segunda-feira, 22 de julho de 2013

Ainda o mercado

São cada vez mais e maiores as certezas de que Óscar Cardozo, jogador que nunca foi o meu ídolo, sairá do clube para rumar ao Fenerbahce. À esta notícia vem sempre indexado o suposto interesse do Benfica em mais um avançado para colmatar a vaga deixada em aberto pelo Paraguaio.

Paralelamente a isto, também se adensam os rumores e certezas de que Nelson Oliveira será, novamente, emprestado, desta vez para Inglaterra.

São dois factos que, ao acontecerem ao mesmo tempo me intrigam. Se Cardozo sair mesmo, seja lá para que clube for, no plantel ficam Lima e Rodrigo para a posição de ponta-de-lança, sendo que, teoricamente, o brasileiro partirá na frente para assumir a titularidade na maior parte dos jogos, havendo em Rodrigo uma alternativa seria e com capacidade para, nos melhores momentos, colocar em causa a titularidade de Lima. 

Analisando o que vai ser a época, através do que tem sido a pré-temporada, podemos ver que Jorge Jesus tenderá a utilizar apenas um avançado de raiz, colocando nas suas costas Djuricic/Sulejmani/Gaitan. Sendo assim, jogando com apenas um avançado de início, o plantel ficará curto se possuir apenas dois, sendo compreensível a entrada de um avançado no caso de saída de algum dos existentes. 

Se a ideia for a de contratar alguém já de créditos firmados e que chegue para jogar no imediato, veremos Rodrigo relegado para um papel subalterno, logo, com poucas oportunidades de evolução e, talvez, muita insatisfação à mistura. Por outro lado, se a ideia for a de encontrar uma 3ª opção, isto é, alguém jovem, com potencial, mas ainda sem “estatuto” suficiente para colocar em causa os “estatutos” de Lima e Rodrigo, fica-me a pergunta: Para quê gastar dinheiro que poderia ser canalizado para outras necessidades bem mais prementes, quando se vai emprestar Nelson Oliveira?

Considero todos os pressupostos inerentes ao empréstimo do Nelson Oliveira errados. 

1 – O local e clube para onde será emprestado: Mais uma vez, o jovem será emprestado para o estrangeiro, para um campeonato que nada tem em comum com o nosso, para um clube com um estilo de jogo completamente diferente do nosso e com um avançado no plantel como Peter Crouch, ou seja, com hipóteses reduzidas de titularidade.

2 – O empréstimo em si, se vendemos Cardozo e achamos que há necessidade de contratar alguém para o seu lugar, porque não se dá oportunidade a quem sai a custo 0?

3 – Já fui muito “criticado” por defender tanto uma oportunidade séria para o Nelson no Benfica, mas para lá da qualidade individual do jogador, que acho ter muita, decidi analisar dados objectivos, comparando a sua situação com a de Roderick:

                3.1 – Ambos participaram no mundial sub20 de 2011, em que Portugal foi vice-campeão, tendo sido ambos titulares absolutos dessa equipa. Já nessa competição, ficou bem vincada a fraca qualidade de Roderick por oposição a Nelson que foi eleito como um dos melhores do torneio, à frente até de Rodrigo.

                3.2 – Depois disso, Roderick seguiu emprestado para o Servette da Suíça, enquanto Nelson Oliveira ficou no plantel onde, por exemplo, viria a marcar um golo na Liga dos Campeões frente ao Zenit na Luz, numa das poucas oportunidades que teve.

                3.3 – Na época seguinte, foram ambos emprestados para o Deportivo da Corunha, onde ambos pouco jogaram. Consequência? Roderick foi “resgatado” a meio da época passada tendo vindo ainda a tempo de ajudar no titulo do… FCP. Por outro lado, o Nelson, mesmo sabendo-se que pouco jogaria e que nem estava a ser o melhor profissional, continuou emprestado e longe do clube, onde poderia ser “controlado” de outra forma.

                3.4 – Apesar de todos os erros, apesar de já se ter visto o suficiente para se perceber que jamais Roderick será jogador para o Benfica, este vai tendo oportunidades atrás de oportunidades, enquanto Nelson Oliveira ou Miguel Rosa são despachados para longe.

São estas questões que nunca percebi no Benfica de Jorge Jesus e que, quanto mais vejo, menos entendo… ou, talvez, menos queira entender!

16 comentários:

M. Silva disse...

Outros valor€$ mais alto se alevantam.

João Jordão disse...

Para o bem da tua maneira de ver o futebol, que muito admiro... não queiras saber mesmo :)

Anónimo disse...

Quem era o treinador do Servette?

Coitadinho do menino que vai para Inglaterra. Os ingleses, uns brutos e bêbados que só falam inglês vão maltratar o pequeno que fica desamparado num pais frio cheio de selvagens. Assim nunca poderá crescer. Mas um que se perde nas brumas da Velha Albion.

