segunda-feira, 5 de maio de 2014

Num momento de festa, coroação e de decisões, custa ir contra a corrente.
Nesta fase tenho tentado manter-me simplesmente na onda encarnada.
Mas há situações que não nos permitem surfar tal onda ignorando o que vai acontecendo na praia.
Há ocorrências que pelo seu contexto devem sem desvalorizadas mas nunca esquecidas.

Aconteceu com os erros evidentes na festa de campeão, desde o teatro planeado entre treinador, presidente e capitão, até à banda sonora da festa no Marquês.
Aconteceu ontem em pleno Estádio da Luz. O empate caseiro com o Setúbal só pode ser um resultado muito negativo.

Contudo a situação que me fez escrever não foi nenhuma das duas referidas.
Não consegui permitir-me a não apontar o dedo a algo que me incomoda. Sem entrar em grandes filosofias sobre o assunto, tenho de manifestar a minha pena em ver que certas pessoas não se coíbem de popularizar a sua imagem aproveitando os momentos de glória do clube, fugindo da sombra por si próprias criadas em momentos mais difíceis.

Mas agora que venha a Taça da Liga e a segunda conquista da época.


http://vimeo.com/94021594

4 comentários:

Papoila Saltitante disse...

Para qualquer campanha é necessário um rosto... o do presidente do clube faz todo o sentido, querias quem, o do barbas!?
Este post é completamente desnecessário.

Miguel disse...

Que post absurdo. Deve dar estilo ser diferente! É estranho aproveitar a onda para lançar uma campanha de angariação de sócios? Ou era depois de perdermos que ela teria sucesso? Ah, e sim, esse crime contra o benfiquismo que foi a música no Marquês! (e sim, foi uma merda, mas estou-me nas tintas para isso).

luis disse...

As campanhas a zero euros com este rosto até está dentro do caminho. Não estranho o rosto. Já o conheço ainda do século passado. Não na nossa Instituição, mas noutras cores e "feitios". É desde a "equipe maravilhosa" obtivemos um mãos largas nas promessas;) Com humor até digo que a cada ano há um novo slogan, um novo sonho, nova promessa e o espectacular "zero euros" dando o "bigodes". Com "socos na mesa" dos Lampiões, não batia à porta de corruptos desportivos continuando alianças e evitando polémicas com os "outros", mas com uma disponibilidade constante para atacar internamente a família Benfiquista.
Não querendo ser carraça, senti um ponto de viragem com a entrada da Âncora. Mas logo apelidado de "verdinho" não fosse o movimento muito emotivo e retirar-lhe o caminho.
O Benfica é que vende !!!
O Símbolo do Benfica, História genética do Benfica.
O Povo acordado pelo "Espírito Desportivo", acompanha a Campanha novos Sócios aberta a "Zero euros". atingir o velho slogan 300 mil sócios e outras campanhas. Vão penteando o associativismo, adormecendo a verdadeira força da Instituição. Estádio cheio com sol, chuva. À noite ou de dia, desde o primeiro dia ;)
Gostaria de uma pedagogia mais vocacionada para o publico jovem. Muitas regalias para os mais jovens arrastarem os mais cansados e desgastados de tantas operações às emoções. Está caro, há crise para durar, mas um Estádio desta dimensão, metade do antigo, não esgoatar mais vezes cria-me uma certa confusão. Por onde estão os 200 mil. Preencham dando orgulho pelo futuro. Por exemplo os Sócios terem a capacidade de nalguns jogos levarem um convidado de tenra idade, sem custos, mas com os olhos numa fidelidade de longa duração;)
Os tempos modernos estão a oferecer o novo Sócio, o Benfiquista de superMercado que só vai por arrastão ao Ser Campeão.Bem, pelo menos é essa a ideia que fica... daqui a três meses vamos ver as actualizações e lotações. Bem e fica, reflectiu o Camarada Pau e bola Campeão com,
"os Outubros de dúvida, os Setembros de incerteza, os Novembros tristes ou os Janeiros e Dezembros que ainda nada prometem nem têm cheiro a festim".
Vamos lá ver quanto tempo dura as "baterias" das Vitórias e os respectivos "sabonetes" associados. Os quase 55 mil foram poucos e “receio” das ofertas das anteriores campanhas não foram para o último jogo nem para clássicos, nem derbys… foi o "olhão" que fez surpresas ;)
Vamos mas é voltar à concentração nas conquistas Desportivas, pelo menos só mais este maio s f f, com os que temos e muito Espírito Desportivo à imagem daquele sopro do Glorioso 4º anel cheio de amor à camisola ;)
Nota: acabaram-se os empates… e temos que Vencer também com 11 ;)
Benfica Todos Tempos

Anónimo disse...

QUARTA-FEIRA, 07-05-2014, ANO 15, N.º 5212
Notícias
Nacional
Internacional
Mais Desporto
Motores
Seleção
Mundial 2014
Imprensa
Fórum
Últimas
Por Tema

PESQUISA EnviarLOGINREGISTOJornal “Marca” aponta Benfica como modelo a seguirPor Redação
A- A A+

O jornal espanhol Marca dedica, na edição desta quarta-feira, um extenso trabalho ao Benfica.

Sob o título “Sport Lisboa e Benfica como modelo», a reportagem do prestigiado diário destaca o trabalho levado a cabo no clube desde 2003, quando Luís Filipe Vieira foi eleito presidente.

«O Benfica é um modelo futebolístico a seguir muito de perto. O clube é um exemplo de eficiência na gestão de recursos», pode ler-se.

As infraestruturas edificadas nos últimos anos são apontadas pelo jornal como um dos pilares do sucesso desportivo das águias, salientando-se igualmente o ecletismo e a aposta na formação.

«A atitude, a paixão e a ambição são formas de ser que os atletas do Benfica devem demonstrar e alimentar todos os dias: dentro e fora do terreno de jogo», realça o diário sediado na capital espanhola. 17:17 - 07-05-2014