terça-feira, 7 de maio de 2013

Para que fique escrito antes das decisões


"Quando mija um português, mijam logo dois ou três" diz o povo e assim é. Neste caso seria quando escreve um blogger, escrevem logo dois ou três ... Já relembrei a todos da questão da época de 93/94 e já houve quem falasse da época 2004/05. A contra-argumentação bate no ponto que isso foi contra o Sporting e não contra o Porto. Têm razão, mas acima de tudo acho que o mais importante foi o banho de realidade que a equipa tomou. Não há jogos ganhos à partida. Nem ninguém deve insultar o Estoril por fazer aquilo que lhes pagam para fazer. Mais do que crenças, vamos a factos:

Benfica e Porto em condições normais ganhariam 32 dos 34 jogos do campeonato, dada a diferença das equipas para as demais se o futebol não fosse a caixinha de surpresas que é. Na verdade têm feito campeonatos espantosos e alguns percalços, sejam devido à falta de sorte, a arbitragens menos conseguidas, a desinspiração dos jogadores, a desgaste físico e psicológico das competições europeias levou a que perdessem alguns pontos com adversários de menor valia mas não de menor brio. É certo que as arbitragens, a sorte e o desempenho menos conseguido de alguns adversários em determinados jogos também contribuiram para essa senda de vitórias.

Daqui resulta para mim que quem for campeão, sê-lo-á com mérito e procurar explicações alheias é apenas querer tapar o sol com a peneira. O campeonato está muito desequilibrado e apenas a equipa que tiver menos falhanços poderá ser campeão. O jogo do título separará o trigo do joio, pois é impensável que quem saia na frente no final do jogo no sábado venha a perder o campeonato contra um adversário menos cotado. Visto que na Luz houve empate, este é o jogo que tira as teimas.

Percebo o que dizem o Ricardo, que complicámos o que era fácil, e o JC, que as caras de jogadores e treinadores mostraram impotência e pânico face ao desenrolar dos acontecimentos na Luz. Que a casa do Porto é um sítio onde normalmente perdemos e que o Jesus tem um bloqueio com o Porto. Mas o passado não joga, o que joga são 11 jogadores de cada lado. Nem o ambiente, que dizem ser tão terrível, uns meninos ao pé dos turcos, digo eu, sequer joga ou condiciona, ou pelo menos deveria condicionar o Benfica.

Eu sou daqueles que sempre defendi que o título tinha que ser definido nas Antas para se quebrar duma vez por todas o enguiço e a vantagem psicológica que eles têm sobre nós. Uma vitória lá e acabaremos com a garimpa deles definitivamente, assim saibamos gerir os próximos anos. Um empate e embora seja impensável a perda do campeonato em casa contra o Moreirense, eleva a dificuldade a um nível extremo, pois para além dum jogo muito competitivo nas antas, temos a final contra o Chelsea e acabamos o campeonato a ter que ganhar (a menos que empatemos a 3). Uma derrota e arrumamos a trouxa.

Seja qual for o resultado do jogo no sábado, acho que este foi o melhor ano de Jesus, apenas somou até agora 2 maus resultados - a eliminação da Champions para um Celtic de segunda categoria, o que nos permitiu ir à final da Liga Europa, e a derrota em Braga nos penalties. De resto, Jesus trouxe-nos onde devia, às decisões em Maio. Acabaram as quebras em Março/Abril. Chegados a 7 de Maio e ainda podemos ganhar 3 troféus. E podemos porque Jesus fez um grande trabalho. E fez um grande trabalho porque o plantel foi mal-estruturado. Já aqui foi discutido, é mais que óbvio e agora não interessa estar a falar disso, pois nada acrescenta e os balanços fazem-se no fim das épocas. Mas que os erros apontados em Setembro e em Janeiro existiram isso é indiscutível. Menos para quem não o quer ver.

