domingo, 12 de outubro de 2014

Bernardo Silva



As recentes declarações do jovem Benfiquista a um orgão de comunicação do clube Monegasco têm levantado alguma celeuma, muito por culpa da frase que o Record destaca: “Sempre quis sair de Portugal”. Desta afirmação, muito boa gente, para quem Jorge Jesus e Vieira são os divinos salvadores, decidiu extrapolar para a retorica fácil e popular: “Isto é que é ser Benfiquista?”.

Aos guardiões do Benfiquismo, aos seres pidescos do regime, gostaria de relembrar que se há coisa que o nosso menino não precisa nem precisará de provar é o seu Benfquismo. Primeiro porque não é algo que se possa medir a ninguém, segundo porque das maiores provas de amor ao clube que se pode ter é ir ao estádio apoiar a equipa, mesmo que para isso tenha de viajar de França até Lisboa para o fazer, como é o caso e terceiro, porque não é de Benfiquista nem de gente séria, duvidar do Benfiquismo de alguém que já tantas vezes se mostrou devoto do clube.

Aos mesmos, ainda me apetece fazer duas perguntas: 1 – Em algum momento da entrevista, Bernardo Silva diz que sempre quis sair do Benfica para o Mónaco? Não, apenas refere que, como qualquer jogador minimamente ambicioso, sempre teve o sonho de um dia sair do país para experimentar coisas diferentes, ou não será natural que qualquer jogador, como qualquer treinador (incluindo o vosso amado JJ), queira um dia jogar em Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália ou até mesmo França (porque não?) com tudo o que isso representa ao nível financeiro e desportivo? 2 – Estando o jovem Benfiquista a falar para site/televisão do clube Monegasco, o que era suposto dizer? Talvez fosse expectável que ele dissesse algo próximo de “nunca quis vir para o Mónaco, que é um clube sem qualquer expressão Europeia, tendo vindo apenas porque não me quiseram no Benfica e porque foi aqui que o meu empresário me arranjou lugar”. Talvez devesse ser isto que ele deveria dizer para provar o seu Benfiquismo, ser encostado no clube, não competir, não evoluir e assim prejudicar-se a ele próprio em benefício da verdade nua e crua, em detrimento de gente que não lhe deu o que ele merecia por direito próprio.

Mas este tipo de gente que vem “malhar” num menino que vive de Benfica desde que se conhece por gente, num menino que já deu mais ao clube que muitos outros que por lá andam, num menino que tem mais anos de clube que muitos outros que se dizem Benfiquistas, é o mesmo tipo de gente que tece loas a Talisca por ter dito que já se sente um filho do Benfica, mesmo que vista a camisola do clube apenas há alguns meses, ou seja, consegue achar que o Benfiquismo é coisa barata e fácil de comprar/vender, pois consideram ser possível que Bernardo Silva deixe de sentir o clube em apenas 2/3 meses, aceitando que Talisca já ama o clube que conhece aos mesmos 2/3 meses.

Mas descansem meus caros, não deverão ter que passar pelo “sacrifício” de ver o nosso menino de vermelho vestido porque, como diz Vieira, “há para lá umas cláusulas”.

15 comentários:

João Ratão disse...

Nunca vi tanto dramatismo por causa de um empréstimo de um jovem que ainda se encontra em fase de crescimento!!!
Uma coisa te digo, se ele para o ano voltar para o Benfica quero ver onde os escribas de blogs como este vão enterrar a cabeça depois de tudo o que têm escrito, convém relembrar que o Bernardo Silva ainda é do Benfica e está apenas emprestado ao Mónaco, o resto é pura especulação.

F.L. disse...

Já o afirmei antes e reafirmarei sempre. Os responsáveis (LFV?JJ?) por este "empréstimo" não são benfiquistas. Bernardo, pela atitude, pela classe, pelo carinho que os adeptos sentiam por ele, já fazia parte do património desportivo do Benfica. E quem lesa desta forma o património benfiquista não pode ser benfiquista.
Mas percebe-se que sentem a consciência pesada. JJ fala de chineses para fugir à questão. LFV fala de "cláusulas". Hipocrisia no seu esplendor.

JotaPê disse...

O normal da era vieira, em relação a saídas ditas "conturbadas": os jogadores são sempre desertores e peseteros.

