sábado, 19 de janeiro de 2013

A Comunicação no Benfica - elogios e novas ideias.

Depois de Jorge Jesus ter admitido que "lê blogues e fóruns", tivemos ontem um bom exemplo de que quem trabalha nos clubes deve estar atento ao que se vai passando pelas redes sociais e pela blogosfera. É importante conhecer a generalidade da opinião dos adeptos que constroem o Benfica (eles sim, são o coração do clube; não técnico-engravatados que muitas vezes nem do clube são). Não para religiosamente seguir a sua opinião - há milhões de opiniões, desde as mais lúcidas às mais absurdas -, mas para pelo menos apalpar qual é o comum sentir em relação a um tema específico. Uma estrutura deve, acima de tudo, ter ideias próprias e um rumo estabelecido, mas deve também abdicar de ser autista e procurar questionar e questionar-se sobre as escolhas que faz. Especialmente na Comunicação, uma área fundamental na forma como o Benfica pode e deve relacionar-se com os seus adeptos e, nada despiciendo, com os seus adversários e demais estruturas do futebol português.

Neste sentido, o vídeo lançado ontem sobre os lances que nos prejudicaram - afrontando a já falsa e crescente opinião de que o Porto teria saído lesado do clássico - é um bom exemplo do que pode ser feito e merece por isso, da minha parte, um sincero elogio. Tenho vindo a alertar para a deficiente relação que o Benfica tem tido nestas questões. O futebol português é demasiado complexo - um eufemismo para "corrupto" - para que o Benfica se mantenha num plano demasiadamente distante de uma guerra que, embora indesejável, é real e obriga o clube a saber dar respostas coerentes ao barulho generalizado que o Porto vai promovendo na intenção de colher frutos futuros. O caminho só pode ser este: reacções à altura, sem boçalidades nem finas ironias, apenas e só factos, exposição de incongruências alheias e, com humor ou inteligência pelo meio, deixar no ridículo aqueles que acham que são mais espertos que os outros.

Há ainda muito caminho a percorrer. Desde logo, o saber falar nas alturas certas e não só com declarações a quente, mas com uma estratégia definida que inclua conferências de imprensa de exposição dos erros arbitrais, vídeos (como este), divulgação de dados irrefutáveis através do site, do jornal e da televisão do clube e a escolha de comentadores nos programas de grande audiência que realmente saibam defender o Benfica de uma forma simultaneamente acérrima e inteligente. Não temos, neste particular, quem o saiba fazer. Gobern nem sócio é, desconhece a História do clube e do futebol português - quando Godinho disse à sua frente que o Sporting era o único clube que nunca tinha falhado as competições europeias, João comeu e calou, num dos muitos evidentes exemplos do pouco conhecimento que tem da realidade futebolística nacional. Gomes da Silva, como Vice, nem sequer devia ser comentador - para além de abusar de informações que só dizem respeito ao clube e ser abusado por dois estarolas que aproveitam a sua prepotência para rebaixar o Benfica. Seara, enfim, é um político - não defende o Benfica, não "ataca" o Porto, não diz quase nada, limita-se a insinuar e a manter as coisas num plano estéril, que as eleições para Lisboa estão a chegar.

Precisamos de comentadores que 1) conheçam a fundo a História, os valores, a mística do Benfica; que 2) tenham a capacidade para defender o clube sem entrar nas quezílias absurdas de conversas de esgoto que estes programas geralmente promovem; que 3) saibam dizer as verdades de uma forma inteligente e humorística, expondo ao ridículo a submissão sportinguista dos comentadores de serviço; que 4) não tenham qualquer problema em constantemente apontar os actos corruptos dos dirigentes do Porto; que 5) gostem de futebol e nele falem, mesmo contra o barulho dos restantes comentadores.

Há, portanto, um longo caminho a percorrer. Mas elogiemos o que parece ser uma consequência da entrada de Moniz no Benfica: nota-se, ainda que de forma tímida, uma inversão positiva na forma como o clube está a começar a comunicar para fora. A declaração de Vieira, com real fina ironia (e não a boçal do senhor dos peidos), e este vídeo dão-me esperanças de que tenha chegado ao Benfica uma nova e mais coerente e eficaz forma de lidar com estes temas. Os meus Parabéns por isso.

Dois assuntos que deverão merecer especial atenção por parte do Benfica nos próximos tempos: forçar um castigo a Pinto da Costa pelas graves declarações que teve no fim do clássico, insinuando que a Liga queria a vitória do Benfica; explorar a entrevista de Pedro Proença sobre o Apito Dourado, na qual afirma que os culpados ficaram por apurar. Duas questões fundamentais para uma limpeza no futebol.

11 comentários:

Pedro disse...

Há benfiquistas genias na elaboração de vídeos. Ao invês de Vieira e amigos virem à blogoesfera comprar bloggers para nada peçam ajuda a estes génios na arte do vídeo que, acredito, o farão com o maior dos prazeres e tem o Benfica uma equipa que esmagará qqr jornalista e adversário com factos.