Quanto ao árbitro do jogo, se fosse os dirigentes do Benfica vetaria 3 senhores - Proença, Xistra e Sousa. Não porque sejam corruptos, não se trata disso, mas porque têm um passado tal nos jogos com o Benfica que inconscientemente na dúvida as decisões nos são adversas. Presumo que do lado de lá também vetassem três - João Ferreira, Duarte Gomes e João Capela. Ficamos pois com Artur Soares Dias ou Olegário Benquerença. Sim, temos razões de queixas dos dois árbitros, mas quando beneficiamos, tendemos a desvalorizar as decisões que nos são vantajosas. Pessoalmente e apesar do erro em Alvalade no ano passado, preferiria Artur Soares Dias. Porque sei que é um árbitro que quer ser bom, e ser bom, não é pelos favores, é pela competência e que como qualquer árbitro também erra aqui ou ali, mas não vejo nele aquilo que vejo nos 3 que acho que o Benfica deveria vetar.

Aceito que estejam cépticos, desiludidos, mesmo pesssimistas e que isso em nada os faz menos benfiquistas que os que como eu acreditam. E acredito porque apesar de ontem ter visto algo que não gostei nada em Jesus, acho que ele evoluiu muito neste ano. Das 2 vezes que jogámos em Braga, ganhámos numa e noutra fomos jogar com uma equipa com poucos titulares com Rodericks a marcarem penalties. Esse foi um terreno conquistado psicologicamente. Não ganhámos na Luz ao Porto, porque o Helton defendeu aquela bola do Cardozo e acho que com esta chamada à realidade, com 4 dias de descanso, a equipa poderá apresentar-se com a frescura que lhe vinha faltando. E como já disse, 11 por 11, acho que o nosso é superior.

Não há cagança, há fé. Há a fé que nos move e nos faz seguir o Benfica até aos confins do Inferno se assim for necessário. Há a fé no que a equipa fez até agora, ainda não perdemos um único jogo para competições portuguesas nesta época (a derrota com o Braga foi nos penalties). Há a fé que feridos no orgulho a equipa saiba reagir à campeão.

E abro aqui um parêntesis para expressar a minha revolta com o que estão a fazer ao Carlos Martins. Ele errou. Foi o único ? Foi por causa disso que não ganhámos ? Em minha opinião não e não, é certo que a expulsão dele condicionou os últimos minutos, mas e o resto do jogo ? Foi ele que mamou aquele frango ? Foi ele que falhou golos inacreditáveis ? Foi ele que fez substituições incompreensíveis depois de estar gelado quando as coisas ficaram difíceis ? Foi ele que veio dar uma conferência de imprensa armada em cagão qunado ainda nada se ganhou ? Foi ele que ficou calado quando o jogo correu mal ?

Ontem quem não ganhou foi o Benfica, os seus jogadores, os seus treinadores, os seus dirigentes e o público, bem como os sócios e adeptos que lá não tiveram. Há responsabilidade de vários lados e assacá-las só a um jogador que já por várias vezes foi expulso sem sentido, é um acto de cobardia, de quem não assume as culpas e de quem quer arranjar um bode expiatório para as suas frustrações.

Depois disto só tenho dois pedidos a fazer, ao árbitro que faça o melhor que sabe e à equipa do Benfica que ganhe o jogo, que deixe tudo no campo, visto que se fizer isso, o resultado aparecerá. Senão aparecer, continuamos Benfica, a acreditar que os outros troféus são alcançáveis e que para o ano estaremos de volta mais fortes e dispostos a ser campeões.

Não, não me esqueço dos erros, mas tenho uma fé inquebrantável que vamos ser campeões, que as experiências da época fizeram crescer os jogadores, a equipa e o treinador e que com uma semana de permeio, só focados no jogo a disputar, como somos melhores, vamos ganhar.

30 comentários:

Filipe Araújo disse...

Gostei! Sinto o mesmo, e apesar de normalmente passarmos do 8 ao 80, por vezes são precisos textos destes para colocar tudo em perspectiva.