Nas derrotas, falem com o JJ. A direcção não tem nada a ver com estas coisas. Impoluta, aliás.

Só já é enganado quem quer.

nonameslb disse...

O que realmente importante nao e a opiniao tua ou dos outros,o importante e mais 2 titulos,o Voleibol ganhou mais uma Supertaca e o Basquetebol ganhou o Trofeu Antonio Pratas.Mais 2 titulos ganhos em clube tao mal gerido.

Anónimo disse...

Li atè "o vosso amado JJ". O que me parece uma gritante contradição com o "intuito" deste post.

Quem é mais benfiquista, JJ ou Bernardo Silva ? Bernardo Silva, sem qualquer dúvida.

Quem foi mais importante para o Benfica até hoje, JJ ou Bernardo Silva ? JJ, sem dúvida.

Fazer a apologia do benfiquismo de Bernardo (inquestionável) e depois lançar um "o vosso JJ" parece-me despropositado e um tanto ou quanto pateta. Isto ainda é o Sport Lisboa e Benfica e não o JJ Futebol Clube ou o Bernardo Silva Clube de futebol.

José Moreira disse...

Concedo Anónimo que essa expressão seja um pouco infeliz, ainda que não tenha sido escrita com o intuito que lhe quer atribuir mas, repito, concedo.

Talvez tivesse sido a emoção a falar mais alto que a razão neste caso.

Benfica by GB disse...

Já diz o povo "com papas e bolos se enganam os tolos".

Desafio-vos a OUVIR as palavras do Bernardo Silva (segundo 49´ aqui: http://serbenfiquista.com/usernews/bernardo-silva-entrevista-monaco-tv-integra%C3%A7%C3%A3o-no-monaco).

Ele refere "Sempre quis UM DIA MAIS TARDE sair de Portugal". Bom, ele como todos os jogadores com qualidade e que ambicionam um dia jogar no topo do Mundo do futebol.

A todos os que andaram a partilhar a notícia no Facebook para defender o Jorge Jesus do que ele não precisa de defesa e a todos os que aqui vieram comentar esta notícia sem ouvir o que disse o Bernardo... Lamento por vocês! Ainda não é desta que culpam o miúdo por não ter sido aposta no Benfica. Já aqui o escrevi, a culpa foi do Jorge Mendes que se aproveitou da escassa utilização do jogador na pré-época para o levar a aceitar a saída.

Se o Jesus o queria, que o tivesse demonstrado... Mas também não é menos verdade que não foi o Jesus que o dispensou!

Jeremy disse...

Primeiro que tudo o que é que isso interessa? Ele é Benfiquista claramente mas não é por isso que devia ter ficado, devia ter ficado porque é um talento fora do normal nada mais que isso.

O Rúben Pinto ou o Baldé também devem ser muito Benfiquistas, mas como não me parece que tenham a qualidade necessária não tenho o mínimo desejo de os ver na A. O Bernardo, Gonçalo Guedes ou o Renato gostava simplesmente porque são talentos fora do comum e não quero que sejam desaproveitados.

Isso de ser Benfiquista vale 0 ou quase. Interessa é trabalhar, respeitar o clube todos os dias e esforçar-se dentro de campo. Lembro que nas duas últimas décadas os 2 jogadores que mais deram (em todos os sentidos) ao nosso clube foram Simão e João Pinto, um Sportinguista e um Portista, ou pelo menos eram antes de cá chegar.

Depois não percebo que para defender o Bernardo tenha que se atacar o Talisca... O que é que o Brasileiro fez de mal até agora? Tirando termos ganho 2 jogos ás suas custas?

Só um cego não vê talento no Talisca, é daqueles que vai estar cá 2 anitos e depois vai ser dos melhores jogadores numa liga 'a sério'.

Grande contratação que aqueles que percebem minimamente disto perceberam rápido que era bom (Carlos Daniel neste blog disse-o na altura), aqueles que andam mais preocupados em bater na direção escolheram mal o alvo para flop.

Tanto o Talisca como o Bernardo são dois grandes talentos. Tenho pena de não termos os 2 no plantel mas não vou criticar o Talisca só porque não é o Bernardo, porque aliás para aquele lugar (segundo avançado) dá muito mais garantias que o Bernardo (principalmente na finalização).

