segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Na crista da onda até quando quisermos

Enquanto o nosso grande humor continua a sua epopeia circense pelos campos de futebol - e se temos tido iguarias mil a alegrarem os nossos serões invernais: relva pintada para esconder a péssima condição do relvado, uma vitória nos últimos 7 jogos, 11 pontos de diferença, mentiras atrás de mentiras sobre os murais vergonhosos que pintam as paredes do corredor de acesso aos balneários, enfim, todo um Sporting na sua idiossincrasia de clube-palhaço -, o Benfica vai aliando aos resultados volumosos uma crescente qualidade no seu futebol. 
 
Enquanto uns se justificam com lesões e papas estragadas, o nosso clube devora adversários à razão de 4 a 5 golos por jogo - consoante a muita ou muitíssima inspiração -, mesmo quando não utiliza alguns dos seus melhores jogadores: Capdevila, Garay, Javi Garcia, Aimar e mesmo os dois amuados de serviço, Amorim e Enzo Pérez. São só 6, é coisa pouca. Talvez se tivéssemos no nosso plantel um Jeffrén ou um Polga pudéssemos fazer melhor. Infelizmente é o que temos e assim teremos de seguir na nossa caminhada triunfal. O que eu daria por um relvado pintado a vermelho!

A melhoria do jogo do Benfica, embora estejamos longe ainda de atingir todo o potencial que este plantel pode dar, deve-se principalmente a dois factores: um Emerson bem mais escondido do jogo, em que as suas deficiências são menos notórias porque está mais protegido por quem com ele partilha a ala esquerda (Nolito, como fomos dizendo ao longo da época, traz ao jogo colectivo, ofensivo e defensivo, uma dimensão que é impossível de ignorar e que não tem paralelo em todos os outros "alas" do Benfica), e, ironia que não chega a sê-lo, a menor utilização de um dos mais talentosos jogadores do clube: Gaitán, que alia à evidente qualidade a escassa, por vezes nenhuma, noção colectiva do jogo. 

Sem o argentino, todo o processo de construção fica dependente de homens que na decisão são fortíssimos (Bruno César, Witsel, Aimar e Nolito, mesmo Saviola numa fase mais adiantada do terreno), o que cria duas diferenças abismais para o futebol deprimente de há um mês e tal atrás: controlo de riscos - é raro a equipa perder uma bola em zonas potencialmente perigosas - e qualidade maior de passe, que facilita a incursão tanto pelas alas como pelo centro em jogadas rápidas que desmobilizam as defesas adversárias e criam as condições necessárias às oportunidades de golo. 

O futebol é, já se sabe, um desporto colectivo. Por isso mesmo, há que fazer opções que favoreçam a equipa mesmo que se desperdice talento. Gaitán tem muito para dar ao Benfica - ainda ontem mostrou a fenomenal qualidade daquele pé esquerdo - mas terá de ser enquadrado decentemente na dinâmica da equipa e não o contrário. Alguns jogos vindo do banco poderão servir na perfeição para um crescimento e maior concentração na hora de entrar em campo. Pior do que um cepo trabalhador, estilo Emerson, só um enorme jogador pouco humilde. Melhore Gaitán a atitude que tem em jogo e rapidamente voltará a ser um dos onze escolhidos. Ou pelo menos seria esta a melhor forma de conduzir o jogador a outros patamares. Não estamos certos de que Jesus pense da mesma forma.

Há, no entanto, muito ainda para melhorar. Alguns dos problemas antigos e identificados desde o Verão mantêm-se. A saber:

- deficiente abordagem nas bolas paradas, ofensivas e defensivas - defensivamente, a equipa opta por uma marcação zonal, com os bracinhos uns aos outros ligados, numa espécie de visita de estudo de uma classe do jardim infantil. É giro e cria um ambiente solidário e primaveril na nossa área. Em termos práticos, não traz grandes resultados (veja-se, por exemplo, o golo sofrido em Guimarães). A abordagem zonal fará sentido, sim, mas se mesclada com a homem-a-homem. Criar uma zona central bem povoada de jogadores a atacarem o espaço mas também cuidados defensivos individuais aos mais perigosos jogadores adversários. Em termos ofensivos, já é muito bom quando o jogador consegue marcar um livre, lateral ou central, ou um canto e acertar na área. Por alguma razão que não se compreende em jogadores da qualidade de Aimar, Bruno César ou Gaitán, as bolas acabam vezes demais nos pés dos jogadores das outras equipas, sem que se crie perigo e muitas vezes com a nossa equipa apanhada em desequilíbrio. Há trabalho a fazer nesta matéria. Ignorá-lo será abdicar de um dos mais importantes momentos que o futebol actual produz para chegar ao golo.

