segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Samaris, o perfeito exemplo da teimosia de Jesus



Já é mais que sabido que Samaris é um número 8, um jogador forte no transporte, posse e na aproximação à área. Também já é mais que sabido que chegou à Luz para ser o novo número 6 de Jorge Jesus. 

Chegou em Setembro e estamos agora em Fevereiro. Ainda não conseguiu assumir-se como o 6 que o Benfica exige. Naquela posição tem alternado entre jogos maus e jogos medianos. Naquela posição tem cometido erros que não podem ser aceitáveis a este nível.
Estamos longe de ver o melhor Samaris, estamos longe de poder avaliar a real qualidade deste jogador. E com Jorge Jesus duvido muito que um dia Samaris possa finalmente mostrar aquilo que é capaz.
Provavelmente o melhor jogo do grego pelo Benfica foi no fim-de-semana de Alvalade. Curiosamente foi num jogo em que tinha outro médio defensivo ao seu lado.

Foi no referido jogo que vi que Jorge Jesus levará a sua teimosia até ao limite. 

André Almeida é um trinco que tem jogado competentemente adaptado a lateral. Aliás, até o prefiro como lateral do que no meio-campo.
No jogo com o Sporting o treinador do Benfica optou por prescindir de um médio de progressão (Talisca) e por reforçar defensivamente o meio campo com a integração do trinco André Almeida. Com Samaris e o André no miolo de jogo era esperado que o grego assumisse mais a bola e a ligação ao ataque e que o português jogasse mais fixo nas compensações defensivas.
Mas a teimosia de Jorge Jesus em definir o Samaris como o seu 6 fez com que nem neste jogo e nem nestas condições este avançasse ligeiramente no terreno.
Foi o André Almeida o médio mais ofensivo destes dois defensivos.
 

Depois do Derby fiquei com a certeza que mesmo com Fejsa operacional para competir ao mais alto nível o Samaris continuaria naquela posição. 

Ofereçam a Jorge Jesus um Gattuso, um Busquets, um Petit ou o Javi Garcia e ele os colocará a jogar à frente do Samaris como médios mais ofensivos e criativos.


27 comentários:

pv disse...

Copiaste um texto sobre o Matic com pequenas alterações???
Relembro que o Matic eram um 8 e um trinco de merda... e JJ é burro e bla bla bla...

Matematico disse...

Matic

Mr. Shankly disse...

Se soubesses a quantidade de vezes que ouvi isso acerca do Matic...

Vamos com calma, o Samaris veio para substituir o Enzo. Mas com a ausência do Fejsa (esperada) e do Ruben (que surgiu depois) tornou-se o melhor candidato a 6. O facto de o Enzo ter ficado até Janeiro acentuou ainda mais essa condição. Estamos em Fevereiro, note-se.

Posto isto, o Matic demorou mais de um ano a impor-se como 6. O Coentrão a lateral esquerdo também demorou a convencer, etc.

Onde eu vejo teimosia é em gente que se engana todos os anos ("O Coentrão/Enzo/Matic/Di Maria/Javi/Luisão/Maxi/Lima/Cardozo/etc não são jogadores para o Benfica ou estão na posição errada, blablabla") e continua a achar que vê coisas que mais ninguém vê, incluindo o melhor treinador que o Benfica teve nos últimos 20 anos, sem contar obviamente com o Mourinho.

Anónimo disse...

discordo absolutamente. de ha um mes para ca samaris tem feito grandes jogos consecutivamente. esta cada vez mais adaptado ao lugar.

como 8? num 433 sim. no nosso 442 pede-se ao 8 outro tipo de toque de bola. que o samaris nao tem.

Anónimo disse...

O Busquets conseguia fazer a posição 8 melhor que o Samaris.

