quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Sinais encorajadores


Tornou-se corriqueiro falar em “sinais encorajadores”. A nossa economia e os mercados emitem “sinais encorajadores”, um doente grave internado também dá “sinais encorajadores” e até mesmo o Joãozinho, o pior aluno da turma, já consegue fazer contas de subtracção sem ajuda da calculadora, apesar de se encontrar no sexto ano. Sinal encorajador, portanto.

O que são, no fundo, os “sinais encorajadores”? Não sei. E duvido que quem afirma a sua existência também saiba o que são ou no que consistem. Talvez indícios de que algo não vai assim tão mal no meio da mediocridade. Porque, bem vistas as coisas, apesar de o desemprego ter decrescido no verão, de o doente apresentar um melhor estado geral ou de o Joãozinho ter acertado no resultado de 35-10, a economia não vai melhorar, o doente vai morrer e o Joãozinho continuará a ser uma “criança com limitações” (porque o tempo de dizer “calão” ou “burro” já passou e temos de ser condescendentes com as crianças).

O mesmo se passa com o Benfica. Estamos a emitir os tais “sinais encorajadores”. Três exibições bem conseguidas com Nacional, Académica e Olympiakos e três vitórias arrancadas a ferros em jogos difíceis (Sporting, Braga e Anderlecht). É bom? Sim, é. No futebol é melhor ganhar por 1-0 com um golo marcado com as costas e às três tabelas que perder 4-3 num encontro cheio de emoção e de futebol bem jogado. Posso dizer que sou um "resultadista". Mas um resultadista moderado, porque a existência de resultados necessita também de futebol com alguma substância, algo que não vejo actualmente, pelo menos com consistência, no Benfica. E por isso pergunto: até quando é que isto durará? Vamos (sobre)vivendo graças à inspiração e qualidade daquele que a direcção e/ou o corpo técnico queriam dispensar no verão passado fruto das cenas tristes no Jamor. De vez em quando, um ou outro rasgo individual como o golo de Matic ao Braga salvam jogos e dão 3 pontos, mas, no global, não tenho visto organização e planeamento ofensivo que possam dar vitórias tranquilas consecutivamente.

Eu gostava de pintar este quadro de cor-de-rosa, mas não é possível. Primeiro, porque não corresponde à realidade. Segundo, porque não gosto de mentir às pessoas. E assim vamos nós, mostrando sinais encorajadores, conseguindo vitórias pontuais graças a rasgos individuais, que vão disfarçando fragilidades que não deveriam existir nesta altura do campeonato. Alguma vez viram uma equipa ser campeã desta maneira? Temos muito trabalho pela frente. Estamos quase em Dezembro e o Benfica ainda não joga como uma equipa. Tivesse o Porto um treinador (porque de resto tem "tudo", e vocês sabem o que "tudo" significa) e a esta hora estaríamos a 5 ou 7 pontos.

8 comentários:

Ai Vale Bujas disse...

muito bem observado essa dos sinais encorajadores. Está na moda e de facto também nunca percebi muito bem o que isso quer dizer concretamente.
No entanto, acho que as únicas esperanças que tenho enquanto benfiquista desta época acabar com um final feliz residem mesmo nas capacidades do Jesus...
Vejamos... O plantel deste ano até é bom, superior ao dos nossos adversários (pelo menos até Janeiro) e o Jesus apesar de não ter dado os títulos que se exigiriam no passado, pelo menos deu-nos futebol de qualidade na maioria do tempo que cá esteve. Com a direcção, já toda a gente sabe, não se pode contar. Não tem competência a nível desportivo para me dar a segurança que em Janeiro não vai fazer porcaria e deixar sair A ou B e contratar mais flops. Resta-me portanto acreditar no treinador. Amigos meus dizem-me que sou um optimista por natureza. Quando era pequenino até tinha um poster no meu quarto com um pinguim que em baixo dizia "sou um optimista" (nunca percebi a associação à imagem do pinguim). O meu optimismo neste momento reside apenas no Richard Gere d'Alfama mas compreendo que a maioria dos benfiquistas já se tenha fartado dele. Não vou terminar o comentário com o cliché "temos que ACARDITAR"... Digo apenas: VAMOS SER CAMPEÕES, CAR#"#$

Anónimo disse...

Quantos jogos o Benfica ganhou graças ao golinho solitário do Eusébio?
E se fosse o Artur a marcar a vitória perdia mérito?