- gestão no mínimo duvidosa das expectativas de alguns jogadores - Capdevila foi contratado por 3 milhões de euros para se rum suplente de luxo de um jogador medíocre. Quem contratou o espanhol e por que razão há no Benfica quem compre jogadores que não são, desde o princípio, apostas do treinador? É estranho que haja uma bicefalia no futebol do clube, porque gera gastos desnecessários e uma crescente insatisfação de atletas que é nefasta a um balneário que se quer unido e focado no essencial; Amorim treina sozinho em Almada - não sei o que se passou, admito que o jogador terá tido um confronto perigoso com o treinador, mas é fundamental resolver estas quezílias de uma forma digna: ou sai, porque com Jesus não terá possibilidade de jogar, ou fica e é integrado na equipa, se bem orientado a cumprir com as suas obrigações e a abandonar os amuos; Pérez foi contratado por 5,5 milhões de euros para andar a passar férias na Argentina e a dizer disparates. Neste caso o Benfica tem de ter uma acção criteriosa e pedagógica, para que outros casos semelhantes não aconteçam: como o seu passe desvalorizou nestes últimos meses, a opção de vender não é inteligente; emprestá-lo, muito menos. Portanto, das duas uma: ou Pérez é integrado com direito a uma multa exemplar (e seria importante que o fosse, porque faltam opções de qualidade para a posição e o ano ainda trará muita sangria entre lesões, castigos e maus momentos de forma) ou é obrigado a pagar os milhões que resultam do acto de indisciplina que cometeu. São casos a mais num plantel que, se não tivesse estes exemplos de desaproveitamento, tinha tudo para uma época de grande sucesso. Ainda tem, mas importa reflectir e resolver rapidamente os problemas nesta fase positiva. Para depois não apanharmos mais uma depressão crónica, como a do ano passado. 

- demasiado tempo sem dotar o plantel de opções na defesa - Vamos já a meio do mês de Janeiro e o problema identificado em Agosto continua sem estar resolvido. Emerson não serve para titular do Benfica. Mantê-lo em jogo é correr riscos que poderão vir a ser letais aos objectivos para a época. Não se percebe a razão pela qual não chegou já um lateral-esquerdo com a qualidade necessária para jogar nesta equipa. Quanto mais tempo for desperdiçado, mais tempo demorará o jogador contratado a entrar na dinâmica que Jesus quer para o jogo do Benfica. Urge lateral-esquerdo. E urgem, já agora, um central e um lateral-direito. Para ontem.

- a perigosa alienação pelo bom momento desportivo - O que não pode acontecer aos adeptos é o deixarem de analisar as acções dos seus dirigentes, levados na onda de benfiquismo pelo sucesso desportivo. São coisas distintas e importa que nunca se misturem. Por mais jogos que o Benfica ganhe, por mais goleadas ou boas exibições, o adepto tem de se perguntar por que razão Vieira apoiou um candidato à Presidência da Liga que acabou por perder a corrida - sendo que o que a ganhou traz ideias para o futebol que nos são altamente prejudiciais (desde logo, o conceito da divisão colectiva dos ganhos pelas transmissões televisivas) ou a recente mensagem de Domingos Soares Oliveira em que, em meias palavras, admite que muito provavelmente o Benfica assinará novo contrato com a corrupta Olivedesportos dos corruptos irmãos Oliveira. O Benfica sozinho rende mais do que todos os outros 15 juntos e deve saber usar essa força a seu favor. Hipotecar mais 4 ou 5 ou 10 anos de transmissões, ficando preso e amarrado (usando a expressão de António Oliveira) às suas exigências e ao seu facciosismo e aproveitamento vergonhoso, será uma decisão que terá repercussões altamente negativas, não só do ponto de vista financeiro mas também, porque estão ligados, na vertente desportiva. Um Benfica independente da escumalha que manda no futebol português será sempre um Benfica com mais possibilidades de vencer mais vezes e reconquistar a hegemonia que lhe foge há muitos anos. Mesmo que se perca algum dinheiro numa fase inicial, se a opção é entre a Olivedesportos ou a Benfica Tv, parece-me que não há dúvida sobre em qual deve recair a escolha: no nosso canal, os nossos jogos, os nossos adeptos. Não tenho dúvidas de que os benfiquistas saberão agradecer a decisão com uma massiva adesão aos jogos no nosso canal. Com a superior vantagem: não estando ligado por anos a fio a uma outra empresa - e ainda por cima corrupta como esta -, mesmo não tendo no imediato parceiro à altura, no futuro poderá sempre aparecer outra plataforma que connosco negoceie e garanta as transmissões televisivas. Enforcarmo-nos é que não, por favor.

Compreendam o momento da crítica: numa fase em que o Benfica parece querer assumir-se como principal favorito ao título e a uma campanha digna na Europa, importa que não cometamos erros desnecessários e infantis. A exigência tem de estar presente. Nos bons momentos, também ou até principalmente. Para que o sucesso desportivo seja sustentado e não apenas um soluço que logo desaparece - como há dois anos atrás. O Benfica é muito grande. Falta-lhe ser dirigido por gente do mesmo calibre.

É que é tão bom viver o Estádio e o benfiquismo como ontem vivemos. Nunca mais nos tirem isso.


