segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Nasci para morrer contigo

Quando eu deixar de acreditar na vitória do Benfica, seja contra que adversário for, atirem-me para a frente de um comboio ou, se não quiserem sangue mas o mesmo efeito, façam-me sócio do Sporting. 

O racional pode dizer muitas coisas - como nos explicou, bem, o JC ali mais em baixo -, mas há um lado em mim (imagino que em todos nós) que não deixa nenhum espaço para a coisa pensada e reflectida. E ainda bem. Foi por esse tubo fino de bestialidade ancestral que, submergido nos anos 90, respirei quando em campo entrava o cabelo do Paulo Madeira ou essa avestruz escandinava de nome Martin Pringle. 

Hoje tudo é substancialmente diferente. Mesmo a necessária fé irracional que pode aparecer nos momentos em que vemos uma equipa sem aquela luzinha mágica dos campeões tem um espaço próprio e muito mais cómodo: hoje, a 4 dias do dia mais importante das nossas vidas, respiro por uma mangueira larga de regadio. Consigo até produzir sons tubulares: Wiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitsel, Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaimar, Nooooooooooooooolito, Cardoooooooooooozo, Rodriiiiiiiiiiiiiiiiigo, Artuuuuuuuuuuuuuuuuur, Luuuuuuuuuuuuuisão, Gaaaaaaaaaaaaaaray e todos eles soltam para o mundo mas também para dentro de mim aquela crença que me faz saber - já não só acreditar, saber - que na próxima Sexta-Feira, com o apoio de gente grande (falo de cantar e gritar e levantar o cu do asfalto em vez da pose de quem está a assistir a um velório), iremos sair do Estádio da Luz com 4 pontos de vantagem. E que nunca mais sairemos da liderança. 

Neste momento, após demorado luto e introspecção, esqueci os pontos que podíamos ter se tivéssemos sido mais competentes. Já não me recordo de onde viemos, o que podia ter sido ou o que acabou por acontecer. Já só penso em Sexta-Feira e na vontade que tenho que o Benfica comece a jogar o seu destino. Sem medos nem hesitações. Contra o temor idiossincrático dos últimos 20 anos, tenho fé num Benfica que, além de acreditar em si, tem vontade de subjugar o Porto, de o humilhar, de o deixar no chão. Não por ódio nem por outro qualquer sentimento demasiadamente fútil - deixemos esses sentires para os outros -, mas por querer o seu lugar natural na cadeia das grandezas. 

O Benfica precisa - e é urgente, é para ontem - de demonstrar que a cultura de vitória chegou para, definitivamente, ficar. Não como um rasgo que logo desaparece no ano seguinte; não como um momento esporádico na época que se esvai quando se perdem pontos em jogos consecutivos; mas sim como um clube que aceita a sua dimensão, a respeita e faz dela o veículo para o sucesso desportivo recorrente e consecutivo.

Chega de medos, de temores, de hesitações. Somos melhores em tudo: adeptos, jogadores e treinador. Jogamos em casa, a família estará toda unida. Não há desculpas nem meias palavras. Nem sequer árbitros que possam mudar o nosso destino se entrarmos em campo com o coração à Benfica. Somos tantos, somos muitos, somos melhores, somos gloriosos, somos o Sport Lisboa e Benfica. 

A distância do título não está a 7 ou 8 jogos, está a 1 - este. Se vencermos, ficaremos com 4 pontos de vantagem. Com o calendário mais apertado para o Porto, restar-nos-á (não sem dificuldades) cumprir as nossas obrigações mais básicas para que sejamos campeões. Não há volta a dar, companheiros: um jogo que vale 4 pontos não pode ter outro desfecho que não a vitória. Conhecendo a mentalidade de uns e de outros, um empate favorecerá os lá de cima. Não pode ser, não tem de ser e não será. Basta que para isso os jogadores saibam o que é o Benfica. Expliquem-lhes, façam vídeos, montagens, apresentações bonitas em powerpoint, saiam à rua, levem os jogadores à conversa com sócios e adeptos, entendam o que é o sentir e pulsar deste clube, compreendam o que nos move e descubram quem queremos derrotar de todas as formas possíveis. 