Claro que alguém há-de falar do Benfica pequenino, e coisa e tal, mas o Benfica que estou a ver este ano, seja ou não campeão, não é pequenino. É grande! E quero ver essa grandeza até ao fim. Ganhe-se ou não, quero sempre ver lutadores como tenho visto até aqui. Até nesta segunda vi uma equipa a dar tudo o que tinha e a deixara pele em campo. Correu mal? Correu. Mas por favor, deixem-se desse jogo do bestial a besta em 9.2 segundos, pois foi isso que nos tramou durante anos a fio...

Pedro disse...

Foda-se.

Foda-se mil vezes.

Como portista, adepto e sócio, dou-te os parabéns. Enorme posta. Até fico com vontade de escrever que aconteça o que acontecer, ganhe quem ganhar, parabéns antecipados às 3 equipas.

Não contava com esta B Cool.

P.S. Sabendo de antemão que sobre o tema dos árbitros, todos berram e se acham com razão, eu penso que não deveria ser nem do Porto nem de Lisboa, que deveria ser internacional e que nenhuma das equipas tivesses esta época razão de queixa. Não faço ideia quem sobra ;)

JotaPê disse...

B,

Só um reparo: Carlos Martins não errou, foi estúpido. E ser estúpido é... estúpido.

Pedro Vagos disse...

Subscrevo... mas veto o Soares Dias... comparando com esse, até o Proença prefiro.

benfica uk disse...

Por tudo isso e que EU acredito que o benfica vai ser campeao. Mas se nao o for? Mais acredito que para a proxima epoca vamos ser campeoes. Forca rapazes:-)

masterzen disse...

Dou por mim a pensar que devo ter sido o único que viu o Gaitan a dar toques de escorpião e de calcanhar durante o jogo e inclusive quando estavamos a perder.
É um atrasado mental que além de pensar que é Deus não defende nada, é impressionante como não se mexe para defender a não ser que seja na Liga Europa onda aí faz dobras e carrinhos.
Ninguém o recriminou e para cereja em cima do bolo acabou o jogo a defesa esquerdo...
O mínimo que merecia era levar duas chapadas em campo a frente de toda a gente porque aquilo é uma falta de respeito por toda a gente só comparável ao Carlos Martins que é um merdas.
Agora vamos ao Dragão e vamos pontuar e ser campeões porque não há outra solução.Só espero que desta vez o Gaitan perceba que é necessário defender.

Rusty Ryan disse...

Há bloggers e bloggers, mas muito poucos se conseguem diferenciar dos restantes. E o que tu escreveste, merece um aplauso. Até que enfim alguém que consegue explicar na perfeição as coisas como elas são. Embora concorde com o que o Ricardo disse, antecipar e evitar os problemas, é um facto indesmentível para quem ambiciona o tão desejado título, o Benfica tem de se assumir como potência nacional, tem de mostrar que pode vencer em qualquer lado, independentemente dos deslizes dos outros ou não. E Sábado, é um momento que proporciona isso. Se vencermos, somos Campeões. Se o Porto ganhar, não (ou ainda não). Quanto aos árbitros, concordo que vai ser o Soares Dias ou o Benquerença. Mas, com todo o passado que existe, já não concordo que queiram assumir-se pela competência... Por isso, também com isso teremos de saber lidar. De uma vez por todas.
São estas ideias, este partilhar de pensamentos, que ainda me motivam. Benfiquistas como tu e como o Ricardo devem sempre continuar a dizer o que vos vai na alma.

Se for o caso, lá nos encontraremos no Sábado. Inté.

hertz disse...

Das declarações após o final do jogo retenho as do Maxi. Com toda a calma do mundo a dizer "vamos ao Porto ganhar e vamos ser campeões". É este o espírito.

Em relação ao árbitro, sem que muita gente vai dizer que não estou bem da cabeça, mas desses todos que apresentaste eu "escolheria" o Jorge Sousa. Porquê? Lembro-me bem do jogo no Dragão a época passada. Lembro-me do autêntico circo protagonizado pelos jogadores do Porto com simulações e mergulhos o jogo todo. Os 90min a fazerem teatro. O Jorge Sousa passou imune a todo esse teatro (quantos árbitros na nossa liga não teriam expulsado o Cardozo naquele lance com o Fucile?) e fez uma arbitragem impecável.

