segunda-feira, 27 de maio de 2013

Arranjemos culpados, à boa maneira da caça às bruxas.

Sondagem fresquinha ali ao lado. Para fazer um luto decente e depois não mais pensarmos nesta tragédia.

20 comentários:

Anónimo disse...

Ricardo,

Creio que a sondagem "fresquinha" carece de uma opção, o Proença, claro!

Anónimo disse...

Ponto de situação 10 pontos e meio

1- Jogámos vergonhosamente, envergonhando o Clube e os adeptos,

2- Mesmo jogando vergonhosamente, fomos sempre superiores ao vitória, o que era esperado dado que a equipa vitoriana é absurdamente fraquissima e limitada.

3- Mesmo jogando vergonhosamente fomos mais uma vez roubados pelos porkistas/apitadeiros/frutados com um golo em fora de jogo.

3a) O golo em fora de jogo não é referido na imprensa reles e cobardolas, como é normal.

4- O JJ rebenta com as equipas antes do final das épocas, dado o tipo de jogo que obriga a praticar.

5- O JJ não faz uma substituição de jeito, inventa e só faz merda.

6- O Artur pode ter sido importante para chegar às finais, mas fez-nos perde-las todas. Frango contra o estoril, frango contra o porko, frango contra o chelsea e merda na final da taça.

7- O Benfica não marca golos de cabeça, não marca de livre directo ou indirecto, não marca de canto, não marca de fora da área, não marca nas chamadas jogadas de laboratório. Para uma equipa que quer ganhar títulos...

8- Pelo 2º ou 3º ano consecutivo o Vieira começa a dar entrevistas antes do fim da época e a partir dessa data o BEnfica começa a perder. Calem esse gajo.

9- Apesar de todos os erros e limitações da equipa teriamos ganho o campeonato e a taça se os corruptos não controlassem a arbitragem e a comunicação social.A mafia deu um sinal claro que está mais forte que nunca e que vai ser necessário (como sempre) um Super Benfica para ganharmos alguma coisa.

10-O Benfica é o Maior. Viva o Benfica. E Pluribus Unum.

John Doe disse...

Só uma questão. Porque é que a culpa pode ser imputada ao Vieira?
Foda-se, há 3 semanas atrás toda a gente acreditava no projecto dele. Toda a gente ficou extasiada com a qualificação do Clube para a Final da Ligóropa e em boa posição nas três frentes. Correu mal, muito mal, mal demais.
Mas foda-se, a culpa quando muito pode ser imputada ao Jesus que não soube motivar a equipa para as decisões, e convenhamos, se tivéssemos ganho ontem não salvava nada e a época já estava perdida no dragão.
Agora é fazer o acto de contrição e tomar as medidas certas não no calor da frustração, mas a pensar no futuro.

PS: Estive (acompanhado do meu magnânimo bigode-9 com 20 ou 30 bigodistas às 16h de ontem na praça, mas falhou-me alguma coisa ou a fotografia "oficial" não aconteceu?
Não estou a criticar, hein, só queria era perceber, por isso não me caiam já em cima.

Anónimo disse...

Afinal o Bruxo do Guimarães deu resultado.....para a próxima época o benfica tem de contratar 3 bruxos, um para cada competição....

Nuno Pinho disse...

