domingo, 6 de novembro de 2011

Ontem vi-te no Estádio sem luz

É oficial: este Benfica não tem categoria para se afirmar ao mais alto nível. Num jogo de dificuldade média, exceptuando lances esporádicos de alguma qualidade, banalizou-se perante uma equipa cansada e pouco capaz de criar verdadeiros problemas defensivos ao Benfica. Dois pontos perdidos, incapacidade para aproveitar o deslize do Porto e, acima de tudo, muito trabalho mal feito. Colectivamente, somos fracos. Individualmente, há ali muita gente que merecia receber uma mensagem do Saw.

Mas o resumo do jogo é simples:
 
Primeira parte: Luisão é puxado dentro da área - penálti obviamente NÃO assinalado.
Primeira parte: Mão involuntária de Emerson - penálti obviamente assinalado.
Segunda parte: Mão involuntária de Lima - penálti obviamente NÃO assinalado.

Quanto ao circo do acende-apaga-acende-apaga, o mínimo - o mínimo! - devia ser estádio interditado até final da época e derrota da equipa da casa. Estamos definitivamente no terceiro mundo.
 
Com esta incapacidade para extrair qualidade colectiva de tanto talento, com estes critérios arbitrais (chamemos-lhe assim, eufemisticamente) e com estes "truques", o Benfica só será campeão se mudar muita coisa naquilo que pode controlar. Ou seja, Jesus tem muito trabalho para apagar o mau trabalho que tem feito.

PS - Entretanto, em Alvalade - poiso do gajo que se diz benfiquista para foder o Benfica a torto e a direito mas que na verdade...

(foto retirada do "Em Defesa do Benfica")


a lebre continua a ser levada ao colo. Compreende-se: convém manter outro anti-Benfica na corrida, não vá o Hulk falhar mais penalties inventados. 



21 comentários:

Rui disse...

Não subscrevo este comentário. Estamos em primeiro, depois de termos jogado no Ladrão e em Braga. No jogo de hoje, tivemos de andar atrás do resultado, depois do penalti "sacado" pelo Proença.
Apesar de perceber que queiras mais e eu também quero, acho que hoje a estratégia foi entrar para segurar o Braga e, seguramente, na 2ª parte, jogar para ganhar o jogo. O Proença dificultou isso, e muito. E já agora, convém não esquecer que, com JJ, este é o melhor resultado em Braga.

Mesmo a saber a pouco, este ano empatámos onde antes perdemos - Ladrão e Braga. Acho que podia e devia ter havido um pouco mais de ambição, mas do mal o menos.

Dylan disse...

Face à inclinação do campo (devia ser da falta de luz...), acabou por ser um resultado menos mau. Mas claro, há muito trabalho pela frente.

LDP disse...

Se a Liga quiser investigar e punir o Braga, a partir do momento em que se apurem responsabilidades na intencionalidade da falta de energia eléctrica, todos teremos mais um exemplo claro de como a sucursal do jogo sujo lambe a pila do Papa.

Hà diferenças no comportamento das lampadas entre um corte de energia "interno" e um simples curto circuito ou quebra de tensao. Além disso os circuitos tem uma espécie de memòria e nao é dificil perceber se "houve um corte" ou se "foi cortado"...
Eu vi lampadas ainda a piscar em dois dos apagoes, e ISTO, é sinal de uma quebra de tensao INDUZIDA!
Sei do que falo pois sou técnico de som e luz num teatro e quase diariamente passam-me pelas maos 25 a 30 kilowatts de potencia.

Qualquer puto de 20 anos com 3 meses de um curso de electricista de manutençao industrial poderà abrir os quadros da estàdio de braga e perceber o que se passou em menos de 5 minutos.

Està nas maos da Liga querer um futebol profissional ou um movimento mafioso que nao olha a meios e goza com milhoes de portugueses.

Zé Trolha disse...

Apesar de todas as condicionantes extra-jogo, o facto é que continuamos a não jogar um caralho e temos um treinador acomodado a isso.

jose garcia disse...

não jogamos um crl...

a quantidade de perdas de bola é pornográfica. assim não dá.

já me lixaram a semana toda, pá :)

abraços

Anónimo disse...

Treinador acomodado, jogadores alheados e indiferentes. Há uma grande diferença entre aquilo que se vê (o numero de passes falhados é impressionante) e aquilo que os jogadores, pelo que ganham, estavam obrigados a produzir. Mas no fim do jogo o JJ sintetizou o espírito com que foram para Braga. "Um ponto é melhor que zero"...
J.Ramalhete

Pedro disse...

"E já agora, convém não esquecer que, com JJ, este é o melhor resultado em Braga"

I rest my case...

Hattori Hanzo disse...

É óbvio que o resultado acabou por não ser mau, e que continuamos à frente tendo ido jogar aos dois campos teoricamente mais difíceis (se bem que com as ajudas que em Alvalade tem havido... mais uma vez hoje aconteceu o que tem acontecido nas últimas semanas). Mas temos de jogar mais do que se tem feito ultimamente. Uma equipa que quer ser campeã não pode como hoje ter apenas 6 remates por exemplo. Outra coisa não digo que o lance do Emerson seja penalti mas a fazer-se assim ao lance é óbvio que se habilita... ainda mais em Portugal, onde parece nao interessar haver ou não intencionalidade .