31 comentários:

Anónimo disse...

nao sei se foi pra esconder o mau estado do relvado, ja ouve alturas que o batatal esteve pior, provavelmente foi apenas mais uma ideia ridicula vinda daquelas cabeças iluminadas

Pedro Saraiva disse...

Existem aqui várias coisas que não concordo. Desde logo com a ideia de que Emerson está melhor defensivamente porque Nolito o ajuda. Nolito dos 3 alas que temos disponíveis o que pior defende. E isso de andar aos pulinhos à frente deles ou por ter uma atitude raçuda no jogo não quer dizer que já defenda bem. Ontem foram muitas as vezes que perdemos tanto no meio campo como na esquerda porque falta disciplina táctica ao jogador. Em contrapartida a atacar é dos jogadores mais imprevisíveis (ou talvez o mais imprevisível).

Continuo a não perceber a implicância com Emerson. Tem feito o seu trabalho discretamente mas bem feito. Não é um fora de série mas cumpre a função dele de defesa esquerdo. Se não estivesse a fazer o seu trabalho bem feito não estávamos na posição que estamos agora depois de tantos jogos complicados. Quanto a Capdevilla eu vi-o jogar várias vezes (no mínimo 3 jogos) e não fez melhor. Muito pelo contrário. Penso que foi contratado pelo estatuto e não pelo seu real valor nesta fase da carreira. De qualquer forma não deixa de ser um erro a sua contratação.

Quanto aos casos. Ruben Amorim está a ter o que merece neste momento. Foi reincidente nos seus actos de indisciplina e isso pode contaminar um balneário se a situação for sendo tratada com paninhos quentes. Quanto à razão ou não do jogador parece-me obvio que não está do lado dele. Em primeiro lugar porque foi utilizado com alguma frequência e até em jogos difíceis como foi com o Manchester e em Braga. Pode ser da posição? Ele tem capacidade para 3. Lateral, médio interior e a que melhor lhe assenta é a de médio de transição. Mas nessa tem Witsel. Quanto á posição de trinco como muitos acham que ele devia desempenhar em vez de Matic é uma coisa descabida. Amorim não tem capacidades fisicas nem defensivas para jogar nessa posição.

Enzo Perez inexplicavelmente faz este escabeche. Enquanto não esteve lesionado jogou várias vezes. Mesmo lesionado Jesus por mais do que uma vez que o seu retorno seria muito importante. Parece que nem assim. Pelos seus actos é um jogador com pouco capacidade psicológica.

Quanto a centrais penso que não precisamos. Jardel não está ao nível dos 2 titulares mas é um grande central. Ganhamos em casa ao Sporting e na Madeira ao Marítimo com este jogador sem sofrermos qualquer golo. Não pode ser assim tão mau.

Por fim penso que se deveria encontrar mais um ala (talvez regressar Urreta) e nas laterais também um ajustamento pois não existem grandes alternativas aos titulares.

La Palice disse...

Este Saraiva diz cada disparate! O Nolito tem falta de disciplina táctica? Ele que oferece sempre linhas de passe aos colegas, desmarca-se bem, toma sempre boas decisões, segura a bola e solta-a no momento correcto, permitindo que o lateral integre o processo ofensivo, tem um nível de performances extremamente consistente, nunca acusa qualquer tipo de pressão, faz tabelas com os colegas e joga sempre em benefício da equipa em vez de querer ele ser sempre o super-herói? Estará a ver o mesmo que eu. Deve ser por ter visto o jogo num stream de um canal sul-americano em espanhol, devem ter transmitido um jogo diferente do que o senhor viu. Além disso, o Rúben não é médio de transição. Certamente que nunca viu jogar o Rúben pois as características principais dele é o seu critério com bola e inteligência, atributos que não beneficiam muito os "médios de transição". Poucas capacidades defensivas? Os jogos que vi dele a lateral direito sempre foram muito bons, excepto quando estava diminuído fisicamente devido a lesão. Posicionava-se bem, nunca era batido no um-para-um e quando se juntava ao ataque decidia bem, não perdia a bola estupidamente nem fazia correrias inócuas à linha de fundo estilo João Pereira. Só para não falar que o único jogo que fez a trinco foi numa goleada (apesar de o técnico adversário o ter negado na altura) à Académica sem sofrer golos em que ele jogou lindamente. Se não fosse tão azeiteiro até exigia que jogasse mais vezes... Bem, está visto que o senhor Saraiva não percebe nada de bola, salvo o bom gosto de ser adepto do Benfica. É melhor deixá-lo em paz.

Pedro disse...

Bom dia Ricardo,

Touché!!!

Agrada-me ver que tens uma leitura em tudo muito semelhante à minha no que diz respeito aos direitos televisivos!

Quanto a reforços, já me dava por contente com um defesa esquerdo, embora existam outras lacunas como bem assinalas...

Quanto ao resto, bem lá estaremos a viver o estádio e a empurrar a equipa rumo ao Marquês!
Domingo lá estarei!

