domingo, 25 de outubro de 2015

Provavelmente o Nosso Jogo Mais Triste na Luz



Como começar?

É isto o Benfica de Rui Vitória? É este o resultado conjunto do Professor Rui Vitória e da SuperEstrutura?

Um jogo com zero de colectivo só podia exponenciar as fraquezas individuais.

Sílvio, Eliseu e Jardel foram péssimos. Sem surpresa mas com estrondo.

Fomos comidos no meio-campo, expectável também. Não temos rotinas nem certezas nesta zona do terreno.

Os avançados jogaram a par encostados lá à frente e os extremos presos e sozinhos na linha.

Não se viu fluidez nos processos ofensivos, não se viu futebol apoiado, não se viu pressão e só se viu vontade no momento de protestar com o árbitro.

Equipa desmotivada e totalmente sem chama.

Passámos o jogo a ver jogar. Sem pressão e sempre com uma contenção de 5 metros. O Jardel repetiu o jogo com o Vianense, deixou o Slimani avançar sem pressão, procurar espaço sem pressão e rematar sem pressão. O Eliseu passou o jogo mais preocupado em não fazer falta do que em cortar uma bola.

Alguém viu os nossos laterais subir? Alguém os viu dar profundidade?

O Jorge Jesus conhece bem as debilidades desta equipa. Pressão alta contra um meio-campo sem organizador e uma dupla de centrais sem bola no pé, principalmente o aventureiro Jardel.

Este meio-campo a 2 começou a fazer sentido quando se percebeu que o Mitroglou iria ser ponta do ataque e o Jonas viria atrás buscar jogo. Hoje não houve Mitroglou e hoje houve um Jonas a jogar lado a lado com o Jimenez.

Quanto triste é ver o extremo receber a bola ainda perto da linha do meio-campo e ter de jogar para trás porque:
- Nenhum médio soube apoiar o ataque
- Nenhum lateral soube subir no terreno
- O Jimenez via a bola no extremo e corria para dentro da área.

40 metros de espaço na lateral e ninguém se lembrava de procurar o espaço.

Zero de fio de jogo. Jogadores estáticos, cada um na sua posição indicada no quadro do balneário.

O Luisão entrou em parafuso e pode ter pensado que a nossa exibição era tão má que 0-3 era pouco.

O Samaris em desespero assumiu a incapacidade da nossa equipa em sair a jogar e começou a distribuir balões para o banco do Rui Vitória.

A primeira vez que a equipa exerceu pressão foi aos 70 minutos. O Estádio puxou e a equipa ganhou fôlego para 30 segundos de pressão.

E as substituições? Outra vez as substituições…

Já se sabe o problema que temos nas laterais... já se sabe o problema que se tem no meio-campo.
Isso resolve-se nos treinos.

Ficou tudo exposto na Turquia e agora entramos na Luz exactamente com as mesmas debilidades?

Quando a equipa entra assim como é possível esperar-se pelo intervalo?

0-1  e história começou.
0-2  E tudo continuou.
0-3  E nada mudou.

Onde está a coragem de mexer aos 20 minutos de jogo?

Depois com 0-3 é que se vai tentar reparar as debilidades defensivas da equipa? Aí já é tarde. Aguentámos o 0-3 mas nada conseguimos fazer para reduzir isso.

Saiu um lateral capaz de atacar para ficar no seu lugar o lateral que não subiu nem sabia como.
Saiu um médio com alguma capacidade de progredir com a bola e entrou outro de destruição.

Eles não marcaram mais. É verdade. Nem precisavam. Nós que precisávamos não tínhamos condições para tal.

Depois é assumir a má escolha no Fejsa e lançar o suspeito do costume e que sempre que tem entrado nada tem feito.

E a 15 minutos do fim entra o nosso ponta de lança.

Que foi isto Rui Vitória? Sempre acreditei na competência do nosso treinador e ainda acredito que há ali capacidade de fazer melhor e por isso é que cada vez menos aceito os frutos do seu trabalho.
Só dás isto Vitória?

