quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Boletim Meteorológico

A inundação estragou o carro do Senhor Barros, que tinha estacionado junto ao rio por ser mais fácil chegar à papelaria da qual é feliz proprietário há 30 anos. A inundação entrou pela porta da papelaria do Senhor Barros e molhou o chão, molhou as revistas, molhou os jornais, fez dos maços de tabaco e das raspadinhas uma grande confusão molhada. O Senhor Barros tinha uma águia de loiça na montra que também acabou molhada e partida pela força da água que entrou pela porta da papelaria e foi subindo pelos degraus dos átomos. O Senhor Barros está molhado, tem as calças e as cuecas todas inundadas de água. As meias molhadas. Os sapatos molhados. Nadando dentro da papelaria, o Senhor Barros viu gente ser arrastada pela corrente que passava na rua e pensou que estava sonhando um sonho molhado. Levantou o braço cheio de gotas de água e culpou o Presidente da Junta. O Presidente da Junta culpou o Presidente da Câmara. O Presidente da Câmara culpou o Primeiro-Ministro. O Primeiro-Ministro culpou o Presidente da República. O Presidente da República culpou o Presidente da Comissão Europeia. O Presidente da Comissão Europeia culpou o Presidente dos Estados Unidos. O Presidente dos Estados Unidos culpou Deus. E Deus culpou o Senhor Barros por não ter visto o Boletim Meteorológico. 


4 comentários:

Kiddo! disse...

Excelente! E grande música a acompanhar!

moleculasdeamor disse...

deus está aquém mundo... ou simplesmente ausenta-se periodicamente e as pessoas desconhecem essa realidade convém abrir os olhos... :) muito bom!

Anónimo disse...

Apesar de toda a tragédia que abateu o Senhor Barros, a tua escrita é uma autêntica "viagem". Saudações Benfiquistas.
Miguel Bola

luis disse...

Um Glorioso momento de leitura ...
Não me digas que o senhor Barros era policia ;)

Benfica Todos Tempos