quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Benfica-Sporting: o jogo dos jogos.

Para eles. 

Para nós, é mais um jogo, contra um bom adversário. Como não odiamos ninguém, nem passamos meia-hora de um jogo da Taça contra o Braga a insultar o Sporting, como amamos o nosso clube e é para ele que canalizamos todas as nossas energias, o jogo de Sábado será igual a tantos outros: um jogo para ganhar. E o Sporting até tem sido boa clientela ao longo da História - geralmente, sai vergastado da Luz, de cauda murcha, para baixo, em prantos. 

O jogo dos jogos, no fundo, só tem uma via: a de Alvalade para a Catedral. O sportinguista tem três dias importantes no ano: o primeiro, ainda em férias na praia de Carcavelos, enquanto se banha nas águas límpidas de preservativos e dejectos humanos, quando vai comprar o "Record" logo pela manhã e avisa a mulher "querida, hoje vou sair mais cedo, não consigo pensar noutra coisa" e só descansa quando vê o calendário da Liga Portuguesa, em que vê, nervoso, os dias em que o seu clube irá defrontar o Benfica. Chegado a casa, avisa logo: "estive a fazer umas contas: no fim-de-semana X deste ano e no fim-de-semana Y do próximo não contes comigo, tenho ódio a cumprir". Liga aos amigos, prepara um jantar na Ericeira em que discutirá os detalhes e passará o resto dos dias a pensar no jogo, o grande jogo, o dérbi, o clássico dos clássicos. Acabado esse segundo dia mais importante do ano - em que normalmente sai com uma cabeçorra maior que a estupidez cancerígena de Eduardo Barroso -, logo o sportinguista ganha novos ódios e novas esperanças. Até desaguar no fim-de-semana Y, em que, mais uma vez, acaba trucidado mas não perde nem a esperança de odiar mais um bocadinho nem o ódio de não ter esperança de coisa nenhuma. 
 
Desta vez, o sportinguista não tem razões de queixa. Arranjaram-lhe uma boa jaula no Estádio da Luz, terá a companhia dos seus dirigentes, poderá vociferar sem que lhe oiçam as asneiras (que ficam sempre mal em homens decentes), visto que, como defende o cérebro Salema Garção, uma rede tem essa poderosíssima capacidade de abafar o som. Ideia de tal forma genial, que é pena não ter sido descoberta pelos grandes ditadores do século passado. 

 Teríamos evitado muito mal-estar e noites mal-dormidas se, em vez de colocarmos os presos em salas obscuras, os tivéssemos posto em pleno Marquês de Pombal, com uma rede a cair dos dentes dos leões até à calçada. Com o suplemento extra: poderíamos observar os animais a céu aberto, com as consequências favoráveis que daí adviriam para o sucesso panfletário do próprio país. Ah António de Oliveira, António de Oliveira, quanta estratégia bélica que ficou por cumprir!

Ao que parece, a ASAE já deu o aval: é uma jaula com condições nível A, bons acabamentos, excelentes condições higiénicas e respeitadora dos direitos mais primitivos das bestas. O próprio Victor Hugo Cardinalli já veio a público orgulhar-se do relatório de que a sua estrutura foi alvo, respondendo inclusivamente que pensa ir passar férias à jaula num futuro próximo, como prova de que, e cito, "para os meus leões, tudo! só não tiro da minha própria boca e meto na deles porque aqui há um ano tive um problema com o tranquilizador do Jubas e acabei sem braço". 

 Exceptuando este pequeno incidente, Victor Hugo garante estar de boas relações com os animais e só pede que "o Benfica não marque muitos golos, que é para eles não chegarem à Malveira [local da próxima apresentação do circo] com instintos suicidas", pedido que não sabemos se terá eco nos corações dos benfiquistas mas que - não custa pensar -, dadas as boas relações entre os dois clubes, será tido em linha de conta.




31 comentários:

POC disse...

Por conseguinte, hoje é o 5º dia mais importante do ano para os viscondes. E amanhã o 4º. São os dias da esperança.

Recupera Luisão!!!

http://simaoescuta.blogspot.com

mWo disse...

Cá ganda postadela Ricardo!

Abraço

http://benfica-world-order.blogs.sapo.pt

Bcool973 disse...