Manuel Humberto disse...

Perfeito, Bcool. Vale o que vale (porque não gosto do Benfica) mas a "distância" é nalguns casos uma mais-valia e como sportinguista asseguro que a tua visão é a certa.

"De resto, Jesus trouxe-nos onde devia, às decisões em Maio".

Em campeonatos [sentido literal do termo, não a generalidade da competição, ou todos os clubes] nivelados por cima, como é o caso deste título disputado entre 2 equipas muito boas, a missão dum treinador é essa e J. Jesus cumpriu-a: só uma equipa muito bem treinada chegaria aqui a disputar o título.

Sobre o jogo é tal e qual como dizes: nem tanto à terra nem tanto ao mar. O nível de dificuldade será idêntico para os 2, SLB e FCP. Na competição, o nível de dificuldade será maior para o FCP, porque na última jornada irá à Mata Real (sem que isso desvie atenções para o facto do próximo ser factualmente o jogo do título).
É normal que os benfiquistas duvidem, afinal de contas fartam-se de perder na cidade do Porto. Todavia, 80% de todas as derrotas nos últimos 20 anos, no Porto, tiveram uma explicação racional: as equipas do SLB eram inferiores às equipas do FCP. Não é o caso desta e para o jogo (à partida) é só mesmo isto que interessa. Depois sobre o que irá acontecer, ao longo dos 90 minutos no relvado, teremos de esperar para ver.

Àparte de tudo isto, pessoalmente, não escondo que na luta do título da qual o Sporting anda arredado, o meu desejo é para que o Benfica jogue bem e perca, motivo pelo qual achei o jogo com o Estoril maravilhoso. Muito bom futebol (do Estoril) e uma derrota (empate) para o Benfica. Mas tivesse sido o Benfica a jogar muito bem e a 'perder', encantado à mesma.

Tenham toda a sorte do mundo mas não vençam o título. E mesma coisa para a Liga Europa. Que sejam humilhados nos dois jogos, não para que o meu benfiquista irmão ou alguns amigos ou o BCool ou o Ricardo fiquem tristes, mas porque o Benfica enquanto instituição, em virtude da sua natureza, não merece qualquer ponta de felicidade.

Basta aliás testemunhar a forma como alguns de vós aqui são tratados por outros benfiquistas [e deduzir a partir dos textos publicados, especialmente os do Ricardo que dá alguma importância à matéria, a muitas manifestações agressivas / más / ofensivas / pequenas que benfiquistas têm para com outros benfiquistas], para se perceber do que são feitos, gente muito fraquinha enquanto "nação".

Percam tudo, é o meu desejo.
Abraços ao BCool e ao Ricardo.

Anónimo disse...

o resultado do jogo (campeonato) vou postá-lo aqui aos 5 minutos de jogo...
basta:

a) saber se o Enzo joga ou não
b) olhar para a cara dos jogadores no alinhamento.

PONTO

5 minutos após o apito inicial já saberemos quem é o campeão...

acho que o banho de realidade veio na hora certa, antes agora, que no jogo do Moreirense, depois de ter ido às Antas com a cabaça em Amsterdão!

Agora sim...vamos ver de que fibra é feita esta gente!

Gonçalo D. S. disse...

Muito bom, B Cool.

Força Benfica.

Anónimo disse...

Manuel Humberto
vai lá para o caralho onde andas, a mais de 40 pontos, e onde vais ficar... só não mereces mais palavras, porque já estás onde mereces na irrelevância dos clubes que não contam para conta nenhuma, nem champions, nem uefa, nem descida...absolutamente merda nenhuma!

Germano Bettencourt disse...

B_Cool, grande texto.

Mas o Carlos Martins já não tem idade, para perceber, que refilar só lhe dá... amarelo? É a primeira vez?

