domingo, 25 de março de 2012

Jesus, o Jorge Arcanjo

Depois do jogo de Olhão, o Constantino deixou-me no hotel em Quarteira. Fiz check-in, agarrei no amigo que lá trabalha e fomos beber copos. Sábado acordei, agarrámos um no outro, fomos para Albufeira - nada como o Algarve em Março. Hoje acordei, deitei-me na praia e esperei pela hora de apanhar o autocarro. Meti-me dentro da viatura e cheguei agora a casa.

De modo que ruminar o Benfica no Algarve em copos e praia favorece bastante o processo. Só agora me lembrei decentemente da miséria que vi no estranho José Arcanjo. E, como já estou em preparação para o Chelsea e não me apetece bater mais no ceguinho de forma muito elaborada, deixo só tópicos, verdades que acontecem há muito tempo mas que no Benfica ninguém parece querer ver. E elas são:

- Não temos central suplente com a qualidade necessária. Jardel ainda fez uns joguitos aceitáveis, mas nos últimos dois voltou a demonstrar todas as limitações. Ninguém quer saber disto.

- 442 formato demencial. Alas abertos, dois gajos no miolo, dois avançados perdidos na frente. O nosso 10 chama-se Maxi Pereira: é nele que reside a esperança de um desequilíbrio. Nolito nem a vê, claro, a equipa tem tanto medo do Emerson que faz construção pela direita, sempre. O meio e a esquerda não existem. Os jogadores vão-se direccionado todos para o lado do Maxi, enquanto Gaitán recebe bolas encostado à linha, a dois quilómetros das zonas de decisão. Mas Jesus não quer saber. Ninguém quer saber.

- Aimar vem fazendo uma época ao nível da discussão com os árbitros que roça o ridículo. A culpa é dele, claro, mas também de toda uma estrutura que não avisa os jogadores que, em Portugal, o Benfica tem de evitar a todo o custo situações dúbias e de protestos. E, já agora: aquela merda é vermelho. Claríssimo. Não haver no Benfica quem explique aos jogadores que, num jogo fundamental, há entradas que não podem acontecer é coisa de amadores. Mas Ninguém quer saber.

- Emerson é péssimo. É-o desde que se sentou no avião para Lisboa em Agosto. Já o era antes, mas isso pouco ou nada nos interessava. Não servindo o gajo espanhol que lá anda, devia ter servido outro gajo qualquer em Janeiro. Mas não serviu. Ninguém quer saber.

- A equipa está de rastos fisicamente. As opções do meio-campo foram todas ou dadas ou emprestadas, uma delas a um rival directo. Para os seus lugares, ninguém. Mas ninguém quer saber.

- Eu entendo perder pontos quando os jogadores demonstram vontade, mesmo jogando mal. Não entendo aquilo, aquela primeira parte de atrasados mentais. Jogámos com mais honra com 10 do que com 11. É ridículo e prova de que há muito trabalho mental a fazer - que nunca será feito pelo limitado ao nível cognitivo Jorge Jesus. Mas ninguém quer saber.

- Um gajo (que são muitos milhares de gajos) faz 600 e tal quilómetros para ir ver o Benfica. Gasta dinheiro, deixa a esposa em casa, consome-se física e psicologicamente. O mínimo que se exige é atitude competitiva. E uma equipa que não tenha em Maxi Pereira a única forma de poder chegar com perigo à baliza de uma equipa ridícula chamada Olhanense. Mas ninguém quer saber.

- Depois de amanhã lá estaremos. Imagino que outra vez em 442, visto que Jesus quer dar uma lição táctica à equipa que escolheu para os quartos-de-final mesmo quando ela ainda nem lá estava e havia, por exemplo, APOEL no sorteio. Em modo lunático ou lúcido, bem, mal, assim-assim, lá estaremos. Porque nós somos os únicos que verdadeiramente queremos saber.

16 comentários:

JC disse...

Salvaram-se a praia e os copos. Menos mal.

lawrence disse...

Queres ver que na terça temos uma equipa fresca e a jogar bem?
Isto de andar a trabalhar num armazém esconso, com pouca luz e todo esburacado não dá gozo nenhum.
O único que não consegue perceber isso é o "burro" estivador do Maxi!
Bom, bom é fazer montras para todos verem.
Pode ser que alguma gaja boa nos veja e queira levar né?

rsa disse...