Abraço
Pedro

DeVante disse...

Olhem a fórmula!
O Gaitán então tem de entrar porque..."decide mal" e é "muito individualista".
Eu pergunto: em quê que o Bruno César é melhor do que Gaitán? "Sentido colectivo"? Aonde? Comparem as assistências de um e outro nos jogos a titular...

"Ah o Gaitán tem é enorme potencial"...o BC tem apenas 23 anos.
Para as equipas europeias, se calhar, mais vale ter "potencial" do que ser um jogador já feito, não?
Ainda bem que o Jesus não se embarca nessa teoria...

Jogamos mal com o Emerson e jogamos bem com o Emerson, vai-se lá ver e afinal a culpa de termos jogado mal é do Gaitán...

O Emerson quando joga com o BC à frente joga mal porque o BC não defende! E Jesus viu isso, todos vimos...à frente de Maxi ninguém joga mal!

MAs prontos, para vossa alegria e minha tristeza, o Gaitán já está vendido, impingido a um clube qualquer que não sabe avaliar as qualidades dos jogadores que compra...olhem, tipo Real no caso Di Maria...

paixaovermelha disse...

Eu também não concordo com a tua análise aos lances de bola parada. Foi preciso recorreres ao golo em Guimarães para te lembrares de um golo sofrido de bola parada, precisamente num jogo, onde se não me engano o Guimarães beneficiou para aí de uma dezena de livres directos.

E em 10 num só jogo, um ter corrido mal, não se pode dizer que não funciona...

Constantino disse...

Ricardo,

Depois de meses a embirrar com o McGaitan, o homem que tem mil e uma formas de complicar uma jogada, ver o SLB "espatar" cabazadas sem ele fazem-me ficar a pensar que se calhar percebo qualquer coisa disto. No entanto o gajo entra e faz uma assistência... fico fodido porque me estraga a estatistica, mas por outro lado entendo que podemos beneficiar destes lampejos pois é com eles que se contrói um DVD para o empresário entregar ao Man United a pedir 45 milhões a pronto ou então 15 milhões + Scholes + Smalling + Johnny Evans. O Fletcher fica para o negocio Rodrigo e se quiserem o Javi Garcia é bom que tratem de ir buscar o O´Shea de volta para podermos mete-lo no negocio. A proposito, sou só eu que acho o O'Shea um clone do Ricardo Araujo Pereira?

Abraço

pitons na boca disse...

Saraiva, não vale a pena dizer essas verdades sobre o Capdevila ou o Emerson por aqui, que eles não te vão dar ouvidos. A ideia está impregnada desde o inicio da época e não há nada a fazer.
Sobre o Nolito é que já não concordo, pois é realmente o ala que mais ajuda defensivamente do plantel. Por vezes basta o ala acompanhar o lateral adversário para que o defesa da própria equipa não sofra 2-para-1 como aconteceu inúmeras vezes com o Emerson, coisa que por aqui ninguém quis ver até há poucos dias.
E depois temos gente a dizer que "à frente do Maxi qualquer um joga bem"... isso é completamente falso. Vemos o Luisão a fazer tantas ou mais dobras ao Maxi do que no outro lado ao Emerson.
Provavelmente vão dizer que a culpa do golo ontem foi do Emerson, e estão-se pouco borrifando para o facto do gajo das sarrdinhas estar a ser marcado pelo Jardel e que este é que o deixou virar e ir à linha cruzar. Nada que não me espante, nesta caça às bruxas.

Da mesma maneira que as pessoas acham que se "contratam jogadores para serem titulares e como tal têm forçosamente de o ser". Se o Capdevila não rende nos treinos o que se espera dele, por raio tem forçosamente de ser titular? Já pensaram nisso?

Venha outro lateral, de qualidade indubitável (que efectivamente o Emerson não tem) mas que renda nos jogos (coisa que o Capdevila também já não tem).

Estamos isolados em primeiro. Há algumas criticas construtivas a fazer, sem duvida. Mas não vale a pena inventarmos mais.

Abraço glorioso a todos os benfiquistas, independentemente de termos a mesma opinião ou não.

DeVante disse...

"Vemos o Luisão a fazer tantas ou mais dobras ao Maxi do que no outro lado ao Emerson"

Já te ocorreu que o Maxi ataca muito mais do que o Emerson, em frequência e em qualidade?

Não podíamos fazer um DVD do Adu e enviar ao Manchesta? Não? O Ferguson não se deslumbrava? Nem era preciso vir ninguém no pacote...

pitons na boca disse...

Já me "ocorreu" sim, DeVante. Nem me vês a dizer o contrário.
O que não me vês a dizer a torto e a direito é que jogador A ou B joga mal só porque sim, só porque embirrei com ele no inicio da época.

Já toda a gente identificou as lacunas do Emerson (e toda a gente sabe que ele não vai nunca atacar muito), mas dentro dessas lacunas não enterra a equipa. Muito raramente o fez apesar do que alguns querem transmitir, não sei com que agenda será, mas eles lá saberão.