Já vi que sou o único, mas não me custa estar sozinho. Até posso fazer piadas com a jaula, mas sinceramente sou contra esse tipo de segregação. Hoje em dia há câmaras por todos os lados e é fácil identificar indivíduos que pratiquem actos criminosos. A repressão deve ser individual e não colectiva. Não devem ser os clubes e adeptos pacatos dos clubes a sofrer as consequências dos actos de meia-dúzia de energúmenos e de outra meia-dúzia de cobardes que a coberto da mole onde se encontram dão largas à sua bestialidade cobarde. Expulsem-se esse crápulas do futebol. Essa teoria da rede de segurança faz-me lembrar outros muros de protecção que não representam mais do que a incapacidade/incompetência em lidar com problemas e que procuram soluções facilitistas e populistas. Foda-se eu ainda sou do tempo de ir ao Estádio da Luz com amigos lagartos ver derbies sem qualquer problema. É chato levar com eles quando não ganhamos, mas acredito que que ganhamos também não sejamos menos chatos. A minha curiosidade é ver se as virgens ofendidas e enjauladas na segunda volta não fazem o mesmo. Se calhar se tivéssemos ainda um grande Estádio da Luz com os seus 120.000 lugares em vez deste estádio com 65.000 lugares já não haveria destes problemas de espaço. Independentemente disso venha de lá o esmagamento dessa lagartagem (é um desejo, não uma certeza porque a equipa pode acusar o esforço de terça e a ausência do luisão).

Ricardo disse...

Bcool, este texto é dedicado aos atrasados mentais que falam em "provoação" e outras barbaridades. Obviamente não versa sobre os sportinguistas que querem tranquilamente ir ver o jogo e que têm cérebro para entender a medida da caixa de protecção. Espero bem que, quando for a Alvalade, tenha direito ao mesmo - sentir-me-ei bem mais seguro.

Agora não tenho tempo, mas já volto ao tema. Há muita coisa a dizer sobre isto. Uma delas é a já conhecida submissão dos lagartos ao Porto, imitando-lhes comportamentos. Agora usam isto para desenvolverem mais (ainda mais) ódio ao Benfica. Esses Salemas e Barrosos são do mais incendiário que há. Só que os meninos vêem os jogos no quentinho dos camarotes, os filhos da puta. E depois ainda vêm falar em merdas que não conhecem porque nunca as viveram.

Cambada de hipócritas. Gente mal-formada.

Rui disse...

Uma coisa é achar que há necessidade de instalar uma caixa de segurança, o que me parece discutível, considerando o que habitualmente acontece na Luz, em que a única situação problemática de que me recordo foi com o bando de marginais que escreve livros com descrições detalhadas dos seus roubos e actividades associadas. Essa decisão cabe ao Benfica e não me parece que se limite a este jogo, pelo que, mesmo discordando, haverá que reconhecer a legitimidade da decisão.

Outra coisa completamente diferente são as justificações lagartas, em que se inclui agora o presidente da Assembleia Geral (um gajo que me inspira uma verdadeira repugnância e que nem sabia lagarto). Então se a coisa fosse feita no início da época já seria aceitável? Mas as razões não seriam as mesmas?! E muda-se a aceitação porque a medida só será implementada agora?! Isto tem algum sentido?!

Há tipos que são completamente tristes. Esta procura da perseguição, para que se possam apresentar como vítimas de todos e mais alguns, é tipicamente lagarta e uma evidente demonstração da pequenez mental dos seus dirigentes.

Bcool973 disse...

Não contesto a legitimidade Rui, acho-a desnecessária e com poucos efeitos Ricardo. Eles, que enchem a boca com a jaula, têm a idiotice do fosso, porque acham que os adeptos deles são animais e não podem estar ao pé do campo. Desnecessário, ineficaz e promove a cultura da irresponsabilidade, pois diz que os adeptos de futebol são animais e têm que ser segregados. Punam-se os fdp que fazem merda nos estádios de futebol e fora deles. Punam-se os dirigentes lagartos que esta semana têm incendiado os ânimos da lagartada acéfala com declarações e tomadas de decisão como não irem para os camarotes e irem para a "jaula" e promovido a cultura da violência.

LDP disse...

Rui, concordo. A coisa que mais me impressiona é que normalmente, e à boa maneira portuguesa, chora-se depois do leite derramado:
"ah e tal e coiso nao foram tomadas medidas preventivas e as cenas deploràveis que houve devem-se à reduzida vontade ou visao dos dirigentes do futebol portugues. Em alguns estàdios da Europa as claques visitantes sao endereçadas para sitios onde nao podem criar ou sofrer situaçoes de violencia para com as claques da casa. Sò se resolvem as situaçoes agora que os acidentes aconteceram, e tal..."