Para acabar o JJ na (excelente) entrevista que deu no Record voltou a demonstrar que percebe muito de futebol mas tem certos esteriótipos que só o prejudicam (e consequentemente ao SLB), o maior de todos é dar uma importância desmedida ao físico nos jogadores.

Talvez seja por aí a não aposta no Bernardo pois o talento é óbvio.

É pena que alguém que vê tanto futebol como ele não veja mais vezes as melhores equipas do mundo, se visse percebia que o importante é o talento e elementos como Modric, Iniesta, Messi, Silva ou Xavi são todos baixos e franzinos e são todos do melhor que há...

Aliás alguém que diz que o Aimar é o melhor jogador que treinou devia perceber rapidamente que Bernardo é do mais parecido que á ao Mago, só muda o pé.

Só espero que para o ano fique no plantel, pois mesmo que tenha uma cláusula no contrato o Bernardo terá sempre que aceitar a transferência e acredito que ele prefira 1000x o Benfica ao Mónaco (se for para ter oportunidades).

José Moreira disse...

Jeremy

Tudo certo no seu comentário, à excepção da parte em que se refere a Talisca. Em momento algum se ataca Talisca no texto, apenas é dado o exemplo de declarações, nada mais. E se o Jeremy lê com frequencia aqui o tasco, reconhecerá quem SEMPRE foi dito aqui que havia talento a explorar no Talisca.

Mario Graca disse...

Olá. Há muito que acompanho diariamente o vosso blog, mesmo sem comentar. De resto, é quase sempre a 2ª entrada, através do hibernado "A Mão de Vata".
Gosto muito, embora e como é normal, não concorde com tudo o que aqui se diz, como por ex a tua saída do "o vosso amado JJ", mas fizeste o mea culpa e estiveste muito bem!
Aproveito para dizer que pensei exactamente a mesma coisa, qd li por aí num blog, um post a meter em causa o Benfiquismo do Bernardo!! O que é que eles queriam que ele dissesse?! Enfim...
Abraço

Benfica Sempre

Jeremy disse...

José Moreira

Sim, não foste daqueles que atacaram o Talisca só porque não era o Bernardo, mas foram quase todos os outros (malta dos blogs)...

Pouco mais há a dizer neste assunto, o Bernardo vai ser um craque e será uma pena (para nós e para ele) se nunca for um jogador importante no Benfica.

É sempre bonito ele ser doente como nós e vir de França para ir aos jogos ou ir festejar no Marquês, mas no fundo acaba por ser pouco importante se ele fosse mau isso não interessava para nada.

Mas claro o futebol é mais engraçado assim, quando os jogadores são adeptos como nós (o melhor exemplo é o Barcelona atual ou o United de Giggs, Beckham, Scholes, os Neville e Butt).

Se há pessoal que acha que o Bernardo é pouco Benfiquista ou é desatento ou estúpido.

Anónimo disse...

O benfiquismo do Bernardo não se discute, nem o benfiquismo do JJ, mas se alguém tem de estar grato é o Bernardo que ainda não deu nada ao Benfica, mas o Benfica até agora deu-lhe tudo o que ele é como profissional da bola, foi o Benfica que o formou e continua a formar com todas as condições, a ele e aos outros e isso custa muitos milhões.

Anónimo disse...

O pa!!! Pragmatismo 0 - Retorica 17. Tanta energia posta no que o rapaz disse ou nao disse... isto tem tanto valor como discutir a cor das cuecas do gajo.

joão carlos disse...

não tenho por habito responder a anónimos mas este não posso deixar passar, o nosso actual treinador não é nem nunca foi benfiquista e não comecem agora a inventar.
que ele não o sendo, e todos sabemos qual a sua cor clubistica, até por estar á muitos anos no clube tenha respeito e admiração pelo clube é uma coisa ser benfiquista é outra totalmente diferente.
e para quem não sabe ou já se esqueceu este sempre foi um treinador que antes de nos vir treinar sempre teve muito pouco respeito pelo clube e isto já desde os tempos que treinava o amora.

Anónimo disse...

Quero o Barbas a distribuidor de jogo e o Jorge Maximo à baliza!!
Indubitaveis benfiquistas! E o diabo de gaia para jogar junto à linha, perto do arbitro assistente!!