sábado, 17 de janeiro de 2015

Empréstimos



Nos últimos dias foram confirmados os empréstimos de Rúben Pinto e Fábio Cardoso ao Paços de Ferreira até final da presente época.

Tendo em conta a valia dos jogadores e o que podem ganhar com este empréstimo, diria que é uma medida que só peca por tardia, pois considero que ambos já nada ganham em competir na 2ª liga pela nossa equipa B.

Sobre o médio, acho que já não irá a tempo de se poder afirmar como opção para JJ, já sobre Fábio Cardoso penso que pode haver ainda uma janela de oportunidade para crescer ao ponto de, pelo menos, vir a fazer parte do plantel principal do Benfica.

O Paços de Ferreira é ainda um clube com uma ideia de jogo algo semelhante à do Benfica e tem no seu comando técnico alguém minimamente competente, pelo que, reforço, são empréstimos que fazem toda a lógica, quer no plano individual de cada jogador, quer no local para onde foram enviados.

Empréstimos como estes, serão sempre medidas que se saúdam, então se forem concretizados no inicio de cada época em vez de o serem a meio, tanto melhor.

Coisa diferente se passará caso os empréstimos de Lindelof e Hélder Costa ao Gil Vicente se confirmarem. Muito mal estará a formação do Benfica no dia em que os seus jogadores tenham algo de positivo a aprender com um treinador como José Mota.

2 comentários:

Michael Krueger disse...

Concordo plenamente com os empréstimos dos nossos 4 putos.
No caso do Lindelof e do Hélder concordo em absoluto com o facto de com o Mota nada irão evoluir, pois é um treinador muito defensivo.
Acho que o Ruben Pinto é bom a 8 mas é a 6 que tenho gostado de o ver a jogar. Acho que está ali um novo Matic. O Fábio e o Lindelof, principalmente este, são muito bons centrais.
A vinda do Mukhtar está a levantar questões estúpidas sobre a nossa formação.
Sempre fui e sou defensor na aposta em jogadores formados no Benfica, mas temos de ver que há melhores ou tão bons como os nossos no estrangeiro. O Mukhtar é o exemplo perfeito de apostar em jogadores estrangeiros e jovens com provas dadas. Aprovo estas contratações ao contrário de contratar bebés, cortezes, luises felipes, etc.
Claro que temos de ver que se calhar deveria-se dar o mesmo tratamento que se dá a esses jogadores aos putos da formação.
Miguel Rosa, David Simão, Miguel Vitor, por exemplo não tiveram muitas oportunidades para mostrarem o seu valor, ao contrario do Roderick, Nelson Oliveira, Filipe Menezes, etc., mas será que iriam ser mais do que são? Não me parece.
Temos é de apoiar o nosso treinador e deixá-lo fazer o seu trabalho. A chamada do Rui Fonte é um sinal claro de que os putos a seu tempo e trabalho irão surgir na equipa principal.

Obrigado e Saudações!

joão carlos disse...

estes empréstimos são mais para torna-los vendais do que para outra coisa qualquer então no caso do fabio acho que isso é claro depois de ser titular indiscutível no ano passado este ano pouco jogou e era o quarto central na hierarquia da equipa b estranhamente porque em qualidade devia de estar mais acima.
já o ruben ou era chamado este ano para a equipa principal, eu até pensei que seria ele que iria ficar no lugar deixado vago pelo andre gomes, ou então o seu percurso ficava tapado como aconteceu.

o que eu acho muito engraçado é os fantoches que andam por ai que acham que o nosso treinador é um midas que transforma toda a porcaria em melhores do mundo acharem que os jogadores da formação devem é de ser emprestados, em vez de trabalhar com o midas, e trabalhados por esses extraordinários jose's mota's para ai sim poderem ter lugar, ou serem hipótese, para a equipa principal.