Isto, claro està, é hipotético. Até porque na Luz os problemas realmente graves acontecem com os grunhos do clube corrupto. E fora do estàdio.

Jà tanto dentro como fora do estàdio, é em Alvalade que acontece normalmente merda. Durante os jogos com o Benfica (e aconselho os poucos sportinguistas que quiserem responder a efectuar uma pequena pesquisa no youtube antes que venham com balelas), ou durante jogos internacionais...como bem poderao confirmar os adeptos do Atlético Madrid.

Falando em Atlético Madrid, a postura incendiària dos dirigentes leoninos na semana que antecedeu esse jogo - na altura com o argumento Simao Sabrosa -, està agora a repetir-se.
Sem quererem ser minimamente inteligentes e admitirem que a prevençao é a melhor coisa, estao continuamente a atacar o Benfica fazendo-se passar por màrtires:
-nao estarao presentes no tipico almoço entre direcçoes que antecede os derbies;
-nao acederam ao convite de ver o jogo no estàdio junto com a direcçao benfiquista;
-Salema Engraçadinho mostra os seus dotes de técnico audio dizendo que uma rede tapa a boca aos seus adeptos;
-Angelo Correia diz que a "questao é suspeita e estranha, mesmo que nao o seja." Mas como a inauguraçao vai ser feita com os 3000 adeptos do sporting presentes na Luz em vez dos 14 do Olhanense ou os 21 do Sta. Clara para a Taça da Liga, a coisa torna-se suspeita e estranha, mesmo que nao o seja..

Fizeram-se de vìtimas ao ponto de criar greves e amuos arbitrais e agora fazem o mesmo porque alguém no Benfica pensou "se separamos melhor os adeptos deles dos nossos a probabilidade de haver merda serà menor".
Em vez, os dirigentes leoninos transformam a coisa dizendo que os seus adeptos nao serao separados dos nossos, mas do jogo e do pròprio estàdio.

Hattori Hanzo disse...

Estou em parte contigo Bcool. Também não vejo grande vantagem na questão na rede até porque será verdadeiramente utilizada para quantos jogos por ano? Mas depois claro. Aparecem logos os lagartos a fazer-se de coitadinhos e não fazendo mais do que atirar mais achas para a fogueira. E penso que mais nessa questão que o Ricardo está a falar...

Gonçalo Correia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gonçalo Correia disse...

Que post tão parvo Ricardo.

Bem que podiamos discutir aqui o porquê de tal afirmação, mas não vale a pena. O que é parvo é parvo.

E isto, como muitas outras coisas, é parvo.

E é a parvoice que transformou o OVNEDL num blogue lampião. E era um bom blogue benfiquista.

Fica para a próxima, Ricardo. Numa outra altura. Em que isto já não seja parvo, e em que tu já não sejas puramente lampião.

(Parece-me que a altura não chegará; Não temo, nem fico feliz, é assim que é. Só.)

Quando quiseres fazer alguma coisa de inteligente, útil e verdadeiramente honesta, fala disto:

http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_accaoinem_241111_83943.asp

http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubeleoesportugalbolsas_231111_83859.asp

http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubegaladesporto_091111_82974.asp

http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubecarlosmartinsajuda_161111_83371.asp

E do orgulho que é (pena que não o possas sentir, porque garanto-te, orgulha-me mesmo) ler isto http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_clubenanidec_181111_83584.asp

Ricardo, não custava afirmar. Ou melhor, confirmar, validar, confessar. Como queiras.

Que o Sporting é (de muito longe) a Instituição Desportiva com a melhor postura na Sociedade, no Desporto...

Que não precisa que os seus grandes símbolos - como o Hilário (mais de 600 jogos com o leão ao peito... 600 Ricardo) - ataquem a Instituição rival. Que não é ingrato, não se esquece de quem o ajudou.

O Sporting Clube de Portugal tem os Hilários que o defendem. Sempre. O sport lisboa tem os Eusébios que atacam os outros.

A diferença realmente está aí Ricardo. Quando o quiseres discutir (impedindo que lixos deste género sejam publicados) cá estarei.

Até lá, olha... que percas sábado. Seria sinal que a Instituição que mais honra e engrandece o futebol português e a Sociedade sairia vencedora.

SL

LDP disse...

...mais um que copiou pelo MM na primària.

SLB4EVER disse...

LOL
Gosto muito desse sentido humoristico Ricardo, da maneira que as coisas andam até acaba por ser a abordagem mais correcta, para quê estar a dar uma importancia extra e seriedade que a questão realmente não tem.

