terça-feira, 13 de novembro de 2012

Os muitos sinais preocupantes do Rio-Ave-Benfica


- Desconcentração competitiva - aos 40 segundos de jogo, Enzo faz uma entrada para vermelho directo. Não é maldosa, tal como não foi a de André Gomes na jornada anterior, mas é descuidada e põe em causa o sucesso da equipa. Relembro: foi aos 40 segundos de jogo e era para vermelho. Se o árbitro tivesse visto, seria um jogo inteiro num campo muito difícil em inferioridade numérica. Aos 76 minutos, Matic faz, desnecessariamente, penálti. Mais um episódio da fraca componente mental desta equipa e da clara, apesar de esforçada, inadaptação de Matic à posição 6. Os jogadores do Benfica põem-se por várias vezes à mercê de uma arbitragem mais prejudicial - neste caso, de uma que apenas visse o que se passou. É um sinal preocupante e não é de hoje, tem anos.
 
- Risco absurdo pelo curto prazo pondo em causa o futuro - Jesus no final da partida vem admitir que Enzo, Melga e Garay deram sinais antes do jogo de não estarem aptos. O que fez o Mister? Pô-los aos três. Passados alguns minutos de jogo, perdemos Enzo - resta saber para quanto tempo. Não chegando o facto de já não termos médios, arriscámos colocar em campo o único que, mesmo sendo uma adaptação, por ter muita qualidade consegue fazer de médio nesta equipa. Arriscámos e perdemos o jogador. Neste momento, não temos ninguém que possa garantir a qualidade de posse, a facilidade de transporte e de queimar linhas que Enzo dá à equipa. Resta Miguel Rosa, que inexplicavelmente (ou talvez não; perguntem ao Carraça o porquê) não merece uma única oportunidade na equipa principal. Isto num plantel sem médios.
 
- Uma equipa totalmente partida entregue ao acaso da sorte ou azar - Saímos de Vila do Conde com a vitória. Como podíamos ter saído com o empate ou derrotados, tantas foram as situações de 5x4, 5x3, 4x3, 4x2, 3x2 e mesmo 3x1 que o Rio Ave teve ao longo da segunda parte. Valeu-nos a má decisão dos atacantes e médios vilacondenses e... Artur. Jesus observava do banco 30 e tal minutos de cerco à nossa equipa mantendo no meio-campo Matic - totalmente sozinho para 3 e 4 jogadores - e César, que não é ala e muito menos segundo médio. Mexeu a poucos minutos do fim e mal - em vez de colocar alguém no meio, junto a Matic, decidiu desposicionar Almeida da lateral, deixando nessa posição um jogador lento e acabado de entrar, Miguel Vítor, contra o jogador mais rápido e técnico (e fresco) do Rio Ave. Resultado? 4 jogadas de claro perigo que não deram golo por má definição adversária. O Benfica ganhou o jogo? Não, o Rio Ave perdeu-o, tanto foi o desperdício.
 
- Cantos e livres de amadores - É um problema que tem anos no Benfica de Jesus. A movimentação dos que estão na área é excelente (há trabalho do técnico e de grande qualidade), o problema está antes: em quem bate as bolas. Em 10 livres/cantos, 8 bolas não chegam ao destino. Ou são demasiado longas, cruzando a área e saindo na linha lateral contrária ou vão directas aos joelhos do primeiro adversário. Resultado? Os livres/cantos do Benfica servem geralmente para criar situações de perigo... na nossa baliza.
 
- Os preferidos de Jesus - O técnico tem algumas qualidades de excelência; pena os defeitos - e por isso nunca será um treinador capaz para os objectivos que temos. Um dos defeitos passa pelo facto de ter, de forma cega, os seus preferidos. Jardel é um deles, em detrimento de Miguel Vítor. Jardel tem cometido falhas gravíssimas em todos os jogos, tem feitos péssimas exibições misturadas com algumas em que vai disfarçando, mas Jesus dá-lhe sempre a titularidade. Não se percebe como nem porquê. O mesmo vale para Melgarejo, que depois de alguns jogos em que parecia ter conquistado alguma maturidade - após um início de campeonato pavoroso -, voltou ao seu registo habitual: cortes para a entrada da área, com a bola à mercê de um pontapé em zona privilegiada por parte de um adversário; ultrapassado várias vezes no 1x1; mau posicionamento defensivo, deixando ou as costas ou a zona entre ele e o central desguarnecidas; perdas de bola inexplicáveis e letais. Por fim, Salvio. É evidente que baixou de forma com o mau estado físico de Maxi Pereira. Só a má-vontade (chamemos-lhe assim, eufemisticamente) com Nolito pode explicar a ausência do espanhol do 11. Com a boa integração de Ola John (mérito para Jesus, neste caso), está na hora de jogar com o holandês na direita e Nolito à esquerda. Mas será possível a Jesus quebrar as suas certezas irrefutáveis? 
 
