sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Foi por isto que apoiaram inequivocamente ?


A Federação Portuguesa de Futebol passa uma rodada de caloteiros a todos os clubes, pior que isso destacando-nos na companhia de Porto, Sporting e Braga, e vocês ficam calados ? Não reagem ? Nem uma palavrinha ? Foi esta a razão do apoio inequívoco ? E já agora, quanto é que devíamos dos 11 milhões ? Desde quando ? E os outros ?

Mas então a SAD não era a credibilidade em pessoa, sem quaisquer dívidas vencidas, muito menos ao Estado ?

Para quem não sabe o que se passa, aqui fica:

"A Federação Portuguesa de Futebol pagou, esta quinta-feira, cerca de 11 milhões de euros à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) para saldar dívidas fiscais dos Clubes de Futebol, no âmbito do chamado “totonegócio”.

Este pagamento inclui dívidas de Clubes Profissionais (I e II Ligas) e Não Profissionais, nomeadamente o FC Porto, SL Benfica, Sporting CP e SC Braga.

Não foram abrangidos Clubes ou SAD’s que deixaram de existir ou que têm contenciosos de outra ordem, como processos de insolvência, ou mudaram a forma de organização nos últimos tempos. São eles o Estrela da Amadora, o Salgueiros, o Chaves, o Maia, a União de Leiria e o Boavista.

O pagamento destas dívidas fiscais possibilita que os Clubes apresentem as respetivas situações fiscais regularizadas perante os órgãos de licenciamento nacionais e internacionais e permite que os Clubes não devedores recebam as verbas a que tinham direito por via dos jogos sociais, algo que não acontecia enquanto o processo não fosse resolvido.

A Federação Portuguesa de Futebol saldou, desta forma, de uma só vez, cerca de 11 milhões de euros de dívidas dos Clubes, ficando com o direito de regresso sobre os mesmos, nomeadamente no que diz respeito às verbas oriundas dos jogos sociais.

A FPF agradece o envolvimento, o sentido de responsabilidade e cooperação do Sr. Ministro de Estado e das Finanças, Vitor Gaspar, do Sr. Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, e das respetivas equipas governativas, bem como de todos os restantes envolvidos, nomeadamente os próprios Clubes e as Associações de Futebol Regional e Distrital, no sentido de fazerem chegar a bom termo as negociações sobre uma matéria que se arrastava há mais de 15 anos e cuja fase decisiva de resolução se iniciou há cerca de onze meses numa reunião onde estiveram presentes os Srs. Ministros, o Presidente da FPF e os Presidentes do FC Porto, SL Benfica, Sporting CP e SC Braga, numa prova cabal de que o Futebol, para além de ser uma atividade que honra os seus compromissos, consegue ter posições unidas na defesa dos interesses comuns." - in site FPF

Cada vez mais desiludido, não com esta cambada, mas com quem continua a arranjar desculpas para que esta corja se mantenha no poder.


7 comentários:

Gonçalo Machado disse...

A sério, isso tira-te mesmo o sono? Ou estás sempre à espera duma oportunidade para falar do "apoio inequívoco", apoio esse que foi premiado pelos sócios com mais uma vitória esmagadora na ultimas eleições?? Ñão tens mesmo mais nada para fazer nem mais nada para dizer?? Se estás assim tão desiludido que tal aproveitares e como meta para o novo ano parares de escrever sobre o Benfica?

B Cool disse...

@gonçalo
continua a apoiar, mas depois não te venhas queixar

sentinela um estremecer disse...

Há alguma coisa que me está a escapar neste capitulo.

Do afamado totonegocio nasceu uma divida que se arrastava há 15 anos entre a FPF e o Estado, que foi agora liquidada pela FPF (é isto, não é?).
O que eu não entendo, e gostava que me explicasses como se eu fosse... um Silvio Cervan, vá, é: o que é que isto tem a ver com o tal "apoio inequívoco" que foi dado há um ano e que é aqui tratado como se fosse um contrato para a vida.

DeVante disse...

Se o Benfica pagasse, eu seria o primeiro a criticar porque, sendo os únicos a pagar, seria concorrência desleal e funcionaria como uma subvenção para os outros rivais.
Se tal acontecesse, eu acharia mal e aposto que tu também...

DeVante disse...

Ah, e atenção que eu acho que o tal "apoio inequívoco" foi um erro grosseiro. Nunca na vida, mas mesmo nunca, o Benfica deve apoiar um dirigente corrupto como o Nandinho das Facturas!
Mas dito isto, não acho que, tendo sido feito, isso me tire o sono porque em Maio, no Marquês, não me irei lembrar de tal apoio...

B Cool disse...

@sentinela, a FPF pagou a dívida fiscal dos clubes que deveria ter sido paga há 15 anos, mas que foi objecto do totonegócio. Como tal solução não liquidou as dívidas, os clubes continuaram em dívida.
O que a federação agora fez foi pagar essa dívida e ficou com o direito de regresso sobre as receitas dos jogos sociais (as receitas que sustentaram o acordo do totonegócio), basicamente em vez dos clubes deverem ao estado (finanças) passaram a ter uma dívida para com a federação, mas que será saldada pelas receitas que deveriam ter saldado essa dívida às finanças.

B Cool disse...

@de vante,
por essa teoria, então se os outros corromperem árbitros então o Benfica deve fazer o mesmo por causa da concorrência desleal, não ?
O Benfica deve ter uma postura diferente, uma postura que passa pelo honrar dos seus compromissos e pelo liqquidar atempado das suas dívidas, mesmo que seja o único. Lidera-se pelo exemplo e não seguindo a manada.