sábado, 17 de março de 2012

Extraordinário pensamento

"Só perdemos um jogo em casa esta época. Não tenho, nem os jogadores, de perceber a razão de sofrer golos em casa. É importante não sofrer, mas mais importante é marcar mais e ganhar os jogos. Hoje, sofremos um, mas marcámos três e somámos mais 3 pontos"

20 comentários:

HelenaMartins disse...

Tem toda a razão: não me importo (assim como a grande maioria de Benfiquistas) de sofrer 1 se marcar 3, ou de sofrer 2 se marcar 4.
E o jogo que perdemos em casa foi contra um adversário temível d enome proença.
Não sei se será um "extraórdinário pensamento", mas é o pensamento comum a todos os que amam o Benfica.

Bragatti disse...

Como vais ao estádio, provavelmente não viste a flash interview, por isso acredito que esta posta não seja mal intencionada.
Essa frase foi dita numa picardia com o entrevistador em que o Jesus já estava a contar até 10 para não mandar o gajo pró caralho em directo.
Só quem não viu a cara do Jesus quando sofreu o golo é que pode acreditar que ele não se importa em perceber porque é que isso acontece.
Enfim... continuem a bater no que é vosso... o resto do mundo agradece.
Abraço Vermelho

Ricardo disse...

Claro, Helena. A culpa foi do árbitro, exclusivamente do árbitro.

E é lógico que a Helena ama o Benfica. Aliás, a Helena e o Jesus. Eu é que de certeza não amo. Onde é que já se viu achar estúpida esta frase? Uma vergonha, Helena. Uma autêntica vergonha.

Bragatti, obrigado pelo conselho de enorme benfiquismo. Um dia quero ser como tu.

Bragatti disse...

Não queiras...
O único conselho que te posso dar, caso o permitas, é que vejas a flash interview e tires as tuas conclusões.
Pelo que vou lendo, capacidade de análise não te falta.

zaire disse...

Boas!!! O que aconteceu foi que o jornalista da sporttv (isto devia bastar para explicar) no fim de um jogo que o Benfica ganhou bem controlou o jogo o tempo todo o gajo vai fazer uma pergunta mesmo para picar o Jesus, e a resposta foi uma defesa normal. Eles não fazem este tipo de perguntas ao pereira. Se gostei de sofrer o golo? Não. E o Jesus tb não, nenhum befiquista gostou, Mas a verdade é que os 3 pontos já cá cantavam e isso é o que importa agora.
Saudações benfiquistas

Mike Portugal disse...

Ricardo,

Vim a este post só para dizer isto: O Emerson fintou 2 gajos do Beira-Mar de seguida. Um bom resto de tarde. lol

João disse...

Épa o jj mete-me uns nervos incríveis. Não pela exibição, que chegou pra vencer descansado mas pelas substituições. Ele não aprende nada? Todos os anos acabamos a época com os principais jogadores de rastos. Pq é que não poupou o Cardozo ou o Witsel por exemplo? Tirar o B.César, ainda por cima dps de ele ter levado amarelo (ridículo, tendo em conta outras faltas no jogo..). E o Nelson Oliveira, pq? Anda cansado? Não era uma boa oportunidade pra jogar com o Rodrigo e pra fazer 90 min. Mas pronto, burro velho não aprende línguas.. Todos os anos a msm coisa

DeVante disse...

O importante é marcar mais do que aquilo que se sofre. Qual o problema? A merda dos entrevistadores só fazem estas perguntas ao Jesus. Ah, porque joga o Emerson e não Cap. Aos outros não perguntam porque não joga o novo Messi. Não perguntam se acham que a encomenda das faixas foi concelada e outras coisas.
Pensei que ia haver considerações sobre a performance do Gaitas à frente do Emerson...

Ricardo disse...

Aceito conselhos, claro, Bragatti. Eu bato em tudo o que é nosso, tenho de aprender.

Zaire, os jornalistas - competentes ou incompetentes, maldosos ou bondosos, estúpidos ou inteligentes - fazem perguntas. Compete a quem responde ter a sabedoria necessária para não fazer figuras tristes. Estou-me cagando se fazem as mesmas perguntas ao Pereira ou não. Quero que o treinador do Benfica não diga boçalidades. É só isto. Saudações.

Mike, não tarda nada parece o Evaldo.

João, isso de poupar jogadores é para meninos. Vamos carregar os nossos melhores até chegarem à altura crucial (que começa agora) com gajos todos rotos e outros lesionados. Um clássico de Jesus.