Já vi boas opções mas de seguida são destruídas com ás opções. Rui, o que vejo de bom em ti é sempre tudo por acaso?

Hoje não houve Benfica.

Hoje foi muito triste.

Não há lugar para paninhos quentes.

Não jogaram nada. Nada.

O Sporting trocou a bola como quis e no nosso meio-campo. Nós só assistimos.
Nós não conseguimos trocar a bola, o nosso único criativo estava encostado na linha, o nosso Jonas preso no ataque, e a dupla do meio-campo e de centrais, sem capacidade de ter bola, foram constantemente pressionados pelos jogadores do Sporting.

Se não me calar vou-me começar a repetir.

Ps: O Sporting trabalhou para ganhar, entrou para ganhar, treinou para ganhar, focou em ganhar, jogou para ganhar e mereceu ganhar.
Nós… parabéns Emirates.



10 comentários:

Anónimo disse...

A vossa estrada - A8

João aka.. João disse...

Três aspectos cruciais:

- uma direcção vergonhosa, com um presidente egocêntrico e que percebe zero de bola;

- um plantel ainda inferior ao do ano passado - que alguns diziam ser muito bom...

- e a contratação de um treinador que, passe a repetição, não tem nível para este nível. Só quem nunca viu o Guimarães dos últimos anos acreditaria que ali estava um homem bom para o banco do Benfica.
E não, o futebol não depende só da qualidade dos jogadores. O que o Benfica (não) faz no ataque e na defesa não se explica só pelos jogadores que por lá andam..

slb1958 disse...

Vendam depressa o Gaitan, mais alguns outros pois, pois a desvalorização está em marcha. JJ era barato e RV carissimo e isso está á vista de todos menos da estrutura (bajuladora de Vieira).

José Ramalhete disse...

Para o LFV está tudo bem. Ele queria um treinador baratinho, que não fizesse ondas e pusesse uns rapazinhos a jogar para os poder vender no fim da época ou até se possível em Janeiro. De resto está tão tranquilo que até pode passar pelas brasas durante o jogo.

Anónimo disse...

Foi muito mau.

Mikos disse...

Depois de tantas insinuações sobre um Benfica corrupto,vindas de todo o lado,dirigentes,árbitros,comunicação social etc etc,e a direcção cobarde a dizer apenas e só para ignorarmos o ruído,em vez de dar um murro na mesa e gritar bem alto a nossa indignação dá nisto,esse espírito cobardolas acaba por chegar ao balneário como hoje se provou....

Pulha Garcia disse...

A todos os visionários que por aqui e por muito lado criticavam constantemente o JJ e elogiaram a troca pelo Rui Vitória, parabéns. Merecem este 8º lugar e estas 4 derrotas na temporada (ainda vamos em Outubro). Quanto ao resto, uma equipa que aposta permanentemente em André Almeida, Eliseu e Sílvio está à espera do quê? Abraço glorioso, parabéns ao Sporting. Ps Vieira, todos estes anos só o vi a acertar em 2 treinadores: Trap (escolhido por Veiga) e JJ. Não estará na hora de deixar quem perceba de bola (por exemplo um Humberto Coelho, um Toni, etc) assuma o futebol?

pge disse...

Este é o Benfica do Ontem vi-te no estádio da Luz, temos muitos portugueses, já não vamos perder finais e sobretudo já ninguém berra aos Ola Jonhs nos treinos.

Abraço.

Gil disse...

Hoje custa-me a passar o dia.

Não quero de forma nenhuma deixar de condenar a falta de atitude que a equipa teve após o intervalo, mas infelizmente compreendo que a cabeça, após estar a perder por 3, já não desse para mais. Além disso, o facto de termos jogado para a europa durante a semana não ajudou. Enfim ... trabalho que tem de ser feito ao nível dos jogadores. TÊM de reagir quando começam sofrem o 1º golo. Ainda que sofram o segundo ... É o Benfica , têm de reagir!