VP disse...

amigo,
Diga-se em abono da verdade que nem sempre concordo com a sua argumentação, mas concordo com a pertinência das ideias. Este "nosso" jorge para além de teimoso, ignorante, deselegante, rude no sentido de não ter "savoir faire" é uma nulidade em ideias, aqui no que me interessa, ao nível quer do discurso quer da prática futebolística.
Sempre que posso evito ver/ouvir as conferências de imprensa do "nosso" jesus. Mas quando, por alguma razão, sou "obrigado" a ouvi-las fazem-me lembrar os treinadores dos distritais e terceiras divisões por onde já andei como dirigente (felizmente por pouco tempo). A estes não é exigível que tenham um discurso "intelectualizado", fluente e rico em ideias. Aliás o comportamento "único" do nosso Jorge no decorrer do jogo e que parece tão de agrado a muita gente, e que não tem semelhança em mais nenhum treinador quer em Portugal quer no estrangeiro que eu veja, especialmente, na TV, só tem semelhança nos treinadores das distritais. Convido-vos a vir ver um jogo do tipo Portomosense-Grap, Nazarenos-Pataiense, Alqueidão da Serra-Ansião, Alvaizere-Alcobaça e vão ver "jorges jesus" em todos estes jogos. Gesticulam, ralham, asneiram, quem são sempre os culpados: o caralho dos jogadores que não treinaram porque fizeram horas extraordinárias até às 22:00h na serralharia do presidente ou tiveram que levar o filho ao hospital porque estava doentito.
1 abraço

Nené disse...

Teimosia é quem não quer reconhecer as excelentes exibições que SAMARIS tem feito apenas com 6 meses de Benfica.
Lá para o verão já te viste livre deste. Mais 30M€ em caixa.
Vai ver os jogos que perdemos em moscovo e em braga e confirma se foi depois do SAMARIS sair substituído.
Percebes alguma coisa de futebol?

Red Army Officer disse...

É onde JJ se perde: na teimosia de pensar que transforma em ouro tudo no que toca. Mas o maior exemplo de teimosia estúpida é Eliseu. É o lateral mais fraco, arrisco-me a dizer, até ao 7/8º lugar da Liga. Muito mau jogador, mas que tem a preferência de JJ... Enfim.

http://forumluz.blogspot.pt/

Ricardo disse...

lol, se há jogo que mostra que o Samaris não é 8 para o Benfica é exactamente o jogo de Alvalade.

E o melhor jogo dele,na minha opinião, foi no Dragão.

Mas por aqui é normal que se tenha de criticar. Quando se podia elogiar Pizzi pelo que começa a mostrar, critica-se Jesus por ter ideias e colocar Samaris onde acredita que mais rende.

Vou acreditar que o problema deste post é ter sido regado a vinho durante o almoço.

Daniel Oliveira disse...

pv, Matematico, Mr. Shankly

Matic e Samaris são jogadores completamente diferentes.
A única semelhança entre os dois será mesmo a que jogavam em posições mais avançadas e no Benfica têm jogado a 6. Só isto e isto não serve para comparar jogadores.

O Matic nunca foi o verdadeiro 6. No Benfica era um médio enorme, imensa qualidade e que jogava no campo todo. Só dava mesmo com o Enzo todo o terreno ao lado.
Se nos lembrarmos, o futebol do Benfica com Matic resultava em vitórias pela força ofensiva e não pela conquista do meio campo.

Sempre disse que aquele meio-campo Matic-Enzo era uma auto-estrada de dois sentidos. A equipa adversária tinha espaço para progredir pelo nosso meio-campo e os nossos médios jogavam em esforço, tanto a correr para defender como a subir em velocidade para atacar.

Matic começava como trinco mas não jogava lá. Quantas vezes o vimos a aparecer para finalizar? Quantas vezes o vimos a ir à linha cruzar?

São realidades diferentes e jogadores muito diferentes.

O Matic ocupava o campo todo e o Samaris, jogando com Talisca ou Pizzi, tem jogado sempre preso a terrenos mais defensivo.

Matic é um super jogador e o Samaris no seu melhor não passará de um bom jogador.

