terça-feira, 9 de julho de 2013

As laterais



Parece próxima a resolução de um dos problemas do plantel, isto é, a confirmar-se a chegada de Sílvio para o plantel, finalmente teremos um lateral direito de nível, escusando-nos a mais adaptações ou a viver “amarrados” a um lateral direito que de defesa nem o nome tem e que é um dos pontos fracos do nosso plantel.

Há quem diga que Sílvio chegará para, de uma só vez, resolver os dois problemas que temos nas laterais. Se for mesmo essa a ideia, isto é, se a intenção passar por não se contratar nenhum lateral esquerdo digno desse nome, confiando a posição a Melgarejo e Sílvio, eu não posso concordar.

O jovem Paraguaio já deu provas suficientes que dificilmente será uma opção valida para os maiores embates com que o Benfica terá de se defrontar na próxima época, falo naturalmente dos encontros com equipas de nível semelhante e/ou superior ao Benfica. Melgarejo é forte a atacar, com boa capacidade de condução de bola, boa técnica e capacidade de romper pela ala – ou não fosse ele de origem um avançado/extremo – mas deixa muito a desejar no capítulo defensivo, com falhas no alinhamento com os restantes colegas de sector, dificuldades nas dobras e ajudas aos centrais e debilidades no um para um defensivo. Essas mesmas dificuldades são tanto mais evidentes por se enquadrar numa equipa com um pendor muito ofensivo e que, não raras vezes, deixa à sua sorte os elementos do sector mais recuado. Ou seja, Melgarejo será sempre um bom lateral para a maior parte dos jogos internos, onde as obrigações defensivas são muito poucas e onde até é benéfico para a equipa que tenha um lateral com tão boa capacidade ofensiva que ajude na profundidade e largura de jogo ofensivo, mas não chega para os confrontos com os rivais mais directos e para os jogos europeus de Liga dos Campeões.

Com Sílvio a lateral esquerda terá o equilíbrio e solidez que Melgarejo não consegue oferecer, mas perderá capacidade ofensiva, quanto mais não seja, por ser um jogador destro e que por isso tem dificuldades em dar a profundidade e largura – muito menos em velocidade – que Jorge Jesus tanto aprecia nos seus laterais (como foi visível nos primeiros tempos de SC Braga e Selecção), sendo que, quando colocado à direita, embora sem grande capacidade de romper linhas em posse, Sílvio dará sempre maior equilíbrio táctico e emocional que Maxi Pereira.

Sendo assim, com Sílvio e Melgarejo como soluções para a lateral esquerda, não teremos, novamente, um lateral completo que seja capaz de desempenhar as tarefas defensivas e ofensivas com a mesma qualidade. Não obstante, com Sílvio e Maxi para a lateral direita, teremos sempre um jogador equilibrado e capaz para os jogos de nível superior e um lateral muito ofensivo e guerreiro para os jogos mais “bloqueados” e de maior exigência física no vai e vem constante.

Por tudo isto considero que com a chegada de Sílvio ainda nos fica a faltar a contratação de um lateral esquerdo, sendo que o Português nessa posição deverá ser sempre encarado como uma solução de recurso e não habitual.

P.S.1 – Sílvio regressa à casa que o formou, embora nunca tenha jogado na equipa principal.

P.S.2 – A contratação de Sílvio agrada-me, mas deixa-me algo apreensivo essencialmente pela inconstância física que ele revelou nos últimos 2 anos, com sucessivas lesões que não lhe permitiram a afirmação no Atlético de Madrid.

P.S.3 – Com a chegada de Sílvio esgotam-se as poucas esperanças de se ver João Cancelo a aparecer na equipa principal do Benfica, sendo que nesse caso, parece-me de todo conveniente para o Benfica e para o jogador que este seja colocado por empréstimo num clube de primeira liga, onde possa ganhar a “rodagem” que a equipa B do Benfica não pode oferecer e que o seu talento já justifica. Talvez o Vitoria de Guimarães que perdeu Alex e que tem um treinador capaz no desenvolvimento dos jovens.

18 comentários:

NSC disse...

«Melgarejo é forte a atacar, com boa capacidade de condução de bola, boa técnica e capacidade de romper pela ala – ou não fosse ele de origem um avançado/extremo – mas deixa muito a desejar no capítulo defensivo, com falhas no alinhamento com os restantes colegas de sector, dificuldades nas dobras e ajudas aos centrais e debilidades no um para um defensivo.»

Todavia, os erros pelos quais é condenado foram todos técnicos e não tácticos. As dificuldades nas dobras ou no um para um e o mau alinhamento são raros. Mais: o Melgarejo é, actualmente, o melhor lateral do plantel.

aalto disse...