Para os mais indignados, defensores de pretos de merda (e de brancos de merda tb) e outros vassalos de curruptos capazes de dar a peida se tal lhes parecer poder afectar o SLB é óbvio que isto é um grande problema. A currupção e crime organizado que manipula o futebol e sociedade claro que isso é que é um mal menor, peanuts, o que interessa é que o SLB ñ ganhe o campeonato.

Quando uma cambada de criminosos e jagunços ao serviço de um clube currupto ficaram num setor acima de adeptos benfiquistas o que se passou foi que estes resolverem brindar os que estavam por baixo com o arremesso de todo o tipo de objecto, e nem claques eram, falo de familias normais com putos, claro que a actuação das covardes e fascistas forças de segurança foi carregar sobre os que estavam a ser alvo de tal violencia pq os culpados coitadinhos, como os atrasados mentais que são devem ter tratamento especial. Não estava no estádio mas ví esta vergonha pela tv, bem revoltado fiquei e ainda pior é quando a direcção nada faz a seguir para defender os seus adeptos, a actuação das forças dos sistema e repressão foi no mínimo incompetente e covarde ao nível do terceiro mundo, responsabilidades deveriam ter sido apuradas. E ainda discutem demagogias baratas? Não me lixem pq uma jaula é o mínimo que este tipo de criaturas merece.
Nem estou a comparar a lagartada aos ascos curruptos, não tem nada a ver mas para além de ser um bom ensaio para o uso da medida é melhor cortar o mal logo pela raiz e prevenir eventuais problemas.

Gonçalo o Eusébio deitar as vossas mentiras e mitos por terra dói não dói?

Esse discurso é mais do que actual, pena é ser o oposto do que os líderes de hoje façam e pensem.

Gonçalo Correia disse...

Não custa. Por acaso, não custa mesmo. Se fosse outra pessoa que admirasse a tê-lo dito (ou por quem tivesse outro tipo de ideia) assim seria.

O Eusébio foi mágico, lendário a jogar futebol. O resto, são tentativas de instrumentalização da sua parte, que só merecem a minha pena.

Porque é pena, que assim seja. Mas, o Eusébio não é culpado disso. É a marioneta de quem se quer manter sem problemas, mas que pretende atacar as Instituições rivais. Também o foi na resposta ás questões do Alan. Culpa de outros, não dele.

Tenho pena, portanto, e só isso. Mas não dói. Isto, sm, não devendo doer (porque tenho por mim que poucas foram as pessoas que nao contextualizaram as declarações do Eusébio, e o seu 'sentido de oportunidade' neste momento próximo), é capaz de afectar mais:

http://i.imgur.com/Ygm8g.jpg
http://i.imgur.com/Bgyo1.jpg
http://i.imgur.com/39lwH.jpg
http://i.imgur.com/WOAg8.jpg

Um orgulho. 600 jogos, 600! Sempre um leão. E daqueles que não precisa de atacar os outros, ou de se distanciar do seu clube de sempre.

É Leão, e defende o Leão. Só isso. Todos fossem (na sua postura perante o seu Clube e os adversários) assim, e seriam verdadeiramente ídolos nacionais.

SLB4EVER disse...

Mas quem és tú para desacreditar as vivencias do homem? Podem-lhe apontar muitos defeitos mas falso, desonesto e hipócrita nunca o ví ser.
Queres ver que as vossas ideias e mitos fabricados é que são credíveis?

Não duvido da veracidade das suas afirmações e sabes lá tú a realidade que ele viveu na colónia na sua juventude, ou que tenhas noção da diferença entre ser preto nessa altura e agora. Depois de ouvir as mentiras de uma preto de merda e da posição do vosso clube em relação a elas é mais do que natural que se sinta indignado e tenha respondido de uma forma politicamente incorrecta, de uma forma não hipócrita, ao contrário daquilo a que estão habituados.
Reconhecimento nacional!? O que é isso? Piadas novas, ainda hoje mais uma agencia de rating classifica esta merda como lixo devidos ás praticas curruptas e criminosas dos políticos nacionais e ainda falas assim.
O homem é reconhecido em todo o mundo, qq adepto de futebol sabe o seu nome e por todos é considerado um dos melhores jogadores de sempre. Não chega? Achas que precisa de mais reconhecimento? Coitadinho não ser reconhecido e apreciado por uns quantos cá no burgo devido a invejas e ódios bacocos. Sinceramente...