O 6 de Jorge Jesus não é um Matic. Javi e Fejsa são o tipico 6 de JJ e é nisto que ele tenta tornar o Samaris e isso prejudica o jogador.

Faço um post sobre Samaris, a sua utilização e a teimosia (mais que conhecida) de Jorge Jesus. O Matic nada tem a ver com o assunto.

Mr. Shankly, o Matic não demorou um ano a impôr-se a 6. O Matic estava tapado e continuaria se o Javi continuasse. Provavelmente jogaria à frente do Javi.

O Fábio Coentrão também não demorou um ano a impôr-se a lateral. Fez o seu primeiro jogo a lateral 4 meses depois do inicio da época e pegou logo de estaca.

Coentrão, Enzo, Matic, Di Maria, Javi, Luisão, Maxi, Lima, Cardozo.. Não percebi de onde nem porquê surgiram estes nomes. Será somente ruído?

Daniel Oliveira disse...

Anonimo das 15:22,

Essa questão levaria a toda outra discussão.
Isso já é discutir se o Samaris tem ou não qualidade para ser titular no meio-campo do Benfica.

Não concordo que tenha feito assim tão bons jogos de há um mês para cá. Paços de Ferreira foi um exemplo e não é o único.

Concordo que esteja cada vez mais adaptado mas não acredito que tenha futuro nesta posição nem que vá alguma vez corresponder totalmente às exigências jogando ali.

Daniel Oliveira disse...

Red Army Officer,

A teimosia muitas vezes é sinal de confiança. Um treinador confiante e que acredite piamente no seu trabalho é algo essencial para o sucesso de uma equipa.
Claro que há um limite entre teimosia produtiva e a não produtiva.

Jorge Jesus não foi teimoso ao colocar Matic a 6 ou o Enzo a 8 ou o Fábio a 3. Foi assertivo e não teimoso. Se eles tivessem jogado e não tivessem correspondido e ele continuasse a insistir aí sim falariamos de teimosia.

Com Samaris está a ser teimoso. Pode vir a ter razão ou não.
Não teve com o Emerson por exemplo.

Jorge Jesus decidiu que o Samaris é o seu 6, independentemente do que todos os outros possam pensar ou do que o jogador possa render. Esta é a teimosia do Jorge Jesus e que para mim ficou clarissima quando mesmo com o Almeida o grego continuou a ser o mais recuado no terreno.

Daniel Oliveira disse...

Nené,

Quando o Verão acabar e esse bitaite não se tiver realizado irás vir aqui assumir que disseste algo disparatado?

Das coisas mais interessantes nas caixas de comentários é ver todos os outros, que tal como tu, disparam bocas e certezas à velocidade da luz e consoante o vento sopra e nunca sequer chegam a assumir as suas palavras.

É a defesa irracional e sem sentido, algo que nada diz.

Daniel Oliveira disse...

Ricardo,

Na minha opinião o Samaris fez um jogo horroroso no Dragão. E até me admiro de ler esse elogio pois tenho ideia que era uma opinião mais ou menos generalizada.

Sobre o Pizzi já se falou noutros posts e há muito tempo.
Durante quanto tempo só poderei falar do Pizzi e quando poderei falar de outros jogadores?

Quando quiser criticar o Jorge Jesus irei fazê-lo, por enquanto estou somente a partilhar algo que me veio à mente. Percebo que há gente que tenha dificuldade em ler textos pois já o faz com pedras nas mãos e olhos vendados.

Como mostra o jogo de Alvalade que o Samaris não é 8 para o Benfica?

Ricardo disse...

Daniel,

Nao há dificuldade em ler textos, há é dificuldade em concordar. E o Tom aqui do Blog nao é propriamente elogioso para com o Benfica actual.

