quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

Da eterna cagança

Um dos problemas maiores da estrutura benfiquista é a cagança. Quando as coisas correm bem, aparece o falatório, não há críticas às arbitragens e ninguém acha que o plantel tem de ser reforçado. Mas é importante não dissertar muito em auto-elogios, apontar os erros dos árbitros e identificar e resolver as carências óbvias que há no plantel. 
O Porto, de mansinho, como no ano passado, lá vai reconstruindo um grupo de trabalho mais forte; nós, por irmos na frente, vamos vaidosos por Janeiro, fingindo não ver o que está à frente dos olhos. Depois no final queixem-se dos árbitros, escondam-se de vergonha ou digam que o plantel era curto.

16 comentários:

luis disse...

O plantel não é curto, penso eu. Para a Taça e para o campeonato, chega e sobra.

Não vale a pena conjecturar sobre "e se o Matic se lesiona?" caso contrário teríamos de fazê-lo para todos os jogadores e teríamos de ter três equipas com jogadores do mesmo nível.

O problema para mim pode de facto surgir com uma aposta na LE.

É uma prova com pouco valor e que não merece grandes investimentos mas sabemos que na prática é impossível jogar para não ganhar.

Temos soluções suficientes para vencer o campeonato e a Taça que são, aliás, os grandes objectivos da época.

Por isso, na LE é preciso fazer uma boa rotação, mesmo que essa rotação enfraqueça (teoricamente) a equipa.

Senão, acontece como no ano passado: podemos ganhar tudo e não ganhamos nada.

E temos de concentrar esforços no campeonato onde, em dois tempos, nos levam 6 pontos. É só ser necessário.

F.L. disse...

Concordo totalmente. Como sempre é o clube a dar tiros nos seus próprios pés. Se um dos pontas de lança se lesiona vai ser um "ai jesus". Na defesa temos um Luisão preso por arames e como suplente um Roderick que nem para o Corunha serviu. E com o Martins e o Aimar sempre no estaleiro...
Mas eufóricos continuam a dizer que estamos em todas as frentes. Não se enxergam? Imaginam este plantel a fazer mais de 30 jogos em 3 ou 4 meses?

Anónimo disse...

mas sinceramente o que lhe leva a dizer isso??
preferia que fosse-mos segundos ou terceiros com o plantel reforçadissimo era??
E se está a referir-se ao falatório do treinador, ele simplesmente responde aquilo que lhe perguntam.
Quem vir o seu texto diria que está impaciente para que o Benfica perca algo para aí sim vir com as suas teorias da razão.
Sinceramente não vejo jeito dos adeptos se contentarem com alguma coisa, arranjam sempre forma de estarem mal..incrivel!!!

PS: se quer criticar algo pode muito bem começar pela questão da ilegalidade do prazo de adiamento do jogo setubal-porto, isso sim é de deitar essas garras de fora á fpf..

João Barreto

Anónimo disse...

senhor F.L. aí pela sua lógica temos de ter um plantel aí com 50 jogadores chega????
é que neste momento até pelos rivais somos considerado o clube com mais alternativas, os jogadores têm respondido mas mais uma vez o "benfiquista" desvaloriza...o que interessa são cromos novos.
Quanto a lesões ninguem poderá garantir que alguem não se lesione, mas isso é como em tudo..quando olhamos para o banco de suplentes e vê-mos..Gaitan, Nolito, B.César, Rodrigo, Aimar, C.Martins..tirem as vossas proprias conclusões.

João Barreto

Ricardo disse...

Sim, Barreto, preferia. A minha vontade neste momento é que o Benfica perca jogos para eu depois dizer que tinha razão. Não se vê logo que é isso?

Luís e F.L, passo aqui a opinião que dei no facebook para não me repetir (e porque dá trabalho):