O Porto é o anti-desporto. Representa a podridão do futebol. A maldade, a tirania, a corrupção, a mentira, a falcatrua, a falsidade, a pobreza de espírito. Ganhem pela vontade de vencer, ganhem pela génese da liberdade que sempre respirou no Benfica, ganhem pela verdade, pela bondade, pela amizade e ganhem pelas outras ades todas que andam por aí e são muitas. Ganhem por vós, que merecem este título. Ganhem pelo Jesus, que merece este título. Ganhem por nós, que merecemos e queremos poder ir à festa com a nossa grande família de milhões e milhões de almas num caos vermelho e branco. Ganhem pelos que estão no 4ª anel a ver os jogos numa nuvem-plasma com ligação directa aos nosso corações.

30 comentários:

Rui disse...

Meu caro Ricardo, concordo em absoluto contigo, particularmente quando dizes "Chega de medos, de temores, de hesitações. Somos melhores em tudo: adeptos, jogadores e treinador. Jogamos em casa, a família estará toda unida. Não há desculpas nem meias palavras. Nem sequer árbitros que possam mudar o nosso destino se entrarmos em campo com o coração à Benfica. Somos tantos, somos muitos, somos melhores, somos gloriosos, somos o Sport Lisboa e Benfica."

A questão que me preocupa, é se não serão demasiado evidentes os tremores nas pernas quando se aproximam as decisões contra os corruptos, e não falo destes 5 pontos perdidos, mas também por exemplo do episódio da Taça de Portugal o ano passado. Por outro lado e se é verdade que quando o Benfica joga bem ninguém o pára, nem mesmo as arbitragens, a verdade é que mesmo quando jogamos menos bem temos sido parados pelas ditas, basta ver 2 penalties, ou pelo menos 1 descarado que houve em Coimbra,e que foi transformado num amarelo para o Aimar.

No fim disto tudo, uma palavra: ACREDITO !

Anónimo disse...

"Ganhem pelos que estão no 4ª anel a ver os jogos numa nuvem-plasma com ligação directa aos nosso corações".

Lindo. Os meus Parabéns.

Se o Benfica mostrar VONTADE de ganhar, não tenho dúvidas que ganhará. E eu lá estarei para contribuir para esse peditório.

Ricardo Gomes

David Duarte disse...

Os proximos dois jogos decidem o que vai ser a nossa época. Duas vitorias e esta época pode ser memoravel!

Não entendi o discurso do Jesus ao dizer que este jogo não é decisivo. Se falava sobre a luta do campeonato, ok. Mas a verdade é que estes dois jogos são decisivos para o Benfica, para o Benfica deste ano. E hà que assumir isto sem medos e por todas as razões que apresentaste Ricardo.

BENFIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICA!!!!

Hugo disse...

Assim é que é falar...

Nunca mais é Sexta crl...

Eu normalmente até costumo estar mais desconfiado aquando dos jogos com os corruptos...

Mas, não sei porquê, estou com muita fezada para este jogo, mesmo que façam todas as makumbas, pinos e cambalhotas possíveis...

Acho mesmo que vamos ganhar!!!

Carrega Benfica!!!

Constantino disse...

Ricardo,

Acreditar na vitoria na proxima 6ª não é tão irracional como acreditar que se pode ser campeao com Hassan, marcelo e paredão. Portanto, sentir que 6ª vamos dormir com o 2º classificado a precisar de nos ganhar 4 pontos para nos ultrapassar é algo que responde apenas à razão e não à emoção. Ser Benfiquista também é um bocadinho isto: auto flagelarmo-nos durante 2 dias da semana após os maus resultados e encher o peito nos restantes 5 à espera de varrer o proximo adversario.

Abraço

Anónimo disse...

É exactamente isso que penso. Fiquei furioso com a exibição de Guimarães e o resultado de Coimbra mas isso já passou. Agora é humilhar o Porto e arrancar para o título. Chega de medos, chega de hesitações, chega de tibiezas. Sejamos homens. Mostremos em campo e nas bancadas como somos muito melhores do que eles. Merecemos uma vitória estrondosa na sexta. Sinceramente acredito numa goleada. Vamos Benfica.

mWo disse...

Ricardo! Só por este texto devias entrar na equipa titular da próxima Sexta (no lugar do Emerson claro LOL)! Porquê? Porque com este espírito, até nós no Cosme Damião, juntávamos 11 membros e ganhávamos o jogo!

Abraço

André Manita

Anónimo disse...

Obrigado pelas palavras.quase chorei.Tudo dito.

Viva o Benfica.