Por mim a sala de conferências de imprensa teria ecrâns e passariam, constantemente imagens dos nossos prejuízos. Imaginem o Vitor Pereira a falar e imagens dos roubos a favor do fcp a passar?

Tiago disse...

Plenamente de acordo!

Finalmente o Benfica começa a querer desmascarar publicamente as mentiras repetidas pelos corruptos.
O caminho tem de ser por aí...

Anónimo disse...

Foda-se...
Já arranjaste um tacho na instituição!
Ou então o Jesus cortou-te os bobós!

Anónimo disse...

genial a ideia do Pedro

Mindfuck disse...

Falta ainda explorar o porquê do jogo do setúbal ser adiado tanto tempo e o porquê de quererem o porquê o proença, e a relação entre ambas as situações.

hertz disse...

Por acaso também tenho gostado da forma como o Benfica tem comunicado para o exterior.
Gostei bastante das declarações do LFV aquando dos 2 GRs, a não deixar cair no esquecimento o que a comunicação social já tinha varrido para debaixo do tapete, e esta última resposta após o clássico foi fatal. O vídeo também está muito bem conseguido.
O facto do JJ ler blogs mostra que se preocupa com a opinião dos adeptos e mostra também a sua dedicação ao Benfica.

Há muito a melhorar mas o Benfica já mostrou coisas muito positivas no que à comunicação diz respeito.

Vozes Encarnadas disse...

Excelente Ricardo, concordo a 100%.

De uma vez por todas temos de perceber se queremos ganhar esta "guerra" temos de ter uma comunicação forte e com um objectivo defender o Benfica.

Ainda falta muito, mas as conferências do JJ estão muito melhores, o Vieira está melhor quando fala e agora o video, muito bom.

Moniz tem muito trabalho a fazer, mas já se nota ali algum trabalho.

Ps: é engraçado que ainda há pessoal que não sabe ver que se critica quando se deve criticar e elogiar quando assim se deve fazer (assim se evolui).

Anónimo disse...

Nao percebo como ninguem fala disto:
No campeonato qual das poucas equipas que poderia roubar pontos ao Porto?Paços de Ferreira, contudo parece que ninguem reparou que eles jogaram na quarta feira um dos jogos mais importantes e intensos do ano (que poderia inclusive ter ido a prelongamento) e no Sabado volta a jogar, a questã é porque o jogo não é no domingo para a equipa ter mais tempo de descanso. Alias o jogo do Paços na quarta foi às 18h45 para que podessem passar as 72 horas até ao jogo de hoje.
Por exemplo a quando do jogo contra o SPorting houve tantas queixas, mas o jogo passou para sexta devido ao mau tempo o que fez com que o sporting jogasse na sexta e na segunda, neste caso do paços o jogo da taça sempre esteve marcado para quarta pelo que nao faz qualquer sentido jogarem tambem no Sabado.
O Benfica (equipa grande e habituada a jogar 2 vezes por semana) jogou na quinta e só voltará a jogar na segunda, ou seja tem mais 1 dia de descanço que o Paços (euipa pequena, plantel mais fraco em quantidade e qualidadee jogadores não habituados a jogarem 2 vezes por semana).
Infelizmente é esta a realidade do futebol Portugues!

Gonçalo disse...

Mozer tem tido uma atitude e grande benfiquista no programa da tvi24 á 4 feira era bom de recrutar.

Miguel A. disse...

Ricardo, bom texto. Estava a ver que mais uma vez ficávamos sem reacção a outro golpe manhoso e parolo. É bom o vídeo apresentado, mas acho que o lance no final do jogo sobre o Garay deveria ser incluído.

Bons indícios, mas não devemos ficar por aqui. Temos de saber responder à altura e, para isso, como dizes, não é preciso fazer barulho e entrar-se pela grosseria, pelas graçolas de calor da noite e pela alarvidade, apanágio de vítores, pintos da fruta e reinaldos dos quinhentinhos. Por isso, concordo em absoluto com o teu último parágrafo.

Quanto aos comentadores, estamos mal servidos. Mozer e Hélder, que não estão oficialmente a falar pelo Benfica, fazem-no muito melhor que os restantes.

Abraço.

pitons na boca disse...

Concordo com este teu texto, especialmente o segundo parágrafo.

Não percebo como há benfiquistas a dizerem que lançarmos o vídeo de resposta "é um erro", "é baixarmos ao nível deles", bla, bla, bla.
Fazer um vídeo não é nada de ilegal e quando assim é, não há que ter medo de usar as armas que o rival nos dá de mão beijada.

Não fazer o vídeo de resposta era deixar branquear uma situação que nos deixaria fragilizados, como que admitindo que os saloios corruptos teriam sido altamente prejudicados, quando tal não aconteceu.


Quanto aos comentadores tenho uma duvida que me deixa de pé atrás em relação ao que escreves: quem os escolhe? São os clubes ou são as cadeias de televisão que enviam os convites aos próprios comentadores?