o Maxi é o melhor lateral-direito do campeonato (opinião discutível) porque não há bons laterais-direitos no campeonato. O Maxi tem uma vertente ofensiva interessante; defensivamente, é fraco, então quando está mal fisicamente é um perigo... para a nossa baliza. Jardel não é uma solução porque o José quer nem é um problema porque eu quero - são opiniões e a minha é a de que Jardel não serve para o Benfica (basta ver os jogos que o rapaz tem feito; se aquilo é ser bom central, então o Celestino também o era). Há muitos jogadores no plantel para 10 - César, Martins, Aimar -, mas nenhum com a capacidade e experiÊncia para assumir o meio-campo em zonas mais recuadas para além de Matic e Enzo. Almeida, que a lateral é mau, pode ser uma solução para Matic a médio prazo, não esta época (pelo menos nos jogos de maior pressão) e Gomes deve ser devidamente integrado, não pode ser a nossa esperança para quando precisarmos de um 8 durante meses, se Enzo se lesionar ou estver castigado - e já se viu que Enzo nem sempre está na melhor forma física. Este plantel grita por um box-to-box, José, GRITA!, mas pelos vistos está tudo a pensar que o Benfica fará uma boa campanha europeia, ganhará campeonato e taças com Matic e Enzo como únicas soluções seguras para o meio-campo. Sobre Aimar, é lógico que é reforço, espero que não saia em Janeiro, já agora. Mas nem o Jesus necessita obigatoriamente de um 10 no seu sistema nem o Aimar é o único que pode aparecer nessa posição no plantel do Benfica. Já o Izmailov vem de facto colmatar uma falha que o Porto tem, em termos de posição e de sistema - por isso falo na forma como eles cirurgicamente vão resolvendo os problemas, como aliás no ano passado. O Benfica está em primeiro por mérito próprio, é evidente. O que eu quero é que, independentemente da posição na tabela, haja uma análise das necessidades e não agir consoante as marés.

Shadows disse...

Veremos o que acontece. Se vencermos o FCP e a reserva dos dirigentes e JJ acontecer, será sinal positivo.
Mas se a velha cagança regressar em força, não seremos campeões.

Ricardo disse...

Luís, com este plantel não temos capacidade para apostar na Europa. É terrível dizer isto mas penso que o melhor para nós é sermos já eliminados com o Leverkusen.

Ricardo disse...

F.L, o ano passado também andavam eufóricos e a falar nas frentes todas. É um clássico.

PP disse...

Caro Ricardo,

Não concordo em nada com a tua opinião do Maxi, quer em termos defensivos, quer ofensivamente.

Não acho que o uruguaio seja mal a defender. Muito pelo contrário. Em situações de um contra um, ele tem a manha toda e sabe muito bem o que deve fazer. Acontece que ele não é omnipresente e como tal, não pode estar no ataque e na defesa.

Se formos a ver bem, quem origina o erro defensivo quando ele sobe para ajudar no ataque é quem não lhe executa um passe e perde a bola em fintas, como por exemplo já vi muitas vezes o Salvio fazer.

Por outro lado, em termos ofensivos aponto algumas falhas importantes ao Maxi, não nas movimentações que faz, mas sim na qualidade técnica de gestos como o cruzamento. São poucos os cruzamentos que ele faz para a cabeça do Cardozo por exemplo. E isso é algo que ele poderia e deve melhorar para serem mais produtivas as suas subidas no terreno.

luis disse...

Eu não tenho problemas em admitir que pefiro o Benfica fora da LE para vencer o campeonato.

Ando há anos a desejar campeonatos, vários, seguidos, muitos.

Só assim poderemos deixar de fazer figuras fracas na LC, essa sim, uma prova ao nível do Clube.

Mas em relação à LE: acho perfeitamente possível apresentar uma equipa teoricamente menos forte e fazer uma boa campanha.

Se se chegar a um ponto de termos de optar, a resposta é óbvia.

O banco contra o Estoril era qualquer coisa. Haja a rotação devida.

Ricardo disse...

Shadows, gajos com a idade do Jesus e do Vieira não mudam. Só se forem obrigados a isso. Para isso tens de ter quem os aconselhe de forma correcta. Não tens.

PP, as falhas que aponto ao Maxi em termos defensivos passam menos pela questão do 1 contra 1 e mais pela deficiente abordagem que faz em termos posicionais. Não é novo, sempre foi fraco a ler o jogo, principalmente quando ele vem do flanco contrário.

Ofensivamente digo que é interessante porque rasga muito o jogo e cria desequilíbrios. Tecnicamente, como dizes, não é forte, mas isso também nunca foi. Precisamos de um bom lateral-direito.

Estamos de acordo, Luís.

PP disse...

Ricardo,

O Maxi é o lateral com maior liberdade para criar desequilíbrios. É normal que ele se tenha de desposicionar.

Porque não criticar quem não lhe faz o passe quando ele fica isolado na ala direita?

Porque não criticar o sistema de compensações, que agora parece começar a funcionar com Salvio, Enzo, Matic e Jardel mais atentos nesse capítulo?

Acho que muitas críticas com o uruguaio são injustas.

