segunda-feira, 23 de julho de 2012

Oráculo de Fellini

Não tenho abordado o jogo da equipa por dois motivos: já se sabe o que será o jogo da equipa e porque não tenho visto os jogos todos. Mas vi alguma coisa, umas duas horas e meia de pré-época, e chegou bem para compreender - se não se sabia já - que iremos ter mais do mesmo: saída de bola com médio defensivo recuado, extremos abertos nas alas, um avançado a baixar para receber. 

Quando o adversário percebe o movimento - e percebe-o quase imediatamente -, o Benfica passa a meter a bola no Luisão - que chuta para a frente, quase sempre criando perda de bola - ou procura-se um jogo lateralizado, especialmente com Maxi Pereira. Não há pensamento estratégico, há uma rotina, duas rotinas, três rotinas que vão tentando funcionar - quando o adversário é fraco, funcionam; quando tem mais qualidade, não funciona, o que no fundo é a história das duas épocas anteriores contada novamente. E novamente. E novamente. 

Defensivamente, é um caos. Nem a saída de bola é feita com o propósito de, atacando, estar sempre a defender e bem colocados, nem a reacção à perda é ajustada: a equipa estende-se pelo campo de uma forma que potencia o erro no passe (e Javi nisso é recorrente) e a expõe constantemente a contra-ataques nos quais o adversário tem muitas vezes igualdade numérica. Um absurdo táctico que só não vê quem não quer. Ou quem apoia muito e muito e muito e por apoiar anda cego e não vê. São 3 épocas disto, vamos para a quarta. Não há Ramires para salvar Jesus da sua loucura e é de esperar que venha mais um ano na linha dos dois anteriores.

Depois a opção incompetente de deixar andar, logo se vê, depois trata-se. Precisamos urgentemente de laterais (na direita, há anos!; na esquerda, há dois que andamos em novelas mexicanas e adaptações fantasiosas), mas não temos laterais. O ano passado jogámos com, imagine-se, Witsel a lateral-direito mas ninguém achou que precisávamos de lateral-direito - isto apesar de terem comprado um lateral-direito e o terem emprestado e agora ter sido dado. Mas Jesus, apesar de tudo isto, diz-nos: «Temos de arranjar uma solução para ficarmos mais equilibrados». Pois temos, Jesus. Quem é que será desta vez, o Mora?

Na esquerda, enfim, dizer o quê? Estamos bem fodidos.

Claro que escrever isto em Julho faz de mim um mau benfiquista. Paciência: lá terei de ir apoiar para o estádio.

12 comentários:

Pedro disse...

Tens que apoiar pá!!
Apoiando esses problemas ficam logo todos resolvidos. E com um bocadito de sorte ainda ganhas uma avença para escrever loas ao grande líder andares pelos blogs a insultar quem escreve o q tu escreveste aqui...

Passaralho disse...

És um mau, muito mau Benfiquista!
Aposto que só vais ao estádio para protestar mais em vez de apoiar!

Agora o que me fode mesmo, me tira do sério e me aniquila lentamente a crença, é que os VERDADEIROS BENFIQUISTAS não conseguem enxergar essa merda, começando pelos que estão na direção.

Pergunta para queijinho: o Costa, não percebe um corno de bola, ou está-se a cagar para o Benfica e quer é o dele?...

Abraço!

Ginha disse...

Até eu, que com erros atrás de erros, costumava sempre andar optimista, ando cada vez mais fodido da vida com esta brincadeira...

É que sou sempre os mesmos erros! Não muda nada! JJ foi igual 3 anos! Num, mesmo com Di Maria e Ramires apenas foi campeão a 20 minutos do fim, nos outros dois, foi o que se viu...

Como prémio começa a 4ª temporada no banco! Vamos ver é se aguenta mais que o Fernando Santos aguentou...

João Jordão disse...

Esta época vai ser bastante triste outra vez... O 2º lugar espera-nos

1entremilhoes disse...

É isto, sem tirar nem pôr.
E o apoio tambem, até não dar mais.
Encontramo-nos por ai, num domingo qualquer.

Hattori Hanzo disse...

Olha que parece que já temos lateral-direito para fazer frente ao Maxi: com as experiências entre Djaló e Hugo Vieira é capaz de estar lá a solução.
De resto é apoiar, Ricardo que eles é que sabem! E nem sequer penses noutra coisa, seu mau benfiquista.

Mike Portugal disse...

Hattori Hanzo e Ricardo,

Vocês querem ver que o Djaló andou anos no meu SCP a treinar remates à baliza por causa das bocas que levava dos adeptos e agora que até já remata bem, vai para lateral?

Mr. Shankly disse...

Estou de acordo com a parte defensiva. Relativamente à saída de bola, nem tanto. Com Aimar e Witsel (ou Martins em vez de um destes) existem várias soluções para sair. Com boas equipas há menos oportunidades? Claro que sim.
Na minha opinião o erro de Jesus costuma ser o contrário: quando o adversário pressiona os centrais não há que tentar sair a jogar: é utilizar o Cardozo como target man e subir linhas.

Quanto à falta de laterais, é tão óbvio que até dói. Mas o Wass e o Carole nem para o banco servem. Claro. E responsabilizar quem os contratou?

B Cool disse...

Ricardo, tenho visto todos os jogos, uns em directo, outros já sabendo o resultado em diferido e tenho ficado com umas sensações estranhas.

