sábado, 4 de fevereiro de 2012

A Olivedesportos é nossa amiga!

/(retirado do blogue NovoGeração Benfica)





Não tenho grandes palavras a tecer em relação a este texto de Luís Fialho, pessoa que, desde que o leio, mantém uma postura próxima das ideologias de Vieira mas que sempre soube deixar espaço para a crítica inteligente e reflexão sem bandas gástrico-encefálicas. Nesse sentido, este texto é a maior vergonha que lhe podia ler. O tom, o discurso, a falsa ingenuidade (parece que Oliveira não é do "sistema", é apenas um investidor, um empresário, nada mais do que isso), a pedagogia de pacotilha, a hipocrisia, o exagero (Vieira, diz, é um negociador de excelência), a bajulação, o lambe-botismo a certa altura atingem um nível tal que parece que estamos a ver o próprio Presidente segurar os fios da marioneta Fialho enquanto este, sem vida, vai escrevendo ao ritmo dos movimentos que o outro vai comandando. Confesso o meu desalento: não estou habituado a ver alentejanos com espinha tão maleável. Sinais dos tempos de crise, certamente.

Está lançado o isco para os adeptos. É só uma questão de tempo e de ir convencendo os mais cépticos. Nem que para isso tenhamos de ver em Joaquim do roupão um verdadeiro amigo. É tão bom uma amizade assim. Ai, faz tão bem saber com quem contar. Eu quero ir ver quem me quer assim. É bom para mim e é bom para quem tão bem me quer.





20 comentários:

Bcool973 disse...

com a debacle da ongoing é inevitável esta solução. Além do mais, com uma SAD sem cheta, não pode investir na BTV. Só espero é que o novo contrato com o wardrobe jaquim não ultrapasse as 3 épocas e se lhe acabe com o direito de preferência.

Anónimo disse...

estes filhas da puta falam, mas depois tambem nao tem soluçoes, tu como presidente do benfica pos vale e azevedo tinhas arruinado o clube em 2 dias palhaço da merda filho da puta

Ricardo disse...

Mesmo que fosse inevitável - e não é; há outras soluções -, a forma como o Benfica gere este assunto está longe de ter o respeito que os adeptos e sócios merecem. Uma das bandeiras desta direcção, que já dura há uns 12 anos, foi sempre a conversa de que o Benfica está como está porque o Vale e Azevedo (que serve há 12 anos como bode expiatório de tudo) entregou de mão beijada os direitos televisivos aos malandros da Olivedesportos. Vezes sem conta ouvimos e lemos Vieira contar-nos a história de que, quando acabar o contrato, aí sim, seremos autónomos e receberemos tudo aquilo a que temos direito. Não venham agora mudar a história e o que foi dito. Se querem assinar com a Olivedesportos, devem, primeiro, chamar os sócios a uma sessão de esclarecimento e depois explicar muito explicadinho por que razão estão a ir contra tudo o que disseram antes. A crise não explica tudo. Muito menos explica a venda de princípios morais que não devem nunca ser postos em causa. Não vale de nada acenar com a bandeirinha da luta pela verdade desportiva e depois passar o tempo em negocaiatas com o Salvador, em apoios ao Fernando Gomes e em renegociações com os Oliveirinhas da Serra. E muito menos venham com estes abortos de crónicas em que nos tentam dizer que Joaquim Oliveira afinal até é um gajo porreiro, que só quer é o negócio pelo negócio, nada tem que ver com o sistema. Mas anda tudo parvo ou quê? Os benfiquistas são assim tão burros que não vêem o que se está a passar?

Repito: não é inevitável e, mesmo que fosse, devia ser tratado com outra dignidade. Assim... não.

Ricardo disse...

Hoje não há censura. Hoje somos a favor da livre expressão dos anónimos que trazem argumentos. Já temos um. Venham mais.

Rui disse...

Eu tenho concordado genericamente com o Bcool nos vários blogs onde o tenho visto opinar sobre este assunto e, mais uma vez, estou genericamente de acordo.

Isto não evita a minha total repulsa em relação ao texto. O elogio fácil, bacoco, extremado, num jornal onde manda o chefe, ao serviço do chefe, é do mais repugnante que pode haver. Quem se presta a essas figuras, não merece o meu respeito.

Hattori Hanzo disse...

