadores não pode ser medida pelo seu nome.


Domingos Paciência e Paulo Sérgio chegaram ao Setúbal e à Académica não por aquilo que têm demonstrado, já foram os dois demitidos e deixaram os clubes pior do que estavam no final da época passada. O próprio Couceiro no Estoril não tem conseguido estar ao nível do trabalho do Marco Silva.

Como do Benfica falo diariamente irei neste texto focar-me nos restantes clubes.

Na luta pela manutenção temos os expectáveis Penafiel, Boavista e Gil Vicente, o Arouca e os já referidos Académica e Setúbal.

O Penafiel do Rui Quinta está no fundo da tabela e tem a pior defesa da liga – 42 golos sofridos. Não venceu qualquer jogo desde a abertura do mercado apesar da chegada de vários experientes, como o Michel e o Braga. Antes da deslocação a Alvalade precisa de evitar afundar-se definitivamente na ida a Setúbal e recepção ao Moreirense.

O P. Sérgio conduziu a Académica ao penúltimo lugar com 12 empates e só uma vitória no campeonato, tendo o pior ataque da liga – 12 golos. A chegada do avançado Cissé, do Esgaio e de um novo treinador pode alterar este panorama.

O Arouca é um clube que respeito e acredito que irá melhorar o seu desempenho nesta segunda volta com os jovens reforços de inverno: Kayembe, Iuri Medeiros e Fokobo.

Depois da saída do João de Deus e contratação do José Mota, o Gil era o clube de quem menos esperava. Tenho a pior opinião possível de J.Mota enquanto treinador mas depois de uma péssima primeira volta, sem qualquer vitória, conduziu o Gil a três vitórias e dois empates nos últimos seis jogos. Vão agora a Alvalade com duas vitórias consecutivas e com um calendário favorável a este bom momento nos jogos seguintes.

O mercado de Janeiro foi positivo para a equipa de Barcelos com a contratação dos centrais Cadu e Berger e do reforço do ataque com o Yazalde, Piqueti e R.Ribeiro.

O Bruno Ribeiro tenta dar a volta com um futebol mais atractivo à má imagem que o Setúbal deixou com o Domingos. No mercado reforçou o plantel ofensivamente com o Suk e o Dávilla e conseguiram uma série de três jogos sem derrotas antes da deslocação à Luz. A recepção ao Penafiel pode dar novo fôlego à equipa sadina.

Na luta pela manutenção o Boavista surpreende por ser o mais bem posicionado. Está em 13º a 6pts da linha de água. Em Janeiro a equipa do Petit reforçou-se com o M.Cech, conseguiu dois empates nos últimos dois jogos e recentemente venceu o Braga. Tem agora um calendário complicado que arranca com a recepção ao Porto.

Fora de qualquer luta aparecem o Estoril e Moreirense, ambos com 25pts.
O Moreirense do Miguel Leal fez uma impressionante primeira volta e conta agora com um registo de somente 22 golos sofridos.
Com um mau arranque nesta segunda volta, está no seu pior momento com 1pt em 4 jogos, o Moreirense vai agora receber o Benfica.

É crucial referir a saída dos médios Filipe Melo e Vítor Gomes na abertura do mercado.

O Estoril está a corresponder à sua dimensão mas a desiludir face às últimas épocas. Neste mês o Couceiro perdeu os três jogos e afastou-se da luta europeia. Os próximos três jogos caseiros, Académica, Gil e Penafiel, podem relançar a equipa.
Em Janeiro a equipa perdeu a sua estrela, o Kuca e contratou os atacantes Bonatini e Mattheus.


Na luta pela Liga Europa estão os clubes da Madeira, o Paços, o Rio Ave, o Belenenses e o Guimarães.

O Marítimo de Leonel Pontes teve como ponto alto a recente vitória caseira sobre o Porto. Vem de uma vitória em Penafiel e parte agora para um ciclo onde recebe o Belenenses, vai a Guimarães, recebe o Paços e o Sporting.
No mercado a equipa perdeu a sua referência ofensiva – Maazou.


O Nacional do M. Machado está em 9º e numa sequência de 5 vitórias e um empate. Vai aproveitar este momento para ir ao Axa tentar os 3pts.

Em Janeiro saiu o avançado Suk mas chegaram vários reforços, entre os quais o central Freire e os médios L.Aurélio e T.Rodrigues.

Em Paços o P.Fonseca volta a mostrar o seu valor. A equipa está em 8º em igualdade pontual com o Rio Ave. Contudo nos últimos 8 jogos só conseguiu um empate e duas vitórias, uma delas contra o Benfica. O calendário não é favorável com a recepção ao Guimarães e deslocação a Belém e ao Marítimo. No mercado saiu o Urreta e chegaram os benfiquistas F.Cardoso e R.Pinto e ainda o D.Rosado.

Em Vila do Conde o P.Martins dá continuação aos últimos bons anos do Rio Ave. A equipa conta com o 2º melhor marcador do campeonato – Hassan com 11 golos.

O mercado foi calmo. Saiu o avançado Esmael e entrou o médio Sow.
A equipa vem de uma vitória e dois empates e vai ter um ciclo de 5 jogos onde vai jogar com o Braga, Nacional e Benfica.