Sílvio é uma excelente contratação, porque é alternativa a...Luisinho e André Almeida (que por sua vez ainda é só uma alternativa)

Tem ainda a vantagem de ser português e formado no Benfica, pelo que preenche 2 lugares nas cotas a enviar à UEFA. Há muito que Sílvio devia estar no SLB, porque é de facto uma alternativa 2 em 1.

O problema é... que não resolve problema nenhum! O SLB precisa de dois laterias de topo (no futebol moderno todas as equipes precisam) e não tem nenhum. Maxi não entende o processo defensivo (e já é tarde para o fazer) e Melgarejo não entende a sua relação táctica com o espaço e homem mais póximo, até aparece bem no ataque (pudera!...) até faz umas recuperações que surpreendem (velocidade), mas teima em perceber mal o espaço entre ele e o central, e não percebe o jogo de compensações/basculações no sector defensivo (só tem linha).

Ou seja Danilo e Alex Sandro são excelentes primeiras linhas, e Fucile vai ser o Sílvio deles. No SLB Sílvio vai disputar um lugar com Maxi e Melga...pois nenum dos 3 é claramente melhor que o outro.

PS - há um DE que me está a baralhar o espiríto por não sair na Rússia - SCHENNIKOV. Bem sai que sacar um jogador do império dos czares é o fim do mundo (vide Ansaldí) e não sei o ordenado dele, mas se o SLB importasse esta pérola...creio que teria assegurado o melhor lateral esquerdo europeu em 3 anos...fica aqui a dica para seguir!

José Moreira disse...

aalto, finalmente de acordo :D optima analise ;)

Quanto ao Schennikov, concordo, mas o valor salarial deve ser incomportavel... alias, espanta-me o propalado interesse em Armero, pela mesma razão... mas também poderia ser uma boa solução...

aalto disse...

não consigo saber de maneira nenhuma a folha salarial dele, mas às vezes os jogadores russos vindos da formação (sem grandes transferências internas) tem números aceitáveis...
não sei se é o caso, para mais o Schennikov está farto de receber elogios do próprio Fabio Capello...

mas também é verdade é que já vamos a meio de Julho, e ainda não vi o nome dele associado a ninguém.

Em todo o caso, a ser verdade a capa d´a Bola, já tenho mais um ódio de estimação na Luz: Cortez!

Porra pá...este não!

aalto disse...

José
de acordo que o Armero e o seu salário, creio até que acabará na Serie A (emprestado)...mas não me custa nada crer que quer ele quer Gargano estejam de saída do Napoli, pois o Rafa Benitez é assim mesmo, a maioria das pessoas tem animais de estimação...o Rafa tem ódios, é bem homenzinho para estar a promover uma autêntica limpeza étnica no balneário da equipe napolitana...

José Moreira disse...

Desconheço de todo esse tal Cortez... Assim de repente, acho que nunca ouvi falar dele... o que podes dizer sobre ele?

Sim, mas ha que ter em atenção que o Schennikov é internacional A e o CSKA não é propriamente uma equipa "pobre"... mas... Depois ha ainda que ter em conta o "feitio" dos jogadores Russos... mas os Servios também não têm um historial muito famoso e no entanto já temos 7...

Sim o Rafa é um pouco "estranho"... :p

moleculasdeamor disse...

A defesa está fechada!

aalto disse...

João
vi o Cortez em dois jogos pelo Botafogo (não vi nenhum jogo dele pelo São Paulo), no seguimento de um texto que li do Freitas Lobo, e depois de ele ter sido eleito melhor DE do Brasileirão.

A minha impressão é a pior...o típico jogador que faz tudo bem nos lances básicos que não contam para o totobola, e que falha sempre que devia fazer a diferença.

Não vi nada dele no S.Paulo...por que não há nada para ver recente, ele virou-se de candeias avessas com o Ney Franco (treinador) e ele encostou-o.

Mas repito, fiquei com a impressão que é o típico jogador que não entende os "princípios do jogo", e quando isso se nota no Brasil...na Europa é uma tragédia. Claro que é fisicamente forte, e marca com alguma dureza...mas só vi isso.

Hoje à noite vou tentar sacar o jogo do Brasil contra a Argentina no superclássico das américas, e vê-lo com os olhos dirigidos à criatura...pode ser que volte uma centelha de esperança ao meu coração.

Abraço

Henrique disse...

O Melgarejo é extremamente competente a nível defensivo. Era bom que se apontassem os jogos onde o rapaz falhou assim tanto.

José Moreira disse...

eh pah, não sou João :p

Ja agora, onde sacas jogos já passados? o que utilizava já "fechou"...

aalto disse...

@ José
ups desculpa lá João...
para visionar os jogos depende do país/continente, mas no caso do superclássico não tens que ir muito longe: www.youtube.com/watch?v=5WhGIG-TOWo

@ Henrique
para fazer a demonstração cabal do que digo, era preciso muito tempo e ser um escriba aqui do blog, pois tinha que colocar imagens frame a frame; mas assim de cabeça: vê o jogo de ida na Turquia, que tem um lance exemplar, que deu golo.

