terça-feira, 10 de julho de 2012

Para quando Proença na Assembleia da República?

«Pedro Proença, que esteve recentemente na final do Euro2012, respondeu às críticas que o Benfica lhe dirigiu ao longo da época.

«Se respondessem pelos orçamentos megalómanos que fazem e pelos objetivos desportivos que não alcançam...», começou por dizer Pedro Proença, de forma irónica.

«Convivo com naturalidade com este tipo de críticas. Gostava é que as pessoas percebessem as responsabilidade dos seus atos de gestão na sua própria casa», acrescentou Proença numa entrevista à Rádio Renascença.»
 
 
 
Que país é este?

13 comentários:

anauel disse...

Portogal!

País de gente pequena, corrupta e cínica.

Aguentemos...

Seismilhoesum disse...

Que eu saiba a questão dos orçamentos e respectivos falhanços não é da conta desse senhor. E como árbitro, não deve tocar nesse assunto. Depois, pode dizer que convive muito bem com as críticas, mas gostaria que ele próprio admitisse os erros graves que comete! Como ser humano, claro!

Filipe Coutinho disse...

Vão admitir isto? Não há resposta para este crápula? não deve haver porque quem tem telhados de vidro...
puta que pariu esta escória e nós lá metidos bem no meio.

Rui disse...

Nada como ter um tipo na mó de cima para se ver a merda de que é feito (não que não se tivesse visto em muitos jogos do Benfica, no passado).

Vamos admitir que o tipo tem qualidade técnica. Essa qualidade, ausente no grande número de erros cometidos em prejuízo do Benfica, mostra duas coisas - ou falta de estaleca mental para aguentar a pressão em jogos onde a respectiva isenção poderia ser posta em causa, por ser, dizem, adepto, ou algo ainda pior. A falta de humildade, esta cagança mais insuportável do que a lambisguice capilar, faz mais pensar no segundo caso, do que no primeiro.

Um árbitro não pode apenas ser alguém bom tecnicamente. Tem de ter outras qualidades no plano da ética, da atitude, do respeito para com o jogo e aqueles que permitem que atinja esta notoriedade que, agora, tanto orgulha Proença. É óbvio que ele não as tem.

Proença não sabe por-se no seu lugar. Não tem a menor ideia do que é ser árbitro. Podia aprender algumas coisas com alguns dos grandes árbitros com quem certamente convive nestas ocasiões - em particular com Colina ou Webb - mas estas entrevistas mostram que para isso seria necessário ter uma dimensão moral e intelectual que Proença nem suspeita que existam.

João Duarte disse...

É por isso q o benfica não deve entrar em diálogo com indivíduos, apenas com instituições. Agora terá q responder com tudo.. Sob risco de qlqr badameco mandar bocas. Tem q destruir o proença.

PC disse...

Num país onde ter sido presidente da assembleia geral de uma Associação de Folclore foi um dos aspetos valorizados na experiência profissional do ministro Relvas, estão à espera de melhoras ???

Marco Craveiro disse...

Sim, é bem verdade que as acções de Proença ao longo de várias épocas têm em muito contribuído para que os tais orçamentos megalómanos não tenham conseguido impor-se em resultados.

Mas também é bem verdade que o senhor toucou aqui numa ferida bem aberta. As arbitragens são quanto a mim um mal menor na falta de resultados já que a fatia maior da culpa recai nos erros de gestão do plantel e da estrutura.

O problema é haver tanta gente incapaz do devido "mea culpa".

1entremilhoes disse...

É o sócio Pedro Proença a questionar a gestão do Benfica.

Águia Preocupada disse...

Não gosto de Proença. É palhaço, é vaidoso, é convencido e demonstrando isto tudo tão abertamente, é CORRUPTO! Sim, porque incompetente já vimos que até quando quer, não é!

Não tem portanto, moral para criticar quem quer que seja e muito menos fora do seu métier como é o caso.

Mas, perante o silêncio ensurdecedor que vem dos lados da Luz, só posso dizer: "QUEM CALA, CONSENTE"!

Falasse Proença dos corruptos e a esta hora já o peidoso o teria metido na ordem e tinha a época que aí vem já escrita e organizada como convém e merecem os que afrontam o poder papal!

Por isso, enquanto derem a garantia de eleição ao Rei Sol, não vamos sair da cepa torta e continuaremos a ser os bombos da festa dos dirigentes, dos árbitros, dos jornaleiros e dos fazedores de opinião. E nós, sócios, continuaremos a sofrer e a assistir ao definhar vertiginoso do nosso clube, até ao fim que se anuncia!

SLB4EVER disse...

Nao deve faltar muito, depois de profanarem a assembleia com repastos para criminosos corruptos o caminho a seguir é mesmo atribuir a medalha de mérito da ordem da corrupçao a este seu arauto pelos serviços prestados!
Já agora porque não dar tb um subsidio chorudo a este pobre coitado que segundo as suas palavras perde dinheiro com a arbitragem (deve ter vícios bastante dispendiosos só pode).
O homem que limpou a imagem deixada pelo apito dourado!!! LOLOL
Se alguma coisa ele provou é que prostituir-se moralmente tem as suas recompensas e que os seus erros mais do que por culpa da incompetencia são devido ao seu tendenciosismo e vontade de agradar aos verdadeiros patrões.
O SLB já devia ter exigido que esta criatura nunca mais apitasse os nossos jogos, depois disto ainda mais motivos temos para isso.
Pedro Proença a sua praia a ETAR, o seu restaurante o aterro sanitário, a sua fantasia ser comido pelo plantel inteiro dos porcos nos balneários a seguir a um jogo.

Deixo já o palpite, 1ª jornada SLB-SCB e lá vai estar este asco de apito na boca.

Anónimo disse...

Estas recentes intervenções de Proença apenas confirmam (i) que ele é bom árbitro, mas também (ii) que não tem qualquer personalidade.

No fundo, como pessoa, não é ninguém.

Ricardo Gomes

moleculasdeamor disse...

Mais um espertalhaço!

José Lemos disse...

Subscrevo o comentário do Rui. Por inteiro.