segunda-feira, 17 de outubro de 2016

FERNANDO TAVARES - O ÚLTIMO DOS INVERTEBRADOS



"18. O ciclo findou: LFV está sentado em cima do Benfica e de lá não sai, de lá ninguém o tira (assim como à sua entourage).

19. Já Fernando Tavares propunha-se a algo diferente. A tudo o acima referido apelidou, em tempos não muito idos, de incoerência. Fê-lo quando saiu: acossado, em modo JJ, por forma a esclarecer, denunciar e demarcar-se - pois enquanto lá esteve e fizeram-lhe as vontades, o mundo era cor-de-rosa e o céu era o limite.

20. Exclamou ao mundo que o Benfica não tinha um presidente, mas um dono. Da reinvenção da história do Benfica levada a cabo e todo o espectro catastrofista recalcado incessante e vergonhosamente na mente dos adeptos – desresponsabilizando-os, estupidificando-os.

21. Denunciou o clientelismo. A natureza de muitos que por lá pululam. A má influência daqueles sobre o presidente e o clube. As suas verdadeiras intenções. Apontou inclusive nomes em concreto.

22. Denunciou o estado ultrajante das finanças do clube. A natureza perniciosa dos estatutos. Os níveis inéditos e ultrajantes que a propaganda directiva atingiu. A ausência e inadmissibilidade da crítica na vida do clube – os vulgos abutres.

23. Por tudo isso, demitiu-se (em bem, tivessem outros tantos tomates para isso). Para, seguidamente, mostrar uma combatividade assertiva e elevada que lhe proporcionou uma boa imagem junto dos adeptos. Para hoje voltar.

24. Pergunto: o que mudou entretanto? De tudo aquilo que FT apontou, com excepção da bola que (por ora) vai entrando, o que mudou verdadeiramente? Não terão, inclusivamente, alguns desses cenários que apontou piorado de sobremaneira? O que levou então a tamanho “volte-face”? A experiência que vem com a idade? A reflexão ponderada e a frio? A crença no presente projecto? Os superiores interesses do clube?

25. Nada disso. As pessoas são fundamentalmente as mesmas, assim como as práticas tidas ou o rumo traçado. Ou seja: nada mudou. Somente FT: que, não ficando mais novo a cada ano que passa, percebeu que, a tudo quanto apontou, se sobrepunham não os superiores interesses do clube, mas os seus: seja a nível material, seja ao nível da sua vontade em abraçar novamente o projecto então deixado.

26. Não o faz pelo Benfica, pela direcção, por LFV, pelos adeptos. Mas por si. Para si. Pela vantagem pessoal – independentemente da respectiva natureza. Não é grave: pelo menos, não para os padrões de todos quantos ali o acompanharão. Nesse capítulo, FT enquadra-se perfeitamente no projecto.

27. FT não pode ter reais aspirações a mudar seja o que for. Mais: por tudo o acima referido, entra numa posição ainda mais fragilizada do que aquela quando entrou. Que os seus proveitos sejam, na exacta medida, proporcionais ao desgosto que causou a todos quanto nele acreditaram.

28. Tudo quanto possa alguma vez ter defendido ou simbolizado, evaporou-se num simples acto: o do compromisso. Ao sair e, sobretudo, defender reiteradamente ao longo do tempo tudo quando referiu, deixou de ter quaisquer condições não para defender o Benfica, mas para fazê-lo enquanto parte da presente direcção.

29. Não ter (ou, mais grave, não querer ter) noção disso, é a mais flagrante manifestação da sua incapacidade para assumir o cargo e, assim, servir o Benfica.

30. Prestou um péssimo serviço ao Benfica. Se benfiquista, devia sentir-se envergonhado. Se humano, devia sentir-se desonrado."

RED MIST

11 comentários:

Anónimo disse...

Não há pachorra para estes posts...
Cada vez venho ao blog menos assiduamente.
E é pena...

Ricardo disse...

Alguém tem de defender o Benfica, anónimo. Qualquer dia não tens clube e aí é que não vais ter pachorra.

cards disse...

