terça-feira, 10 de setembro de 2013

Jorge Jesus e Cortez



Foram muitas as más profecias, enormes as discórdias, e ainda mais e moires os “maus tratos” dedicados aos, diziam eles, velhos do restelo e ignorantes da bola. Porém, já não há muito como disfarçar, Bruno Cortez é um flop

Contratar um jogador que faz todos, ou quase, os jogos de pré-temporada a titular, bem como é o totalista nos 3 jogos disputados e que leva à venda do titular do lugar na época passada, para depois o deixar de fora na lista da UEFA em detrimento de um jogador que chega nos últimos minutos do mercado e ainda nem sequer fez um único minuto com a camisola do Benfica, só pode significar que Cortez é uma contratação absolutamente falhada.

Não se pense que não concordo com a contratação de Siqueira ou com a “eliminação” de Cortez da lista da UEFA, bem pelo contrário, concordo, apoio e, no caso da vinda do Siqueira, é algo que me satisfaz. No entanto, a questão não é essa, a questão é a vinda de Cortez, a questão é a aposta num jogador que, basicamente, oferece à equipa o mesmo que oferecia Melgarejo, ou seja, forte capacidade ofensiva, mas débil capacidade defensiva, a questão é a entrada do Cortez e a saída de Melgarejo. Ainda assim, conseguiu-se emendar a mão a tempo e partir para o que falta do campeonato e Liga dos Campeões com um lateral esquerdo “digno” desse nome, finalmente.

Porém, e é tão certo como eu me chamar José Moreira, Jorge Jesus será bombardeado com perguntas sobre o lateral vindo do S. Paulo e a sua não presença na lista de jogadores que poderão jogar pelo Benfica na prova europeia. Perante este tipo de questões, Jorge Jesus só tem duas atitudes a tomar:

1ª – Generalizar a questão, ou seja, enquadrar o jogador num plantel carregado de jogadores não formados em Portugal ou no Benfica, logo, um plantel que exige o “sacrifício” de alguns jogadores; por outro lado, Bruno Cortez faz parte de um plantel que, neste momento, apresenta alguns jogadores que podem ser adaptados à posição de lateral esquerdo, nomeadamente Sílvio e André Almeida, sendo por isso mais prudente incluir na mesma lista jogadores que possam constituir opções para outro tipo de posições;

2º - Caso seja forçado a particularizar a questão no Bruno Cortez, e é quase certo que o seja, Jorge Jesus deverá defender-se no maior ritmo europeu de Siqueira, por oposição a Bruno Cortez, coisa que, numa prova com a exigência da Liga dos Campeões, é fulcral. Pode ainda, no limite, afirmar que Bruno Cortez fará alguns jogos integrado na equipa B onde terá tempo de apreender as exigências de um futebol mais rápido e defensivamente mais exigente que o brasileiro, preparando-se para uma nova oportunidade na lista que será enviada em Fevereiro.

Por outro lado e se lhe perguntarem por Melgarejo, isto é, se lhe perguntarem pela venda de um jogador em quem apostou tanto durante a última época, o treinador deve escudar-se numa possível decisão da SAD que passou pela venda do jovem Paraguaio e mostrar-se satisfeito pela valorização de um jogador que custou menos de 1 milhão de euros e foi vendido por 5.

Se um tipo que não acredita em nada do que acabou de escrever consegue alinhar alguns argumentos que defendam o indefensável, acho que o departamento de comunicação do Benfica e Jorge Jesus devem conseguir fazer um pouco melhor, não?

7 comentários:

fm.carv disse...

escapa a muitos eu sei mas o Benfica NAO contratou o Bruno Cortez....o Bruno Cortez esta no Benfica por emprestimo do Sao Paulo...

José Moreira disse...

Contratou... por emprestimo. fm.carv, lamento desaponta-lo, mas acho que toda a gente sabe. Se assim não for, serei eu o desapontado.

Anónimo disse...

A tua embirração com o JJ é tanta que até te dás ao desplante de sugerir o que o homem deve dizer.

Explica ao pessoal porque é que o Cortez não sabe defender.

Anónimo disse...

Como Jesus deve responder? Fácil. É o treinador quem decide. É desarme limpinho nesses cobardes que não ousam perguntar ao treinador do FCP pelo Iturbe, o novo Messi...
A venda do Melgarejo foi um bom negócio e a vinda do Siqueira ainda melhor. Não há mais nada para ver, nem para facilitar a vida aos rivais. Siga a marcha.

Conde de Vimioso disse...


Realmente há por aqui gente com muita imaginação...bacoca.

Ou não foi o Jejum que ao excluí-lo da lista nos veio dizer que ele é um flop ????-

Perante a dura realidade vir com estes argumentos mesquinhos diz bem da frouxa exigência de alguns Benfiquistas que pelos vistos se comprazem com estes folhetins.


Anónimo disse...

Flop ou não é jogador do Benfica até ao final da epoca ...infelizmente o homem não é até à data aquilo que se esperava.Há e haverá sempre jogadores que não pegam. O melga também tinha defeitos a defender como também o emerson e até o coentrão...agora o JJ não pode dizer que o plantel é desiquilibrado ..só espero que estes 5 pontos de atrazo sejam recuperaveis. Viva o Benfica .

Diogo disse...

fdx, comparar coentrao, que e' um talento puro e que o jasus do pastilhame apenas o pos a jogar (nao e' preciso ensinar a jogar 'a bola a quem tem futebol pelo corpo todo...), com melgarejo, emerson e cortez.... enfim... siga pra bingo.

quando comeca a epoca de 2014/2015?


eusebiomais10.blogspot.com