segunda-feira, 15 de abril de 2013

Para dar um bigode ao Paços.

Pelas palavras de ontem de Jesus, parece-me que não vamos ter grandes poupanças. Eu faria diferente: acho este jogo a última oportunidade na época para recuperarmos os mais desgastados enquanto damos rodagem - que pode vir a ser importante - a alguns que têm jogado menos e dos quais provavelmente ainda precisaremos no meio da loucura que vai ser este próximo mês e meio.

O jogo começa com uma vantagem confortável (2-0) e, mesmo sabendo da qualidade individual e colectiva do Paços, e da tremenda competência de Paulo Fonseca, parece-me que uma equipa do Benfica que misture titulares com menos utilizados conseguirá cumprir a passagem ao Jamor. Jesus fará diferente, jogará com os melhores. Só lhe pedia que não jogasse com Salvio, Enzo e Matic, um trio de que necessitaremos nos próximos jogos se queremos ter uma época de sucesso. Eu faria assim:

Paulo Lopes
Maxi, Luisão, Jardel, Luisinho
Almeida, Gomes
Urreta, Aimar, Ola John
Cardozo

(espero que esses bigodes estejam em andamento)

14 comentários:

luis disse...

Não sei se haverá necessidade de tanta poupança. O ritmo competitivo perde-se nestas alturas se houver uma quebra de competição. Um jogador profissional treinado ao mais alto nível aguenta bem um jogo por semana e, para o Paços e Sporting, é disso que se trata.

Depois, com os turcos pelo meio, a conversa já é outra,

Gandaia disse...

Mais importante que o descanso é manter o ritmo competitivo.

Jogámos 5ª, agora 2ª e só voltamos a jogar na 2ª feira.

Há tempo de descanso.

Ricardo disse...

Meus caros, o ritmo competitivo serve para gajos que eu ponho aqui: Maxi, Luisão, Almeida, Ola, Cardozo. Para outros, que estão em desgaste acentuado (Salvio, Enzo, Matic), mais uma semaninha de recuperação parece-me essencial. Mas é só uma ideia.

Pedro disse...

Bom dia,

Concordo com o Ricardo, ora vejam bem o calendário do Benfica nas próximas semanas... é uma coisa de loucos, com menos de 72h de repouso depois dos jogos europeus.

Salvio, Garay, Matic, Enzo e Lima, seriam as minhas escolhas para o descanso hoje, talvez o Melga também.

Abraço
Pedro

Pedro disse...

Gandaia,

O Jogo com o Sporting será Domingo dia 21, não na segunda...

Abraço,
Pedro

luis disse...

Eu concordo com a rotação e acho-a imprescindível, em especial nesses nomes que vocês referem. Apenas acho que, até ao SCP, não há essa necessidade porque há tempo de recuperação.

Fazer descansar neste jogo para o próximo de Domingo, não me parece muito importante, até porque, muito provavelmente, será um jogo pouco intenso.

Os jogadores têm tempo para recuperar, sem haver grandes acumulações de cansaço.

Depois, na sequência de LE, Madeira, LE, Estoril, sim, deve haver mexidas.

Mas por exemplo, Enzo não joga contra os turcos. Estará fresco para a difícil ida à Madeira.

Entre Lima, Cardozo e Rodrigo tem de haver rotação, mantendo um bom nível.

O mesmo acontece com o Gaitán, Ola, Sálvio e Urreta.

Os Andrés já demosntraram que podemos contar com eles.

Será impossível talvez manter sempre uma alta qualidade do onze (só se se mantiverem os mesmos 11, os melhores) mas isso é algo que todas as equipas do mundo têm de encarar quando chegam longe nos objectivos.

abraço

B Cool disse...

Artur,
Maxi, Jardel, Garay e Melgarejo
André Gomes, Enzo, Gaitán e Ola John
Rodrigo e Cardozo - deve ser o 11, embora gostasse de ver o Aimar no lugar do Rodrigo

B Cool disse...

Se o Enzo estiver tocado, ou qualquer outro mais desgastado (mas acredito que a equipa técnica perceba isso), então o Matic.
É preciso manter a dinâmica de vitória e só o Salvio me parece muito desgastado, depois de mais 2 jogos no limite

Pedro disse...

Pela convocatória, parece que não teremos muitas poupanças...