Venha de lá um gajo tipo Ansaldi, porque para o Evra não temos dinheiro. :)

Constantino disse...

De Vante, ca a mim parece-me que o Adu já não é nosso. Alguem teve o desplante de rescindir contrato com o Novo pele, substituto do Simão. Palavra de honra, no meu monte de jornais velhos ainda esta uma abola com achegada do Adu ao aeroporto onde se ve um tipo em fundo com um cartaz a dizer qualquer coisa como "Não há Simão, temo Adu"... é verdade que a responsabilidade do cartaz é so do bacano, mas houve tanto tótó a acreditar que aquilo era mesmo assim.

pitons, a meu ver o principal culpado pelo golo sadino é... o Witsel. Jardel foi dobrar Emerson, Matic fechou com Luisão atrás, faltou Witsel descer à cabeça da área onde estava o loiro que achou que não era loiro o suficiente e então teve que pintar o cabelo de mais loiro do que o loiro que tinha antes.

pitons na boca disse...

"Jardel foi dobrar Emerson", não consigo concordar com esta frase. Joguei muitas vezes a defesa esquerdo (mais do que as que eu queria - sim, era uma especie de Cesar Peixoto mas em muito pior e sem nenhuma gaja boa para comer).
O central vem tapar o adversário pelas costas e o lateral fica na sua frente para o lançamento não ser feito directamente para o pé do adversário. O central erra ao deixar o adversário rodar sobre ele, sem conseguir acompanhá-lo.
E sim, o Witsel deveria estar mais perto do Matic, mas isso já é depois, na sequência do centro e do alivio mal feito pelo Luisão.


Aquilo do Scholes ali em cima não é para levar a sério, pois não? O gajo é um fora de serie, mas já ia arrumar as botas. :P

DeVante disse...

...a culpa do golo do Setúbal é do Luisão...fosse o Jardel a "cortar" aquela bola, daquela forma e naquela zona não haveria nenhuma dúvida! E a forma como tentou depois meter a cabeça para cortar, completamente displicente?!

DeVante disse...

Pitons...olha, eu sou daqueles que ainda acredita no Emerson...

CHXICO disse...

estou-te a ver...
Mas ando com um palpite que este EMERSON vai dar umas lições iguais
às que o MAXI deu e está dando.
É preciso muita força mental para
jogar "O POUCO" que ele joga, depois do "tratamento" dos Média
e de uns quantos benfiquistas.
VIVA O BENFICA!!!

Constantino disse...

pitons tratou-se apenas de um lapso gramatical. O que queria dizer era mais "jardel basculou à esquerda para fazer a cobertura ao posicionamento avançado do Emerson". Se bem me lembro o gonçalves bateu o Jardel porque saiu nas costas dele (inicialmente ainda reclamei fora de jogo mas só depois vi que tinha sido lançamento).O corte do Luisão realemnte não foi o mais convencional mas à primeira vista pareceu-me que foi meio apanhado em contrapé e depois contrapezou o Artur só para acertar o passo.

Anónimo disse...

o que vale é q tu és o maior e percebes tanto de bola como eu de pesca....nao sei como nao tas a frente dum real ou barça loolol burros

DeVante disse...

Chxico...concordo!!!
Quando a coisa mete Luisão a malta até vê culpa no Cardozo que não pressionou o Guarda Redes na reposição da bola 2mn antes do golo...
Eu queria ter a sorte do girafa...

Bcool973 disse...

Com o javi em campo não tínhamos sofrido o golo. Com o garay em campo não tínhamos sofrido o golo. Tínhamos o jardel e o emerson, que se tivessem jogado na equipa há 15 anos atrás eram equiparados a jorges soares e escalonas. A diferença é que têm jogadores muito melhores ao lado deles. quanto a matic não é trinco e não é por ter quase 2 metros que virá a ser. Não sabe ocupar os espaços à frente dos centrais nem compensar devidamente os laterais para os centrais não se exporem demasiado.
Para o campeonato português Jardel serve para 3.º central embora ache que o miguel vitor com menos 10 ou 15 cm é muito melhor jogador.
Mal ou bem (na maior parte das vezes mal, embora tenha vindo a melhorar) Emerson vai cumprindo e tendo a ajuda de Garay, Javi e Nolito, acaba por, não sendo uma mais valia, ter que servir para a equipa.
Resolva-se o problema do Amorim, é impensável o arrastar desta situação, má para o clube e para o jogador, quando ele não estava desaparecido como o enzo.

Ricardo disse...

O que para aqui vai. Num post que aborda várias temáticas, o ataque cerrado ao que escrevo é a questão Emerson. Nada de novo. O ano passado era o Roberto. Os mesmos andavam aí a defender o homem até à exaustão. "Tu não percebes nada disto!", "estás a desmoralizar o homem!", "seu arrogante". Eu pergunto: quem é que é arrogante aqui? Vocês vêm ler o que escrevo, raramente fundamentam as merdas que dizem, atacam-me porque acho que um jogador como Emerson não é jogador para o Benfica e, ainda por cima disso tudo, dizem mentiras sobre o que terei dito antes para ganharem alguma credibilidade?