O Beleneses do Vidigal é a grande boa surpresa deste campeonato. Está em 6º, só sofreu 20 golos e nos últimos 5 jogos conseguiu dois empates e duas vitórias, vindo de uma vitória em Guimarães e de um empate no Restelo com o Sporting.
Em Janeiro perderam o goleador Deyverson e o Fredy mas contrataram o C.Martins, o R.Fonte e central Tikito.


Em 5º, na zona europeia, está o Guimarães do R.Vitória que com pouco continua a rivalizar com os grandes.
O Vitória leva uma vantagem de 5pts sobre o Belenenses mas começa a ver o Braga escapar-se. O André André tem-se destacado como o goleador de serviço, estando em 3º na tabela com 10 golos.
A equipa vem de um pior momento com só um ponto em 4 jogos. Foi talvez a equipa que mais se movimentou no mercado com a saída do Traoré, Defendi e Hernâni e as contratações do Sami, Ivo Rodrigues, Otávio, do central Kanu, lateral Breno e do extremo R.Valente.


Em Braga o S.Conceição parece ter finalmente feio carburar a sua equipa. Os bracarenses são uma equipa à imagem do seu treinador e mostram capacidade para fazer frente a qualquer equipa em Portugal. Com 13 golos sofridos apresentam uma defesa ao nível da do Benfica e Porto.
O mercado não foi significativo - saída do Custódio e contratação do D.Menga.

Com 3 vitória consecutivas irão agora entrar num ciclo complicado – Nacional casa, Rio Ave fora, Porto casa e Benfica fora.

Nos lugares de Champions estão os três grandes.

O Sporting começou a época a viver um sonho mas já entrou em choque com a sua realidade. Está em 3º, vê o Braga a 4pts e vê fugir os rivais – Porto a 5pts e Benfica a 9pts. A equipa do M.Silva é a única com só uma derrota mas apresenta 8 empates, cinco deles caseiros! Nos últimos jogos a equipa parecia estar rumo ao seu sonho mas com o baque dos 94 minutos e o estrondo no Restelo parece ficar fora da luta pelo título.

Montero e Slimani são os dois marcadores de serviço da equipa, com 7 golos cada.

Quando o maior problema parecia ser a jovem dupla de centrais, é a capacidade de criar situações de golo que tem falhado. O meio-campo é compacto mas sem profundidade tanto o Nani como o Carrilo aparecem sem inspiração.
O mercado trouxe mudanças no centro da defesa com a saída do Maurício e promoção do Tobias. Também chegou o indisponível central Ewerton. 


O Porto de Lopetegui, apesar da recente derrota com o Marítimo, parece ter finalmente encontrado o seu ritmo e já se começa a perceber quem é o quê nesta equipa.

No mercado de Inverno só há a realçar a chegada do Hernâni.

Encontra-se a 4pts do Benfica, tendo recuperado de uma potencial desvantagem de 9pts. Tem o melhor ataque do campeonato com 50 golos marcados, a segunda melhor defesa com 10 sofridos e o melhor goal-average.
O Jackson lidera destacado a lista de melhores marcadores – 16 golos.
Vem de três vitórias consecutivas e irá agora ser colocado à prova com a deslocação ao Bessa, recepção do Sporting e deslocação a Braga. Isto sem o lesionado Oliver.

Finalmente há estabilidade no centro da defesa com o Marcano a relegar o inconstante Martins Indi. O Casemiro ainda não me convenceu. O Jackson está em grande forma, ao contrário do Tello e Quaresma. O regresso do Brahimi pode assim fazer a diferença.

O próximo passo será a titularidade do Helton que além de qualidade também traz maior liderança e identidade à equipa.

Resumindo. Estimo uma manutenção muito complicada tanto para o Penafiel, como para a Académica, como para o Setúbal e até para o Boavista. O bom momento do Gil e a competência do Arouca deverão ser suficientes para saírem desta luta.
Estimo que o Moreirense, o Marítimo e o Estoril vão ficar perto do terceiro terço da tabela, com o Estoril a poder vir a tentar algo mais ambicioso.
Estimo que o Rio Ave, Paços e Belenenses vão disputar entre si um lugar no top 7.
Estimo que Nacional irá subir na tabela e disputar o lugar europeu do Guimarães.

Estimo que o Braga vai fugir ao Guimarães e disputar o terceiro lugar com o Sporting.
Estimo que o Sporting terá de parar de olhar para cima e se preocupar em olhar para baixo.
Estimo que só o Porto e Benfica lutarão pelo título e que as próximas três jornadas serão definitivas nas pretensões portistas.



Paços de Ferreira – Vitória de Guimarães
Braga – Nacional
Moreirense – Benfica
Marítimo – Belenenses
Sporting – Gil Vicente
Boavista – Porto

Setúbal – Penafiel
Arouca – Rio Ave
Estoril – Académica

1 comentário:

Daniel Oliveira disse...

(Entretanto o Paços de Ferreira recebeu e empatou 2-2 com o Vitória de Guimarães)