NSC disse...

@aalto
O lance da Turquia é um erro técnico e não táctico. E é, de facto, exemplar: o Melgarejo não comete muitos erros tácticos, comete alguns técnicos.

Sublinho o que o Henrique disse: o Melgarejo é muito competente a defender e não cometeu erros de monta do ponto de vista táctico.

José Moreira disse...

pois, mas outros... tipo do slb?

aalto disse...

ontem lá tive tempo para ver o famoso jogo do Cortez, saiu ovacionado do campo, porque esteve nos dois golos do Brasil...pois bem numa observação dirigida, a sua actuação foi miserável!!!
Confirmei o que já pensava dele, é um jogador sem cabeça, só coloca intensidade nos lances atacantes, com uma péssima recepção orientada (e outras lacunas técnicas)...enfim, mais um para engrossar a longa dinastia de DE´s miseráveis que tem vestido aquela camisola...arrisco um prognóstico: vai ficar a meio caminho entre o shaffer e emerson!

Porra pá! burros de merda (e amigos da negociata) se era para trazer um sul americano, de resultado imprevisível na Europa, então 1000 vezes o Miño do Boca Juniors, com a vantagem que podiam despachar para lá 3 ou 4 excedentários na troca.

@José

creio que te estás a referir a ver jogos históricos é isso? não me dedico a esse hobby, gosto de observar jogadores com propósito de scouting, e gosto especialmente de ver futebol sul-americano. Como a minha vida não é isto, faço-o nas noites de insónia a ver satélite (jogos em directo ou da semana), quando estou mesmo ressacado para ver um brazuca de que me falam, vou aqui: http://jogoscompletos.sports21.com.br/ e pago!

José Moreira disse...

Não aalto, não falo de jogos historicos, falo de jogos actuais mas que não consegui ver ou pretendo rever... até há bem pouco tempo utilizava um site portugues de onde sacava a maioria dos jogos internos e até alguns externos, mas esse site "fechou"... pense que farias o mesmo em relção aos jogos que tentas ver... eu adoro futebol, e adoro ver futebol, ainda que sem o proposito de scouting que tens, por, para infelicidade minha, não ter qualquer ligação ao mundo da bola... sou apenas um apaixonado amador, mas que gosta de ver mais do que o slb ;)

José Moreira disse...

Não concordo com que ache que o Melgarejo não cometa erros taticos, alias, diria que os erros taticos são muito maiores e variados que os tecnicos, diria mesmo que os erros tecnicos que têm não podem ser desligados dos seus erros taticos, ou seja, acontecem uns por causa dos outros e não de forma isolada.

Ja agora, dizer que o Melgarejo seria o melhor lateral do plantel passado, não pode constituir propriamente um elogio...

aalto disse...

José
agora sim, um comentário onde estamos de acordo!
O erro que toda a gente recorda do Melga o ano passado foi o do jogo com o Braga, porém eu não o referi na minha resposta ao comentário, pois trata-se de um erro técnico, de um jogador que até é tecnicamente forte. A técnica são o passe, a recepção, o remate...e tecnicamente Melga é um jogador forte (claro que não é top mundial, mas caramba...)

A razão porque referi o jogo do Fenerbahce, é precisamente porque se dá numa fase mais adiantada da época, em que o jogador já tem rotina do lugar, e que evidencia todas as lacunas tácticas do jogador: no primeiro momento (posicionamento defensivo) Melga não sabe onde está o homem, e no segundo momento (acção defensiva) não sabe onde está a bola. E isto sim é não entender a posição.

Na época de afirmação de Fábio Coentrão como DE, dá-se um paralelo interessante (o adversário era o mesmo, mas o jogo foi fora); em Braga o Fábio tem um jogo horrivel, com duas falhas tremendas, que poderiam ser legenda do que disse, mas o que se passou, foi com o avançar da época foi entendendo cada vez melhor a posição, e tornou-se no que é...

Ora com o Melga não se viu nada disso, tacticamente em Maio era pouco melhor que em Setembro, e tenho as maiores dúvidas que venha a ser diferente.

Mas a minha angústia agora chama-se...Cortez! Oxalá me engane...queria mesmo muito enganar-me!

José Moreira disse...

aalto já me convences-te a ver esse tal jogo dos superclassicos das Americas...

quanto ao Melgarejo, completamente de acordo, os erros taticos que apresenta, não são proprios de um quadro evolutivo favoralvel, nem me parece vá acontecer... mais uma época sem laterais esquerdos... isto numa época em que o principal rival se prepara para ter um dos melhores planteis dos últimos anos, ainda que lhes falte uma alternativa ao Alex Sandro...