O Benfica não sabe tomar conta dos seus filhotes, protegendo-os, colocando-os em algodão em rama para que possam medrar no calor e conforto da família encarnada.
Perdem a mística.








José Moreira disse...

Talvez seja mesmo melhor João!

Não quero fazer do Nelson mais do que é ou algum santo, mas se JJ quisesse mesmo "pegar" nele, já o teria feito, como com outros... mais interessantes (€).

Frank disse...

"Para quê gastar dinheiro que poderia ser canalizado para outras necessidades bem mais prementes, quando se vai emprestar Nelson Oliveira?"

A pergunta é retórica? Porque a resposta me parece bastante óbvia. Também podias perguntar: porquê contratar um Farina quando se tem um Miguel Rosa? Ou um Mitrovic quando se tem (tinha) Miguel Vitor.

Todas estas perguntas têm razão e lógica subjacente mas esquecem a razão (ou valor) aduzido no primeiro comentário, da autoria de M. Silva,

José Moreira disse...

Frank,

seu "abutre" :D lol. Falei do Rosa muito ao de leve no final do texto... acho que nem me quero lembrar desse caso por tão obvio e estapafurdio que é!

Anónimo disse...

José Moreira,

Tenho lido atentamente os seus post´s, e facilmente identificamos alguém que conhece o Benfica, e sobretudo sabe de futebol.

Uma questão que gostava de o ver abordar, justamente a questão das alas e do excesso de oções. Salvio já não tenho esperanças algumas, já foi, aliás, só assim se entende a aquisição de Pizzi. E para esse posição, a equipa só precisaria de 4 opções válidas e de qualidade (podendo uma delas, ser um jovem promissor por exemplo).

Ora vejamos, no desenho do plantel 13/14 do Benfica, e se excluirmos Salvio, nas alas temos: Sulejmani, Markovic, Gaitan, Pizzi, Ola John, totalizo 5 opções, e ainda Urreta (que irá integrar o plantel imperativos quotas FIFA jogadores formados no clube, o Urreta chegou com 18 anos), e Rojas, são 7 alas.

Não entendo, creio que ninguém entenderá. Aliás, os sinais que vamos tendo não augura nada de bom, e nem é pessimismo, antes realismo, e saber ver atentamente meros pormenores!

O problema lateral ou colateral estará resolvido com Sílvio ou Cortez? Não me parece, o Cortez revela enormes fragilidades nos movimentos defensivos.

E na baliza? Será que o universo Benfiquista acredita em Artur? Em 2 épocas tem uma média de golos sofridos identico a Roberto? Em quantos jogos, e decisivos Artur comprometeu e muito, por exemplo no Dragão fez tudo em ambos os golos? E com o Estoril? Entre outros... E será Paulo Lopes uma alternativa segura? Ou estará no plantel porque foi formado no clube, e garante mais uma vaga para um estrangeiro?

Enfim, estou seriamente preocupado com esta época, espero sinceramente que me engane.

Pedro Maldonado

Pedro disse...

A forma como expões o assunto deixa pouca margem para discussão. Ir gastar grande parte do encaixe obtido com Cardozo num avançado significa que esse avançado será prioritário para a equipa e com Lima em tão boa conta Rodrigo vê o seu espaço diminuido, se, por outro lado, a aposta for num jogador menos cotado, para crescer e aproveitar as poucas oportunidades que terá então faria todo o sentido usar a prata da casa: Nelson Oliveira, Jara e Mora seriam as opções óbvias. Ao fim de 12 anos o SLB não tem uma política desportiva com pés e cabeça, não se percebe.

PS: Faz-me muita confusão como é que não se gosta de Cardozo mas se considera Nelson Oliveira tem muita qualidade individual.

aalto disse...

o lugar de avançado centro (ponta de lança é outra coisa...e de facto só temos ou tínhamos Cardozo) é o menor dos problemas do SLB

JJ está a preparar o plantel de forma maximalista na frente, para a eventualidade de perder Sálvio e/ou Gaitán nos últimos dias de mercado, o resto é o que se sabe

não tem nenhuma solução válida (a mais) nas alas defensivas (se me perguntassem hoje qual o lateral mais completo do plantael, eu respondia André Almeida, o que é sintomático)

mas para mim o ponto dos pontos, é o meio do meio campo ( a redundância é propositada) Lucho+Fernando+Defour+Herrera+Castro+Carlos Eduardo+Josué (Tiago Rodrigues deve ser para emprestar) VERSUS Matic (sujeito a sair)+Enzo+Amorim+André Gomes...é de um louco que não tem a miníma noção de como estruturar um plantel para uma competição longa

e não...não me estou a esquecer de Djuricic, o ano passado vi mais de 10 jogos dele, 75 % da cabeça de Filip pensa como um atacante, e falta-lhe muita rotação e intensidade para ser um jogador com a versatilidade táctica por exemplo de Aimar em 2011/2012. Djuricic pode ser o elo entre a 2ª linha e a área, mas está a oceanos de ser capaz/útil entre a 1ª e a 2ª

resumo, ou há um milagre de última hora neste plantel de loucos...ou vai ser a comédia do costume

