sábado, 1 de fevereiro de 2014

E depois de Janeiro?



Fechou o mercado de transferências para a maioria dos países europeus de relevo – à excepção do mercado Russo que ainda permanecerá mais algum tempo aberto.

Nesta janela de transferências perdemos o nosso melhor e pior. Deixamos sair o mais importante jogador para o Chelsea, bem como foi interrompido o empréstimo de Bruno Cortez. Do lado das perdas, mas não saídas, ainda vimos ontem confirmadas as vendas dos direitos económicos de Rodrigo e André Gomes, sendo que ambos farão, pelo menos, a restante época connosco. Parece ainda haver a possibilidade de virmos a perder Garay para o Zenit durante o mês que agora inicia.

Perante isto que balanço desportivo há a fazer? Naturalmente não estamos, teoricamente, mais fortes em Fevereiro do que estávamos em Dezembro, ainda assim considero que temos um plantel perfeitamente capaz de atingir os objectivos a que o Benfica se propõe sempre.

Como já foi imensamente debatido, perder Matic significa perder uma pedra basilar de todo o nosso modelo de jogo, quer seja no plano ofensivo quer seja na vertente defensiva do jogo. A adicionar a este problema há o facto de não ser espectável que exista substituto à altura do Sérvio dentro do nosso plantel. Seguro é que não haverá no plantel quem faça aquela posição da mesma forma que o fazia Matic. Mas isto não é necessariamente catastrófico, pode apenas ser diferente. E se há coisa que todos temos que reconhecer a Jorge Jesus é a capacidade para arranjar soluções que sejam capazes de manter o nível competitivo da equipa, salvo raras excepções.

O actual plantel tem qualidade mais que suficiente para assegurar a conquista do título. Continuo a considerar que temos o plantel mais profundo de todos os candidatos, mesmo depois da saída de Matic. Há ainda que ter em conta os regressos próximos de Sálvio e Cardozo que somarão ainda mais qualidade e opções às escolhas do treinador.

Se a saída de Garay se efectivar durante o mês que decorre, penso que levantará um problema mais sério que a saída de Matic. Se no caso do médio se tratava de um jogador nuclear, mas cujas alternativas asseguram qualidade, ainda que de forma diferente, no caso do central Argentino acho que a coisa não se rege nos mesmos termos. Garay é, quanto a mim, o melhor central a actuar no nosso futebol e para o qual não temos, naturalmente, substituto a altura, nem tão pouco um substituto satisfatório. Jardel que continua a ser a 3ª opção para aquela posição continua sem me convencer, ou melhor, cada vez me convence mais que não tem qualidade suficiente para algum dia ser titular do Benfica. Há ainda Steven Vitória que fez uma excelente época pelo Estoril, mas que no Benfica ainda não passou de jogos na equipa B ou jogos para as taças na equipa principal, frente a adversários de menor relevo, ou seja, ainda não teve uma oportunidade/teste a sério na equipa, permanecendo assim uma incógnita.

Porém, ainda que percamos o central Argentino, continuaremos a ser os principais candidatos ao título, num ano em que o FCP se apresenta no seu pior e em que o SCP apresenta um plantel recheado de qualidade e juventude que tenderá a soçobrar, caso consigamos fazer o que nos compete: Colocar-lhes pressão em cima de pressão através das nossas vitórias.

Sim, somos o principal candidato ao título, porque temos o plantel mais profundo dos 3 e porque seguimos em 1º lugar. Mas esse favoritismo não se pode verificar ou ficar apenas nas palavras, esse favoritismo tem que ser confirmado lá dentro. Esse favoritismo não pode ser sinonimo da fanfarronice tão habitual e trágica dos últimos anos e do nosso treinador. Esse favoritismo não pode dar descanso, esse favoritismo tem que ser confirmado em todos os jogos a começar no de hoje!

12 comentários:

Anónimo disse...

este é o meu blog favorito pq percebem de finanças, percebem de futebol, percebem de tudo... é muito bom poder ler estes experts...

obrigado

Pedro disse...

"o SCP apresenta um plantel recheado de qualidade"

Oi?