Estar nas decisões é o mínimo que se pode exigir de um clube como o Benfica e, como tal, não sobra qualquer escapatória ao falhanço que foi a recta final da temporada. Isto seria o pensamento normal de um benfiquista, não fosse, nas últimas três décadas, um feito inédito para o clube chegar a Maio com a possibilidade de vencer três provas...
Faço parte do grupo dos que apoiam o Jesus, mas é impossível que os últimos desaires não o tenham deixado tão marcado quanto a nós.
Claro que conheço a conversa "se o Benfica falha, a culpa é do Jesus", mas vou mais pelo amontoado de culpas. Haverá culpas técnicas que procedem um ineficiente planeamento de um plantel para aguentar meia centena de jogos. Não é por isso de admirar que os benfiquistas temam pelo homem que se segue no banco ou a venda de algum titular. Por acaso, alguém sabe quem manda no futebol do Benfica?
Eu também gostaria de saber, mas há coisas que parece que só acontecem no Benfica. Recuemos um dia. No papel, uma estratégia de contenção, quando se vence por 1-0, a 20 minutos do fim do jogo, serve. Para nós não. No Dragão, faltou ao Roderick pressionar o atacante. Na final de Amesterdão, confesso o meu embaraço em recordar o primeiro golo. Como é que uma bola lançada pelo Cech chega a um avançado que, por sinal, inventa um golo perante dois defesas e guarda-redes? O avançado não era o Ronaldo dos tempos do Barcelona. Era o Torres. No segundo golo, antes da falta de marcação, há uma falha na escolha do jogador que vai fazer a marcação (Enzo-Ivanovic).
A final da taça de Portugal não mudou o guião. O jogo estava controlado, o Vitória não arranjava forma de criar perigo, até o Artur relançar o jogo com um disparatado remate. A seguir, temos um jogador do Vitória a isolar-se, em fora-de-jogo*, perante uma defesa completamente apática. Uns minutos volvidos, bloqueio a atacar a bola e é desesperante ver o Artur deixar-se enganar por um remate frouxo. Na balança pendem mais os erros técnicos de um jogador do que a estratégia global – como quase sempre –, mas, ao contrário do que o Cardozo dá a entender, perderam todos. Ou melhor, perdeu o Jesus.
Acabou. Depois do desaire no Dragão, perguntei-me pelas marcas que aquela derrota deixava. Não preciso de ver mais. Vi o Jesus com uma expressão agoniada, de quem perdeu anos em minutos, vi o empurrão do Cardozo e percebi que tudo isto se assemelhou muito a fim de ciclo. O treinador ficou marcado.
Se o Jesus pensou na renovação aquando da recepção dos adeptos à final da liga Europa, espero que tenha a hombridade para não mudar de rumo quando a contestação lhe bate à porta. Para meu pesar, os acontecimentos foram mais fortes.
O abandono do relvado sem assistir à entrega da Taça foi mais um sinal de uma equipa desgovernada. É a tal estrutura encabeçada por um presidente que prefere ver a final da Champions em vez de acompanhar a equipa de basquetebol num jogo decisivo.
Queria pensar que em Agosto começaríamos do zero, que voltaríamos mais fortes, que teríamos 3 meses para descansar e digerir tudo isto, mas não consigo dissociar as caras dos fantasmas que carregam. Era a isto que me referia quando, há uns bons posts atrás, não defendi o regresso do Simão. Não é agora que vou mudar. O Jesus não tem condições para continuar. Um forte agradecimento pelo trabalho desenvolvido, mas o Benfica tem que continuar.


* Alguém reparou no critério do árbitro? O Olímpio fez várias faltas para amarelo e saiu sem ver o cartão. O Matic puxa a camisola naquela que foi a sua primeira falta e levou o amarelo. Poucos minutos depois, foi a vez do Enzo ver o cartão. Estávamos no início da segunda parte. O filme era o mesmo do jogo do Dragão. Não me interpretem mal. Não estou a desculpar a incompetência da equipa com a arbitragem, mas não há classificação razoável para esta dualidade de critérios. O fora-de-jogo serviu apenas de memorando para os 83% que acreditam que esta direcção cria condições para a equipa ganhar. Aos adeptos, agradeço-vos por continuarem a mitificar a mentalidade do FCP e branquearem estes pormaiores...

Catenaccio disse...

Ricardo,

Andaste aqui o ano todo a gastar o teu latim, feito abutre aos olhos de muitos (83%?), para depois chegarmos ao desfecho habitual. Infelizmente.

Também eu, a certa altura, acreditei numa época de glória. Quem não acreditaria? É da natureza humana. Agora, já não é da natureza humana ter o espírito crítico de uma minhoca ou fechar os olhos ao óbvio. Apontar falhas e chamar a atenção para erros que estão a ser cometidos não é ir contra o Benfica. É, pelo contrário, puxar o clube para cima. Enterrar a cabeça na areia é que é próprio da natureza de… uma avestruz?

Em conclusão, Ricardo: mais do mesmo, total incapacidade e incompetência na gestão do futebol. Desgoverno. Mas, os espertos são os outros.
Futuro. O presidente vai dizer que aprendeu com os erros, que após a conquista do 1.º título festejaram demais e que agora foi porque Sagitário estava em conflito com Capricórnio, mas o clube encontrou a sua estabilidade e credibilidade e há que dar tempo aos troféus. Enfim, a conversa do costume de um pato-bravo para outros patos.