Hattori Hanzo disse...

Mais escandaloso que a questão de grandes penalidades que são ou não marcadas é a complacência com que ele via as jogadas do lado do Braga... como é que Djamal fica em campo depois daquela entrada ainda antes das rábulas de "falta" de luz é que eu gostava de saber e que ele explicasse lá à malta.

SLB4EVER disse...

Até era para abster-me de fazer qq comentário pq hj foi tudo mais de mais, aliás estar a querer chamar ao que se viu hoje jogo, desporto ou espectáculo é estar a desvirtuar o significado das palavras.

Mete nojo ir ao estádio dos calhaus e só qd o SLB lá vai se verificam e repetem situações realmente dignas do terceiro mundo, desde o baixo nível, á violencia gratuita e agora aos repetidos cortes de energia, tudo ás claras e sem haver castigos para o submisso clube de salvador uma personagem sempre pronta a agradar aos seus amigos criminosos.

Da nossa parte não jogámos ponta e chamar treinador aquele senhor que se senta no banco é um elogio que não pode ser feito, deixo isso para os seus acólitos, sempre prontos a engolir a óstia.
O adversário jogou tão mal ou pior e depois de chegar á vantagem pelo apito roubado do proenca, apenas por por sorte que não se perdeu o jogo.
Pois o empate acaba por ser bom, mas isso não disfarça o resto nem a apaga o confirmar de uma quebra induzida que já se vinha arrastando.

E é isto não merece a pena dissecar nada, para isso chamem o legista, depois de tudo o que se tem vindo a discutar para quê entrar em repetições.

Bem haja a todos os verdadeiros benfiquistas e viva o SLB.

Bcool973 disse...

Sem facciosismos, fomos prejudicados porque ficou um penalty por assinalar devido ao luisão ter sido jogado ao chão e pelo facto de o jamal devia ter sido expulso logo no início. Tirando estes dois factos convém não nos esquecermos do essencial, tivémos 3 ocasiões de golo em todo o jogo, o cabeceamento do cardozo, o golo com ajuda do defesa e o remate cruzado do rodrigo. Quanto à intencionalidade, penso que ao emerson intencionalidade é o que não lhe assiste no cérebro e deve ser por isso que o jesus gosta tanto dele, são almas gémeas. Se o gaitán estava indisposto, porque não entrou o nolito ao intervalo ? O que ficou o amorim a fazer em campo ? Porque continuamos a não jogar nada, com os jogadores a não darem linhas de passe aos colegas e normalmente deixá-los no pau da roupa perdendo "n" bolas. Sinceramente fiquei com a ideia depois do jogo de 4.ª que o emerson devia ser titular, após o jogo de hoje, acho que devem dar mais oportunidades ao puto, porque aquele emerson é um calhau com olhos. Sinceramente acho que nos estamos a distrair do essencial, a equipa está a jogar mal, porque os jogadores posicionam-se mal e não apoiam os outros. O braga com menos 24 horas de descanso, passou o jogo a pressionar junto à nossa área, porque os jogadores mais avançados raramente baixavam. Gostava de ter ficado mais confiante depois do jogo de hoje, mas não fiquei apesar de não termos perdido. Já não sei o que motivará esta equipa a sair da mediocridade que vem apresentando nas últimas semanas.

Hugo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
pitons na boca disse...

Eu até compreendo a substituição ao intervalo. Estávamos a perder e era preciso mudar o rumo do jogo (se a luz se aguentasse). A intenção era jogar em 4-4-2 losango, com Ruben Amorim e Witsel a fecharem as alas e o Aimar a aparecer atrás de Cardozo e Rodrigo. O problema é que o Aimar não conseguiu arranjar espaços para construir o jogo: Cardozo muito marcado em cima pelo Douglão (este gajo não era capataz do Sinhozinho Malta?), Amorim e Witsel não se movimentavam a abrir linhas de passe, Emerson não subiu (aqui não há novidade) e Maxi não conseguiu subir com acerto, nesta fase do jogo. Sobrava Rodrigo que, marcado em cima, ainda conseguiu fazer 2 ou 3 tabelas. É preciso lembrar que do outro lado estão normalmente 11 jogadores, e ontem até eram 11 mais os tentáculos do polvo.

Hugo disse...

Muito bom agora ja se apagam comentarios. Boa

Ricardo disse...

Rui, relatas factos. Antes deste jogo podias ter relatado mais factos, como por exemplo: "só perdemos 4 pontos". Hoje já terás de dizer: "só perdemos 6 pontos". Tu olhas para a realidade pelo lado dos factos, eu olho por aquilo que eles significam. Ser "O melhor resultado em Braga" do Jesus não o faz ser um bom resultado. E eu sou do Benfica, não do Vitória de Guimarães. Empatar no Dragão e em Braga não são resultados que me agradem especialmente, particularmente na Pedreira.

