sexta-feira, 29 de abril de 2011

Só umas perguntinhas rápidas

1. Não quero ser injusto, mas porque é que o mestre da táctica dinamitou o nosso meio campo (que estava a funcionar) com duas substituições de uma só vez, independentemente da intenção?

2. Alguém viu a outra meia final? Eu não. Nem vi os golos. Mas o que foi aquilo? WTF?

3. Aimar...querido Aimar, porque é que fizeste aquele carrinho de caca ao fiteiro-cara-de- escroto-alan para ele te poder arrancar um amarelo?

Sinceramente, não precisam de responder.

8 comentários:

anauel disse...

Mas podemos, na mesma?
Então cá vai.

3) Parece-me que foi a melhor coisa que nos poderia acontecer... Parece estranho, mas se pensarmos bem não é. Sempre se livra de que lhe partam a perna lá na Pedreira. Não tenho dúvidas que alguém seria incumbido de tal tarefa assim que ficasse evidente que é o Glorioso que vai a Dublin. Claro que sem Aimar fica mais difícil/chato assistir ao jogo da 2ª mão, mas ainda assim acredito que passamos.

Ah, e lá na Pedreira tirava o Coentrão assim que estivesse garantida a passagem... não vá o Diabo tecê-las...

Ricardo disse...

1. É verdade que estava a funcionar (Peixoto e Martins nas alas... quem diria? hmm, hmmm?), mas os dois estavam condicionados para o jogo e já se notava cansaço. As suas ao mesmo tempo é que, sim, concordo, foi um bocado estúpido.

2. Não vi, não. Mas aquilo foi algo que o Benfica não consegue fazer. Mentalmente (e não só) o Porto está imparável. E depois tem o Falcao. Sim, esse mesmo, que foi perdido pelo Benfica por termos nos nossos quadros um prospector para a América do Sul que diz que o Porto é a sua religião. Traz mais desses, Vieira.

3. No estádio, pareceu-me falta. Mas o quê, não joga na segunda mão? Foda-se. Vamos ter de passar para o Pablito jogar em Dublin.

Sérgio disse...

anauel,

Claro que pode. É para isso que cá estamos!
Quanto à resposta: pois, é uma maneira de vermos as coisas...

Ricardo,
Viste umas nuances nas minhas perguntas que não era para lá estarem; estava com pressa e fui económico...enfim, quero dizer que concordo, claro.

1. Claro que tinha sentido aproveitar o ímpeto daquele momento (o tal funcionar) para avançar um pouco as peças. Naquela altura do jogo concordo que faz todo o sentido tornar o meio campo um pouco mais acutilante.
Mas duas substituições daquela forma são terapia de choque. Reconheço que por vezes a terapia de choque funciona, mas caramba, era preciso? As características daqueles 4 jogadores não podiam ser mais diferentes, e as duas substituições em simultâneo causaram uma turbulência que julgo ter sido a causa de nunca mais termos causado os desequilíbrios que provocáramos até então.

2. ...

3. Sim, foi falta. E sim, é por trás, logo o álibi está montado para justificar o amarelo. não é um critica ao arbitro. é uma critica à infantilidade do Aimar, que faz um carrinho pueril, do qual decorre um toque singelo no alan, que naturalmente se esbardalha no relvado, facilitando ao árbitro a decisão, óbvia e lógica, de tackle+"por trás"=cartão amarelo.

Ricardo disse...

Concordo com o ponto 1. em tudo.

Quanto ao 3., eu percebi que não estavas a criticar a arbitragem, só quis realçar esse ponto e um que não realcei mas que me parece importante: a falta foi bem feita, o lance era de algum perigo. Claro que acabou tudo mal porque deu golo (uma questão: o Roberto não poderia ter feito melhor?), mas a priori foi bem feita.

Quanto ao Aimar, é uma pena não poder jogar em Braga. Por outro lado, pode ser uma boa solução em termos estratégicos. Jogarmos menos no erro. É que o Pablito joga muito mas tem uma percentagem de passes de risco (e perdas de bola) um bocadinho para o exagerado. Não me levem a mal esta heresia.

low desert puke disse...