Gonçalo Correia disse...

slb4ever,

Eu não pretendo dizer que é falso, hipócrita ou desonesto. Pretendo, essencialmente, dizer que foi, é e continuará a ser demasiado instrumentalizado. O que é pena.

Mas, sim, dou pouca importante ás suas acções e ás suas declarações. Repara, o Eusébio não só não pode ser imparcial, por ser benfiquista, como está a ser 'gerido' por quem não quer que ele o seja.

Achas que há alguma probabilidade de ver no Eusébio declarações credíveis e de acordo com a realidade? Eu, não acho. Nesse aspecto, confio muito mais no Hilário. E o Eusébio também parece confiar muito nele.

Quanto ao caso do Alan, honestamente, não sei se é verdade ou mentira. E estou-me nas tintas para isso. Agora, o que ele disse (quando parte do pressuposto que, mesmo não acreditando, tal pode ser verdade) só retira credibilidade a muito do que já disse.

Classifica o quê como lixo? Ahh, a divída pública... exacto. Reconhecimento nacional, pelos adeptos de futebol. Sejam eles quem forem, de onde forem ou por quem torçam.


O facto de ser idolatrado por alguns e de ser conhecido (pelas suas qualidades futebolísticas) em todo o Mundo tornam-no um símbolo do desporto português? São opiniões ;)

De qualquer forma, nem sequer era isso que estava em discussão. Em discussão, estava o post do Ricardo (e só desviou de temas porque o texto, em si, é inútil).

A partir do momento em que se diz que para o Benfica este é mais um jogo, está tudo dito (quando 90% dos benfiquistas entende que, por razões históricas e desportivas - a nível de resultados actuais - este é efectivamente um jogo diferente).

Depois, todo o texto é uma generalização do que é ser sportinguista (talvez os exemplos que dei, que a maioria dos sportinguistas aplaudirá, desse jeito para análise), tomando como representativo desse sentimento, em parte, os cânticos das claques do Sporting no jogo com o Braga.

Concluirei portanto que ser benfiquista, tomando como amostra representativa as claques que o apoiam, é ser criminoso (para não dizer assassino, que era capaz de ficar feio)?

Eu, honestamente, não percebo este tipo de textos (e não é a primeira vez que os vejo por aqui).

Uma espécie de "faz o que eu digo, não faças o que eu faço". Isto é, focaliza "todas as energias" no teu clube (foi a expressão utilizada no post)... enquanto eu escrevo repetidamente sobre a maior Instituição Desportiva Portuguesa.

E não me venhas com o MM. O MM, pode fazer o mesmo, mas assume-se como anti-benfiquista. O que vejo aqui é de anti-sportinguista, puro e fervoroso.

Não se tem é a honestidade intelectual para se o dizer, directamente.

E é pena, porque já vi outras coisas que vale realmente a pena ler, pela coerência e qualidade.

Enfim, vou-me embora sem deixar de assinalar o tag que o Ricardo escolheu para 'catalogar' o post. "Parvoíce". Haja honestidade numa linha (pelo menos!).

SL

Gonçalo Correia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hattori Hanzo disse...

E depois acaba sempre na questão do somos diferentes e somos diferentes. Gonçalo: Facto: Ouviu-se ou não no último jogo do Sporting (tal como em outros jogos do Sporting) SLB SLB, Filhos da P"#$, SLB. Facto: Não parece ter havido ninguém a assobiar essa situação, tal como nunca houve. Facto: no Benfica apoia-se essencialmente a equipa. Quanto ao resto do que puseste aí seja de jogadores a dizerem bem do clube ou de boas causas por parte do clube isso também acontece no Benfica. Se com estes factos (e podia-te colocar mais) vos faz superiores e "a Instituição que mais engrandece o Desporto PortuguÊs" então podes ficar com esses títulos e muito mais desse tipo que queiras.

MM disse...

Um texto do qual nada se retira, de facto. Para lá do óbvio, claro, e que o próprio sabe o que é ...

Saudações cordiais e imaculadas.
Leoninas e 16-mil-tituladas.
Ôlé.

MM disse...

Ps,

São já agora textos como este que me fazem ter a certeza de que temos de ter justiça na forma de trato do Benfica: censurar o que há para censurar, e proteger o que houver para proteger.

Falo, como é óbvio, do texto que o Gonçalo Correia dispôs em comentário: Eusébio instrumentalizado. Muito bem dito. Nada que o diminua. E à falta de benfiquistas que salvaguardem a honra do Eusébio, cá estará o Sporting Clube de Portugal para - contra tudo e contra todos - servir de parede entre o Pantera Negra e quem ousar maltratá-lo.

