quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Lazar

O futebol, apesar de dito colectivo, vive de jogadores, de homens singulares. Homens que, por actos ou palavras, ganham o direito à memória, a um lugar especial na memória colectiva do clube, no coração de todos nós. As horas que mediaram o Benfica-Guimarães e a notícia da morte do grande Coluna são disso exemplo capaz.
Primeiro foi Matic, regressado a Lisboa por breves horas para receber um merecido prémio, para coroando o belo ano que havia de lhe escancarar as portas dos corações Benfiquistas. Mas eis que, quando parecia ser impossível fortalecer essa relação que a distância parecia condenar, o bom Sérvio abre o livro aos microfones da TSF num comovente Português, citando Aimar como o melhor jogador com quem alguma vez jogou. Ou jogará, acrescento eu, porque virtuosos daquela estirpe não abundam, camisolas 10 com aquela magia contam-se pelos dedos de uma mão. Foi belo o momento, Matic em Lisboa, venerando Aimar, mesmo a tempo de assistir in loco à magia de Markovic. Dúvidas houvesse e aquele golo, culminando uma exibição empolgante, seria prova bastante de que é um fora-de-série, aquele que usa o nº50. Aquele golo seria bastante para que tudo parasse por momentos, para que a terra interrompesse por breves instantes, senão a sua translação, pelo menos a sua rotação, tempo suficiente para ver aquela obra-prima feita futebol. Que a terra parasse de rodar, adiando a inevitável partida do grande Mário Coluna, imorredouro Capitão desse Benfica de feitos míticos, dessa equipa lendária que havia de elevar a águia a um patamar nunca antes sonhado, que havia de levar o nome, o nosso nome, a todos os cantos do planeta, agora parado como que por artes mágicas. Pelas artes mágicas de Lazar que, esperando ressuscitar Coluna, havia de fazer a terra voltar um pouco atrás, permitindo que o golo, que aquele golo acontecesse novamente. Para que todos nós, mas especialmente para que o Capitão o pudesse ver novamente.
A terra roda outra vez, seguindo o seu destino imparável. E o Senhor Coluna, paternalista como sempre, conta finalmente a Eusébio o golo, aquele golo que tinha visto na Luz. “Havias de ver, rapaz, havias de ver…”


5 comentários:

Mike Portugal disse...

Eis a diferença entre um jogador do SCP e do SLB que fazem exatamente a mesma coisa, mas veja-se o tratamento que um recebe e que o outro não.

http://www.youtube.com/watch?v=S6lCwOhCalw

David Mateus disse...

Quando o Mané fizer isso nos séniores falamos. Nos júniores até um Betinho ou um Nélson Oliveira pareciam bons, agora nem calçam.

luis disse...

@Mike 1º é de muito mau gosto colocar neste post uma reclamação de qualquer golo deste mundo. O senhor Coluna não era de intrigas, exigia e exige muito respeito desportivo.
A inveja faz parte da vida , em particular no panorama nacional. E se reparares bem . Não é bem a mesma coisa. Uma coisa é branca a outra é vermelha. A distancia e domínio com o joelho faz toda a diferença;)No resto as dimensões dos Clubes fazem toda a diferença. O tratamento vai ao encontro da procura. É assim, é o Benfica !!

Benfica Todos Tempos

Anónimo disse...

O Chulozeco rasca do Carlos Alberto nem a memória do Coluna sabe respeitar,não é que passa por cima dos posts da notícia da morte dele com uma merda de um dos seus habituais posts rascas a tentar ter piada quando não tem piada nenhuma? È mesmo um labrego o benfica está cheio de chulos e rasteiros

Júlio César - O imperador da Luz disse...

O Caso Lazar Markovic.
Outro negócio muito esquisito de Luís Filipe Vieira!

Na Sérvia garantem que o jogador foi vendido ao Chelsea e não ao Benfica.
Em declarações à comunicação social o Presidente do Partizan confirmou que Markovic foi vendido ao clube inglês e não ao Benfica.
O seu empresário diz que o Benfica tem 50% dos direitos económicos mas que a qualquer momento o Chelsea pode depositar 7.5 nos cofres da Luz e levar o jogador.Os restantes 50 % dos direitos pertencem a um fundo de investimento.
No relatório de contas enviado à CMVM o Benfica tem uma dívida ao Partizan no valor de 6.2.
Luís Filipe Vieira diz que o jogador Sérvio pertence totalmente ao Benfica e não existe claúsula nenhuma com o Chelsea.
Quem diz a verdade?
Presidente do Partizan e o empresário do jogador?
ou Luís Filipe Vieira?

O belissimo blog "Ontem Vi-te no Estádio da Luz" que investigue mais este negócio de Luís Filipe Vieira em que não bate a bota com a perdigota.Só estará a fazer um grande serviço ao nosso amado clube e a esclarecer todos os Benfiquistas.Pela transparência e honestidade do futebol português.


Cumprimentos Benfiquistas