quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Uma lesão que pode salvar a época

O futebol tem destes fenómenos: o que é uma má notícia - lesão de Salvio por pelo menos 6 meses - acaba por ser uma excelente notícia para os adeptos e para o Benfica - também para Jesus, mas apenas porque a isso foi obrigado. 

A boa notícia é que, de uma assentada, o Benfica melhorou 3 posições: a de médio defensivo - onde agora tem um jogador menos virtuoso mas mais capaz do ponto de vista posicional, o que é fundamental sobretudo pela forma arriscada como o modelo do Jesus funciona na fase ofensiva -, a de segundo médio, vulgo «8» - onde Matic pode finalmente soltar todo o seu talento, fundindo os movimentos ofensivos e defensivos num todo, podendo explorar a sua capacidade de transporte e rasgo, a qualidade nos passes de ruptura, criar novas combinações com os extremos e avançados e, por fim, explorar aquilo que muitos ainda não lhe conhecem: o excelente remate - e a de interior direito - onde Enzo se distribui, revezando um jogo mais vertical em combinação com Maxi com toda a aproximação ao jogo interior, tanto na forma como se junta aos médios em pressão e contenção como procura, quando a equipa tem a bola, aparecer por espaços entre o lateral e o central adversário, criando mais uma solução ao portador e deixando Maxi (ou Almeida) solto para o movimento de profundidade na ala. 

Se Salvio faz falta? É lógico que sim, principalmente em jogos de menor responsabilidade defensiva em que a equipa encontrará muitas vezes um verdadeiro camião à frente da baliza. No entanto, e por conhecermos a já afamada teimosia de Jesus, não podemos dizer que esta lesão, em termos gerais, não veio ajudar a consolidar a equipa e a dar-lhe outra qualidade, lucidez e capacidade para gerir os vários momentos do jogo. O futebol tem destas coisas.

13 comentários:

Fehér 29 disse...

continuamos a não jogar um caralhinho. e dá gosto ver salvio jogar. tenho saudades

hertz disse...

Por acaso até tens razão. A saída do Salvio permitiu estas alterações que resultaram numa equipa que, em princípio, será mais consistente principalmente em termos defensivos.
Quando o Salvio voltar será, naturalmente, bem-vindo mas a sua ausência nem está a ser aquele drama que pensei que fosse tendo em vista a sua qualidade e influência que ele tem na equipa do Benfica.

moleculasdeamor disse...

Concordo com a opinião... Fejsa é um autêntico Panzer... muito bom e Enzo afinal faz bem aquela posição...foi uma surpresa para mim...
Na equipa B estão dois JOGADORES PORTUGUESES que merecem oportunidades na Taça da Liga a TITULARES: João Cancelo e Ivan Cavaleiro!... e o Bernardo também era bem pensado...

Viriato de Viseu disse...

É como diz o outro " Há males que vêm por bem"

A equipa com o duo Sérvio fica mais compacta. Ontem não sofremos golos e não foi por acaso.

Rfa disse...

Pois e "sem um jogar um caralhinho" ja chegamos ao 6 no ranking da UEFA. O que seria se o jogassemos como os amigos na playstation.

Anónimo disse...

O Jesus tinha pedido um trinco (Capoué, alguém no tasco se lembra?) muito antes do Salvio se lesionar...
A entrada do André Almeida no onze também está relacionada com a lesão do Salvio?

DeVante disse...

Já agora, a própria lesão do Rubem. Não fosse assim nunca se veria Fejsa.
Eu quero Oblak, será que terei de pedir uma lesão do Artur? E também quero Steven...

Anónimo disse...

Caro Ricardo,

Sem dúvida, é uma pena para o Salvio, para a própria equipa, contudo, foi a peça do dominó que fez cair todas as restantes. A equipa de ontem é muito equilibrada. Falta, contudo, Gaitán, para o lugar de Djuricic, passando Markovic para segundo avançado.

O próximo jogo, com um bom resultado em Paris, é importante, mas o seguinte é decisivo.

Abraço
Pedro B.

Rusty Ryan disse...