Concordo com o BCool. Por muito que nos custe deverá ser a única solução. O que não invalida que o Joaquim Oliveira se torne num Gaspar qualquer com o qual nós nos tenhamos de dar bem. Quanto ao texto em si não falo a não ser dar-me um pouco de asco. E textos destes vão começar a aparecer cada vez mais não só por causa deste caso em particular mas também porque estamo-nos a aproximar das eleições e não vá o diabo tecê-las...

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Carissimo Ricardo;
Prepara-te , tu e eu para levarmos nas trombas com um negócio na ordem dos 25 a 30 milhões de euros (se não for menos) quando nós - Benfica - valemos mais do que toda a liga junta... e certamente que por esses valores conseguiriamos com muto trabalho (claro) através da Benfica TV obter os mesmos resultados... ou não muito menos, o que levaria à queda do império de Oliveira e companhia... que tem sido o origem de todo o "mal"...

Anarquista sempre!

MF disse...

Na realidade é essencial a manutenção dos milhões que advêm dos direitos televisivos.

Na teoria, valemos muito mais do que nos querem pagar, mas na prática para o nosso mercado interno quantos são os interessados e com capital para fazer face à maquia que o Benfica exige?

Eu vejo algumas hipóteses:

1) Manutenção de um contrato vantajoso com a AzeiteDesportos, com todos os pormenores analisados, explicados e discutidos.

2) Negociar abaixo dos valores que se falam, com outros canais interessados, com prejuízo para o clube.

3) Investirmos numa estrutura que possa negociar, difundir e exportar os conteúdos do Glorioso para todo o Mundo, com parceiros de negócio, como se falou anteriormente.

Ficar sem essa entrada de dinheiro seria pior do que a manutenção do Oliveiredo.

Eu cá sou a favor de se discutirem alternativas a estes senhores, mas receio que os sócios do Benfica não sejam chamados a decidir nada.

Saudações do Expresso,
http://oexpressodavitoria.blogspot.com

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Só mais uma achega... um negócio com a Olivedesportos só por valores "irrecusáveis"... parece-me... que valores são esses? 40 milhões ano!

Bcool973 disse...

Ricardo,
Devemos ser realistas.
1-Esse gajo que escreveu o texto é um verme, não me suscita outro vocábulo, no entanto tem o direito á opinião dele
2-Se há alternativas para uma solução a curto prazo, 2013/4 está já ao virar da esquina, tenho dúvidas, mas aceito que as mostrem
3-Acho que aos sócios devia ser explicado o porquê da inversão de posições, mas atenção numa Assembleia Geral difundida em todas as casas do Benfica, com possibilidade de votação, para que sócios como eu não fiquemos de fora
4-A questão é de princípio se devemos ou não negociar com o wardrobe jaquim ou não e quais são as consequências práticas de não o fazermos
5-O mercado publicitário está de rastos, as televisões também, uma solução sustentável não pode passar apenas pelo mercado interno
6-Uma solução que passe pelo mercado externo implica negociação, algo que leva tempo, e lembra-te que só vendendo 15 jogos o produto torna-se pouco atractivo pelo que terias que comprar os outros 15 ao wardrobe jaquim
7-A SAD está quase sem capitais próprios, a 30/9 tinha 15M€ (o Capital social é de 115 M€) porque foi contabilizada a venda do Coentrão, espero pelas contas semestrais, mas devemos estar mais próximos de 30/6 onde nem 0,2M€ de capitais próprios tínhamos.
8-A nossa capacidade de endividamento está no limite, além disso estão quase a vencerem-se alguns empréstimos que irão obrigar ao lançamento de um novo empréstimo obrigacionista
9-O wardrobe jaquim tem dieito de preferência até 2015/16

Em conclusão acho que a haver um valor aceitável seria preferível assinar até 2015/16, não lhe conceder mais direitos de preferência e prepara um projecto de internacionalização das transmissões do clube.

Tenho que referir novamente o nojo que me provocou a leitura desse elogio estercoso ao grande líder e ao seu amigo wardrobe jaquim

Ricardo disse...