Principalmente tu, Pitons, que já foste um gajo lúcido mas que parece que chegaste definitivamente à zona dos teóricos conspiradores - pior para ti. O teu comentário é absurdo de tão faccioso e falso.

Ricardo disse...

"Saraiva, não vale a pena dizer essas verdades sobre o Capdevila ou o Emerson por aqui, que eles não te vão dar ouvidos. A ideia está impregnada desde o inicio da época e não há nada a fazer."

Portanto, o Saraiva e tu dizem verdades (que, esclareça-se, é dizer que o Emerson merece a titularidade e o Capdevila não), eu, que digo o contrário, digo mentiras. Mas não vale a pena. Porque eu sou burro que nem uma porta e vou continuar a dizer essa horrível falsidade de que o Emerson não serve para o Benfica. Porquê? "Porque a ideia está impregnada desde o início da época e não há nada a fazer", claro. Não é porque eu acho que o Emerson é medíocre, é porque disse em Agosto que o Emerson era medíocre e portanto tenho de continuar a dizer o mesmo. É isto, não é, Pitons? Conto aui várias acusações totalmente injustificadas que me fazes. Mas eu é que sou o que "não vale a pena".

"Provavelmente vão dizer que a culpa do golo ontem foi do Emerson, e estão-se pouco borrifando para o facto do gajo das sarrdinhas estar a ser marcado pelo Jardel e que este é que o deixou virar e ir à linha cruzar. Nada que não me espante, nesta caça às bruxas."

Provavelmente, Pitons. Porque tu não és arrogante nem falas do que não sabes. Tu tens a razão, os outros, além de não a terem, ainda "provavelmente" (isto é, talvez aconteça, talvez não, não sabemos bem) irão fazer alguma coisa muito provável e muito contrário ao benfiquismo. Isto vires tu dizer-me no meu blogue. Não, Pitons, não és tu que tens ideias impregnadas. E claro que não te espanta, "nesta caça às bruxas", porque tu nem tens caça às bruxas nenhuma, embora venhas a um blogue de outra pessoa insultá-la, fazer juízos de valor sobre o que ela "provavelmente" dirá no futuro e tentar ensinar-lhe a verdade (e a tua verdade é a de que o Emerson é bom, serve para o Benfica). Por exemplo: eu acho que defender o Emerson só porque é jogador do Benfica, sob a capa do benfiquismo militante e da boa condição pisicológica do jogador (hello, Roberto?) é de atrasado mental. Mas só te estou a dizer isto agora, porque favoreceste que to dissesse. E, no entanto, nunca to tinha dito antes. Vê lá tu a arrogância.

"Da mesma maneira que as pessoas acham que se "contratam jogadores para serem titulares e como tal têm forçosamente de o ser". Se o Capdevila não rende nos treinos o que se espera dele, por raio tem forçosamente de ser titular? Já pensaram nisso?"

Tu tens a certeza de que lês o que escrevo neste blogue? Não estás a confundir este com outro qualquer, onde se defendam essas ideias? Já pensaste nisso?

"Já toda a gente identificou as lacunas do Emerson (e toda a gente sabe que ele não vai nunca atacar muito), mas dentro dessas lacunas não enterra a equipa. Muito raramente o fez apesar do que alguns querem transmitir, não sei com que agenda será, mas eles lá saberão."

A sério, Pitons? Até na conversa da "agenda" entras? Não, já foste decente. Pior do que um atrasado mental é um gajo que tem condições para não o ser e persiste em sê-lo.

Constantino, estamos em sintonia completa. O lance do golo tem dois "culpados" claros: Luisão e Witsel. E... o árbitro. Quando Bruno César vai tentar evitar o remate do Neca, o man passa-lhe à frente, faz de tampão e impede-o de chegar ao loiro que era loiro mas queria ser mais loiro. Está encontrada a nova abordagem por parte dos árbitros às jogadas do Benfica.

Hattori Hanzo disse...

