segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Agora de Cabeça Fria

As emoções e as confusões no estádio por vezes toldam-nos a visão.

Revisto o jogo, agora pela BTV, tenho de colocar alguma justiça depois do que foi a minha reacção pós-jogo.

O Benfica realmente esteve muito mal e aquilo foi mesmo muito muito triste, contudo é preciso referir que nem entrámos mal no jogo.

O Benfica esteve bem até aos 20 minutos. O que fez a diferença foi uma ligeira sorte do Sporting e alguma incompetência de alguns dos nossos jogadores.

Enquanto o Benfica conseguiu jogar foi traído pela menor qualidade de algumas das suas individualidades.

O Sporting começa a crescer aos 15 minutos, no 0-2 começa a acabar com o futebol do Benfica e o 0-3 retirou-nos definitivamente do relvado.

O Guedes desaparece do jogo aos 15 minutos e o Sílvio não tem pedalada para isto.
O Luisão está num péssimo momento de forma.
O Jimenez, o Almeida, o Eliseu e o Jardel foram péssimos.

Os 4 melhores do Benfica esta época perante tão fraco colectivo e tão má performance do treinador, não conseguiram nem inverter a situação nem conseguir uma boa exibição. Falo no Júlio César, Samaris, Nico e Jonas.

Neste jogo sou obrigado a destacar o Samaris.
Tem vivido na sombra dos outros três durante toda a época. O grego tem sido dos jogadores com mais personalidade em campo, com mais empatia com as cores do clube e várias vezes com boas exibições.
Não sendo Enzo nem sendo Matic, teve ontem de ser tanto Enzo como Matic e claramente não teve capacidade para isso.
Para mim foi o melhor do Benfica em campo. Por três vezes despachou balões num reconhecimento claro da nossa incapacidade colectiva para ter bola, lidar com a pressão do Sporting e construir jogo.

5 comentários:

disse...

O Benfica jogou ontem o que o Sporting deixou. E o Benfica caiu no engodo de ir para as laterais e cruzar muito para a área, onde o Sporting acumulou jogadores e não permitiu oportunidades. A faixas laterais são boas para descongestionar o jogo, mas a baliza continua no centro, e quanto melhor e mais fácil for o passe para quem está de frente para a baliza, mais as hipótese de sucesso.
Luisão é o que sempre foi. E Eliseu, Jardel e André Almeida serviram para ganhar campeonatos. A diferença é que tinham um modelo de jogo que os protegia e onde a equipa defendia bem. Agora isso não acontece.
Acho o Rui Vitória muito boa pessoa e gosto de o ver apostar em jovens, mas não tem mãos nem talento para uma equipa de topo. Enquanto pensar que muitos cruzamentos é sinónimo de oportunidades, e for comido de cebolada com ligeiras alterações do opositor (André André junto aos centrais na 2ª parte, posicionamento de João Mário no jogo todo) estamos feitos.

RedAtheist disse...

A realidade e que o scp sem jogar nada saiu da Luz com uma vitoria historica.

Rui Tostão disse...

Concordo plenamente com a tua opinião o coitado do Samaris o Jonas e o Nico foram a cara da vontade de que faltava nos outros... Enfim triste com esta merda de jogo mas confiante que o RV vai aprender e resiliente ira a alvacoco ganhar e escorraçar o judas cinico da taça...

Anónimo disse...

Impressionante como concordo em tudo o que disse !!!!

Rui Pintado disse...


durante anos venderam-te a ideia de q JJ só contratava merda e a estrutura era boa.

vamos analisar

reforços do SCP
Jug - 0 min
Ciani - 0 min
JP - 350
Naldo - 7020
Aquilani - 214
Paulista - 0
Teo - 457
Ruiz - 499

total de 2240 min no campeonato - 280 min de jogo em média por reforço

Reforços da brilhante estrutura de scouting e afins do SLB

Ederson - 0
tarabt - 0
carcela - 34
jimenez - 171
mitroglu - 497
marçal - 0
murillo - 0
diego lopes - 0
pele - 0
dalcio - 0
vera - 0
bilal - 0

total de 702 min jogados pelos reforços. Média de 58.5 min por cada reforço.


mas, calma, o SLB tem um 11 mt forte... é dificil entrar... ou entao nao!

zangam-se as comadres descobrem-se as verdades!