O Salvio é o melhor extremo que o Benfica tem. Um dos seus melhores jogadores. Não estou a ver como é que a sua lesão pode ser uma boa noticia para a equipa do Benfica. Percebo o que queres dizer, mas não concordo de todo. Além de que Salvio fará muita falta, sem dúvida alguma, quer nos jogos grandes, quanto mais contra equipas pequenas, pela maneira como elas jogam. Fejsa vem sem dúvida alguma dar outra força ao Meio-Campo, era um jogador que fazia falta no nosso plantel, trás mais soluções e já se viu que é muito bom jogador. Tenho dúvidas que Fejsa e Matic façam muitos jogos juntos contra equipas pequenas e também no Estádio da Luz, até porque JJ não vai mudar muito a maneira de jogar da equipa. Ainda para mais se juntarmos a estes dois Enzo Perez. Podem jogar destes 3, 2 e até em certos jogos os 3 ao mesmo tempo. JJ terá de ter essa capacidade de perceber como deve montar a equipa perante determinado adversário. Bons jogadores como o Salvio fazem sempre falta, ainda para mais um jogador de top como ele. Gaitán também está na mesma linha. Portanto, não estou a ver como é que pode ser boa noticia a lesão dele...

VC disse...

O que é, surpreendente, é que estava a ver o jogo (Anderlech) e nem dei pela falta de Gaitan, Ola, Ruben, Maxi (sim tb. Maxi), Cortez, Sulejamni, Rodrigo.
E vocês deram pela falta deles ou
é só impressão minha?
Parece-me que nesta equipa está a base - 9/10 - jogadores titulares para todo a época. Esperemos que o Jesus assim também o entenda. Sinceramente não acredito.

PP disse...

Não acho que a posição do Markovic seja a de segundo avançado, lá no centro do terreno. Escrevo isto porque a exibição do sérvio frente ao Nápoles foi muito fraquinha nessa posição. Recordo que quem jogou a extremo esquerdo de início nesse encontro foi o Gaitán que teve de o substituir ao centro a meio da primeira parte.

Se calhar com treino ele vai lá, mas daí também o Djuricic, não?

Para além disso, acho que a equipa ainda não sabe explorar bem as características do Marko. Muitas vezes em vez de jogarem de forma a dar-lhe uma bola onde ele fique apenas no um contra um frente ao lateral adversário, parece que lhe dão a bola com dois ou três em cima.

Por falar no Djuricic, quando é que o Jesus lhe dará mais a batuta da construção de jogo? É que o vi em campo sempre a dizer ao rapaz para estar lá na frente e sentiu-se a falta da sua organização de jogo, no apoio ao Matic.

Em vez do 4-2-3-1, mais próximo de 4-2-4, preferia ver um mais próximo de 4-2-1-2-1, com o Filip um pouco atrás da linha dos extremos, ou pelo menos na mesma linha do Enzo e ambos atrás da linha do Markovic que estaria numa linha um pouco mais recuada do Cardozo.

Quanto a essa relação causa-efeito abordada no artigo sobre Salvio, ainda não estou muito convencido. E, veremos se daqui a uns tempos, o Feyja não será melhor 6 que Matic e este não será melhor 8 que o Enzo, e quando o Salvio voltar, ver se este não será melhor que o Enzo, transformando este numa espécie de Rúben Amorim para o plantel de 2009-2010...

Bem, e só de pensar que quando Gaitán e Sulejmani regressarem, acho que vai haver sangue!

;)

luis disse...

Para o camiseta 10 deste Blog, isto de expor com delicadeza o seu ponto de vista, acertou em cheio no Ferrari.
Mais equilíbrio defensivo... do meio para frente haverá material pirotécnico suficiente para incomodar adversários, depende dos dias e do tempo.
O equilíbrio,com qualidade no colectivo fazem as obras desportivas...
O Sálvio e Enzo fazem mais de 20 milhões em compras... nenhum é superior a um Paneira vindo dum vizela, e não se pense que o paneira veio jogador feito, era só o melhor marcador e magrinho.
A ala direita teve alma até Almeida...e ainda mais alma até Julho, s f f.

Fehér 29 disse...

rfa, é mesmo esses titulos que eu quero! YES! Camos todos para o marquês JÁ!