terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Desculpas a menos para populismo a mais



O Sporting, através de comunicado (o tricentésimo quinto), anunciou o corte de relações institucionais com o Benfica, na sequência dos acontecimentos do fim-de-semana passado.

As tarjas e demais formas de manifestação, alusão, exaltação e glorificação pela morte de um adepto leonino no Jamor por via de um very light é absolutamente condenável, nojenta e indigna da instituição Benfica ou de qualquer outra que se queira digna de si. Isto é claro e não é passível de qualquer “se” ou “mas”.

Agora, confundir atitudes de energúmenos e retardados mentais com instituições e direcções das mesmas é pura demagogia e desonestidade intelectual.

Isto serve apenas o propósito populista de Bruno de Carvalho que visa reunificar os seus adeptos em volta de si mesmo, depois de os ter dividido com o episódio Marco Silva.

Este episódio, como outros passados durante o jogo de domingo, como por exemplo trocar repetidamente o nome Benfica pela expressão “visitante”, era comum e exclusivo de entidades dirigidas a norte, como forma de identificar no Benfica o seu inimigo e não o seu adversário.

E tal como no FCP, este tipo de atitude surge por complexo de inferioridade e pequenez, sendo aqui a novidade de este complexo surgir nos “viscondes”, o tal clube que sempre se disse elevado e maior nos valores morais.

As diferenças entre as atitudes das claques/adeptos e as expressões do speaker do estádio são abissais, porque as primeiras, é verdade que são repugnáveis e envergonham qualquer adepto, são da responsabilidade individual e exclusiva de quem as pratica, ao passo que as segundas são cometidas no exercício de representação institucional, própria de quem é funcionário do clube.

Por isso, deste corte de relações só lamento uma coisa, que ele tenha partido da direcção do Sporting.  

15 comentários:

Anónimo disse...

Este corte de relações vai produzir efeitos muito nefastos. Acaba-se o clima de sã camaradagem e excelente cooperação dos últimos anos. Não sei se estou preparado para uma mudança tão radical.

Redceltic disse...

Mto bem dito.

Ricardo Fontes disse...

Atitudes lamentáveis a de alguns adeptos benfiquistas, mas obviamente são uma excepção à regra. Este corte de relações é só mais uma coisa à Bruno de Carvalho...

Anónimo disse...

Se ainda consigo perceber bem as coisas, o corte de relações apenas acontece porque o responsável pela comunicação, considerou folclore a exaltação do assassinato em 96 no Jamor e considerou arraial minhoto o atirar petardos e tochas para o meio dos lagartos. Se comparas as expressões do speaker e cânticos ofensivos a isto, nem que diga, apenas que não me revejo nisto.

SportingSempre disse...

ANTES SÓ E HONRADO... DO QUE MAL ACOMPANHADO!

divirtam-se na vossa aliança corrupta com o fcporto

Diogo Marques disse...

Eu sou Sportinguista e de quando em vez venho aqui ler este blog porque me parece ser aquele onde se fala da forma mais inteligente e independente no universo benfiquista que conheço.

É a primeira vez que comento porque não podia deixar de te elucidar dos motivos que levaram a este corte de relações.

Isto não aconteceu porque o Bruno de Carvalho achou que foi o vieira que mandou os adeptos fazerem aquelas coisas como tu tens escrito no post.

Este corte vem pela razão, e eu concordo inteiramente, de o vosso presidente não dizer uma única palavra de repreensão aos seus adeptos, até pelo contrário, vêm dizer que o Sporting é que tá a montar o circo.

Até porque já aconteceu após o jogo com o chelsea, onde um petardo rebentou em campo, o Bruno veio dar um "puxão de orelhas" aos adeptos publicamente.

Vistas bem as coisas o vosso presidente está a ser bem mais demagógico ao não dizer nada com medo de perder alguns votos nas próximas eleições(digo eu), e bem pelo contrário está escondido atrás das críticas que algumas personagens estão a deitar cá para fora.