P.S. Cambada de BRONCOS que nâo têm consigo uma alma GLORIOSA.

Anónimo disse...

na sexta precisamos de jogar sem medos , porque vamos ganhar caralho , temos individualidades que chequem , temos mais colectivo , temos melhor treinador jogamos em casa temos a hipotese de passar pra frente isolados , so temos a ganhar caralho , vamos la fodase , sexta se dermos tudo em campo e nas bancadas a estrelinha da sorte que nos faltou ultimamente vai aparecer novamente , so temos de fazer por a mercer , vamos a procura da sorte com a nossa força e saber , vamo9s a procura da sorte sem ter medo de ser felizes , chutem a baliza sempre que estiverem em boas condiçoes , com convicçao caralho , VAMOS GANHAR

mrmg disse...

Ricardo, I AGREEEEEEEEEEE.

O roubo em Coimbra e naquela cidade lá de cima, é bem visível no link que te deixo. Aprender com o rentabilizar 5 minutos:

http://aminhachama.blogspot.com/2012/02/o-roubo-este-fim-de-semana.html

Continuação

Pedro disse...

Este texto fará com que ganhes uns pontos junto dos yes-men ☺

JC disse...

É assim mesmo, pá! Se formos para cima daqueles cabrões sem medos não há apitador que lhes valha.

Todas as equipas têm direito a um jogo manifestamente infeliz por época, aquele jogo em que "a-puta-da-bola-não-entrava-nem-que-estivéssemos-ali-a-noite-inteira". O nosso, foi sábado.

Não encontro grande explicação para isto, mas a verdade é que estou mais confiante para o jogo de sexta do que estava para Guimarães e Coimbra.

Mike Portugal disse...

"...um empate favorecerá os lá de cima..."

Não concordo Ricardo. O jogo da 1ª volta acabou 2-2, sendo que o teu clube marcou fora de casa, logo se este acabar 0-0 ou 1-1 a vantagem continua a ser vossa.

"...ganhem pela verdade, pela bondade, pela amizade..."

Andaste a ter visitas de alguem ligado à IURD? lol

John Wakefield disse...

Gostei... Vamos unir-nos em torno da equipa. É bom que os jogadores sintam que a massa associativa continua fiel e ainda acredita neles, e isso, pode dar uma força psicológica à equipa, já que o treinador Jorge Jesus é muito limitado nesta vertente. Acredito que se vencermos, teremos boas hipóteses de ser campeões mas para isso, tem tudo que correr bem e é preciso que o 12º jogador esteja pronto para dar ao Benfica aquilo que todos queremos - o campeonato!

Nuno Pinho disse...

Que flechada no coração benfiquista! A sério, é isto! Obrigado!



-> corrige por favor apenas um aspecto: Em Porto substitui por FC Porto. Como morador no Porto envergonha-me que exista esta confusão por todos os valores que esse clube carrega... O Benfica é um clube nacional.

Ricardo disse...

Tenho a mesma preocupação mas também a mesma crença, Rui.

É isso, Ricardo. VONTADE.

Duarte, duas vitórias são fundamentais. E podem ser a alavanca mental para o resto dos jogos.

Há fezada, Hugo. Há muita fezada.

Constantino, nem mais. Depois do luto, a crença. No fundo, é meter os pratos na balança: estamos fodidos com a forma como perdemos 5 pontos em duas jornadas mas agora o quê? Temos de ir e fazer pela vida. Não há outra forma. O que foi mal feito já vem de trás e está há muito identificado. Ao menos que se mude o que virá. Abraço.

Anónimo (16:10), uma goleada seria muito importante: não só ganharíamos os pontos como, em termos motivacionais, nós crescíamos e eles afundavam. Mas 1-0 chega.

mWo, estou pronto. Manda-me lá para dento. Abraço.

Viva o Benfica, anónimo (16:23).

Anónimo (16:33), chutem à baliza quando for para isso. Não quero remates da nossa pequena-área. VAMOS GANHAR.

MRMG, o roubo é o normal. É estranho que o Porto saia beneficiado e os rivais prejudicados durante uma época? Não. Agora não penso mais nisso. Quero ganhar. Continuação.

Pedro, os gajos que odeiam este blogue continuarão a odiá-lo. E ainda bem.

JC, muito mais. Tenho mais fé para este que para os outros. Confiança, mesmo. Enfim, a clubite é uma coisa muito complicada.

