segunda-feira, 9 de abril de 2012

Vamos à 7ª consecutiva?

Os nossos putos conquistaram o Torneio Internacional da Pontinha, vencendo na final o Sporting por 1-0, depois de já terem vencido o mesmo Sporting na fase de grupos por 3-1. O Barcelona foi o terceiro classificado e o Porto o quarto.

Esta introdução serviu para quê? Não sei bem. Provavelmente elogiar os nossos miúdos e o bom trabalho que se faz na formação do Benfica (que precisa apenas de uma verdadeira ponte para o futebol profissional) e ao mesmo tempo falar numa realidade natural e simples: o Benfica vencer o rival Sporting.

Entre os adultos, a série de vitórias consecutivas vai já em 6, com 13 golos marcados e 2 sofridos. São raras, ao longo da história, sequências destas e parece-me - repito: parece-me - que o Sporting nunca conseguiu tal feito. Do Benfica conheço outra série igual a esta no final dos anos 80. Vamos mesmo para a 7ª consecutiva ou vamos deixar que eles nos quebrem este glorioso (para nós) e humilhante (para eles) trajecto?

Podemos, desde logo, partir com uma certeza: não será fácil. Não só pela qualidade de alguns jogadores do Sporting (como equipa ainda são bastante frágeis), mas pelo facto de este ser sempre o jogo do ano para o adversário, sendo que, afastado da luta pelo título, o objectivo primordial passa por não permitir ao Benfica chegar-se ao mesmo. É uma coisa histórica e que devemos abraçar com simpatia e não com ódio. O sentimento dos sportinguistas em relação ao nosso clube só deve orgulhar todo o benfiquista: não o compreendendo, só nos dão mais importância.

Se os centrais Luisão e Garay estiverem aptos, têm de jogar. Mas este "se" é fundamental - não queremos perdê-los para os restantes jogos. No meio-campo, e apesar da excelente exibição de Matic no último jogo, daria a posição 6 a Javi, por ser o melhor que temos para o nosso tipo de jogo. Subiria o sérvio para 8 - onde me parece poder explorar melhor as suas características - e poria Witsel a 10. Gaitán na direita, Nolito na esquerda e o bombardeiro Cardozo na frente, sedento de mais golos a um dos seus melhores clientes.

Qualquer resultado que não a vitória afastar-nos-á irremediavelmente do título - assunto para reflectir seriamente, visto que já tivemos 5 pontos de vantagem e, nas últimas 7 jornadas, perdemos 10 pontos de forma inexplicável.

E agora apanhemos a cabra, que o jogo é já a seguir.

4 comentários:

JC disse...

Correndo o risco de parecer derrotista, a vitória do fcp tornou este dérbi algo insosso para mim no que respeita às contas do título. Salva-se a sempre aprazível possibilidade de fazer bullying à lagartagem.

mrmg disse...

Pessoalmente estou confuso.
O Braga parecia ser a única equipa capaz de vergar o porto nesta recta final.
Mas o Braga tem pouca pólvora.

Resta ao Benfica ganhar os jogos que falta.

Para se ver o quanto grande este clube é!
Partilhem, comentem, corrijam...

http://aminhachama.blogspot.pt/2012/04/equipas-gloriosas-seculo-xx.html

Ulrich Haberland disse...

JJ o que dizes agora, depois de teres perdido todos os objectivos da época, sobre a tua propalada competência? Embrulha-a num paninho mais o Emerson, e vai à tua vidinha.

Maria Flausina disse...

Mééééeeeee!!!