E não. Nãoé por esse lance que o crucifico. Antes pela falta de qualidade que fez passear pelo relvado.

Viram como o Matic neste jogo, se cansou muito mais rápido que nos outros? Não. Não estava mais cansado quando o jogo começou. Teve foi de fazer um trabalho compensatório. Martins tem garra, mas não sabe defender como Perez. Enzo é o equilibro que permite folga ao Matic. Martins não o foi. E muitas vezes falhou passes de forma infantil. Não pode. critico-o porque desde que entrou em campo, perdemos o controlo. Mas obviamente, que não foi ele que decidiu entrar.

Abraço

Nuno Pinho disse...


Finalmente! Depois do post imediatamente anterior estar carregado de pessimismo, aparece alguém a explicar a situação actual. Um bem-haja! Quanto mais não seja por reconhecer que o Jesus fez um grande trabalho e que só não chega mais longe porque o plantel foi mal-estruturado. De resto, o do nosso rival também. Quer-me parecer que a diferença está mesmo na mentalidade, como escrevi mais abaixo...
Estou confiante no Benfica e não consigo entrar nessa espiral de medo em jogar no Dragão. Claro que isto também é irracional...
Depois, não sei que clássicos viram nos últimos dois anos, mas os jogos frente ao FC Porto do Vítor Pereira foram muito renhidos. Empatamos por duas vezes, perdemos uma (erro grosseiro da equipa de arbitragem aos 85 minutos) e ganhamos outra. Talvez esta seja a altura de começar um outro tipo de debate. Se é para expor medos que os exponhamos racionalmente.


-> Manuel Humberto, se o Benfica não merece qualquer ponta de felicidade, então explica-me porque há-de ser o FC Porto a merecê-la?

John Wakefield disse...

O Texto está muito bem feito, mas a parte do Soares Dias, desculpa-me mas esse é o pior artista que nos pode calhar na rifa. Um portista ferrenho. Por favor... Prefiro antes o Jorge Sousa ou o Benquerença. Pelo menos, são mais experientes.

Anónimo disse...

Ó Humberto, eu também desejo que o teu Sporting nem sequer cheire o 6º lugar, coroando assim a vossa pior classificação de sempre que seria ainda mais dramática do que a do Benfica em 2001...
Enfim... Estes sportinguistas muito gostam do FCP. Devem adorar o Moutinho, o Izmailov, o Liédson e o Pinto da Costa...

Nuno Pinho disse...

Para mim, o jogo passa por aqui:

- Bolas paradas. A atacar, são um ponto forte do rival, mas a defender nem tanto . A solução pode passar por não defendermos à zona, mas acho complicado que se criem automatismos com o campeonato a terminar. É por aqui que eles nos podem criar mais dificuldades. O golo do Mangala na Luz é exemplificativo de um tipo de lance em que, vindo de trás, o adversário é capaz de ficar completamente solto na zona central.
Para evitar isto, também é necessário cuidado redobrado em evitar as faltas em zonas laterais - mais susceptíveis para a bola ser colocada na área. Só peço aos jogadores que acertem as marcações.

- Foras-de-jogo. Jogar com a defesa muito subida não é benéfico para o Luisão e é provável que, tal como fizeram no primeiro jogo, tentem colocar as bolas nas costas dos nossos defesas. A solução pode passar por um meio-campo mais povoado para refrear os lançamentos, mas o que gostava mesmo é de ver os nossos jogadores a darem-lhes de provar a mesma receita. Tanto o Alex Sandro como o Danilo cobrem mal as costas e os centrais deles têm dificuldades em sair rápido. É perceber como marcamos os golos nos últimos confrontos para comprovar esta ideia.

- Aproveitar para tirar cruzamentos rasteiros e a média força. Eles têm dificuldades em fechar a linha e habitualmente perdem o norte nas segundas bolas. O Lima tem que estar avisado para isso.

