quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Dar mais Benfica ao Estádio da Luz

Uma das coisas que mais me impressionou no Estádio da Juventus quando lá fui ver a final da Liga Europa foi a forma de homenagem que escolheram para celebrar as grandes figuras do clube: na parede exterior do estádio puseram, dando a volta ao mesmo, imagens dos grandes jogadores, treinadores e figuras de glória que representaram a Juve.

Julgo que na Luz podíamos fazer o mesmo. Seria extraordinário termos imagens em tamanho substancial de um Torres a saltar para um belo cabeceamento, de um Eusébio no momento de um remate, de um Chalana a fintar um adversário, de um Rogério «Pipi» a passar com elegância a bola por cima do guarda-redes, de um Cosme Damião em pose clássica, de um Arsénio a correr para a bola, de um Bento a voar pelos céus da baliza, de um Rui Costa a chorar no momento do golo «traidor», de um Diamantino a marcar um livre, de um José Águas a parar a bola no peito, de um Germano a controlar a defesa, de um Zé Gato a estirar-se para a o aconchego do abraço com a bola.

De um Borges Coutinho numa Assembleia-Geral, de um Ferreira Bogalho a discursar, de um Sven-Goran num banco ao ar livre do relvado do Jamor, de um Toni em Leverkusen, de um Bella Guttmman a orientar um treino, de um Humberto Coelho a mandar na área, de um Aimar já sem ângulo a encostar a bola para as redes do Patrício, de um Otto Glória e seu carismático olhar, de um João Santos sentado na cadeira presidencial, dos irmãos Rosa Rodrigues num onze do Benfica, de um Félix Bermudes em traje de passeio, de um Isaías em Londres, de um Paneira a atirar-se para a multidão da Luz, de um Víctor Baptista à procura do brinco, de um Simões a cruzar com classe, de um José Augusto a receber em velocidade, de um Coluna a cumprimentar Maldini, de um Valdo a acariciar a bola com os seus pés de veludo, de tantos e tantos e tantos grandes jogadores e treinadores e presidentes que fizeram do Benfica este maravilhoso clube.

Ao longo do estádio, em cima de cada porta, estas imagens. Por dentro, nas quatro torres de iluminação, o palmarés do clube: Numa torre: 33 CAMPEONATOS; na outra: 25 Taças de Portugal; na terceira: 5 Taças da Liga e 5 Supertaças; na quarta: 2 Taças dos Clubes Campeões Europeus e 1 Taça Latina.

O nosso Estádio precisa de mais vida, de mais memória, de mais mística.

10 comentários:

Águia Preocupada disse...

Toda a razão Ricardo! Eu acrescentaria, entre tantos outros, o pequeno grande Luvas Pretas...
Também o Stamford Bridge tem, à volta do estádio, nas paredes logo atrás das últimas filas da bancada, as fotos dos seus ídolos, das suas lendas!
Mas sabe Ricardo, isso não dá dinheiro, o mestre do cimento só se interessa por questões que dêem €s...
Ele quer lá saber do coração, da história ou dessas lamechisses!

João Pedro disse...

No Emirates Stadium, do Arsenal, fizeram o mesmo. E até tem umas certas parecenças com a Luz...

JPBenfica disse...

Impressionante como alguém consegue dizer que este presidente não liga ao passado e património humano do Benfica!Diz-me o nome de outro presidente que tenha feito mais nesta área!Pode-se apontar 1001 defeitos ao homem menos nesta vertente! Em relação ao proposto neste "post" acho uma excelente ideia.

mitul disse...

A aceitarem a tua (excelente) proposta, o mais provavel é pintarem aquilo tudo com imagens do Grande Lider Rei Sol Vieira.

Tudo o que ves aqui foi feito nos ultimos 14 anos, nao sabias?

Gineto1904 disse...

Acho uma excelente ideia. Também acho o estádio muito "despido".
Sugeria também mais estátuas nas imediações do estádio.

P.S.: Incrível, como no primeiro comentário se consegue logo agarrar nisto para desancar na Direção.

Pulha Garcia disse...

Totalmente de acordo, Ricardo. Já há anos que digo isso, até porque não concordo com o projecto do novo Estádio da Luz na parte exterior, que me parece mal conseguida. Temos grandes imagens para celebrar, somos o maior clube em Portugal e um dos maiores do Mundo. Às imagens que sugeres acrescentaria Mats Magnussen e Rui Águas a comemorarem golos depois de cantos desviados ao primeiro poste, Ricardo Gomes, Michel Preud'homme, Jimmy Hagan e o seu registo de um campeonato sem derrotas, Miccoli a marcar de bicicleta em Anfield, Veloso a cortar lances de dentes cerrados ... tantas memórias desde a Farmácia Franco ... Aliás, devíamos até fazer um período de consulta aos sócios para seleccionar os melhores exemplos de Benfiquismo.

PS e a ideia vale para o pavilhão e demais recintos desportivos onde entrem os nossos atletas.

PS2 Julgo que já te disse no Facebook, Ricardo, tenho impressão que nos cruzámos em Turim, nas galerias. Forte abraço glorioso e um grande ano para nós.

Rui Pedro Nascimento disse...

Mesmo com tantos (e bons) nomes é imperdoável o esquecimento de Saint Michel!!!
😈

CAP CRÉUS disse...

Concordo com esta ideia!
dava logo outro ar ao estádio, enchia-nos de orgulho e os nossos adversários começavam logo com vontade de fazer cocó!

Ricardo Fernandes disse...

Isso já existe... mas nos camarotes.

Águia Eterna disse...

Grande Ricardo, subscrevo na íntegra. Para isso acontecer era necessário que o Nosso BENFICA tivesse de facto um PRESIDENTE A SÉRIO. Um BENFIQUISTA DE 1ª "ÁGUIA".
Infelizmente temos um sonso com tiques de madre Teresa de Calcutá e que não DEFENDE O BENFICA contra a VERGONHOSA CAMPANHA contra o Clube desde o início da época, nem tem ideias para fazer o que escreveste.

Enfim, um SONSO a fazer de Presidente do BENFICA.