Seguindo ao que interessa:

No dragão, samaris esteve muito bem naquilo que tinha de fazer. Foi o primeiro grande jogo pelo Benfica. Sempre bem posicionado, bem nas coberturas, especialmente quando se incorporava na ultima linha defensiva. E mais, mostrou grande estofo competitivo. Nao foi um matic, nao foi um Javi, mas já foi um 6. E nos jogos desde ai, têm mostrado que esta é a posiçao dele (a meu ver claro). Boa agressividade, bem a segurar e soltar a bola.

No jogo contra o sporting mostrou o que falei em cima, porem contra estas equipas mais fortes, que pressionam melhor a saida de bola, Samaris já comete vários erros tecnicos quando tenta dar profundidade ou assumir a conduçao.
No caso deste jogo e porque tinha o André ao lado recaiu sobre ele uma maior responsabilidade de assumir a saida de bola(Especialmente quando falamos de um triangulo com Eliseu e Jardel, que ainda o limita mais). Para mim na posiçao 8 ficaria sempre atrás de ruben, talisca ou pizzi.
Na posiçao 6, acho que lhe vai ser facil superar o nivel de Javi por exemplo.

Daniel Oliveira disse...

Ricardo, dificil não é mas muitas vezes falta vontade.

Aqui no blog somos vários os escribas e não há qualquer linha editatorial.

Há sim uma concordância geral quanto ao trabalho e desempenho da direcção do clube. Quanto ao treinador nem por isso.

Quanto aos desempenhos do Samaris temos mesmo uma visão muito oposta.

Não gostei nada do Samaris no jogo do Dragão. Esforçado mas a cometer demasiados erros com e sem bola.

Desde esse jogo já o vi fazer vários outros maus e outros medianos. Com o Sporting penso ter feito o seu melhor jogo e com o Maritimo também fez um bom jogo.

Continuo a ver nele um jogador que gosta de ter bola, de acompanhar a construção do ataque e de se aproximar mais da área adversária.
Lutador defensivamente mas sem grande noção dos espaços e a falhar muitos lances em zonas proibidas.

Jogar com bola a partir do meio-campo é diferente do que jogar a partir da defesa. Perder a bola no meio-campo adversário é diferente de perder a bola no meio-campo defensivo.
Os espações e as soluções de passe e progressão são diferentes jogando a 6 ou a 8.
E ainda há a confiança do jogador que vai afectar o seu desempenho consoante se sentir ou não confortável onde joga.

Com o Sporting não acho que tenha assumido mais o jogo. Vi o Almeida mais com essa responsabildiade que o Samaris.

Pizzi é um 8 diferente. É um ala/10 adaptado a 8. É para um jogo mais ofensivo e precisa das costas bem guardadas.
O Samaris penso ainda não ter mostrado a sua qualidade como médio. Concordo que por agora fique atrás do Amorim.

O meio-campo que gostava de começar a ver seria com Cristante e Amorim. E se fosse possivel colocar o Nico à frente deles ainda melhor.

DeVante disse...

Alguém andar a criticar o Samaris, neste momento, é sinal de que o futebol é mesmo algo insondável.

Mas prontos, já estamos habituados a ouvir estas coisas, que Matic não é jogador para o Benfica, que Gaitán é inconsequente, que Enzo só pode ser extremo e mais bla bla...

Frank disse...

Isto é a gozar? Por favor digam-me que este post é para ser levado como ironia...

Daniel Oliveira disse...

DeVante,

Tente não responder a algo que eu escrevo com algo que ouviu noutro sitio qualquer.

E já agora, onde está uma critica ao Samaris? E porque não poderia eu fazer uma critica ao Samaris?

Daniel Oliveira disse...

Frank,

Não Frank, não é a gozar. Ironia talvez aja no último parágrafo. Mas mesmo esse não será bem ironia mas sim um excesso.

Diga-me você, onde vê o gozo?

Mr. Shankly disse...

"Mr. Shankly, o Matic não demorou um ano a impôr-se a 6. O Matic estava tapado e continuaria se o Javi continuasse. Provavelmente jogaria à frente do Javi."