- A nossa dinâmica ofensiva deixa-me confiante. É preciso é que apareça sem complexos. Quanto mais cedo melhor. As tabelinhas, as deslocações, o um-para-um. Nisso somos mais fortes.

- É de esperar que o Máxi seja dos mais visados pelo ataque adversário. Metam-lhe juízo na cabeça!
Quase me apetece pedir a entrada do André Almeida para não queimarmos uma substituição, em caso de maior desvario do uruguaio, mas sabemos o quanto perdemos no ataque...

- Não alimentar polémicas e entrar confiante. Não ganhamos nada, mas muito menos perdemos. Sem palavras adocicadas, isto é o mata ou morre.

Águia Preocupada disse...

Na senda do que foi escrito, enviei para a equipa uma moção de apoio que transcrevo a seguir. Seria bom que muitos fizessem o mesmo. Neste momento é preciso união e força!

Meu caro Luisão,

Hoje foi um dia triste para todos os que lutam e sofrem por um Benfica ganhador.
Se ontem em campo houve suor e sangue, fora dele houve lágrimas de sofrimento pela não vitória.
É verdade que foi apenas um empate. Mas todos sentimos o quanto negativo poderá vir a ser este resultado.
E é porque sei o quão doloroso e pesado está a ser, que lhe estou a escrever:

- Para através de si como Capitão, transmitir a toda a equipa a força, a alma, a mística que nós, adeptos lhes queremos incutir.

- Para, através de si como Capitão, transmitir a toda a equipa a esperança inabalável e uma fé inquebrantável na vitória, no próximo sábado, que existe em nós adeptos.

- Para, através de si como Capitão, dizer a toda a equipa que acreditamos na vossa tenacidade, na vossa força, no vosso querer, na vossa coragem, na vossa galhardia, no vosso valor.

- Para, através de si como Capitão, dizer a toda a equipa que acreditem como nós acreditamos. São onze contra onze e as camisolas dos nossos adversários não pesam mais que as que vocês galhardamente envergam. Sabe como nós adeptos as apelidamos? MANTO SAGRADO! E por ser sagrado e divino, mais respeito e veneração deverão merecer.
Todos sabemos que por vezes parecem mais que onze contra onze e isso vocês sentem na pele sempre que são injustiçados. Mas peço-lhes Capitão, alheiem-se disso, ignorem e façam o vosso trabalho. Sem distrações. Sem quesílias, sem confrontações.

- Para através de si como Capitão, dizer a toda a equipa que o medo é próprio do ser humano, mas só os fracos se deixam vencer por ele. E que a história do Benfica fez-se de gente – mulheres e homens – sem medo, aguerridos, fortes de alma e convicções e que mesmo em situações difíceis jamais viraram a cara à luta.!

- Para, através de si como Capitão, dizer a toda a equipa que muitos de nós vamos lá estar fisicamente ou em espírito, para os apoiar, para ajudar a trazer para a nossa Catedral a tão almejada vitória. A vossa força será a nossa força. A vossa alma será a nossa alma. O vosso querer será o nosso querer.
Todos juntos, como um só, vamos vencer, vamos ser campeões! O querer tem muita força e a força colectiva é sempre maior, mais valorosa! E nós todos QUEREMOS!

Caro Capitão, é este sentimento saído do coração, ditado pelo amor e paixão ao nosso Benfica que quero que dê a conhecer a toda a equipa e dizer-lhes:

CONTEM CONNOSCO!

NÓS CONTAMOS CONVOSCO!

VAMOS VENCER!

VIVA O BENFICA!

Manuel F. Almeida disse...

Manuel Humberto cantas muito mas mal. Não gostas do Benfica no entanto vieste escrever um texto mais bonitinho que muitos de Camões ou Eça!

Vai para o caralho é tudo o que estimo. Já que na merda estás habituado a estar (e continuarás ainda pior no próximo ano).

Palhaço invejoso lol. Triste equipa a tua!

Manuel Humberto disse...