Anónimo disse...

Gonçalo Correia, MM, Pedro Oliveira. Pedaços ambulantes de merda expelidos provavelmente da mesma pútrida cavidade anal. E que deixas andar por aqui livremente a conspurcar o teu espaço, Ricardo. Depois queixa-te que o teu espaço tenha má imagem por essa blogosfera fora, quando muitos dos teus textos até são de uma qualidade superior. Não te livres dessa escumalha, não.

SLB4EVER disse...

Gonçalo, acredito que o timing da publicação não tenha sido inocente e que provavelmente lhe colocaram perguntas para as quais já algúem sabia as respostas, mas mesmo sendo este o caso não significa que lhe escreveram um guião e que o que ele disse não seja verdade.
Benfica, Euséfio, Fado, Amália, todos são simbolos de Portugal e com reconhecimento pelo mundo fora, nem merece a pena discussão. Queres ver que o Maradona lá por ter andado a dar na coca, ficado a dever ao fisco e falhar como selecionador Argentino deixou de ser uma das maiores figuras de sempre no futebol mundial?
Eu tive a saída do Eusébio como uma pequena provocação, que foi feita simplesmente pq acho a reacção que tiveste ao post desmedida. O Ricardo apresenta um texto bem construido, engraçado que é uma caricatura em forma escrita, não encontras insultos gratuitos e os palavrões da moda e mesmo assim parece que ficaste ofendido. Se não tens poder de encaixe e humor para digerir isto pq perdes tempo a visitar e comentar um blog que é assumidamente benfiquista? E caso fosse preciso explicações, a resposta do Ricardo ao Bcool esclarece as coisas.

E sim vivemos num clima de completa hipocrisia e falsos moralismos. Queres um bom exemplo? Braga-SLB, apagões, falta de água quente, casos de arbitragem, violencia física e verbal. Para os anti e poderes podres do futebol e média, tudo situações normais de uma sociadade dita civilizada, o que passou a interessar foi o preto de merda ter recuperado de uma amnésia de 24 horas e vir com alegações infundadas. Agora eu pergunto o que achas que era dito e escrito por tudo todos se isto se passa-se no Jogo Bósnia-Portugal, qual seria a onda de indignação? Se por causa do relvado foi o espectáculo que foi imagino se tais situações sucedecem. Ainda entrávamos em guerra com a Bósnia!
É realmente triste esta forma imoral de deturpar as coisas e avaliar as situações, se as leis, moral e o desportivismo mudam consoante as cores envolvidas onde está a credibilidade e a cara para se fazerem de virgens ofendidas? O que achas que esta incoerencia e forma de estar que incentiva ao ódio, violencia e separatismos, uma cultura do vale tudo desde que seja para mim e para os meus, o resto que se lixe, vai dar? Aliás já está a dar, pensa agora a quem interessa este estado de coisas e olha que o futebol no meio disto tudo é apenas um instrumento.

O que ainda me continua a fazer confusão nos sportinguistas é como é possível que durante o periodo de maior crise do SLB, andaram sempre a perder para os mesmo, até para o Boavista, nessa altura o SCP teve equipas, jogadores e treinadores para ganhar uns títulos, isso não aconteceu e muito devido ao sistema viciado que governa a seu belo prazer o futebol, todo este tempo continuaram a canalizar essa frustação para aumentar o ódio ao SLB como se fossemos os culpados desta situação. É triste e mais uma vez é algo que dá muito jeito aos poderes curruptos instalados, SLB e SCP unidos para limpar o futebol iam por arrasto atrair muitos outros para a causa e o fim do regime seria inevitável. Assim ainda está para demorar e talvez dependente de uma luta de sucessão interna.

Tal como o Ricardo não odeio o SCP, aliás não odeio nenhum clube desportivo, no máximo posso odiar o que representam ou os excrementos de figuras que o possam representar.

Amo o BENFICA

Bcool973 disse...