Pedro disse...

A culpa é minha..falta essa opção.

aalto disse...

@ John Doe

mas quais todos?
83% não são 100%...por mim, aqui e no Eterno que são os blogs que acompanho diariamente, nem uma linha sequer!

calma...por muito que queiram ainda somos 17%...a história conta muitas revoluções iniciadas com bem menos de 17%!

já veremos...se ainda há benfiquistas ou é Game Over...mas ainda tenho uma centelha em mim.

TENHO UM SONHO: no primeiro jogo oficial da época, esgotar-mos os bilhetes, comprar a lotação do estádio...e quando chegar a hora, nem um befiquista passava os torniquetes...fazia-mos um grande pic-nic em torno da estátua do Eusébio, e grafitava-mos um moral: "ou tu na rua...ou nós aqui fora para sempre"!

Vou viver este verão a sonhar...até ao pesadelo do 1º jogo. Porque o 1º jogo vai ser igual aos últimos 4 anos. SEMPRE A PERDER PONTOS NA 1ª JORNADA.

PS - ontem houve uma boa notícia: já não vamos começar a época a ser malhados pelos mesmos...

LGS disse...

Ricardo, põe mas é aqui as fotos das bigodaças porque eu desde o jogo com o Estoril que estou "dormente" e completamente de rastos e agradecia que me fizessem (sor)rir... Saí da Luz nesse jogo com um sentimento de dejá vu que infelizmente se concretizou.

Mostra aí os bigodes para ajudar a passar este "luto".


Um abraço

Ulrich Haberland disse...

Aos jogadores do SLB: Depois de terem perdido 2 títulos chegam ao último e jogam com aquela atitude???? Vergonhoso, absolutamente vergonhoso!!!! Nem que tivessem que comer a relva mas não podiam perder aquele jogo!!!!

Aquele palhaço do Carraça está lá a fazer o quê???

Enzo, Cardozo, Jesus?? Prefiro gente que viva a sua profissão com paixão e sentimento do que quem anda a ganhar o seu e fica a ver a banda passar.

Posto isto, o problema do Benfica não é jogadores nem treinador, o problema é ESTRUTURA para o futebol.

Uma vez que o clube não soube produzir/encontrar uma alternativa credível ao LFV a solução, até ao fim deste mandato, é o LFV ficar com a direcção do "NEGOCIO Benfica" (é nisso que ele é bom) e deixar o futebol para quem percebe (onde ele não é só mau, é um enorme risco!).

LFV deveria renovar com JJ e terminar a preparação para a próxima época (contratações, dispensas). Após tudo isso feito, deveria proceder a uma alteração estrutural interna onde ele ficaria com a direcção e gestão de toda a parte "Corporate" do clube e nomearia um "Director do Futebol" com total autonomia para organizar, estruturar e gerir toda a área do futebol do clube (sénior e formação), incluindo a Comunicação dessa área, com o orçamente que lhe é atribuído por LFV.

Na minha opinião esse responsável deveria ser o Rui Costa.

Anónimo disse...

Sem contestar a culpa do Artur, qual foi o frango dele contra o Chelsea?

Zé de Fónes disse...

«Esta será uma época de sonhos, pesadelos e insónias».
Um gajo que aufere quatro milhões e quinhentos mil euros anuais, ao longo de 4 anos pouco ou nada venceu, passa o tempo a falar na 1ª pessoa em vez de zelar pelo interesse comum, entrega tudo de mão beijada para a concorrência, e no final do contrato ouve um presidente dizer que pode assinar por mais 4 anos, eu pergunto, mas afinal quem é o responsável: o treinador meia-tigela ou o presidente que não percebe um corno de futebol? E ainda chamam ao bruxo charlatão. Ponham a carne toda no assador, não deixem nada em águas de bacalhau, o Benfica não é um grupo de pseudo gestores, o Benfica é títulos e mais títulos.
Lembram-se da contestação a Fernando Santos (no ano a seguir à conquista do título) que levou a direcção do fcp a destituí-lo do cargo, e o líder da claque espumava contra aqueles que lhe tinham dado um penta? Ontem, meia-dúzia de benfiquistas indignados foram tratados como assassinos, enquanto o presidente dava um show de 19 segundos? Que vergonha...
Com esta merda toda parece que voltamos à época do Vale e Azevedo, uns conta os outros.
É verdade, Rui Costa, a Taça não salvava a época, só que com o insucesso na mesma a temporada foi para os confins dos infernos.
Um debate televisivo com um Vilarinho qualquer, arrumava com esta escumalha de uma vez por todas. Infelizmente, tenho saudades dos tempos do Veiga e do Gaspar Ramos.
Hoje de manhã recebi um mail do meu pai «Tenho vergonha de enfrentar os adversários e amigos, frustração total. Anima-te, vamos pensar que para o ano será ainda pior».

