quinta-feira, 5 de julho de 2012

Machado Vaz e Bagão Félix


São dois enormes benfiquistas, ambos somam sucessos nas suas áreas profissionais. São ponderados, cordatos, não escolhem o confronto, a baixaria e a má-educação como forma de comunicação.

Enfim, respeitam o ADN do benfiquismo mais puro, a defesa da elevação dos valores, o respeito pelos adversários, a paixão e a razão juntas.

Que raio de país é este em que vivemos, onde as qualidades são vistas como defeitos e como pontos fracos daqueles que representam ou poderiam aceder a cargos de relevância no nosso clube ?

Os fundadores, encabeçados pelo Cosme, e figuras de grande relevância do nosso passado colectivo, como o Mestre Cândido, com certeza que darão voltas nos túmulos ao terem consciência da perda de valores da sociedade em geral e dos benfiquistas em particular.

13 comentários:

JNF disse...

É que é isso mesmo, sem tirar nem pôr. Para se ser presidente de um clube como o Benfica, a pessoa em causa deveria ser inteligente, ponderada, dona de um bom senso inquestionável e ser um senhor. Quatro requisitos que o actual líder não tem.

moleculasdeamor disse...

Concordo é possível vencer com uma determinação total sem qualquer azedume ou violência... vencer é sempre pela elevação competência verdade coragem e capacidade de olhar o outro... se necessário com condescendência (sei que é um pouco malévola a cena... mas por vezes é a única solução)...

Os Benfiquistas merecem que alguém assim apareça... alguém cujo único objetivo seja ser melhor e por conseguinte vencer o maior número de vezes possível!

Berrante De Encarnado disse...

Muito bom post, Bcool. É de louvar as suas boas intenções.

São de facto duas excelente pessoas. Mas infelizmente o mundo mudou muito, na maior parte dos casos para pior, em relação ao tempo em que viveram homens como Cosme Damião. Hoje em dia, posturas como as destes respeitáveis Srs., são vistas no futebol como sonsice e são motivo de gozo e regozijo para o inimigo. É triste, mas é verdade: No futebol de hoje quem é excessivamente correcto, é comigo.

PS: Aliás, não só no futebol.

Cumprimentos Benfiquistas

jmdeviveirosf disse...

Este país é pequeno demais... é terra onde quem tem olho é rei.

Stranger disse...

Touché...ao invés de "procurarmos" eleger um Cosme Damião procuramos um Veiga ou um Pinto da Costa Vermelho.Concordo em absoluto e parece que teremos rápidamente de retomar o nosso caminho e deixar de tentar clonar outros, ainda por cima no que se refere aos maus exemplos.Porque não avançam as alternativas ao nosso Presidente, para podermos fazer uma escolha em vez de apenas referendar um projeto?Será que neste momento o Benfica não merece esse cenário?Ou na verdade ninguem pensa ser possivel apresentar uma ideia diferente, caras diferentes, coisas novas e simples como por exemplo o regresso do paradigma Benfiquista-vencer com honra, com verdade, com competencia e essencialmente com Benfiquistas e para Benfiquistas!E note-se, antes de virem a terreiro os indefectiveis do Presidente-nada contra o Benfica, tudo pelo Benfica!O nosso Presidente tem obra feita, está á vista de todos, mas os Benfiquistas que não se reveem nesta Direcção devem poder escolher, nem que seja perante novos projectos, votar de novo Vieira.Saudações Benfiquistas.

Julio Machado Vaz disse...

Meu Caro,

Não imagina como me sensibilizou num momento triste da minha vida de benfiquista:(. Obrigado. Abraço, Júlio Machado Vaz.

JC disse...

Pequeno GRANDE texto, companheiro B Cool. Em poucas linhas dizes tanto, mas tanto...

Ao Júlio Machado Vaz peço-lhe que não desista. Pelo Benfica. Por nós, benfiquistas. E por todas as pessoas que se revêm na integridade de um homem - na sua integridade -, qualidade que vai escasseando nos dias que correm principalmente no meio futebolístico. São pessoas como o senhor que nos acalentam a alma e nos transmitem esperança.

Um grande abraço

FS disse...

Mega Ferreira, homem com um currículo invejoso e grande benfiquista não estará ao nível dois benfiquista referidos? Falo deste nome porque o nunca o vi citado em qualquer blog das nossas cores.

Ricardo disse...

Este Bcool assim de mansinho dá-nos verdades tão bonitas.

Parece que vivemos num mundo tão estranho que nem sequer há verdade e mentira, dignidade e desonra.

São duas pessoas com muito valor. O segundo, no entanto, ligado a alguém que não interessa ao Benfica (para mim, pelo menos). O primeiro alguém que merece todos os elogios - não só como benfiquista, mas como ser humano.

Com tanto maravilhamento, apetece-me Vitorino:


http://youtu.be/ZYC-bK9ziEc

Eduardo Rodrigues disse...

Sem querer apontar dedos a ninguém, porque todos nós temos falhas, mas qualquer benfiquista que "não escolhem o confronto, a baixaria e a má-educação como forma de comunicação" estará sempre a golear! Mesmo quando as nossas equipas das diferentes modalidades perdem em campo.
O Júlio Machado Vaz e o Bagão Felix, são claramente 2 SENHORES nessa forma de estar, pela que para as tv's e direcções das mesmas isso seja mal visto ... enfim ... é o Pais que temos.

#CarregaBenfica

ER

Anónimo disse...

Confesso que enquanto benfiquista não tenho pelos dois o mesmo respeito. Julio Machado Vaz merece a minha venia da forma como esteve representado o nosso Clube recentemente na RTPi e da forma emocionada como reage quando se lhe fala do Glorioso. A Bagão Félix gostava de o ver com mais coragem quando do Sport Lisboa e Benfica se trata, escreve intervem mas depois.......... trava e nao é de agora.Pelo Benfica nem sempre podemos vencer no debate de ideias mas nunca devemos desistir mesmo que a cadeira do poder esteja "alta".
O meu/nosso Clube precisa de um Presidente que dignifique o Glorioso cada vez que intervem. O nosso Clube está doente ! JBN

Miguel A. disse...

Belo post, B Cool. Subscrevo-o por inteiro. Tenho especial admiração por Júlio Machado Vaz, pela sua integridade e fervor benfiquista, e pela forma corajosa como tem defendido o Benfica em ambientes hostis.

Só uma nota em relação ao que disse FS: Mega Ferreira é um benfiquista que muito admiro, e uma pessoa que gostava de ver como presidente do Benfica. Acho que podia ser um excelente presidente, se rodeado da equipa certa, pelas suas qualidades humanas e profissionais. Infelizmente, e pelo que pude ver numa entrevista que deu à Sic Notícias há algumas semanas, o próprio parece ter descartado por completo essa possibilidade. É pena, na minha opinião.

Abraço.

POC disse...

Subscrevo inteiramente.

E caro Júlio Machado Vaz, o tal dia não foi triste para si, foi para o benfiquismo, para a honestidade e elevação.

Juntos somos mais fortes.