A realidade cruel ninguém quer saber, o que está a acontecer era previsivel mas o presidente têm uma agenda propria o treinador quer a champions :) Os jogadores? Sinceramente acho que muitos já estão fartos porque todos os anos é o mesmo vendem-se ilusões e á primeira contrariedade....

Mas tal como tu e muitos outros lá estarei terça feira

Pedro disse...

Boa tarde Ricardo,

Resume-se tudo a isso mesmo:
"Porque nós somos os únicos que verdadeiramente queremos saber."

Abraço e até terça,
Pedro

POC disse...

Fui a Olhão o ano passado ou há dois anos, não me lembro. Só lamento não teres avisado.

Ninguém quer saber que Jesus e a Direcção não servem para um Clube desta grandeza. O resto são cantigas.

Os adeptos do benfiquinha estão em grande. Carrega...

Anónimo disse...

Amen.

Acho que ando a desenvolver um canquer à custa b Benfica.

Mas em Outtubro vou dar o meu melhor para ver se desiquilibro esta luta. Para já vou perdendo.

Foda-se para esta merda. São demasiados anos disto, demasiados. Mais de 20.

Quantos mais serão precisos para haver uma equipa a jogar com profissionalismo e a respeitar o adversário. Quantos mais?

NINGUEM NO BENFICA PERCEBE QUE AO JOGARMOS ESTA MERDA LEGITIMAMOS OS ERROS DE ARBITRAGEM QUE FACILITAM O FÓCUL.

QUE AMADORISMO DO CARALHO.

Benfica Sempre, mas de preferência sem FDGP como dirigentes.

Ricardo Gomes

Anónimo disse...

Tudo certeiro!, menos ...aquela merda do penálti(?!?) Claríssimo! :-)

João disse...

É tão triste, quando um texto destes, demolidor, está coberto de razão..

Realmente há coisas que não se conseguem entender. Os profissionais da poda, têm sempre a resposta na ponta da língua quando lhes fazem reparos, nomeadamente, que os adeptos não percebem nada disto e que não têm noção do que é o futebol...

No entanto, vemos "emersons" a jogar, vemos jogadores, épocas após épocas, completamente extenuados no final das temporadas, vemos uma equipa com excesso de avançados, e escassez de médios.. enfim, será que só os treinadores é que sabem? Nós somos todos uns ignorantes? Por exemplo, alguém acredita que o "treinador" dos porcos percebe alguma coisa daquilo?

Se em situações de emergência como esta, jogadores jovens, com uma carreira pela frente (ou pelo menos essa possibilidade) não servem, quando é que irão servir? Juro que não conheço o Rúben Pinto, não faço ideia se presta se é um imprestável, mas já ouvi falar bem dele. Está lá esta época inteira a fazer o quê? Não tem uma única oportunidade? O puto, o LE, não serve? Está lá a fazer o quê? Há que arriscar, os Ruis Costas, os Paulos Sousas (judas!!), os Joãos Pintos não aparecem do nada!! Se não forem testados, se não forem mandados às feras estes putos nunca darão em nada, só em despesa mensal.......

PS: este Melgarejo não tinha lugar neste Benfica? Nos 18? Pelo amor de deus..........

Ulrich Haberland disse...

Já nem sei que dizer... Bateu um desanimo que nem o empate do crac animou.

Os níveis de ansiedade da equipa estão estratosféricos. Até D10s perdeu o controlo emocional (apesar de achar que no lance da expulsão não há intenção de agredir mas ainda assim é um lance descontrolado dele)!

Super Maxi, dá aí umas aulas ao pessoal sobre como transformar ansiedade em determinação e garra, em campo sff, sem perder discernimento!

O nosso 1/2 campo, neste momento, quase não existe.O Maxi é o faz tudo, defende, ataca, desequilibra, marca.

Na 3ª feira, não podemos sofrer golos! Até podemos não marcar, mas sofrer é que não podemos.


P.S - Sim, somos quem se gasta a sério com isto. Dinheiro, tempo, alegria, animo, nervos, unhas, fígado, pulmão, tempo de vida.