Nuno Pinho, não me sinto perdido nem achado para escolher um dos dois, pelo que a pergunta não faz grande sentido. Interessa-me pouco saber qual vence. O ênfase aqui não é quem vence mas quem perde:

Quero que o Benfica perca independentemente do outro lado estar Chelsea, FCP, Covilhã, Campomaiorense ou outro qualquer. É só mesmo isto.

Mas sem ódio, para isso chegam os anónimos que só sabem viver na injúria.

Ulrich Haberland disse...

Estou contigo B Cool.

Sábado é o mata-mata!


@Manuel Humberto, quem nasce lagarto nunca será leão.
O meu querido Pai era Sportinguista, só tenho desprezo pelo que tanto lagarto fez ao Sporting do meu pai.
Obrigada pelas suas palavras sobre a Instituição SL Benfica, vindas de si são um elogio.

Marcio Ricardo disse...

Ontem o Carlos que já é um homem portou-se como um garoto e pôs em causa toda uma época de trabalho da equipa..Ele é profissional e demasiado bem pago para perder a cabeça como o fez..Se ainda fosse um génio da bola,tipo de Aimar pra cima,poderia ponderar o seu acto irreflectido.Agora um jogador banal,que passa mais tempo lesionado do que apto e ainda por cima depois do que o clube fez por ele?!!!
Ceus onde para a exigencia?!!
Não volta a vestir mais a nossa camisola por mim..Que comece a procurar clube e que sirva de exemplo.

rui disse...

Eu ja escrevi isto em outros blogs e aproveito agora escrevo o mesmo aqui,esta semana vamos ser bombardeados com terror psicologico.

So quem nasceu ontem nao sabe nem percebe isto.Mas nos podemos e devemos combater com a mesma arma.

Em primeiro lugar,os jogadores NAO sao adeptos.Se fosse eu que tivese que ir jogar sabado,as minhas pernas ja começavam a tremer hoje,nao aguentava o nervosismo,felizmente os nossos jogadores não são assim,eles nao sentem esse peso,ja fizeram uma excelente epoca,estao bem cotados,tem uma carreira promissora.

Nos temos que passar a mensagem que se existe medo do nosso lado,de perder o campeonato,existe exatamente o mesmo medo da parte deles.Eles falam do fator casa como vantagem,mas essa vantagem pode se virar contra eles.O Benfica perdeu a final da Uefa 83 em casa.O Sporting perdeu a uefa em 2005,o bayern muniq perdeu a LC em casa epoca passada.O Brasil perdeu a final do mundial,em casa.

O Medo e a pressão de perder em casa numa situação destas apodera se muitas vezes dos jogadores.Eles tambem nao perdem em casa á 72 jogos,eles sabem que um dia isso vai ter que acontecer e pode acontecer ja Sabado.Passem esta mensagem maximo possivel

Mr. Shankly disse...

"Daqui resulta para mim que quem for campeão, sê-lo-á com mérito e procurar explicações alheias é apenas querer tapar o sol com a peneira."

É o que penso também. Aliás, texto perfeito. Parabéns.

Anónimo disse...

O que o Manuel Humberto nos deseja, eu desejo para ele a triplicar, isto porque assim como ele veio exprimir os seus reais sentimentos eu tambem nao pactuo com hipocrisias... Quero do fundo do coração que todos os clubes que não sejam o Benfica percam.... em especial o Clube Regional, o Distrital, e os Aristogatos.

Zé de Fónes disse...