Rui e Hattori, que o texto causa asco e repulsa, penso que é consensual. O que gostaria de saber de ambos é isto: assinarmos com a Olivedesportos é inevitável porquê?

eupenso, concordo. Tudo o que seja abaixo dos 40 milhões é inaceitável - tendo em conta os valores que Sporting e Porto recebem. Mais: a assinarmos com a Olivedesportos, estamos a propagar a corrupção, logo só por um valor astronómico podemos fazer face à muito provável manutenção por anos a fio do sistema corrupto que manda no futebol português. Mas dá-se um problema: o Porto tem de receber 80 por cento do que recebemos. Ou seja, com a Olivedesportos estamos sempre tramados: se não recebemos muito, torna-se ridículo e ficamos em desvantagem; se recebemos o que merecemos, o Porto tecebe um valor astronómico para o que a marca vale. Nunca é um bom negócio. O Benfica tem de arranjar uma solução externa. Pelo dinheiro e, muito também, pelos princípios que defendemos (e esta Direcção defendeu ao longo de todos estes 12 anos). Caso contrário, mais vale então procurarmos sermos mais corruptos que os corruptos. Se estamos a vender a alma ao diabo, ao menos que ganhemos, como os outros. É por isso que, para mim, há muito tempo que Vieira não serve. Mas as pessoas parecem não estar preocupadas com o facto de termos um Presidente que é amigo e negoceia com esta gente.

MF, a solução mais óbvia terá de ser a terceira - investir numa estrutura que possa negociar e difundir os conteúdos do Benfica. Mesmo que seja, a princípio, a nossa própria televisão para depois encontrarmos novas plataformas. Deve ser visto como um investimento a aposta numa opção que, no futuro, nos valorize mais, na qual não dependamos de magnatas de robes nem o Porto receba 80 por cento daquilo que recebemos. E muito menos devemos ficar presos anos a fio a esta escumalha. A acontecer negócio com a Olivedesportos (com o qual discorda, em toda a linha), só se for por 2 ou 3 anos. Ou vamos alienar o futuro do clube por 10 ou 15 anos, como Vale e Azevedo fez, opção que serviu de desculpa eterna para esta Direcção? Era só mesmo o que faltava.

E preocupa-me seriamente que gente que tem estado atenta e mantém a lucidez sobre este assunto de repente já venha falar em "inevitabilidade". O gajo consegue sempre levar a água ao moinho dele. Não tarda nada aceitamos 20 milhões/ano e vai andar tudo a dizer que, sim senhor, foi o que podia ser, dada a crise e o contexto mundial. Tenham dó. Defendam o Benfica destes oportunistas, caralho. Já não há pachorra para esta merda.

Ulrich Haberland disse...

Concordo com o posicionamento do Ricardo quanto a este assunto. Integralmente.

Posto isto,

Ricardo,

Assumo o meu mais que pouco jeito para transmitir ideias pelo éter a desconhecidos, assumo-o inteiramente e sem qualquer problema. Não podemos ter jeito para tudo.

Por isso devo esclarecer que o meu comentário sobre “censura” não tinha nada de crítica, antes pelo contrário, era um reforço moral.

Gosto da tua “censura”, que diz abertamente que “censura” e porquê e ainda transmite a ideia geral da opinião “censurada”. Apreciei sinceramente essa atitude.

Não gosto de blogs que deixam as caixas de comentários poluídas de comentários parvos e ofensivos. Concordo completamente contigo. Além disso o blog é teu, e dele fazes o que entendes.

Gosto dos teus textos. Acho que tens talento para contar histórias, tens mesmo. Continua a escrever e eu continuarei a ler com muito prazer (e com alguma ”inveja” do talento).

Nos assuntos do glorioso estou em regra de acordo contigo, mas aqui e ali não concordo.

Vou passar a ler os teus textos, a abanar a cabeça em concordância ou em discordância conforme as situações e opiniões. Continuarei a rir e a mandar mentalmente alguns nomes com alguns comentários e é só.

Conformando-me com aquilo que não posso mudar, a minha falta de jeito, reformo-me desta vida de comentadora de blogs, e continuarei a ser feliz apenas como leitora.

Espero poder continuar a divertir-me com os teus textos por aqui muito tempo e que em Junho, e muitos Junhos depois, nos encontremos todos no Marquês para festejar.

Amplexos

Zé Trolha disse...

Não consegui ler o texto, mas a avaliar pelo que descreves o António Oliveira tinha razão numa coisa: estamos bem amarrados àqueles fdp.

E se dúvidas houvessem, provar-se-à assim que os interesses pessoais de quem dirige o Benfica continuam a sobrepor-se aos interesses do clube.

Ricardo disse...