Mike, falo em termos mentais.

Sobre os valores da verdade, bondade e amizade, são coisas de adeptos benfiquistas. Um dia explico-te.

Wakefield, gostei. É isso.

Ricardo disse...

Nuno, quando escrevo "Porto" para falar no "FC Porto" acho que é compreensível a todos. Não há misturas com a cidade em termos de entendimento. É como eu escrever "Benfica" e as pessoas reconhecerem que falo no clube e não no bairro.

E claro que não confundo a cidade com o clube. Bela cidade de gente garbosa e honrada - muita dela benfiquista.

Abraço.

Ginha disse...

Não concordo com o Pedro do Magico!

Concordo, e como não yes-man, que é um texto brutal, com 2 ou 3 frases que bem podiam ser lidas aos jogadores...

P.S - gostei do que disse um dos comentadores!!! Dá pra entrares no lugar do Emerson! É que o homem, mesmo com o jogo parado, tem um ar de assustado que até a mim me assusta! Nem o homem acredita que joga no Benfica!

Luis Garcia disse...

No ano do titulo, os árbitros também vinham todos cheios de genica para cumprirem a sua missão secreta, só que o futebol do Benfica era tão avassalador que não lhes restava nada mais do que meterem a viola no saco, e irem se justificar perante os padrinhos pela missão fracassada. E é, na minha opinião, o que o Benfica terá que fazer na sexta feira: Jogar de maneira que se dissipem qualquer duvida sobre quem deverá ser o próximo campeão nacional. Tudo de bom que o Benfica tem feito nesta época não pode ser pulverizado em três semanas! Os jogadores de certeza, que também querem ganhar, o treinador, também acho que sim... Com o estádio cheio, e todos a remar para o mesmo lado, não tenho dúvidas que o senhor do apito terá novamente de meter a viola no saco e sairá cabisbaixo para levar nas orelhas da padrinhagem por mais uma missão fracassada...

Saudações Benfiquistas

Luis Garcia

Bcool973 disse...

Apoio e Confiança

Temos todas as razões para apoiar e ter confiança.
Artur - Melhor guarda-redes dos últimos anos, não fora algum azar e teríamos claramente menos golos sofridos do que com robertos e quims
Maxi - O super-Maxi continua a locomotiva do costume, é certo que pelo lado dele têm nascido alguns golos, mas isso têm-se devido mais à falta de coordenação nas compensações do que a responsabiliades próprias
Luisão - O nosso capitao é como o vinho do porto, vai melhorando com a idade, obviamente que se não protegerem o espaço à sua frente, ou senão compensarem, quando ele compensa, não conseguirá evitar os golos
Garay - é um dos melhores centrais que passou no Benfica nos últimos tempos e à semelhança de Luisão, não é por ele que a equipa sofre golos
Emerson - Defesa certinho, não se aventura tanto no ataque como o seu antecessor, ou seja, o Benfica deixou de subr simultaneamente pelos dois flancos o que deveria dar mais consistência à defesa
Javi - A fazer a melhor época, o murciano é impecável na transição defensiva e oferece sempre uma linha de passe adicional aos centrais na saída da bola
Matic - mais tecnicista que Javi, tem crescido com os jogos, porém a compensação por vezes está a prejudicá-lo
Gaitán - Um fenómeno de técnica, é o líder de assistências na Champions à frente de qualquer jogador do Barcelona, o que só por si diz tudo sobre a qualidade do argentino. A compensação normalmente também lhe tem sido madrasta.
Bruno César - O chuta-chuta é essencial para a saúde de qualquer adepto, pois quando algum medio ou avançado do Benfica se aproxima da área ouve-se logo, chuta, chuta e ele chuta logo, qual profeta nos idos anos de 90, o que evita ataques de ansiedade da massa adepta. Além disso é fundamental, pois para menos de 4, não se justifica fazer uma feijoada e essa é essencial para a colónia brasileira do Benfica.
Nolito - o tiki-taka vindo de Barcelona veio acrescentar alternativas ofensivas e trazer uma garra sem paralelo, não dando uma bola por perdida
Aimar - O mago é como o Luisão, cada vez melhor com a idade, espalhando o seu perfume nos campos nacionais
Cardozo - O homem do golos, o melhor marcador estrangeiro do Benfica e o avançado mais concretizador dos últimos 20/25 anos
Rodrigo - claro que este prodígio não come muita feijoada, tal a velocidade com que galga metros deixando adversários para trás e fuzila as redes adversárias. A cláusula de 30 milhões vai ser curta para o manter cá
Nelson - não tão avançado como Rodrigo, é também um diamante em bruto e que se tornará mais letal com mais experiência que lhe advenha dos jogos disputados
Saviola - jogador muito inteligente e o parceiro ideal do amigo Aimar
Djaló - o golpe de asa do treinador, pois trata-se de um jogador rápido de remate fácil e que adaptado à equipa pode-lhe conferir uma profundidade que os outros alas não garantem
Jesus - O mestre da táctica, o catedrático do futebol
António Carraça - a cola que liga a equipa à estrutura
Rui Costa - A cara do clube
Luis Filipe Vieira - O salvador da pátria