Sinceramente esta lagartada não gosta de verdades inconvenientes e como tal começam logo a tentar descredibilizar quem as diz. Falta de vergonha na cara. Eu orgulho-me de ver as claques do Benfica e os restantes adeptos a gritarem pelo Benfica, ao contrário do resto da canalha que passa a vida a gritar contra o Benfica, mesmo que ele não esteja lá a jogar, e para que não haja dúvidas, pois isto é um compartamento repetido há muitos anos, incluo os lagartos e os tripeiros nessa canalha anti-benfiquista, inependentemente de saber que há uma cada vez mais pequena minoria dentro dos seus apaniguados que não é do segundo maior clube nacional (o anti-benfica). Independentemente dessas atitudes torpes, soezes de achar que o Eusébio é instrumentalizado, ou promoverem o ódio ao Benfica em vésperas do jogo, ainda gostava de ver o Sr. Barroso a praticar as atitudes que ele diz que os outros não o fazem, não o vi até agora dizer que ele ia sentar-se no camarote, ou que ia em representação do cobardolas da diirecção ao lanche/jantar de direcções, podem ter a certeza que não os odiamos, apenas achamos piada quando levam na pá, mas a nossa preocupação principal é o Benfica ganhar, todos os jogos, seja ao manchester united, ao sporting, ao marítimo ou à naval, pois são todos adversários do Benfica no caminho para o successo. Acho que esses títulos que o tal de Gonçalo invoca, devem ser alguns dos que o MM contabiliza.

Mr. Shankly disse...

"O Sporting Clube de Portugal tem os Hilários que o defendem. Sempre. O sport lisboa tem os Eusébios que atacam os outros."

Não gosto de ver o Eusébio dizer o que disse. Mas isto vindo de um lagarto, só dá para rir. Sempre que vejo um jogo do Sporting, ouço sempre cânticos ofensivos ao Benfica. Se fores à Luz, não há uma única referência a Sporting e Porto, a não ser nos clássicos, evidentemente. Aquilo que apontas ao Eusébio aplica-se a grande parte dos vossos adeptos, pelo menos os que vão aos estádios. Mesmo o teu comentário chama "sport lisboa" ao Benfica (em minúsculas). Vens pedir respeito? Enxerga-te.

MM, "Ôlé"? Isso é sotaque de Cascais?
Em relação aos 16 mil títulos, continuamos à espera da lista.

Ricardo disse...

Gonçalo, se conseguires ser crítico com os Barrosos e Garções desta vida como o és com o Eusébio, nem quero imaginar o que dirás.

O resto é sobranceria tua que não me importa discutir.

E, se não te sentes caricaturado no texto, não percebo tanta indignação. É que nunca cá tinhas comentado.

Gonçalo Correia disse...

Hattori Hanzo,

Deixa-me destacar isto.

"Não parece ter havido ninguém a assobiar essa situação, tal como nunca houve."

Só para dizer que é falso, e quem vai a Alvalade sabe disso. Não faço qualquer juízo de valor, positivo ou negativo, sobre os assobios.

Mas que os há, há (e, por norma, não são poucos).

Bcool973,

Faço-lhe a mesma pergunta: quer mesmo utilizar as claques como amostra para representar aquilo que quer dizer?

Se quer, informe-se bem de tudo o que os NN tambem representam, quais as suas linhas de acção (que não apenas o "cantar só pelo Benfica").

Falar do que as claques cantam, como amostragem para algo, parece-me imbecil, desculpe. Porque as mesmas não representam nem os clubes, nem os adeptos: representam-se a elas mesmas. Só.

Ricardo,

São dois casos distintos, o Salema e o Barroso. O Salema, honestamente, dá-me náuseas (muito por culpa do seu anterior cargo de director de comunicação em Alvalade).

O Barroso é alguém a quem (como o Eusébio, ou como ás claques) não dou muita credibilidade ás declarações e ás acções.

Reconheço-lhe apenas um tremendo sportinguismo (sentido á sua maneira, que é bem diferente da minha).

E, volto a dizer: representa-se também a ele próprio.

Já cá tinha comentado, já. Num post anterior sobre o Sporting (que tenho pena de não me recordar de qual).

Mas, ler, fazia-o com hábito. É o único blog manifestamente afecto a um clube que não o Sporting que lia. E gostava.

Agora, isto? Tomar atitudes das claques ou de um mero sportinguista reconhecido por aparecer na televisão como representativas do que é o sportinguista?

Aprecio os teus textos sobre o Benfica. Reconheço inteligência, e reconheço uma retórica muito bem construída. Agora disto, desculpa-me, não consigo retirar nada (e não - apenas - por ser sportinguista).

Sinceramente...?

Gonçalo Correia disse...

Ah, mas eu não sou particularmente crítico do Eusébio. Não lhe dou é credibilidade no que diz ou faz, sabendo não só do seu benfiquismo, mas da forma como é 'gerido' pelo próprio clube.

Mr. Shankly disse...

