terça-feira, 1 de março de 2016

Não é mau, mas prejudica o modelo de jogo.


7 comentários:

Paulo Duarte disse...

haha, true

fui disse...

Ainda hoje li que em Alvalade devíamos jogar sem ele!
Percebo que o sucesso pode passar pela consistência do meio campo, mas jogar sem o melhor jogador, virtual bota de ouro, é impensável!

Leandro Enzo disse...

Obrigado por continuarem a pensar como eu. Jonas ocupa já um espaço especial no meu cantinho destinado às lendas. E eu não o ofereci, foi Jonas quem o conquistou! É claramente o melhor jogador do campeonato e com uma distância muito grande para os segundos (para mim, João Mário ex aequo Nico). É muita qualidade!

Ricardo disse...

fui, quem diz tamanha idiotice não é para ser levado a sério.

Leandro Enzo disse...

Ricardo, quem disse que Jonas não deve jogar anda uma brigada 'anti-Jonas' desde que ele chegou e porque aquele lugar "devia ser do Nelson Oliveira" (esse "portento da formação" mas que não vale a sombra que faz à relva, isto já sou eu que digo) e que por acaso é amigo dele...

Anónimo disse...

Não estamos em tempo do "Jonas + 10" que o futebol hoje exige uma base de jogadores muito mais alargada...mas quase.

Se eu tivesse menos 15 anos, Jonas entrava directamente para aquela parte do cérebro onde fica o "inamovível". Onde eu tenho esses heróis secundários como o Paneira e o Isaías.
Sim, há JVP e houve Rui Costa. Mas com Paneira e Ísaias, ainda hoje há aquela saudade, aquele frio inexplicável.

Para quem como eu começou a vibrar nos campeonatos de 1988/89 e de 1990/91, e tem como "seu" o de 1993/94, ter Jonas é voltar atrás no tempo e sentir outra vez aquele bichinho..agora no alto dos meus 34 anos.

Um quase acaso incrivelmente bem sucedido na vida de ambos: clube e jogador.

Impressiona no Jonas a subtileza e a capacidade de definição. Com aquele estilo de quem foi tele transportado de outro tempo.


Avante p'lo Benfica!

disse disse...

Para pensar

http://expresso.sapo.pt/multimedia/259/2016-03-03-259-para-explicar-a-bola-por-que-razao-o-Sporting-e-mais-forte-contra-o-Benficapara pensar