Bem informado disse...

Sei de fonte seguríssima (tinha me dito com uns dias de antecedência a venda de Matic e com três dias de confirmar-se o negócio Rodrigo , André Gomes ( este nem 1 centimo entra no Benfica , foi para saldar dívidas de comissões de 1transferência a Jorge Mendes e ainda juntamos no pacote o Helder Costa e mais um miudo a definir do Benfica made in Seixal ) que o Garay pode mesmo vir-se a transferir para a Rúsia.O Jogador sempre torceu o nariz à ida para a Russia , a propria companheira fez questão de dizer que Russia não , mas esta semana depois de ter sido bem pressionado e pressionada fazendo-a ver que o ordenado seria uma oportunidade única para Garay e do projecto vencedor do clube russo tem para as provas internacionais a bela mulher de Garay mudou de opiniao e disse que se Garay quiser ir ela não dirá que não.A sair será depois do jogo do Sporting e no fecho do mercado para LFV dizer que fez tudo mas o clube russo bateu a clausula e não podia fazer nada.O Benfica precisa com urgencia já que um dos emprestimos obrigacionistas vence neste mês de Fevereiro de dinheiro como de pão pa boca.Fala-se nos corredores do Estádio que são necessários no mínimo 55 a 60 milhões para tapar o buraco financeiro.

José Moreira disse...

Serão opiniões Pedro

Eu considero que eles têm um bom 11 e mais umas 4/5 soluções capazes de manter o nível. Para a realidade competitiva que eles enfrentam este ano, acho mais que suficiente. Para ganhar o campeonato? Pode ser suficiente se o Benfica o permitir.

ATF disse...

Oiça la, mesmo que esse boato que vc anda a passar em tudo o que é blog fosse verdade, que mal ti.ha se o dinheiro do A Gomes fosse para pagar dividas? Se ha uma conta corrente com empresarios que colocam os jogadores no mercado e têm assim dinheiro a haver do Benfica qual o mal pagar com dinheiro? Ou prefere que pague com putas como faz o seu clube? Ou vc acha que o Porto nao paga a agentes? Critiquem o Vieora, como eu critico, por atos de gestao desportiva errados como é o caso de manter o atual treinador mas nao utilizem tudo para deitar poeira. Repito, caros andrades e benfiqueiros, se quereis derrotar o Benfica continuai a mandar putas a arbitros. . .

ATF disse...

Ha um clube que queria vender e nao conseguiu, queria alugar e nao conseguiu. Apenas conseguiu dar. Oferecer graciosamente o seu capitão. Entendem a diferença?

Pedro Moutinho disse...

1 de Fevereiro de 2014 às 13:39 -
ó anónimo caramelo do caralho, se não gostas o que é que vens para aqui fazer?

M. Silva disse...

ATF: o 'mal' está em se mentir aos sócios e adeptos. O comunicado diz que o André Gomes e o Rodrigo foram vendidos, não diz que foram dados para pagar dívidas antigas, dívidas essas que ninguém sabe donde vêm, a quem são e como foram contraídas.
Muito mal vai o meu Benfica quando aldrabices são encaradas como "normais".

Anónimo disse...

Mas se foram para pagar dívidas é óptimo, então é para abater o passivo no fim de contas tudo aquilo que os benfiqusitas mais querem já que andam sempre a falar nisso.
E com isso diminuem os custos financeiros.

Anónimo disse...

Vais-me dizer que o Benfica tb nao paga com putas!!!
Acho tão engraçado ver o roto a criticar o nú!!!
Acreditar que o Benfica nunca prevaricou as regras do futebol é o mesmo que acreditar que o Hitler nao sabia da Solução Final!!!

Anónimo disse...

Mas alguém liga ao fanfarrão que fez a assinatura?

sérgio varandas disse...

Importante é continuar a ir ao estádio e apoiar a equipa. Independentemente deste negócios a equipa está bem (tropeções todos têm) e com vantagem sobre os adversários. Ninguém pode afirmar que o negócio é mau se não conhecem os pormenores... 45 milhões é muito dinheiro e os outros estão roídos de inveja.