O importante é a bola continuar a entrar e espero que continue a entrar durante muito mais tempo para todos nos festejamos mais títulos do Benfica.
Carrega Benfica, rumo ao 36.

cards disse...

Caro Ricardo,

Conseguimos sobreviver a um Vale e Azevedo e depois o Benfica é um daqueles casos To big to fail.
Carrega Benfica.

PS Não gosto muito do Vieira, mas caramba se há mandato dele em que se portou bem face aos pergaminhos do clube foi este.
3 campeonatos, 3 taças da liga, 2 supertaças, 1 taça de Portugal.
79 títulos nas modalidades, ainda falta a supertaça de voleibol a disputar no próximo sábado.

Ricardo disse...

Cards, as questões ultrapassam a mera vertente desportiva. No Benfica não há lugar para aldrabões.

Anónimo disse...

O problema é esse mesmo , " a bola vai entrando..." Enquanto a maioria dos benfiquistas pensar vamos bem com as finanças no estado em que estão com o passivo sempre a aumentar. O proximo que feche a porta porque este passa o tempo a empurrar os problemas com a barriga . Pedro Santos

R.B. NorTør disse...

Sobrevivemos a um Vale e Azevedo... e ao Damásio não? Querem ver que o Vale e Azevedo foi um outlier no que a presidentes diz respeito!

joão carlos disse...

neste momento o presidente esta quase só rodeado de vira casacas, trocas tintas, tachistas e invertebrados e isso qualquer que seja a opinião que se tenha sobre o presidente é muito mau para o clube e para o seu futuro.
mau porque só quase temos interesseiros, qualquer que seja o tipo de interesse, e mau porque não só não atraímos quem desinteressadamente queira servir o clube como cada vez vamos afastando esses da vida do clube.

Águia Preocupada disse...

Pode-se falar de Vale e Azevedo, de Damásio... Mas a história, a verdadeira história, será feita quando o actual presidente se finar! Sim, finar! Porque ele só larga o osso quando for de viagem!
Gosto de ganhar! Quero ganhar! Mas quero que a génese do clube, a democracia que presidiu à sua formação não seja banida como o foi por este presidente.
Quero ir às assembleias e poder falar sem olhar para os gorilas que estão à minha frente prontos a atacar-me!
Quero ir às assembleias e ter a atenção e resposta do presidente às minhas intervenções! E não ter o presidente com ar de gozo a brincar com o telemóvel numa demonstração do mais primário desrespeito!
Quero ter no Benfica benfiquistas, que amem o clube e que ouçam o vibrar dos sócios.
Quero ter no Benfica gente séria, que coloque acima de tudo os interesses do clube e não os seus e dos seus amigos!
Se isto para vocês não importa... Para mim importa muito.
Pobre mas em liberdade é muito diferente de pobre e com chicote em cima das costas!
Hoje o Benfica é um feudo cujo senhor/dono domina com os seus lacaios a ajoelharam por uns migalhas que sobrem da mesa!
Se é o Benfica actual que querem, força nisso! Até um dia...

R.B. NorTør disse...

Águia é isso mesmo. Quando falo do Damásio é só porque há aí uns papagaios que papagueiam o nome do Vale e Azevedo como se o VeA fosse o fundador do Benfica. Ou como se antes do Vale e Azevedo o Benfica tivesse com uma pujança financeira e desportiva inigualável. Verdade seja dita, por comparação com Vieira, VeA nunca foi a correr mudar estatutos para excluir a oposição de ir a eleições.

moleculasdeamorpelavida disse...

Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é hoje o Benfica, e não é fado, o que ainda é mais triste. Durante anos gozei com os portistas que defendiam PC como se fosse deus, no clube que amo (amei?) vejo eventualmente o mesmo nos dias de hoje, é da natureza humana, não espero nada de diferente na maioria dos seres humanos. Temos o nosso país com os governantes que temos porque os governados sentem-se representados e identificam-se com as práticas dos seus dirigentes, isso é do clh, apesar de legítimo, cada deve ser-se por inteiro. NO planeta de onde venho a malta tem outra energia... isto é bizarro, esta mentalidade.