O Daniel Alves, que é somente o melhor lateral direito para a maioria dos adeptos e especialistas do assunto, farta-se de ter erros posicionais mais graves que o Maxi... o Cristiano Ronaldo que o diga!

Quanto ao ponto de vista técnico, apenas gostava que ele cruzasse com maior qualidade e que perdesse o péssimo hábito da maioria dos laterais em Portugal, ter que olhar para a área antes de cruzar. É que se perde aquele segundo de vantagem sobre o adversário. A meu ver é cruzar para uma zona entre o defesa e o guarda-redes e que o avançado faça o que tem de fazer, ou seja, atacar a bola que nem um predador!

PP disse...

Ah! E quanto ao plantel ser pequeno... eu não o acho senão vejamos:

Guarda-redes: Artur e Paulo Lopes

Lateral direito: Maxi Pereira e André Almeida

Central sobre lado direito: Luisão e Jardel (e ainda temos o Miguel Vítor...)

Central sobre o lado esquerdo: Garay e Roderick (e ainda temos o Sidnei...)

Lateral esquerdo: Melgarejo e Luisinho

Médio-defensivo: Matic e André Gomes

Médio-centro: Enzo Pérez e Bruno César

Médio-ala/extremo direito: Salvio e Ola John

Médio-ala/extremo esquerdo: Nico e Nolito

Avançado móvel: Rodrigo e Aimar

Ponta-de-lança: Cardozo e Lima

É óbvio que poderíamos ter melhor, como por exemplo um Messi ou um Cristiano Ronaldo, ou até melhor opções para as laterais, para o meio-campo defensivo e para o avançado móvel. Contudo, se assim fosse não dávamos espaço a André Almeida, André Gomes e Rodrigo para emergirem no futebol profissional.

Será que eles têm estado assim tão mal que necessitemos de contratar para as suas posições?

Eu penso que não...

Nota: assumi que o Benfica de Jesus prefere jogar em 4-4-2 e com Aimar quase como um segundo avançado, conforme jogou na Amoreira, embora haja jogadores que podem fazer mais do que uma posição...

DeVante disse...

O Benfica só em casos excepcionais é que joga com um n.º 10.
A nossa equipa, em situações normais, joga num 442 com:
(1)Artur, (2)Maxi, (4)Luisão, (5)Garay, (3)Melgarejo, (6)Matic, (8)Enzo, (7)Sálvio, (11)John, (10?)Lima e (9)Cardoso.

Sobre os corruptos, quero ver se Martinez lesiona. No eixo defensivo não creio que estão melhores do que nós. Não acho que estão assim a equilibrar tanto, até porque o Izmaylov é uma grande incógnita que, se tivesse sido comprado pelo Benfica, estaríamos aqui com um enorme ponto de interrogação.
Para este campeonato e Taça, o Benfica tem um plantel equilibrado. Temos apenas três jogos de risco, no Domingo contra os corruptos, depois contra os corruptos B e, na segunda volta no antro da corrupção. Só!

Ricardo disse...

PP, eu não digo que o plantel é pequeno. Digo que é desequilibrado.

André Gomes não é um médio defensivo. E o César onde rende é a 10, não a 8. Ou seja, para as posições 6 e 8 temos Matic e Enzo. Depois, ainda em formação, Almeida e Gomes. É pouco, muito pouco.

Não têm estado mal, mas, quanto a mim, não estão aptos a serem soluções eficazes para a exigências dos próximos meses. Faz-nos falta pelo menos um médio experiente, que possa substituir Matic e Enzo.

PP disse...

Ricardo,

Até parece que jogamos todos os fins-de-semana frente aos Swanseas deste mundo...

Para a nossa realidade, para mim o plantel está bem composto.

André Gomes pode não ter sido formado como médio-defensivo, mas, isso não significa que ele não possa render nessa posição no actual modelo de jogo do Benfica. O nosso médio-defensivo, tem de ser um jogador dotado tecnicamente e fisicamente robusto. O André apresenta todas essas qualidades. Não é apenas mais um tronco.

Quanto ao Bruno César, eu até acho que ele daria um bom 2º avançado tal é a sua capacidade de finalização. Contudo, confesso que tenho gostado desta adaptação do Jesus. Jogando numa segunda linha, vai amealhando minutos e adaptação ao sistema encarnado. Só tem a melhorar.

Também gostava de poder contar com um Manuel Fernandes, mas esse também custa muito dinheiro e se calhar iria prejudicar estes investimentos de médio prazo.