Esta equipa, pelo péssimo planeamento que foi feito em Agosto (se tinham mesmo de vender Javi e Witsel, deviam ter tido a inteligência de prepararem as saídas com alternativas; e todos sabemos que era expectável que saíssem), está hoje, como previsto, entregue a um meio-campo curto e nas lonas e a uma esperança nos jovens que venham da equipa B. Não com método ou critério, mas atirados para a linha da frente, porque não há tempo nem soluções para uma correcta integração dos jovens. André Gomes e André Almeida lançados como iscos, na esperança de que resulte e se possa dizer que há uma aposta na formação. Não há. Ou melhor: há mas forçada porque houve erros absurdos na composição do plantel. O que podia ser uma integração paulatina de jovens com valor (e os dois André têm valor para poderem vir a ser opções de qualidade, sem dúvida) numa equipa madura e equilibrada, passou para uma espécie de crença religiosa: vamos todos acreditar muito que eles é que resolvem. Mas só resolverão pontualmente. Nunca para nos darem o que queremos da época, porque ninguém é campeão cometendo tantos erros estratégicos.

A Champions já está tremida (por culpa nossa e de mais ninguém), e o Campeonato, apesar da liderança, é apenas uma miragem. Claro que podemos ser resultadistas e apresentar números e estatísticas: segundo melhor ataque, melhor defesa, liderança partilhada, nenhuma derrota em 9 jogos, 2 empates, 7 vitórias. Podemos sempre fazer textos a dizer que apoiamos muito e que não percebemos os profetas da desgraça. Podemos ser arrogantes ao ponto de, além de não conseguir ler os sinais que traçam caminhos, ainda acharmos que somos mais benfiquistas que os outros e que nós é que somos bons porque basta ter fé para estar no Marquês. Não basta.

Há um ano disse em Novembro que não seríamos campeões. Se tenho a fama de desgraceiro, atiro-me a ela e vou na onda: outra vez em Novembro, avanço: não seremos campeões. E isto - entendam nessa cabecinha mirradinha, gente do "apoio" - não quer dizer que eu não vá a todos os jogos do Benfica em casa e a todos os que possa fora de casa e não quer dizer que eu não vá para todos os jogos com uma fé inabalável num milagre qualquer que nos leve até ao Marquês em Maio. Quer só dizer que eu vejo este Benfica com todos os seus óbvios problemas, vejo o Porto com a sua evidente superioridade colectiva, vejo a tendência arbitral que temos há mais de 30 anos no campeonato nacional, e retiro, não com muita dificuldade, uma percentagem aproximada: 10/15 por cento de hipóteses de sermos campeões. 
 
Que descerá para os 2 por cento quando a direcção que muitos de vós apoiam decidir vender mais uma ou mais pérolas já daqui a 2 meses para colmatar a falta de receitas que o afastamento da Champions originará por termos achado que um empatezinho em Glasgow era bom e que perder só por 2 com o Barcelona também era girinho e que podíamos levar um banho de bola em Moscovo porque depois resolvíamos em casa e o Barça fazia o nosso trabalho. No fundo, há 10 anos que os erros se repetem. Difícil mesmo é ser profeta da alegria.

37 comentários:

Anónimo disse...

Algumas verdades, outras nem tanto. Sobre o Jardel acho que é bastante injusto e viu-se que o teu meinino de estimação quando entrou paraceia mais uma auto-estrada, logo o mau futebol não se deve ao Jardel, estão sempre a criticar por falta de oportunidade aos jogadores da formação e portugueses mas quando se dá é porque estão ainda verdes, já não me lembrava do Javi e nem do Witsel, porque os substitutos não só estão acumprir como para o primeiro ano na posição estão a ser bem melhores. No entanto acho que o Miguel Rosa e outros miúdos da B com potencial devem ir fazendo alguns jogos para a A, acho que o André Almeida ser um bom jogador está em melhor que o super Maxi, e acho que no lugar do Enzo também cumprirá. Concordo com a demora das substituições na segunda parte, o BC estava perdido, por isso era urgente reforçar o miolo com a entrada do Miguel Victor o André devia ter se posicionado ao lado de Matic e não encosta-lo a direita,e se os jogadores como Enzo e Megarejo não estavam a 100% tinha que ter mais alternativas no banco para essas posições ao invés de ter mais 2 avançados.

Jose M Ferreira disse...