Devante, queres escolher o método editorial deste blogue? Por favor, diz-me o que devo escrever, como e sobre que matérias. Envia-me por email as prioridades, se fazes favor.

Anónimo disse...

Sem prejuízo da frase dita pelo JJ ter sido infeliz, quanto a isso acho que não existe discução, francamente não a podemos analisar fora do contexto. Ora, a verdade é que o homem estava nitidamente a ser provocado pelo cretino do Marco qualquer coisa da sportv.

Em suma, mal esteve, mas tal deveu.-se, acredito eu, a ter sido quase que gozado pelo parvalhão do
jornaleiro.

Questão distinta é saber se o treinador do Benfica pode reagir assim. Quanto a isso parece-me que não, mas que existiram causas atenuantes de uma afirmação tão infeliz, isso existiram.

E já agora uma provocaçãozinha, será que alguem estaria disposto a liderar um movimento para os benfiquistas deixarem de ter sportv? Bem, eu já não a tenho, vejo os jogos na Luz e quanto aos outros, bem, quanto a esses voltei aos bons velhos tempos, rádio com eles!

Será que não vale a pena? Será que não compensa perder 1 ou 2 épocas de jogos do glorioso via tv em troca da implusão dessa merda chamada sportv? é que não tenhamos dúvidas, se uma maioria aderi-se a tal desiderato, esse canal ia ao espaço. Ou será que os outros clubes todos juntos teriam capacidade de manter a rentabilidade desses cavalheiros? duvido...

Cumprimentos

Guilherme

eupensopelaminhacebeçaeusoulivre disse...

Olá Ricardo vi o jogo pela net consegui ver todo...

Lembras-te no jogo a seguir ao Porto eu estar cansado?
Não me passou...

Estou a habituar-me à ideia de que vou mesmo sair... por amor a mim, à minha saúde mental...

Mas olha ... sei lá... dou-te um abraço se não te importas!

LDP disse...

Ricardo, de facto o jornalista teve uma atitude de "bora lá tentar chatear os cornos a este Jesus, pode ser que o gajo se passe em directo", eu vi o flash interview e não foi bonito o que o jornalista tentou fazer. E no final ainda desviou ostensivamente a conversa para o Chelsea, indo contra aquilo que é o propósito da flash int: falar do jogo segundos antes concluído.

Aproveito agora para mencionar um outro assunto. Se mo permites. Meti isto na tertúlia benfiquista mas ninguém se manifestou:

http://www.gazzetta.it/Calcio/Squadre/SerieB/2012-03-15/padova-torino-1-0-0-3-granata-nuovo-vetta-81636176980.shtml

"Pádua-Torino, do 1-0 ao 0-3. Esta é a decisão do Tribunal Desportivo no que concerne ao jogo da 18a. jornada, jogado no dia 3 de Dezembro de 2011. O encontro entre as duas equipas foi interrompido pelo árbitro ao minuto 30 devido a um "black-out do sistema eléctrico do estádio Euganeo", quando o resultado estava em 1-0 para os da casa. O restante dos 90 minutos foi depois jogado no dia 14 de Dezembro, não sofrendo o resultado qualquer alteração.

Graças a esta decisão o Pádua foi punido por responsabilidade objectiva no sucedido, e o Torino volta assim ao primeiro lugar da classificação com 62 pontos ultrapassando o Pescara. Enquanto o Pádua continua quinto classificado mas de 52 passa a ter 49 pontos e ficando a 7 do Sassuolo (...)"

ps: a tradução é de minha autoria e garanto que não tem qualquer erro que mude o sentido da notícia.


Agora comparemos isto com um abominável braga-Benfica jogado semanas antes. Comparemos o sentido de justiça de quem gere(?) o futebol português e comparemos a vontade que os media portugueses têm de fazer copy/paste de notícias vindas de Itália, mas só quando querem que o Capdevilla vá para a Juventus...

Eu acho que é preciso fazer barulho com isto, Ricardo e demais, alguém concorda comigo?

All those years ago disse...

Caríssimos

Apesar de ler o blog todos os dias, comento muito pontualmente. Hoje, apenas quero frisar que o Ricardo, por muito que vos custe, tem razão.

Os árbitros terão toda a culpa do mundo - mas não têm certamente culpa do Benfica dar 30 minutos de avanço ao FCP, nem de Jesus fazer substituições surreais - ou não as fazer, também de forma surreal (VG, alguém ainda se lembra?)

Podemos discutir todos se Emerson é o maior, ou Capdevilla deve jogar - mas isso não invalida o facto de Emerson ser MAU! Deixem-me ser absolutamente claro: ser mesmo muito, muito, muito, MAU.