1- porque JJ quis arrumar com o braga jà neste jogo e carimbar o passaporte para Dublin. Saìram duas peças que, mesmo estando a jogar nas alas sempre tiveram tendencia de jogar mais para o meio (ou partindo dali ou endereçando passes e/ou corrida para ali). Jesus quis abrir ainda mais as asas porque assim o braga talvez tivesse mais problemas. Silvio estava a subir bem por ex, e o objectivo pareceu-me colar os bracarenses là mais atràs. Nao concordo com quem diz que a partir daì nao mais criàmos perigo.

2-Eu vi. Acho que o porto deste ano é imbativel no recolher dos frutos da imprevisibilidade de certas situaçoes dentro de um relvado. Ontem chegaram ao empate num momento importantissimo do jogo com um penalty que nao o foi. Contra nòs empataram para a taça com um golo que nao o deveria ter sido, tal como em Sevilha senao talvez esta meia final fosse somente espanhola, e por aì fora até Outubro. Como jà disse, recolhem os frutos umas vezes caìdos de àrvores bem plantadas no jardim da apaf, outras, provenientes de erros. E quanto a estes ultimos nao ha nada a fazer. Foram tocados pela varinha màgica de alguma fada madrinha e serà assim na final também.

3-Aimar poderia ter sido mais sòbrio nesse lance. Assim como o àrbitro...o Vandinho antes de levar amarelo jà tinha sido actor principal em outras quatro situaçoes para amarelo. E o Alan aperfeiçoou o trabalho de Pepe em Madrid conseguindo atingir mesmo o adversàrio mas nao sendo expulso.

Bruno Pinto disse...

Ainda achas que o Benfica é melhor que o FC Porto imbecil?

low desert puke disse...

Bruno, estava para responder-te là no 442 mas faço-o jà aqui.

Se o porto é hoje melhor isso nao quer dizer que o era também hà dois meses ou hà dez ou quando quiseres tu. Nao quero acreditar que tens uma visao sobre o futebol assim tao linear. Abraço.

Ricardo disse...

Este comentário do energúmeno das 13:23 devia ser alvo de um estudo intensivo por parte de David Attenborough. Não é tarefa fácil numa frase de 11 singelas palavras conseguir denunciar tanto de si próprio. Façamos a lista do que é este néscio:

- Mal-educado - não o ensinaram a dar uma opinião ou a colocar questões sem chamar nomes aos outros.

- Ignorante - Não lhe ensinaram o valor das vírgulas. Com isso, cai no ridículo de chamar imbecil ao próprio clube. Nova denominação para o clube dos corruptos, dada por um dos seus adeptos: Futebol Clube do Porto Imbecil. Em parte, estou de acordo, energúmeno. Discuto a forma, não o conteúdo.

- Ignorante em termos futebolísticos - para o imbecil (palavra que lhe é cara, como sabemos), uma equipa que é melhor do que outra em Abril foi de certeza melhor em Janeiro. São factos e quem não concorda é burro.

- Invejoso, mesquinho, pequenino e com o complexo da inferioridade - 16 horas depois de o seu clube conseguir uma vitória fantástica contra uma boa equipa europeia, o pequenino, mesquinho, invejoso que sofre do sentimento muito próprio dos portistas de inferioridade perante o inimigo (eles vêem as coisas assim, educados que estão pelo dono), em vez de andar aos saltos todo nu pelo Parque da Cidade, coberto apenas de tripas e molho de francesinha, a atirar bolas de golfe aos benfiquistas ou a comprar árbitros enquanto grita "somos os máiores, carago, Viva o nosso Dono!", o que é que faz este nesciozinho? Vem para um blogue do Benfica apregoar a sua moralidade.

És tão pequenino, coninhas.

E és feio comó caralho. Mete aí a fuça do Pepe que ainda assim fazes melhor figura.