LDP, não sei, em termos legais, o que é suposto fazer. O que me parece evidente é que tem de haver uma investigação. Ou vamos achar todos que foi uma coincidência em 8 anos Pedreira falhar a luz 3 vezes num jogo com o Benfica, que, por um acaso extraordinário, é só o clube que os responsáveis do Braga odeiam e ao qual já cometeram actos absolutamente repugnantes num passado recente? Num mundo civilizado, isto teria consequências. Em Portugal, com Fernando Gomes - o amigo do nosso Presidente -, nada se passará.

Sim, Hanzo, Djamal devia ter sido expulso aos 2 minutos de jogo. Mete-me nojo, este campeonato, esta gente. Apetece desistir.

Pitons, o Benfica entrou a medo em Braga. Isso para mim é inadmissível.

Hugo, só se apagam os comentários que só dizem merda. Se tiveres algo mais a acresecentar, algo de produtivo, terás o teu tempo de antena. Assim, és riscado do mapa.

João Duarte disse...

Estou tão farto disto tudo...mas tão farto mesmo...

E fico fodido por não haver ninguem no clube que dê um murro na mesa e assuma que isto é uma guerra.

Não usamos as mesmas armas do inimigo, aceito e concordo plenamente, mas não admito confraternizações.

Vieira, os seus amigos são inimigos do clube! Na guerra só há 2 lados, assuma o seu.

SLB4EVER disse...

João Duarte, já somos dois e acredito que muitos mais.

Pitons, o Amorim e o Javi já não jogavam faz tempo, foi nítido o seu baixo ritmo de jogo, junta o Witsel tb em fraca forma e chegas á conclusão que cortaram as asas á equipa e a dinámica ao meio campo. ainda mais grave é qd o brega estava sem um lateral de raíz e ñ se aproveita a situação. Depois tens finalmente(na 2ª) o Aimar na sua posição já desgastado por andar a correr atrás dos defesas na 1ª e não existem alas ou sequer meio campo para dar profundidade ao ataque. E claro que volta-se a acbabar o jogo em 442 clássico, sistema que desde a pré epoca não resulta.

LDP, em uma competição que envolve milhões isso seria natural, mas por cá quem gere isto é gente sem escrúpulos e moral, criminosos, não vai acontecer nada. Na Europa levavam um castigo a sério pela brincadeira. A ajudar á festa o LFV não faz nada para mudar isto e continua a mostrar a sua amizade e tolerancia com o salvador e gomes.

Normalmente é de esperar que um treinador leve vantagem sobre a sua antiga equipa, já com JJ e o brega passa-se o oposto, são eles que levam vantagem e mostram o conhecer melhor do que ele conhecer as fragilidades de jogadores que já treinou. Isto já é mais que incompetencia e já passou os limites do acetável.

Rui disse...

Ricardo,

Eu gostava de ter um Benfica que ganhasse na pedreira, ou em qualquer lado, de caras. Acho que a equipa tem claramente capacidade para isso (a nível nacional), mas esta equipa não é forte psicologicamente e não creio que com JJ alguma vez vá ser muito forte.
Olhando para a equipa montada, é para mim claro que JJ quis, em primeiro lugar, não perder. A estratégia seria conter o Braga inicialmente e depois, 2ª parte, possivelmente, mudar e tentar ganhar. A coisa saiu furada com o penalti e, pior, com a indisposição de Gaitán. Passámos 25 minutos ou mais a jogar com Amorim e Witsel como extremos, o que é rídiculo. Acabámos por nem tentar, verdadeiramente ganhar. Isso deixa-me algo frustrado, mas tenho de olhar para o copo meio cheio, Ricardo. Só posso. E o copo meio cheio é termos 4 pontos a mais do que no ano em que fizemos uma das melhores pontuações como campeões. Foi de cagarolas? É pá, talvez, mas um campeão é-o numa prova que premeia regularidade. Com este resultado na casa dos adversários e a recebê-los na Luz na 2ª volta, ganhando temos, para além dos pontos, vantagem no confronto directo. È nisto que quero pensar.

Já com os lagartos, no dia 26, só podemos ganhar. Não ganhar não me parece aceitável, por imensas razões, mas também porque seria fazer pior do que o que temos feito nos últimos anos.

Miguel A. disse...

Ricardo, quando um treinador entra em Braga com esta equipa aposta claramente no empate. Por isso, não há muito mais a esperar. Mesmo com os truques da iluminação e da arbitragem, tínhamos obrigação de entrar para ganhar. Até porque o JJ disse que a equipa ia entrar fresquinha... e não vi nada disso. Vi uma equipa sem vontade de lutar contra as adversidades que já sabia que iria encontrar. Acomodada. Ou seja, mal preparada física e psicologicamente. Isto quando o primeiro lugar estava ao alcance. Não estou nada optimista para o que se segue. Uma equipa que entra assim em dois jogos decisivos...

Cumprimentos e saudações Benfiquistas.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.