Jesus pode ter a ironia que quiser - que não tem, e nem lhe assenta. Mas a derrota em casa teve-a no jogo do título, porque por muito que se salive agora, aí se perdeu o campeonato. Ou seja, nos jogos que tem mesmo que ganhar - e principalmente contra o FCP, borra-se e tem medo. Pode ser que eu saiba contar mal, mas neste milénio, começado a 1 de Janº de 2001, o Benfica tem 2 campeonatos... e zero taças de Portugal. Se querem discutir o sexo dos anjos, façam-no - eu, que nasci no longínquo ano de 56, só quero ver o Benfica a ganhar consistentemente campeonatos e taças - garanto-vos que ainda me lembro como era.

Do restante, dizia John Lennon (citando-o eu que prefiro de longe McCartney ao dito JL) opiniões e rabo toda a gente tem!

Votos de um excelente fim-de-semana

Alberto de Carteado Malheiro

JC disse...

Jesus não tem que explicar nada a ninguém. Jesus é que sabe. Jesus é ilumindado. Jesus é um predestinado. Jesus é grande. Mais: Jesus é "munta" grande.

Ámen.

N. disse...

Ricardo, lembras-te dos 8-1 ao Setúbal logo no início da primeira época do Jesus? Foi, salto erro, e não me apetece ir ao zerozero confirmar, na terceira jornada.

O golo do Setúbal foi muito perto do fim do jogo, quando já havia 8-0 e o Jesus ficou fodido e fez questão de o dizer no fim do jogo.

Penso que foi o Cruyff há uns anos que também disse que não fazia mal o Barça sofrer 2 ou 3 golos, desde que continuasse a marcar 5 ou 6.

(O golo sofrido ontem foi numa arrancada rápida do Balboa pela direita. Acho que está tudo dito.)

João Jordão disse...

Jesus é "munta" grande e espero que o seja para ganhar este "campinato". Mas atenção ao Braga, está a jogar muito. E quando precisa tem a mãozinha milagrosa a puxá-los para cima... *cof cof*

Pedro disse...

O facto de o SLB sofrer golos em quase todos os jogos é MUITO preocupante. É assustador que adeptos e treinador pensem que não..

Sim, Jesus estava picado com o jornalista mas aquilo revela o seu pensamento. Ele já disse, antes, sem estar picado, que dava mais importância ao ataque do que à defesa. A questão é que o facto de sermos vulneráveis defensivamente torna-se um enorme problema quando defrontamos equipas um bocadito melhor que este Beira Mar...não ver isso é não perceber nada do que é futebol.

Se me garantirem que marcamos sempre mais do que sofremos eu aceito já. Mas conseguem garantir?

pitons na boca disse...

Não concordo.
Sou apologista do futebol espectáculo. Não gosto que a minha equipa sofra golos, mas desde que ganhe, desde que marque mais que o adversário, não me preocupa minimamente. Importa-me muito mais que a equipa jogue bem e que deixe a pele em campo se tal for preciso.

Não interpreto essa frase dele à letra, e não acardito que ele próprio se reveja minimamente no que disse, e acho que o fez para despachar o jornalista parvo, que ele tinha mais que fazer que estar ali a aturar a abécula da imprensa colorida.
E nem acho que venha algum mal ao mundo por ele responder assim ao palhacinho de serviço.

João Duarte disse...

Passou-se. Foi isso.

Ninguem no seu pleno juizo diria aquilo.

MAs tb percebo que ter que apanhar centenas de entrevistas, flash.interviews e conf de imprensas por época com a sala minada de jornalistas manhosos faça perder a paciencia a qlqr um.

Ja os devia ter encostado à parede há mto tempo devolvendo uma série de questões...mas enfim.

Cosme Damião disse...

Já dizia o Phil Jackson, que o JJ já confessou que leu o livro dele, que "os ataques ganham jogos mas as defesas ganham campeonatos" em relação ao basquetebol mas que se pode aplicar (espero que não) ao futebol.

O JJ que não se deixe embalar no canto da sereia de que o Porto vai aproveitar para rodar jogadores menos utilizados, que esta prova da taça da Liga não interessa e outras que tais que quando der conta está a perder 2-0.

Apesar disso, e de todos os erros que tem cometido e irá cometer, considero o JJ o melhor treinador que passou pelo Benfica nos ultimos 20 anos. Mas pronto, isto sou eu que sou treinador de bancada de um clube que tem mais 6 milhoes de treinadores como eu.