Guarda-redes: Artur Moraes e Paulo Lopes;
Defesas: Maxi Pereira, André Almeida, Luisão, Garay, Jardel e Melgarejo;
Médios: Matic, Enzo Perez, Pablo Aimar, Ola John, Salvio e Gaitán;
Avançados: Cardozo, Lima, Rodrigo e Kardec.

In SL Benfica...

Gandaia disse...

@ Pedro

Sim é Domingo, enganei-me. :)

Ainda assim acho que não há necessidade de dar grande descanso.

Podem descansar na 2ª parte ou depois dos 60 minutos.

Gandaia disse...

@ Ricardo

Descansar mais uma semana?

Não concordo e acho que ficarem praticamente 2 semanas é um erro.

Jogámos na 5ª com o Newcastle, agora vamos jogar 2ª feira (3/4 dias de descanso) e só voltaremos a jogar Domingo (5/6 dias de descanso). Não vejo em que ficarem 9/10 dias sem jogar...

Jimmi Benfica disse...

Na minha opinião, nesta altura da temporada e para quem a jogou regularmente, dificilmente perde ritmo competitivo. O cansaço é que já é outra história. Eu poupava alguns titulares(Garay, Matic, Enzo,Sálvio, Lima). Mas pela convocatória devem jogar quase todos até pela distância temporal para o próximo jogo. E o bigode para o Jamor, pode ser postiço?

Gandaia disse...

No fundo é isto:

Jesus a gerir a condição física contra o Paços de Ferreira

Muita controvérsia pelas opções de Jesus na partida com o Paços de Ferreira. Como por cá gostamos de fazer cair alguns mitos da internet e da gestão que o treinador do SL Benfica faz dos seus jogadores, resolvemos ajudar-vos a compreender o porquê das opções de Jesus.

Estamos certos que a opção pelo melhor onze não foi, como todos pensaram, uma questão de "medo" de perder a eliminatória, mas antes, a melhor forma de gerir a condição física dos seus jogadores para o ciclo infernal que começará Domingo, e que poderá culminar ou não, em glória. Não sendo, todavia, físicos os motivos que definirão o sucesso ou insucesso dos encarnados nas competições em que estão envolvidos.

Um dos princípios mais importantes do treino é o da sobrecarga. "O desenvolvimento de qualquer aptidão física (muscular, aeróbia, etc.) só é possível a partir de estímulos necessariamente mais forte do que aqueles a que se está acostumado. O treinamento de uma capacidade física se dá pelo aumento progressivo do esforço a ela relacionado. Esse aumento é chamado de sobrecarga.
A sobrecarga adequada a um exercício físico é aquela que causa um gasto considerável de energia e provoca mudanças funcionais no corpo. E cada sobrecarga utilizada no programa de treinamento tem data de validade , ou seja após um certo período ela deixa de promover progressos na aptidão física, sendo necessário novamente provocar o estímulo. Abaixo do suficiente, o esforço não traz efeito positivo ao treinamento e pode até reduzir a capacidade funcional do organismo"

Trocando por miúdos. Muitos não saberão, mas a competição é o principal momento da semana no que concerne ao ganho de condição / forma física para um atleta. Como mencionado na citação anterior, com esforço abaixo do suficiente, não há efeito positivo e pode até haver uma redução da capacidade funcional do organismo.

Com uma pausa dez dias entre Newcastle e Sporting, seria altamente contraproducente ter os jogadores num período tão alargado sem um estímulo forte. Sobretudo lembrando que os níveis não só físicos mas muito de concentração devem estar mais do que nunca altíssimos.

Causou polémica a permanência de Enzo no relvado. O argentino está castigado e estará ausente na primeira mão da meia final da Liga Europa. Ter falhado a semi final da Taça valeria-lhe a participação em apenas um jogo em dezoito dias. Jesus contrariando as teorias da internet não só não colocou em causa a condição física de Perez como contribuiu de forma decisiva para que na fase decisiva que se aproxima o argentino esteja ao nível mais alto que se lhe pode pedir. As decisões pedidas pela bancada teriam diminuído seriamente o potencial dos melhores jogadores encarnados para o que ainda há para jogar.

O futebol é assim. Apaixonante e permite-nos a todos falar do que pouco ou nada percebemos. O importante é que as pessoas certas estejam dentro da "estrutura" a tomar decisões, ignorando o ruído exterior.

Aqui: http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2013/04/jesus-gerir-condicao-fisica-contra-o.html

Ricardo disse...

Gandaia, lê os comentários a esse post. Pode ser que aprendas alguma coisa.