Dito isto, há que ter em atenção que a estratégia do arruaceiro, choramingas, mentiroso está a dar resultados. Não escondam isto nem se esqueçam. A estratégia que foi lançada (que admiro por estar a ter efeito, apesar de eu achar que não funcionaria), tem em vista por em causa o SLB na generalidade, lançando a dúvida (na verdade ... está a ser lançado, agora sim, um manto, mas de suspeita) sobre o nosso mérito.

SOMOS BICAMPEOES e é nesta altura que as tropas se têm de reunir e corrigir o que estiver mal. Apesar do Sporting ter sido superior nas circunstancias do jogo (o Benfica deveria ter atuado assim contra o Galatassaray), não se esqueçam de forma alguma de que houve, pelo menos, 2 penalties.

Os arbitros na dúvida, com toda a campanha que tem sido feita, nunca irão assinalar um penalti a favor do Benfica.

Temos responsabilidades no resultado, sim! Mas não seria um jogo completamente diferente se o penalti tivesse sido assinalado?

Arrenka disse...

Vieira tem culpa na escolha do treinador. A falta de investimento é algo já esperado. Espera-se que o novo treinador TREINE (não a dor), que potencie, que evolua o jogo. Nada disto aconteceu.
RV não duvido que seja um grande benfiquista, mas não tem qualidade para o comando técnico. Precisamos alguém com ideias para o futebol atual, mais tático e em equipa, e menos individual e físico. Gaitán quando bem marcado, juntamente com uma posição mais fixa de Jonas deita por baixo todo o jogo do SLB e este treinador não sabe contrariar e potenciar as suas qualidades. Quer jogo na linha/corredor lateral, quer bolas em constante profundidade/cruzamento, mesmo que não lá esteja ninguém em condições favoráveis/superioridade. Quer começar com bola no chão, mas depois não potencia dinâmica para que se fuja eficazmente à pressão adversária, quer manter jogadores afastados uns dos outros, para potenciar o um vs um, linha defensiva descoordenada ou inexistente (uns põem em jogo, outros defendem a linha, outros vão atrás de adversários até ao WC) ... muito mais há a dizer.

Não são apenas reforços (que também têm papel determinante, se forem bem integrados num conjunto, numa equipa e não individualidades).

Para resolver? LFV menos ativo no futebol, delegando para quem percebe, da mesma forma que tenta ir buscar jogadores pelas suas qualidades, ir buscar treinador pelas suas qualidades e não por nome ou clubismo. Assim, a resposta: Paulo Sousa (não interessa o que aconteceu, desde que seja profissional) com uma fiorentina dominante, com fio de jogo, coletivo, potenciar criatividade dentro do coletivo; Vitor Pereira, futebol moderno, coletivo, no corredor central, domínio do jogo, o anti-JJ; Peseiro - grande mobilidade e criatividade atacante, mas pior nos momentos defensivos (não piores que com RV), Laudrup, Sarri (agora muito caro e com maiores ambições com certeza); o próprio Marco Silva; USO DE OLHEIROS tal como há para jogadores. Há treinadores que podem acrescentar qualidade à boa estrutura de apoio do Benfica (olheiros, campus, BenficaLab...).

PS: vejam só uma das formas de jogar da fiorentina de Paulo Sousa - Apoios próximos ao portador da bola. Preferência pelo futebol curto e apoiado (ideias e incentivos dele!):
http://4.bp.blogspot.com/-ZhdF2iezGn4/VhfQX1aIXsI/AAAAAAAABCQ/PMobLXgoCOo/s1600/rcYPmBN%2B-%2BImgur.gif

Que não queiram dar o braço a torcer, que queiram retirar valor ao JJ tudo bem. Mas o que de bom o Benfica fazia tinha muito a haver com a qualidade de trabalho de JJ e é isso que não podemos perder, o treinador a mudar, tem de ser por alguém com ideias ajustadas ao futebol moderno e não para treina(DOR).