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

de facto parece... "Porque nós somos os únicos que verdadeiramente queremos saber."

Eu acho que este ano enfim... o que se vê é... penso que vai ser o Braga ... a sério!

Então e soluções?
Bem para presidente Rui Costa - Homem sério que ama o Benfica, que percebe muito de futebol e fez um estágio intensivo em gestão durante estes anos...
Para Treinador: Preud'homme, ou Guardiola, ou Fernando Santos (sei que pensam que sou maluco) ou alguém sensato, líder que perceba a grandeza do clube...

Para lateral esquerdo... um gajo que custe no máximo 2 milhões, que seja rápido e cruze bem... tipo maxi pereira...

Para central pode ser o Dedé porque o vasco tem lá dois jogadores nossos há um bué (gaste-se aí uns 4 ou 5 milhões nele...)

Para lateral direito o Mossoró - os gajos têm lá o Amorim, dê-se-lhes o Amorim e outro Amorim qualquer...

Para trinco o Nuno Coelho...
Para extremos puros - Urreta e Yartey... regresso de enzo perez com a alma lavada!
Melgarejo por Saviola.

Vendas: Gaitan e Witsel - valem na boinha 50 milhões ou mais!

Outras saídas:
Emerson, Capdevilla, Miguel Vitor e Saviola...


E pronto... quanto á eliminatória contra o Chelsea veremos com a máxima atenção...
Artur, Maxi, Luisão, Jardel,(...)Witsel, Javi --- Nolito, Aimar, Gaitan --- Cardozo (ou Rodrigo; ou Nelson Oliveira - tanto faz...)

Constantino disse...

Ricardo,

Ponto Prévio - tenho estima pelo Jesus...é incrivel mas é verdade. Não consigo esquecer a primeira epoca dele. Foi entusiasmante...ponto.

Depois disto tenho a dizer que neste momento estamos a jogar ao nivel do SLB do Quique...talvez um pouco menos, não sei. Uma vez em pleno estadio da luz, assistia eu a um SLB-leixoes que acabou a zero, estava o Camacho no banco e eu no meio do meu desespero não consegui evitar gritar: fodasse Camacho esse 4-4-2 já nem o Afonso henriques usava!!! Ele não me ouviu nem ligou...passados uns meses saiu camacho entrou Chalana, passamos a 4-3-3 e os resultados foram iguais, pelo que eu admiti que o erro era mesmo meu.
Contudo, apos aquele ano estranho do quique em que até à trofa me fez acreditar que o 4-4-2 ultrpassadissimo era o futuro do futebol, voltamos a um filha da mãe de um marasmo de onde só nos levantamos no ano seguinte com aquele 4-1-3-2 helicoidal rotativo (epah não sei como definir aquilo...era espectacular) e eu pensei que os problemas do mundo estavam todos resolvidos e havia muita paz e os meninos tinham todos sandes mistas e leite com chocolate para encher o bandulho... mas já dizia o outro: a gloria é efemera; o insucesso dura até á ultima larva...
E eis-nos regressados ao 4-4-2 inexplicavel, tombado para um lado por problemas de contagem de jogadores no lado oposto, com um défice criativo ao nivel da intelectualidade do nosso presidente e com um jogo a velocidade totalmente tetraplégica.
A dor que me invade quando vejo o SLB jogar assim só é superada pela dor que sinto quando vejo que não há, praticamente, hipoteses de ver alguma melhoria, pelo menos ate ao fim desta epoca. No fundo apetece-me gritar ao Jesus: Jota... quando Deus criou os lagartos e os corruptos estava a utilizar o teu 4-4-2. Depois corrigiu a tactica e fez esta merda brilhante e espectacular que são os benfiquistas!!!

Abraço.

mrmg disse...

"A equipa está de rastos fisicamente": há tempos que o venho a dizer.

"Eu entendo perder pontos quando os jogadores demonstram vontade, mesmo jogando mal. Não entendo aquilo, aquela primeira parte de atrasados mentais. Jogámos com mais honra com 10 do que com 11": Absolutamente de acordo

Enfim, saudações gloriosas e parabéns pelas fotografias. Que bom ver a génese da nossa catedral.