Outros tempos. Diferentes sentimentos têm os benfiquistas. Estados de alma mais parece a Feira Popular. Eu acredito, eu não acredito, na última jornada o Paços irá repor a verdade, em mil nove e em dois mil e tal foi assim e assado, o árbitro não vai dar hipótese, mas se for o outro os gajos não terão a mesma força, tenho uma bandeira maior que a tua, tirei uma fotocópia ao meu cartão de sócio e agora está maior do que o teu, Ficabem ser optimista, Malfica ser pessimista, sou o maior cá com o meu “ide todos mazé mamar, que eu manjo largo desta merda”. Os maiores românticos do mundo, venha lá quem vier, nada mais. Nada a ver com os adeptos do rival de sábado. Esses corroboram e subscrevem tudo e mais alguma coisa, pensam todos de igual modo, nos bons e nos maus momentos. Como um touro enraivecido, na arena, só quer marrar no vermelho, mais parece amor que ódio, mas é isso que o faz viver e apenas pensar em ganhar. Quer queiram quer não queiram, são “E Pluribus Unun” em estado puro, mesmo sem a roda da bicicleta e a imponente águia.
Querem colocar um cartaz à maneira no balneário naquela de incentivar os jogadores, pois então eu ia por aqui: noutro blog encarnado, um portista comentou o seguinte « Em bom português, não vos cabe um feijão no cu». Antigamente, não havia nem internet nem tão pouco blogs, agora imaginem o que seria o Cosme Damião ou outro ídolo do passado, no seu tempo, ler uma merda destas, assim, caída do céu! Ora, naquele tempo, os andrades estavam era phodidos, pá!

M disse...

muito, muito bom...simplesmente, é isto mesmo!

tirando os post de índole financeira que não possuo conhecimento técnico para avaliar, este é de longe o melhor post por ti escrito.

Parabéns!

Anónimo disse...

@ Manuel Humberto
Diz o senhor: "mas porque o Benfica enquanto instituição, em virtude da sua natureza, não merece qualquer ponta de felicidade.
Basta aliás testemunhar a forma como alguns de vós aqui são tratados por outros benfiquistas [e deduzir a partir dos textos publicados, especialmente os do Ricardo que dá alguma importância à matéria, a muitas manifestações agressivas / más / ofensivas / pequenas que benfiquistas têm para com outros benfiquistas], para se perceber do que são feitos, gente muito fraquinha enquanto "nação".”
Então explique-me lá do alto da sua sapiência qual é a natureza tão malévola da instituição Sport Lisboa e Benfica, estou bastante curioso. Gostava de perceber em que se baseia para fazer essa análise.
Quanto ao exemplo que indica a seguir, nada que não tenha já acontecido noutros clubes e em particular no seu, tanto num passado mais distante como num passado mais recente. Resumindo, porcaria há em todos os clubes e o seu não é, de modo algum, uma exceção.
Só o simples facto de a grande maioria dos “adeptos” (vulgo lagartos, o Sportinguista é uma espécie em vias de extinção) do seu clube viver mais o ódio ao rival do que o amor ao seu próprio clube, também diz muito de vós enquanto “nação” - pequenos, invejosos e mesquinhos.
Nunca na vida seria adepto de um clube assim.

Rafael Ortega disse...

O único árbitro que pode ir a jogo que se aproveita é o Jorge Sousa.

Se lesse isto há dois anos dizia que quem escreveu estava doidinho.

Mas a verdade é que se chegou ao ponto de um (ex)membro da claque dos corruptos ser o árbitro mais imparcial quando arbitra os clubes que vão jogar.


O Benfica pode ganhar. Mas também é verdade que era muito melhor ir lá sabendo que qualquer resultado serve.

Não me venham com tretas que se quer ganhar contra o adversário directo e etc. EU QUERO GANHAR O CAMPEONATO!!! Seja no estádio do ladrão, na Luz com o Moreirense, ou na Conchichina.

Quem quer ganhar o campeonato não pode, a três jogos do fim, numa situação em que é a única equipa a depender de si, dar uma abébia ao adversário.

Isto, que já seria grave num país sério, é brincar com o fogo num campeonato viciado há 30 anos por uma personagem bem sinistra.

A bosta já foi feita, agora há que acreditar que pode ser emendada e que deixarão que seja emendada.

Pedro Ribeiro disse...

é espectacular fazer um browse pelo ontem e ver a minha opinião, paragrafo por paragrafo, virgula por virgula, completamente reflectida num post. Obrigado, BCool, excelente análise do meu ponto de vista! Abraço