Anónimo disse...

Concordo plenamente... parecemos um doente ligado à máquina que mais tarde ou mais cedo alguém vai desligar!! Mas com este treinador não dá mesmo para mais! Se não estivesse cá o Cardozo nem quero imaginar como estávamos agora!!

JNF disse...

Aceito o desafio, anónimo. Diz-me lá então quantos jogos é que o Benfica ganhou com um golinho solitário do Eusébio.

luis disse...

Poder pintar podes, mas pintar um cenário do Glorioso de rosa é um bocadinho amaricado.
Por vezes para ser campeão não é preciso jogar muito no nosso quintal desportivo. Exemplos não faltam (Era corrupta), somando pontos "assim ou assado ", no final poucos se lembram também, do Santo Mantas na época do Trap. Ou aqueles "míseras" goleadas... golos do Vata e companhia para Ganhar 1 a zero, Toni apupado e Benfica muitas vezes assobiado mas Campeão. Acredito sempre, mesmo com o presidente azedo ( sei que era parvo acreditar, mas tinha que ser por causa das criancinhas )... esta época a jogar menos, sem cilindrar. Atenção, esmagar à moda JJ é outra coisa... mesmo sem atingir 5 pontos de avanço como nas épocas passadas poderemos ganhar o Campeonato. Os outros também não estão num patamar de excelência.
Agora que está a dar "nervos" a imagem da equipe pelos relvados, isso é facto.
Num plantel pouco alterado, os onzes apresentados têm deixado muito a desejar, e muitas invenções. Na "Moral" da imagem, comparar orçamentos deu para o exemplo de paris, mas aplicado no panorama nacional, a fotografia sai muitas vezes a preto e branco e oferece apitos.
Será a equipe a imagem do treinador ??
Será o treinador a imagem do 33º presidente ??
Serão os sócios a imagem do actual Benfica ??
... serão os adeptos Benfiquistas a alimentar a imagem da Benfica sad !!
Ficando pela primeira imagem, após as fotos do Flores... JJ apresentou argumentos fotográficos, era novo nas paisagens do Glorioso, o presidente era o mesmo.
Uma coisa certinha foi o aumento do investimento na equipe de futebol , e o facto comunicado que o estádio, motivo principal da entrada do 33º nesta instituição, será para pagar até 2024, com um passivosinho (>500 milhões) à imagem de QUEM ???
-Talvez o país...

Nota: A Benfica sad vende bem a marca, para "eles" mesmo que vá amarelando as imagens das velhas Vitórias.

JNF...tempo.

David El Rumbero disse...

Este comentario foi sobre o jogo de bruxelas mas vai ao encontro do qur dizes aqui:
JJ é uma vergonha, um treinador à imagem do presidente, uma vergonha e uma desorna para o Benfiquismo e os Benfiquistas. Se o gajo gosta de jogar com um 9 e meio como diz ele, tudo bem, mas que meta la um gajo que saiba fazer esa posição, mas não o gajo ora mete o Djuricic, ou o Rodrigo ou o Enzo, quando tem dos melhores 9 e meio da liga no plantel como o Gaitan ou o Markovic, que ontem viu-se quando fugiam para o meio faziam logo a diferença mas este BURRO tem-nos colados à linha. Será que o gajo não se lembra das exibições do Gaitan nessa posição o ano passado na liga Europa!!!! A sorte deste incompetente é ter jogadores de altíssima cualidade que vão disfarçando a sua burrice, se tivesse a equipa do Trapattoni descia o Benfica de divisão, não tenho duvidas disso!!!
                Este Benfica depende da inspiração individual, como equipa é uma autentica anedota, à imagem do seu treinador e presidente.
                Tou farto, este não é o Benfica, o Benfica foi seqüestrado, é incrível como vejo os jogos sem nenhuma emoção, nem na época do Damasio (para mim a pior da historia do Benfica) via o Benfica com tamanha indiferença...
                Devolvam o Benfica, quero o glorioso de volta!!
               

mnlopes disse...

Caro Bujas, a tua esperança reside nas capacidades do Jesus? Não sei se ria ou se chore. Se JJ tem essas "capacidades", como justificas a ausência de títulos nos últimos 3 anos? Ah, já sei. JJ é muita bom, a culpa é do LFV, dos árbitros, etc.

VC disse...

Excelente post. Oportuno. Só não entende quem quer ser ceguinho. Eu não sou. Está lá tudo.
Parabéns.