Poderiam arranjar mais? Este é um espólio invejável

http://aminhachama.blogspot.pt/2012/03/e-teremos-mais-um-delay-hoje-noite.html

Armando disse...

Deixe-mo-nos de tretas. o futebol moderno é uma actividade de mercenários, o profissionalismo é um eufemismo. Há mercenários competentes, que honram os seus contratos, todos com uma profissão de desgaste mais ou menos rápida, o facto é andam todos ao mesmo: dinheiro, quanto mais melhor, a glória, o deixar uma peugada no jogo, só acessoriamente.

O futebol é, nos tempos que correm uma espécie de guerra feita com e por mercenários. A mística é uma sobrevivência do tempo em que os clubes eram - desculpem, não encontro melhor - tribos, com culturas próprias, bandeiras, memórias e heróis. Hoje são "instituições", "empresas", o funcional - a organização - entendida como substituto, modernaço, do ideológico, da cultura. E percam as ilusões, vai ser sempre a descer, o Benfica perdeu-se, pelo caminho.

Nesta guerra de mercenários, onde só o dinheiro conta, todos podem ser persuadidos a mudar de campo, pela deserção ou, mais subtilmente, pela infiltração.

Fiquemos por aqui, a paixão não cega o racional. Em qualquer empresa, a quem se atribui uma alta responsabilidade, os resultados da ação desse responsável não podem ser para benefício da concorrência, mesmo sabendo-se que o futebol é um planeta próprio, não para mim e a avaliação que faço dos últimos dois anos, resume-se numa única palavra:infiltração. E é só uma questão de tempo, não muito, para que a minha convicção seja demonstrada, talvez só depois de um ano sabático.

Tão óbvio que só pode ser produto de uma imaginação delirante, a minha, claro.

Já sabes, Ricardo, há mais de ano e meio que tenho esta convicção.

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

O que o Armando escreve é digno de atenção... por isso falo em Fernando santos para técnico... porque assim benfiquista e com talento para dirigir... não estou a ver... Preud'homme pode não ser benfiquista (mas se for competente e bom líder - sério é de certezinha absoluta...)... quanto ao Guardiola ah sonhar é tão bom, mas tão bom...

As decisões na constituição do plantel são muito estranhas... falamos do Emerson, mas se falarmos no Urreta o no Roberto (que defendi porque acreditava que o tipo tinha potencial)... e esta cena de tanto argentino e brasileiro? Pois não sei... fala-se tanto em empresários em comissões... ah como eu gostava de voltar ao tempo em que o Benfica era dirigido, treinado e jogado por benfiquistas, para esta última bastava colocar 2/3 putos da formação todos os anos no plantel... assim de chofre vem-me à ideia: David Simão, Roderick e Yartey...

Armando disse...

Meu caro de nome demasiado complicado, a questão que levanta é outra: nenhum português, Fernando Santos ou outro, pode ser treinador do Benfica, o país é demasiado pequeno, estão todos demasiado próximos de Pinto da Costa e o Benfica precisa de alguém que, mais ou menos, não dependa da máfia portista.

Não basta mandar umas bocas, é preciso saber do que se fala, se a corrupção existe, então deve ter formas práticas de afirmação. Para tornar explícita a minha forma de pensar, já não quero, sequer, Mourinho, a sua forma de estar é, culturalmente, excessivamente portista, ainda que lhe reconheça invulgares qualidades.

zzay disse...

Tudo o que disseste é verdade.
È de realçar o facto de ano após ano chegamos a esta altura do ano e a equipa não tem condição física!
A viagem à Rússia parece que lhes fez mal, desde aí tem sido raro o jogo onde se corre.
Maxi? não conheço.. a não ser que seja o SUPER MAXI, enorme jogador, campeão da copa américa e que eu não entendo como é que ainda cá está. joga de mais para os outros 9. sim, nove, porque desde Agosto que entramos em campo sempre com 10 e sem lateral esquerdo. O Emerdason não pode ser uma aposta de nenhum clube da liga vitalis quanto mais do nosso! não há nenhum junior/iniciado/infantil para aquela posição? se não há que se mandem todos os que lá estão embora! esta palhaçada está a ir longe de mais... o que vos digo é que foi uma sorte termos ganho ao porto e irmos à final da taça da liga...