sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Poesia anti-apatia

Sejas de Bragança ou de Aljezur, vem ver o Artur! Estás amantizado com uma freira? Cura os teus pecados a apoiar o Maxi Pereira! Em casa tens requeijão com mel? Bom, mas no Estádio tens Jardel. A tua namorada acena-te de cai-cai? Tens tempo, agora vai ver o Garay! A tua avó alentejana preparou sopa de poejo? E os chouriços do Melgarejo? Tens de fazer a lista de compras com a tua caneta bic? Come uma bifana e vai gritar pelo Matic. Amanhã é dia de ires ao colombo comprar mais um kenzo? Vai mas é para o outro lado da estrada perfumar o nosso Enzo! A tua filha quer-te em casa para verem o pequeno póne? E se a levasses à Luz para cantar ao Ola John? Doem-te as pernas comó caralvio? Atira-te da bancada e vai às costas do Salvio. Ah o medo das alturas e o piso 3 é muito lá em cima? Compra bilhete para o piso 0 e cheira os golos do Lima. Há anos que o futebol já não te dá aquele gozo? Diz-me isso depois de veres mais um bis do Cardozo.

4 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Temos poeta.

Anónimo disse...

É pena que Matic se lê "matitch" mas de resto está impecável ! ;)

Conde de Vimioso disse...

Já revelei tarde as origens se não o Cardoso calhava-me a mim.

Cruza Gaitas, cruza Ola que o Cardoso mete-as com a pá...no forno

editor69 disse...

Ricardo. Fdx.
Quero o numero.