Jesus identificou as lacunas nas laterais após os 2 jogos na polónia, pos até aí só conhecia a lacuna na lateral esquerda.

Sinceramente e depois de ver os jogos não acho que seja uma questão de falta de jogadores, mas antes de sistema táctico.

Na esquerda Melgarejo tem claras deficiências no processo defensivo, pelo que a equipa deve trabalhar duma forma claramente diferente para evitar que as suas lacunas tácticas comprometam a equipa. Ofensivamente, com Melgarejo em campo ganhamos profundidade no flanco e largura com o Nolito a derivar para o centro. Se jogarmos com Melgarejo e o Olá João perdemos capacidade ofensiva pois os jogadores irão ocupar o mesmo espaço ofenssivo.

Com Luisinho, perdemos profundidade ofensiva, mas defensivamente temos um jogador que já conhece os fundamentos e exige menos da equipa (talvez por já ter um ano da posição em especial numa equipa onde tinha de defender) em termos de movimentação. Aqui sim justifica-se a entrada do Olá João.

acima de tudo acho que o problema do Benfica está em defender com 2 linhas de 4 deixando muito espaço entre linhas que pode ser usado para colocar passes nas costas dos defesas. Javi está a defender muito subido, na linha do outro médio defensivo e o 4-2-3-1 em posse transforma-se num 4-4-2 quando não temos a bola.

Este é para mim o cerne do problema. Mau trabalho defensivo do colectivo. Claro que jogar com Bruno César a 10 é uma cretinice, pois claramente não tem inteligência para tal. Não jogando o Aimar, gostaria de ver o Gaitán ou o Saviola a fazerem a posição.

A alternativa ao Maxi, penso eu que passa necessariamente pelo Cancelo, pelo que o promoveria ao plantel principal, jogando na equipa b para ter ritmo em vez de contratar um jogador.

Custa-me ver a aposta continuada em alguns jogadores - Artur, Maxi, Luisão, Garay e Javi, não por não terem valor, mas porque se os suplentes não tiverem ritmo de jogo, dificilmente poderão ser alternativas caso seja necessário.

A eventual saída de Witsel será um grande rombo no porta-aviões. Como também o serão os eventuais empréstimos de Nolito ou Carlos Martins, pois são jogadores essenciais nos 14 ou 15 que o Jesus pensa utilizar.

Nesta fase, apoiemos. Pode ser, eu não acredito, mas pode ser que com o apoio, Jesus se lembre que não é por ter bons jogadores a atacar que se esquece que uma equipa deve ter consistência defensiva.

A saída de bola com a baixa de Javi é um dado, pois permite a subida dos laterais, e com o baixar de médios/avançados, ficas com muitas linhas de passe para saires, desde que as trocas de bola sejam efectuadas com precisão e rapidez.

Esperemos para ver como está o Rodrigo, pois nem o Nelson, nem o Kardec me estão a convencer neste momento.

Volto a dizer que mais do que jogadores, o que falta neste momento à equipa é saber defender, quer após a perda de bola, quer mesmo no ataque continuado de adversários com mais qualidade.

Corro o risco de parecer demasiado optimista, mas acho que excepção feita aos grandes jogos, a equipa já está neste momento preparada para jogar com 75% dos adversários.

Falta trabalho, mas esse é da parte do Jesus. O seu desvario pelo Olá João pode custar-nos não ter mais ninguém e portanto que faça a omelete com os ovos que tem.

E sim Nuno Pinho, Jesus é para mim o principal responsável de 2 anos de insucesso e como tal, para mim já não deveria ter começado esta época, mas como começou tem o meu apoio, não acéfalo, mas crítico.

O Bandido disse...

Não sei se o Jesus chega a Setembro, ou muito me engano ou em Outubro vamos ter uma promessa eleitoral num novo treinador, possivelmente um estrangeiro e famoso, mas o "cancro" vai continuar lá como sempre..

Miguel A. disse...

Ricardo, a manobra da equipa é tão previsivelmente confrangedora que até as equipas mais fracas já a percebem. Na época passada (e até na anterior) assistiu-se muitas vezes a isso mesmo.

A falta de dois laterais de qualidade (e de um substituto de qualidade para o Javi) é tão evidente, desde há dois anos, que já nem a incompetência de quem direito para os contratar explica tudo. E este treinador sempre a insistir nos mesmos erros, e nem na pré-época faz alguma rotatividade na equipa. Dois jogos seguidos em dois dias consecutivos, e Miguel Vítor e Jardel nem uma oportunidade merecem?

A gente apoia, pois claro, mas porra, ver o mesmo filme três vezes seguidas já enjoa.

Abraço.

Filipe Rodrigues disse...

Boa tarde

Na nossa folha salarial temos quase 80 jogadores profissionais de futebol!!
Dentro desses 80, existem jogadores que podem fazer as posições que nos faltam, a saber:
Defesa Esquerdo (Shaffer, Carole, Emerson, Capdevilla, Luis Martins)
Defesa Direito (Miguel Vitor?, Ruben Amorim)
Defesa Central (Miguel Vitor, Jardel, Roderick, Sidnei,...)
Mas não podia jogar um desses, para ir rodando a defesa?
Mas apesar de não entender, sempre Benfica! Nem que jogue só com 2 defesas e o resto atacantes.