Demorou. Quando substituía o Javi jogava mal. Toda a gente dizia que tínhamos sido embarretados. Como agora toda a gente diz que o Matic é um super jogador. Mas agora é fácil.

Em relação aos nomes, é ruído para quem não quer perceber. Todos foram criticados, e todos foram aproveitados superiormente pelo teimoso.

Gineto1904 disse...

Não concordo com o exposto no post.

O Samaris veio para uma posição que já jogava no Olimpiakos, isso é um facto (confirmado inclusive pelo Michel), o problema é claramente (na minha opinião) a adaptação ao modelo de jogo.

Os jogadores não se adaptam de um momento para o outro, muito menos com o modelo de jogo do Benfica atual e a dificuldade no caso do Samaris é agravada por dois fatores:

1. A quantidade de jogadores que perdemos no inicio da época. Entrou numa equipa que foi toda feita de novo. Uma coisa era entrar só o Samaris para o onze, outra é entrar o Samaris e mais 7/8 jogadores na equipa titular.

2. Não tem uma referência (Matic tinha Javi e Fedja tinha Matic)no período de adaptação.

As comparações com Matic serão sempre ingratas, mas Samaris está a tornar-se um jogador de Top.

Jessica Mendes disse...

Concordo que o Samaris é muito melhor 8 do que 6. Já o vi jogar algumas vezes a 8 e portanto quando soube que vinha para o Benfica fiquei muito satisfeita.
Discordo que ele esteja a fazer jogos maus/medianos. Talvez no início mas de momento parece-me que está a fazer um bom trabalho (com demasiadas faltas). Veremos o que irá acontecer quando o Rúben Amorim estiver pronto para ser titular ou o Fejsa recuperar. Qualquer um deles a 6 com o Samaris a 8 faziam um grande meio campo.

Daniel Oliveira disse...

Mr. Shankly

Talvez você oiça uma pessoa dizer algo e o generalize para a maioria da voz benfiquista.

Para terminar esta questão digo-lhe só que não concordo em nada com o que diz dessa lista de nomes. Aliás, a minha memória e conhecimento nunca me permitiriam concordar com isso.

E não é Jorge Jesus teimoso? Acho que isto é algo que todos concordam e é esse o ponto do post.

Bem haja.

Daniel Oliveira disse...

Gineto1904,

O N'Dinga era o trinco do Olympiakos e o Katsouranis na Grécia.
O Samaris sempre foi um médio polivalente mas as suas caracteristicas técnicas favorecem um posicionamento com mais liberdade com bola e menos preocupações defensivas. Ter 1,90m não pode ser motivo para qualquer médio ter de ser um 6.

Não duvido que o jogador se vá adaptar. Está a melhorar na posição e só assim podia ser. Não acho é que as suas qualidades vão ser devidamente aproveitadas naquela posição e não acho que um dia venha a ser o 6 que um Benfica ambicioso exige.

Daniel Oliveira disse...

Jessica Mendes,

É isso.

Sobre a performance do Samaris o que disse foi que até ao jogo em Alvalade alternou maioritariamente entre jogos maus e jogos medianos mas que já vens um ou outro bom jogo. Se vamos considerar inicio de época a primeira metade do campeonato então concordo consigo.
Agora parece ter melhorado apesar do mau jogo em Paços.

É também uma questão de exigência. Não vou ficar convencido com exibições boas em jogos caseiros contra equipas que não atacam. Isso para mim são exibições normais porque defensivamente o jogador não teve trabalho.

Anseio pelo Ruben também. Não é o 6 tipico de Jorge Jesus mas pode melhorar o nível do nosso jogo. O Fejsa só na próxima época infelizmente.

Mr. Shankly disse...

Daniel,

"você" não. Tu, pode ser? Estamos entre benfiquistas.


Não generalizei o que ouvi uma pessoa dizer: ouvi várias. Na Luz, na blogoesfera, etc.

Jesus é teimoso? Claro que é. Emerson, Kardec, Eliseu, etc. são prova disso. Só não acho que o caso do Samaris o seja.