Com tanta qualidade como podemos deixar de estar confiantes ? Como podemos deixar de apoiar a equipa neste momento decisivo.

Na sexta-feira vamos qual São Jorge dar uma estocada no coração do mal que assola o futebol português.

Stranger disse...

A luta que o Benfica trava contra o FCPorto é a luta da verdade contra a mentira, da Luz contra as trevas, da coragem contra o conluio e a ignominia, vamos vencer contra as traições e o gozo imbecil da barbarie, sempre com aquela ideia fixa de nos aniquilar moralmente.Não podemos permitir que este campeonato nos fuja, trava-se a luta pela sobrevivência da verdade desportiva.Cada vitória do Benfica é uma chaga aberta na face escura e demoniaca do futebol portugues, só nós temos a força para erradicar a corrupção , o nepotismo e o compadrio personificados num sistema cujo unico propósito é beneficiar o FCPorto e seus protegidos, e provocar o lento desmoronar do Benfiquismo.Nunca nos vencerão, porque a nossa Força é a força da Razão e da Verdade.EU ACREDITO EM TI BENFICA, a hora é agora!!!

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Fodasse é isso tudo e mais um par de botas.. eu sabia que não aguentava...

É claro que acredito... é claro que a bola está do nosso lado caralho...

Só peço uma coisa entrem em campo olhos nos olhos com a determinação daquele que se está a foder se perder mas que é capaz de "morrer" para ganhar! Chamo a isso altivez sublime sobre a realidade total!

Pedro disse...

Boa noite Ricardo,

Muito bem!
Compete a nós adeptos fazer a equipa acreditar, posso garantir-te que no que depender de mim será uma noite inesquecível...

Abraço
Pedro

PS: O amigos o mote desta semana é "Sexta vejo-te no Estádio da Luz"

Mentiroso disse...

e nunca mais é sexta-feira

Bcool973 disse...

consegui fugir ao meu gémeo que vê as coisas com uns óculos vermelhos que só visto ... é lá já vem aí ele outra vez, boa sorte para todos nós na sexta e viva o glorioso Sport Lisboa e Benfica que faz hoje 108 anos

Ulrich Haberland disse...

"Neste momento, após demorado luto e introspecção, esqueci os pontos que podíamos ter se tivéssemos sido mais competentes. Já não me recordo de onde viemos, o que podia ter sido ou o que acabou por acontecer. Já só penso em Sexta-Feira e na vontade que tenho que o Benfica comece a jogar o seu destino. Sem medos nem hesitações."

Isto.


"Somos leais mas o jogo é pra ganhar
dentro do campo a sofrer
as camisolas vermelhas a suar
Benfica vencer, vencer"


Sexta-feira vemo-nos na Luz!

Anónimo disse...

Sou um habitué deste blog (no que à leitura diz respeito) e para não variar adorei aquilo que aqui foi escrito. Sexta feira serei adepto de 4º anel, mas na terça com o Zenit farei a minha peregrinação anual ( infelizmente o meu horário laboral não me permite ir à Luz tantas vezes quantas gostaria) ao mítico Estádio da Luz. Acredito que vamos vencer estas 2 batalhas. Berrem até que a voz vos doa na 6ª feira! Saudações gloriosas.
Miguel Bola
Sócio Nº179 353.

Diego Armés disse...

Ó, perante um texto destes, só posso ficar grato e feliz.

Luis Rosario disse...

Dass que ando atrasado nas leituras.

Este está brilhante.

Abraço

Dylan disse...

Não esquecer que a vitória valerá 4pontos!