Acho que a questão destes jogos estarem melhores (além de termos nesta altura a jogar com equipas mais fracas) não é a saída de Gaitan, mas a entrada de Nolito que no lado esquerdo ajuda mais Emerson, enquanto que tanto Gaitan como Bruno César procuram fechar mais ao meio. A nível ofensivo é mais acutilante (pareço já o Joaquim Rita), embora tente também passar a bola quando vê que tem colegas melhores posicionados. Quanto aos casos penso que são já demasiado tempo sem haver novidades: quanto a Enzo o que me apeteceria era deixar o gajo os 4 anos de contrato encostado. O melhor será neste momento vendê-lo, pois não me parece haver condições para ele continuar. Só que com isto tudo que poderá pegar nele. Quem poderá estar interessado nele são clubes argentinos que não têm condições económicas para o comprar.
Ruben pelo que se sabe agiu mal, mas já deveria também ter havido alguma novidade no que diz respeito ao processo disciplinar. Esta situação só faz desvalorizar o seu passe se o objectivo for vendê-lo. Em termos de laterais penso que não vem alguém embora seja preciso um para cada lado (e a mim me pareça que no lado direito até é mais prioritário, pois apenas há um de raiz, já que Ruben não deverá contar). E desculpem-me mas tento não rir quando dizem que Capdevilla nos jogos que fez mostrou menos ainda que Emerson. É que o espanhol os jogos que fez foram sem ritmo algum. Eu não sei o que o pessoal queria que ele mostrasse nas condições que teve, já para não dizer que muito provavelmente não deverá ter já a cabeça no clube. E é nesta forma de (não) gerir o plantel e de comunicação com os jogadores que Jesus peca em demasia.
Por último no caso dos direitos televisivos Domingos Soares de Oliveira apenas disse o que já se sabia e sejamos justos é praticamente a única saída. Não me parece haver condições ainda para que as transmissões sejam feitas pelo próprio clube através da sua televisão. Mesmo colocando o canal por assinatura não sei se neste momento de crise irá acabar por render e vai haver muita gente que continuará a preferir ver os jogos em cafés onde pagará só de 15 em 15 dias do que a assinatura mensal do canal.

Pedro Saraiva disse...

La Palice. Praticamente tudo o que disse de Nolito é verdade. Ele é isso tudo ofensivamente. Mas defensivamente ainda tem várias falhas. Muitas das vezes não está onde devia estar. Ele corre e é raçudo mas falta-lhe por vezes esse pormenor. E atenção que eu não estou a dizer que ele é mau. Pra mim é dos melhores jogadores do Benfica mas não concordo que ele estando em campo o lateral está mais seguro. O lateral pode melhorar ofensivamente mas defensivamente tem mais problemas defensivos do que se for Bruno César naquela posição. Por alguma razão não tem muitos minutos na champions e sofremos muitos golos com ele em campo (também não quer dizer que todos os golos sejam culpa dele mas as equipas adversárias têm sempre mais espaços para jogar).

Quanto ao Rúben Amorim também acho que ele joga muito bem a defesa direito. Na época do titulo quanto a mim esteve tão bem ou melhor que Maxi Pereira nessa posição. Mas daí para cá nota-se que não está satisfeito quando joga aí e não faz nem de perto os jogos que fazia à dois anos. Quanto ele jogar a trinco só pergunto quantas bolas é que ele ganha de cabeça e quantas vezes é que ele consegue meter o corpo e ganhar bolas dessa forma? Isso não é essencial para um trinco? Venha quem vier ele não é trinco. Pelo menos para uma equipa como o Benfica. Depois as características que diz que ele tem são exactamente as mesmas de Witsel. E qual é o papel de Witsel no Benfica? Não é um 8? Um box-to-box? Ou vai diser que ele tem jogado sempre a 10?

Anónimo disse...

Se o homem queria sentar Cardozo para pôr Saviola porque não haveria de querer sentar também o Gaitas?
São opiniões...Exóticas, mas opiniões.
Só espero que nem dê conta que goleámos nos dois jogos que fizemos sem Aimar...livra!

João Duarte disse...

Emerson outra vez pessoal? Já ultrapassei a fase de não suportar, passei para fase em que me ria dele e agora estou na fase em que tenho pena.

Está transformado no bobo do estádio.

É cruel mas é assim.

Capdevilla, estás a ouvir-me? Vai-te fder! não deves andar a mexer um pintelho para não seres nem convocado!

Quando termina o mercado de Inverno para as minhas esperanças morrerem até ao Verão?

Bcool973 disse...

isto anda tudo parvo, mesmo o lfv disse que o capdevilla era um exemplo de profissionalismo e voltam com a treta dos treinos ? o jesus não quer o capdevilla, quer o emerson, não vale a pena bater nessa tecla, é tempo perdido.
Quanto às transmissões, o pessoal continua só a ver o seu mundinho, uma empresa que queira crescer em Portugal tem que se internacionalizar, ora o Benfica não é diferente, pelo contrário, tem uma grande base social de apoio com que pode contar se essa fôr a estratégia de internacionalização, mas se fôr outra, tem os mercados asiáticos para onde pode exportar a magia de jogadores consagrados como são aimar e saviola ... Estar a pensar que o problema das transmissões se resolve com o mercado português é dar tiros nos pés e para isso mais vale assinar um contrato de 2 ou 3 anos com a olivadosporcos enquanto não se encontra algo melhor, mas sendo a liga portuguesa a 5.ª mais conceituada na europa atrás das 4 grandes e já à frente da frança, faz todo o sentido procurar operadores europeus que estejam disponíveispara comprar os jogos. Eventualmente faria sentido comprar os direitos dos jogos do Benfica fora de casa para revender num pacote global de uma época inteira. Se negociarem mais um contrato de 5 ou 10 anos continuaremos a caminhar no mesmo sentido que temos vindo, ou seja a reboque dum sistema que tudo vicia para que ganhem os mesmos

Bcool973 disse...

quanto à treta do negócio global vendido por esse charlatão que agora está na liga, vejam bem o que o Benfica recebe da taça de portugal e da taça da liga que são vendidas em pacote, uma miséria, e a caminhar nesse sentido ainda seria pior que a situação actual que sendo muito má não é catastrófica

Bcool973 disse...

quanto a essa do bruno césar ajudar melhor a fechar que o nolito, só me dá vontade de rir

pitons na boca disse...