M disse...

aqui o amigo aalto tocou em ponto fundamental,o centro do terreno, tocando na ferida com exemplo de nosso adversario.

quer-me parecer que uma defesa mediana como temos será sempre melhor protegida com meio campo forte e ataque acutilante...quer-me parecer que com JJ temos sempre ataque acutilante e mais uma vez o meio campo acaba por estar dependente da boa forma de 2 jogadores, Matic e Enzo, caso por cá fiquem..

é demais do mesmo.

a confusão que me faz gastarmos mais e mais e mais dinheiro em soluções de ataque e não há maneira de chegar 1 gajo ou 2 que peguem de estaca para as laterais.

será, pergunto eu, que o JJ vai mudar o esquema e passar a jogar apenas com 1 avançado, daí ter apenas 2 e povoar mais o meio campo com as soluções que por lá agora abundam?

aalto disse...

Posições 6/8 e "10" nos plantéis dos principais CE´s:

BARÇA
-Xavi
-Iniesta
-Sergio
-Song
+
-Thiago
-Cesc

PSG
-Verrati
-Matuidi
-Chantôme
-Thiago Motta
+
-Pastore
-Lucas

JUVE
-Vidal
-Pirlo
-Marchisio
-Pogba
+
-Giovinco

BAYERN
-Javi Martinez
-Schweinsteiger
-Luiz Gustavo
-Tymoschuck
+
-Kroos

MAN UTD (único que joga 4-4-2)
-Carrick
-Cleverly
-Anderson
-Scholes
+
-Kagawa
-Giggas (jogou mais minutos no centro que na faixa)

por decoro não coloco FCP e SLB!


José Moreira disse...

Pedro

Referia-me essencialmente a qualidade técnica. O resto JJ poderia trabalhar, se quisesse.

aalto

Já tinha saudades. Tocas-te num dos nossos problemas essenciais. No entanto, nunca deixará de ser assim com Jorge Jesus. Tenho mais esperança que, com ele, encontremos um lateral esquerdo e/ou direito de nível internacional que alguma vez ele altere a sua forma de construir o meio campo da equipa. Mas o importante é reforçar os poderes do lunático que temos. O importante é deixar o clube refém de um ignorante. O importante é deixar que um treinador engula toda a estrutura do clube. Isso sim é bem feito e importante. Lunáticos e ignorantes são aqueles que acham que os jogos se começam a ganhar e/ou perder no meio campo e que, enquanto mantivermos este pensamento de jogo, não vamos vencer nada, a não ser que não precisemos dos confrontos directos para sermos campeões. Não temos, nem JJ deixa que tenhamos (pois André Gomes é o único no plantel com essas características) quem paute o jogo da equipa, quem pense e saiba gerir os ritmos de jogo da equipa, é tudo uma correria constante. O Benfica vive demasiado dos rasgos e velocidade individual de cada jogador criativo, não tem movimentações ofensivas colectivas, nem consegue dar tempo aos médios para gerirem o jogo...

José Moreira disse...

aalto

gostaria de promover o teu comentario das 10H44 a post... ainda que abordes o tema do meio campo de uma forma simplista, claramente com o objectivo de comentar um post e não de reflectir profundamente sobre o tema, acho que ali estao condensados alguns dos problemas sistematicos do actual Benfica... Obviamente não poderei faze-lo sem a devida autorização da tua parte, por isso, se concordares, colocarei o comentario em apreço, com o devido enquadramento, em foma de post aqui no blogue. Pode ser? abraço

Benfiquista deprimido disse...

Assim dá gozo de ler, apontam as deficiências e eventuais soluções. Infelizmente o iletrado mestre da táctica perde por não ter a humildade de ler blogs. Olhem o que ele aprenderia se passasse por aqui.
:)

aalto disse...

@ José
será um prazer ter umas linhas minhas publicadas por ti, sobretudo tendo em conta o "nosso histórico", começamos por discordar numa saudável polémica de FM, e (pelo menos eu) acabei a ler com prazer o que escreves...

continuação do (teu) bom trabalho, que a somar ao que o BCool faz noutras áreas (números) ou o Ricardo (história, património e responsabilidade benfiquista) fazem do Ontem, uma das minhas obrigações diárias.

Abraço

José Moreira disse...

Obrigado aalto... tem sido um prazer ler as tuas criticas e sugestões... e assim que me for possivel publicarei o teu comentario... se for "atacado" espero que te defendas.... ahah abraço