domingo, 21 de fevereiro de 2016

O Futebol e os grunhos




De grunhos esperamos tudo: que só vejam erros de arbitragem quando são contra o seu clube; que qualquer divergência sirva para promessas de porrada e ameaças de morte; que uma crónica lúcida  de um jornalista lhes seja uma afronta porque não a percebem e que desse texto consigam extrair material para mirabolantes teorias da conspiração.

No fundo, esperamos que um grunho aja como grunho. O problema é que na actualidade o futebol está cheio de grunhos e de gajos que no resto da vida fingem não ser grunhos mas que afinal são ainda mais grunhos do que os grunhos. Um grunho é genuinamente grunho para só reclamar do árbitro quando é prejudicado; já o grunho que quer passar por não-grunho tem a noção de que está a ser grunho. Mas continua a fazer figuras de grunho porque, na verdade, é um grunho. O problema disto tudo é que estes grunhos estão a criar grunhamente condições para uma tragédia.

 O futebol mudou muito nos últimos 20 anos. Mudou ao nível do jogo propriamente dito e mudou ao nível do ambiente que se vive entre adeptos, sobretudo nos estádios. Agora o que está na moda é andar tudo à porrada, uns em esperas aos outros, tarjas nojentas, petardos, tochas para cima de outros adeptos, Comunicados idiotas por parte de dirigentes contra árbitros, jornalistas, adeptos de outros clubes. É só ódio, violência, imbecilidade. O futebol nem sempre foi assim e para quem ainda se lembra do que o futebol já foi não pode deixar de ir perdendo, paulatinamente, alguma paixão pela vida de adepto.

Eu não tenho filhos; se os tivesse, pensaria seriamente em não levar os putos a um Benfica-Sporting. E acho que isto diz tudo do mundo de grunhos em que tornaram o nosso querido jogo da bola.

3 comentários:

Em Defesa do Benfica disse...

Caro Ricardo,

O "problema" da grunharia é que o portismo Made in PdC formatou o futebol (os adeptos e destes e por estes os media).

Em Maio quando comemorarmos o Tricampeonato vamos ver grunhos mais preocupados em insultar - dando-lhes importância ao "convocá-los" para a festa - o Sporting CP, Jorge Jesus e Bruno de Carvalho, que em enaltecer o Glorioso.

Nada que já não vimos em paletes nas festarolas do FC Porto e do Sporting CP em relação ao Benfica. Mais nas dos portistas porque ganharam à "farta e bruta" muito mais que o SCP.

Gloriosíssimas Saudações

Alberto Miguéns

Ricardo disse...

Alberto, infelizmente tens toda toda a razão: há um benfiquismo adulterado por comportamentos indignos. Se ganharmos o TRI, teremos de assistir à sportinguização de muitos benfiquistas, festejando mais contra outros do que a favor dos nossos. É uma tristeza.

Vivó Benfica!, companheiro.

Bruno Ope disse...

www.3grandesnaliga.blogspot.pt

Vao ficar todos registados para se falar no fim do campeonato