Para concluir, este post é no mínimo falacioso, mas a minha opinião é a de que é mentiroso, por isso aconselho-te a leres melhor o septuagésimo comunicado porque tu não te deste ao trabalho de o fazer antes de vir criticar as razões do mesmo.

PS: Quando fores à bola com os teus amigos e qualquer coisa perigosa acontecer, espero que alguém dos culpados assuma essa culpa e deixe um aviso para não voltar a acontecer. Aí tu vais perceber o que eu digo.

Cumprimentos

Diogo Marques disse...

Já agora:

1ª- A quando do incêndio do estádio da luz, LFV ameaçou cortar relações com o Sporting caso este não tomasse uma posição sobre o sucedido: http://www.dn.pt/desporto/benfica/interior.aspx?content_id=2153309

2ª A nossa direção, liderada pelo Godinho Lopes condenou o sucedido na altura que o caso aconteceu:
http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=729061

3ª Os adeptos envolvidos no incidente foram condenados pelo tribunal, assim como o Sporting a pagar multas ao benfica
http://relvado.sapo.pt/1-liga/adeptos-detidos-no-derbi-condenados-penas-prisao-303961

Aqui está a diferença

joão carlos disse...

o problema no nosso clube é que se são visados os representantes do clube, presidente, treinador, etc, normalmente saem comunicados, por vezes sobre assuntos sem importância nenhuma, agora quando o visado é clube em si mesmo normalmente existe uma apatia e uma inercia que deixa o clube sem ter quem o defenda.
eu sinceramente gostava que tivessem o mesmo empenho na defesa do clube que tem na defesa de quem o representa temporariamente.
sobre o dito alem de hipócrita, demagógico e populista é uma copia bafienta dum original com mais de trinta anos.

Anónimo disse...

anónimo sportinguista, quem começou o jogo de provocaçoes nojentas não foi quem fez essa faixa estupida do very light 96. ha uma semana, a claque do sporting criou uma tshirt a gozar com a morte dos adeptos do benfica num acidente de carro no regresso de um jogo europeu.

Mordomo do Império disse...

Moreira,

Numa instituição gerida por pessaos decentes seria automaticamente condenada qualquer glorificação de uma morte inocente por parte dos seus adeptos.

Também numa instituição decente seria condenada e reponsabilizariam-s no atirar de tochas e petardos para uma secção onde estavam familias, gente de carne e osso (não eram claques) que por mero acaso ninguém se magoou.

A isto tudo a tua instituição que tem uma direcção que vos representa escolheu ser conivente e a posição oficial foi chamar de folclore.

Nada mais resta do que cortar relações com gente sem principios básicos de vida. A isto tu chamas 'populismo'.


Por uma vez na vida esqueçam as cores e percebam que isto tratam-se de principios básicos de cidadania.

Mike Portugal disse...

O corte de relações feito pelo meu presidente foi porque o vosse presidente estava presente no jogo de futsal, viu a tarja alusiva ao very light e não só não fez nada na altura, como não condenou depois. E também porque o responsável pela comnunicação, oficialmente, veio dizer que a reclamação do SCP era folclore.

Perante isto, o corte de relações não era só necessário, como obrigatório.

Dr. Ghozé Pablito disse...

http://obenficasoueu.blogspot.pt/2015/02/cronicas-dum-corte-anunciado.html

VC disse...

Afinal quem comenta este blog são os lagartos? Credo Cruzes Lagartos nunca mais cá benho. Vou purificar-me no eufrates e espargir-me com água venta. É de gregório. Há comentários que não deveriam passar da segunda palavra.
O Bieira é um cromo e está acompanhado por gente que nem como distribuidores de bilhas de gaz arranjariam trabalho.
O Bruno é um perigoso "incendiário". A melhor comunicação é fazer de morto e rezar ansiosamente por novo blackout.
Tudo o resto são caravanas.

Diogo Marques disse...

o Bruno é incendiário porque gosta de confusão ou porque VOS PISA OS CALOS?

Alex Silva disse...

Mais um que não consegue viver sem o Sporting na boca e uma pila no rabo