Ricardo,

1. Não sei para quê essa vontade toda de ver insultos onde eu não tinha vontade de o fazer, mas pronto. Não tenho a mínima intenção de te chamar burro, atrasado mental, indecente ou o que quer que seja. Talvez o meu comentário tenha sido demasiado corrosivo, tendo em conta que li muita parvoíce benfiquista (sobre o Emerson e não só - viste aquela gaja do Record?? e é só um exemplo) pela internet fora antes de chegar a este blog e tenha acabado por descarregar aqui.
2. A ideia que está impregnada aqui desde o inicio é de que o Capdevila deveria ser titular, não que o Emerson tem qualidade para titular. O Emerson é fraco, já o disseste ad nauseum e eu tambem já o disse várias vezes, não vale a pena desvirtuar isso.
3. O "provavelmente irão dizer" era para uma grande fatia de benfiquistas que fala com as ideias pré-concebidas (tal como falei no ponto 1: li algumas dessas maravilhas - escrevi erradamente o "provavelmente irão", porque há quem o diga mesmo). Se te soa a arrogância ou não, não me aflige, eu apenas comento o que vi e conforme achei que foi - não sou nenhum yes-man. Tu não comentaste o lance mas preferes atacar-me, estás no teu direito. Mas dizes que a minha verdade é que o Emerson é bom, e isso não é verdade. Já o disse e repito várias vezes: é o menos mau lateral esquerdo do plantel actual e isso diz muita coisa.
4. A parte da titularidade era, sim, directamente a ti pelo que defendeste durante muito tempo em relação ao espanhol. Dizes "Capdevila foi contratado por 3 milhões de euros para se rum suplente de luxo de um jogador medíocre". Pois não foi. Se é birra do Jesus ou não, se dá ao litro nos treinos ou não, se tem a frescura física necessária que o lugar obriga ou não? Não sei. Sei que nos 3 (?) jogos que fez, em dois deles esteve tão mal ou pior que os maus jogos do Emerson, no outro esteve assim-assim.

Aguardo a tabela de golos e assistências, só para um tira-teimas.
Continuarei a voltar cá, porque gosto de muitas das coisas que escreves, mas não te preocupes que as minhas intervenções serão reduzidas.

Até uma próxima, se entenderes por bem.

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Amigo deves ser meu clone penso EXATAMENTE da mesma maneira em rigorosamente todos os aspetos!

Por um mundo livre em que todos os homens possam opinar pela sua cabeça!

Agora tenho a certeza de que aqueles gajos não vão contratar um lateral esquerdo! é cá um feelling que tenho...

Ricardo disse...

Pitons,

a resposta para ti foi veemente e demorada - sinal de que mereces tratamento digno, mesmo que pontuado por indignação - porque conheço as tuas ideias e forma de estar e detestei ler aquilo que escreveste - foste corrosivo, dizes tu. Aceito, não tem mal. Só espero de ti uma abordagem um pouco menos "Manuel" ou "Anónimo" e mais sustentada. Sem paranóias nem conspirações nem conversas de agendas. As pessoas não tem noção do ridículo que é tudo isto: lêem um gajo num blogue a criticar algum assunto do clube, acham logo que vivem aqui futuros candidatos à Presidência ou a golpes de estado. Eu não sou famoso, não conheço ninguém famoso (uma vez cuspi para cima do emplastro mas acho que isso não conta) e não pretendo nada mais do que ir ao Estádio ver o Benfica ganhar e dignificar a sua História. Não estou feliz com os dirigentes que temos, não estou. Não tenho de pedir desculpa por isso, acho eu. Acho-os uns badamecos sem respeito nem conhecimento do que é o Benfica, uns aproveitadores do nome e da fama do clube em proveito próprio. Aceito que me contradigam, desde que tragam uma conversa séria e educada. Que me expliquem as razões pelas quais defendem esta Direcção e o seu modo de agir. Nunca aconteceu. Insultos? Aos montes! Teorias mirabolantes e boçais sobre os meus propósitos? Às toneladas! Argumentos, fundamentação, inteligência? Muito pouco, um ou outro que, de forma educada, defendeu o seu ponto de vista. Isto num espaço de tempo de 3 anos e uns meses. É pouco, muito pouco.

Não gostei de te ler aquelas coisas. E é só.

Continuas a ser bem-vindo aqui.