Gonçalo, não deixa de ser curioso que aches que os milhares de adeptos das claques não representam os sportinguistas (e eu concordo contigo) e aches que o Eusébio representa o benfiquismo, em tudo. É curioso. Suponho que nesse caso todos os benfiquistas joguem à bola para caraças. Falando por mim, é verdade. Sou igual ao Eusébio até no joelho rebentado :)

O Benfica Sou Eu disse...

Meu caro Ricardo

Sou fâ do vosso blog desde que por aqui começaram a escrever e acho que todos concordamos que a obsessão do sporting para com o nosso Benfica tomou esta semana proporçoes rídiculas com a questão da caixa de segurança.

Parabens por mais um excelente post.

Força Benfica

LDP disse...

Gonçalo, mostraste muita indignaçao para com Eusébio quando disseste que..."O Sporting Clube de Portugal tem os Hilários que o defendem. Sempre. O sport lisboa tem os Eusébios que atacam os outros."

No dia a seguir vens dizer que "O Barroso é alguém a quem (como o Eusébio, ou como ás claques) não dou muita credibilidade ás declarações e ás acções."

Pelo meio ainda falaste de instrumentalizaçao, coerencia ou hipocrisia.

Ora, é sò a mim que me cheira a paradoxo no teu discurso?

Manuel disse...

"O Sporting Clube de Portugal tem os Hilários que o defendem. Sempre. O sport lisboa tem os Eusébios que atacam os outros."

Com que então exprimir as suas opiniões baseadas na sua própria vivência é atacar os outros? Desde quando? Será que apenas o "politicamente correcto" é uma forma democrática de nos expressarmos?

Desculpam-se dizendo que o Salema e o Barroso não os representam mas o que dizem do presidente da PAG que diz, "questão é suspeita e estranha, mesmo que não o seja". É isto uma frase de alguém inteligente? É uma frase do mais imbecil que existe pois contém dentro dela uma contradição. De alguém que como político e demagogo quer agradar aos adeptos mas sabe que no fundo está apenas a ser um perfeito imbecil (político).

E o que me dizem de um ex-presidente que na apresentação de um novo reforço para o clube começa a saltar e a cantar, "quem não salta é lampião!"? Será que também os não representa? E será que isso é mostrar o verdadeiro espírito sportinguista? Ou será mostrar aquilo que os benfiquistas acusam os sportinguistas de terem: um terrível complexo de inferioridade. Para além de outras coisas, como por exemplo um flagrante défice de inteligência; que foi o que mostrou o Salema ao afirmar que a rede impedia os adeptos de se ouvirem.

Acusam que o Eusébio está instrumentalizado, mas ao mesmo tempo, e com todo o descaramento, que o Hilário já não está. Porquê? Por este ser menos preto do que aquele? Mas se lerem a entrevista do Hilário com atenção irão verificar que o Hilário está a dar razão ao Eusébio. Então quem está instrumentalizado e quem está a ser "gerido"? É uma afirmação extraordinária. É como aqueles que afirmaram que o Javi estava a tapar a boca porque estava a insultar o Alan. Mas quem pode fazer uma afirmação dessas? Só um perfeito idiota.

A UEFA e a FIFA chama àquilo, que imbecilmente e demogicamente os sportinguistas chamam "jaula", uma "zona de conforto". E porque será? Será porque os tipos da UEFA são uns ignorantes imbecis e não sabem distinguir uma jaula de uma protecção que visa assegurar uma maior segurança aos espectadores? E desde quando aumentar a segurança é uma coisa má?

Eu sei onde o sapato aperta. Os sportinguistas tinham um estratégia montada: conseguir mais bilhetes, os tais 10000, conseguir colocar os adeptos junto ao relvado para conseguirem assim bater os benfiquistas no apoio ao seu clube. Os planos saíram furados, o Benfica deu apenas o número de acordo com a lei pois o estádio vai estar cheio. E para cúmulo do azar, e coincidência do caraças, coloca os poucos adeptos afastados do campo dentro de uma zona de segurança.

E o que fazem a seguir? Fazem o mesmo que o Pinto da Costa andou a fazer durante 30 anos. Começaram a atiçar os ânimos dos adeptos, na senda do Salema aquando da visita do Atlético de Madrid (uma verdadeira vergonha!), chamando à rede uma "jaula", desistindo da normal confraternização de "fair-play" que deve haver entre direcções dos clubes e recusando ir para o camarote. Se isto não é criar animosidade antes de um jogo não sei.

Para quem se diz "diferente", ser "macaco de imitação" de costumes e hábitos primitivos de um mafioso corrupto não sei onde esteja a dignidade.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.