.D10S disse...

Espero bem que não. Não precisamos de uma revolução mas estamos necessitados de mudanças.

Acredito que seria preferivel a saí do jj, mas a ficar terá de ser totalmente subalternizado por um director/gestor/manager/cozinheiro/motorista/aquilo-que-lhe-queiserem-chamar que mande no futebol. Mas que seja alguém que perceba de bola, que seja BENFIQUISTA e tenha colhões!

Benfiquista Tripeiro disse...

Não são 17%, são mais. Não se esqueçam dos 50 votos e dos 100 das casas (50 do presidente mais 50 também do presidente em nome da casa).

Isto com a cena dos 25 anos de associado tornam a mudança quase impossível.

JD disse...

Concordo a 98% com Ulrich.

Os 2% que discordo são o Rui Costa.
Já não tenho paciência para o amor à camisola e o ter passado por grandes balneários. Dá-me 40 mil por mês e até até com pijama do Benfica dormia.
E sou mais esperto do que ele, falo melhor do que ele e sei mais do que ele sobre 1001 assuntos.

Mas por que será que ninguém se lembra de perguntar ao Gaspar Ramos se ele não voltava ao activo, assessorado por um tipo mais novo que daqui por 2/3 anos possa fazer a função sozinho?

Benfiquista Tripeiro disse...

Apoiei Vieira (não votei nele, mas uma vez eleito, apoiei a direcção. Também não votei no juiz, não me pareceu solução), apoiei Jesus, mas chegado ao fim de 4 anos acho que é evidente que o projecto deles fracassou. Posto isto, há que dar voz aos sócios para podermos decidir se queremos continuar neste rumo, ou mudar. Ou seja, Vieira devia demitir-se e marcar eleições. O projecto dele falhou, 10 anos, 2 campeonatos é zero para mim.

Nuno Peralta disse...

Gaspar Ramos?!?!
As derrotas estão a deixar-nos mesmo desesperados. O tempo desse senhor já lá vai e, no geral, não me recordo de serem tempos dourados...

Mais 2 ou 3 posts e ainda começo a ler por aqui um "volta Veiga, que estás perdoado"!!!

Sim, a estrutura precisa de ser repensada e de ter um responsável forte e benfiquista. Neste momento, dadas as circunstâncias, esse nome é Rui Costa. Poderá não ser o nome ideal, mas sem se fazerem revoluções radicais, é aquele que permite alguma "(r)evolução na continuidade".
De resto, é pôr a andar o Carraça e colocar o Shéu no lugar dele, que pior não faz e ao menos é benfiquista!

Alguém imagina que algum elemento com um mínimo de responsabilidade na estrutura de futebol do Porto (ou de qualquer modalidade) não seja um ferrenho tripeiro? Pois, mas nós achamos que é perfeitamente natural ter as nossas estruturas cheias de lagartos e tripeiros, desde que sejam bons profissionais...

moleculasdeamor disse...

Isto foi tudo surreal!

POC disse...

Esta sondagem é uma vergonha!
Então e onde pára a opção "Todas as anteriores"?

Carrega Vieira, Carrega Jesus. Está tudo bem malta, 12 anos de Benfica e 2 títulos.

Anónimo disse...

Vocês, os que dão dinheiro ao inimigo e depois exigem "títulos" aos que trabalham para nós.

Faço-vos o desenho, roubado doutro blog:

"ó pai, tu estás sempre a falar do sistema e do pinto da costa, mas assinas a sp__tv porquê? não sabes que aquilo é deles?"