Ulrich, há aqui um mal-entendido grave que convém esclarecer: eu não levei a mal o que escreveste, percebi na altura, ou achei que percebi, que estavas a elogiar a medida. Agora depois de ler o que escreveste, mais certeza tenho de que percebi correctamente. Depois respondi no gozo, estilo "Aqui não há censuras [não digam uma coisa dessas]". Foi mesmo só isso. Do fundo coração. Pelo meu Pai, que eu amo e não está comigo.

Quando quiseres, comenta, não te reformes. Ao menos deixa-me ser injusto contigo. É que, desta vez, não fui. Ok? :)

Ricardo disse...

Zé, basta carregares no link do GeraçãoBenfica. Lá dá para ler.

Hattori Hanzo disse...

Ricardo por muito que gostasse não vejo a BenficaTV com condições a aguentar-se transmitindo os nossos jogos. Com que recitas é que se aguentava? Com uma mensalidade por mês? Com a crise em que se está neste momento não sei se haveria assim tantas assinaturas, até porque não temos a televisão na Zon e aí teríamos logo de negociar também com eles e muita gente de certeza que iria fazer o que já faz com a SportTV indo ver os jogos em cafés. É que nem em alta conseguimos encher o Estádio. Por outro lado, e como frisa o BCool neste momento não há mais alguém que possa competir com a Olivedesportos e será óbvio que as próprias televisões não irão cobrir nem se aproximar sequer dos valores da Olivedesportos. Isso não faz com que aceitemos tudo. Terá de se negociar e bem com eles e acabar com os direitos de preferência deles para connosco.

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Deixa-me sublinhar:
" Tenham dó. Defendam o Benfica destes oportunistas, caralho. Já não há pachorra para esta merda."

Que seja jogo a jogo!
Prefiro que o clube tenha um trabalho do caraças para sacar entre direitos de payperview, venda de determinados jogos em sinal aberto, ou mesmo à sporttv esses mesmos 25 milhões que nos queiram enfiar pela goela abaixo...

Rui disse...

Ricardo,

Eu prefiro ver as coisas em termos comparativos. As receitas televisivas, num cenário como o actual são importantes, pela sua dimensão e pela ausência de alternativas. Os números dos corruptos, a única concorrência efectiva a nível interno, são de cerca de 16 a 20 milhões. O Benfica tem valor de mercado para mais, mas imaginemos que não assina. Consegue alternativas para, pelo menos, não perder em termos comparativos?

Toda a gente fala da BenficaTV. 30 milhões são 2 milhões por jogo. Alguém nos compra os jogos por este dinheiro? Conseguimos nós gerá-lo de modo alternativo? Eu tenho imensas dúvidas, e basta-me olhar para o estádio para que essas dúvidas se solidifiquem.

Acho que todas as hipóteses devem ser consideradas e até a BenficaTV deve ser estudada, mas tenho dúvidas. Os números são muito altos...

Dito isto, olho para outra perspectiva. Qual o prejuízo para a Olivedesportos de não ter os jogos do Benfica? Será que a SportTV vai à falência por via disso? Temos a certeza? Fez-se algum estudo que tenha ideia desse impacto eventual?

Porque é que isto é importante? Pondo de lado a discussão no plano dos princípios, se a saída da Olivedesportos não os enterrar, porque deveríamos sair? Não valeria mais "sacar-lhes" o que pudermos, num cenário em que para eles as coisas não estão famosas?

Os princípios são inatacáveis, mas nisto, se a saída não enfranquece o sistema, porque deverá o Benfica perder receitas em termos comparativos?

A matéria é complexa e tem de ser resolvida com racionalidade e não com emoção. A Direção tem a obrigação de ter estudado tudo isto e os sócios e accionistas de serem devidamente informados. Admitindo sempre a reluctância em assinar com a Olivedesportos, na minha opinião, é fundamental que se demonstre que a alternativa seria sempre pior... embora duvide que isso vá acontecer, isso digo-o já.

Ulrich Haberland disse...

Corrigindo, não tenho jeito para transmitir ideias NEM para as compreender... Balhamedeus...

No problemo Ricardo, tudo na paz.

Cosme Damião disse...

Será que os jogos do Benfica num sistema de "pay-per-view" na Benfica TV não era melhor? Acredito que os sócios e adeptos não se importassem de pagar 2€ por jogo num sistema tipo videoclube do Meo. Além de que isso iria obrigar muitos sócios a passarem da Zon para o Meo pelo que a PT iria comparticipar nisso.

É só uma sugestão.....