Aqui está um dos problemas da sociedade portuguesa atual: Realçar mais o lado pior das coisas do que o lado bom. O copo está sempre meio vazio do que meio cheio.
Foi uma vitória bem conseguida com classe (na primeira parte) e fato macaco na 2ª metade e tendo em conta muitos condicionalismos.
Parabéns jogadores, parabéns JJ, parabéns a todos que localmente estiveram presentes a ajudar a manter-nos no topo.

Rfa disse...

Para um literato... o autor demonstra um profundo desconhecimento dos Lusiadas.

Mr. Shankly disse...

Estou de acordo que não seremos campeões. O favorito é o Porto, tem um plantel melhor e mais equilibrado. Por isso mesmo é que tenho que dar valor ao trabalho de Jesus: apesar do plantel que lhe deixaram, apesar das lesões de Martins e Aimar, está em primeiro.
Em algumas críticas acertas, noutras nem tanto (na minha opinião, claro).
Desconcentração competitiva: o Enzo não foi à perna, mas o adversário colocou a perna dele entre a do Enzo e a bola. Era aceitável que o árbitro expulsasse o jogador, mas não me parece que a culpa fosse do Enzo (e muito menos de Jesus).
Risco pelo curto prazo: não percebo esta. O campeonato não é a prioridade? Com Luisão de fora, jogavas com Jardel (que na tua opinião tem sido péssimo) e M. Vitor (que está na forma que se viu)? Em vez do Enzo punhas quem? No caso do Melga dou-te razão, era o Luisinho que tinha que jogar.
No ponto seguinte, é verdade que Jesus mexeu tarde, mas mexeu da única maneira que podia ter mexido. Tu terias feito o quê?
Cantos e livres: 100% de acordo. Pior que a incapacidade de por a bola na área é a falta de vontade: ter 8 ou 9 jogadores na frente para um canto e depois marcá-lo curto é ridículo.
Concordo também que o Sálvio parece cansado. Está na hora de sair. Mas não fazia sentido que não jogasse com o Spartak, por exemplo.

MS disse...

Em relacao a Miguel Vitor, um exercicio: imaginem Luisao a defesa direito contra um tipo rapido.

Seria meio caminho andado para a dispensa.

Miguel Vitor e Miguel Rosa tem que sair em Janeiro em definitivo, se quiserem um dia vir a ter carreiras importantes.

F1 disse...

Entrada para vermelho??Penalti?? Entrada igual à do André Gomes, sofreu o Enzo e o jogador do Rio Ave não viu vermelho. A sério, desculpa, mas não estou a perceber que jogo viste.

Não vou falar em perfeição, porque nem lá perto estão, mas ganhar no campo em que ganhamos, onde aqueles que são os mestres do planeamento não ganharam, não me parece que seja fácil.

A primeira parte foi toda do Benfica e a segunda só a partir dos 70 minutos o Rio Ave fez alguma coisa.
Acho que o JJ arrisca demasiado com 2 jogadores, apenas, no meio campo, mas a realidade é que neste momento só mesmo se recorrer à equipa B novamente, sem Aimar, sem André Gomes, sem Carlos Martins, resta-lhe o Bruno César que não está a jogar grande coisa, acho que é um exagero a forma como às vezes são descritas as situações que se passam em campo.

O jogo poderia ter sido resolvido na primeira parte, não fosse o poste e uma boa exibição do Oblak.
O aproveitamento de lances de linha lateral não será de valorizar. Se não estou em erro já não é o primeiro golo que o Benfica marca este ano a partir de um lançamento lateral.

Cantos e livres, estou 100% de acordo contigo, inventam-se demasiadas marcações alternativas quando temos jogadores com altura suficiente para fazer perigo com livres marcados da forma tradicional.

Escusado será dizer que o Barcelona perdeu em Glasgow e é o Barcelona dos 90% de posse de bola, é o mesmo Barcelona que esteve a ganhar 3-0 em Maiorca e por pouco não se deixou empatar. Uma super equipa que joga com um médio adaptado a central.

Sinceramente acho que há criticas que não se aplicam, porque por muito que queiras procurar a excelência, primazia, chama-lhe o que quiseres, nunca a vais obter, haverão sempre erros dos jogadores que mais tarde ou mais cedo irão aparecer. O GR vai continuar a sofrer um frango de quando em vez, os Defesas vão continuar a ter falhas e os avançados vão continuar a enviar bolas ao poste.

Sinceramente não percebi o porquê de num jogo centrares a tua opinião nas falhas da equipa (que as tem, nem discuto isso), justificando que isso só não foi aproveitado por demérito do adversário, mas o inverso não se aplica? O adversário nunca tem falhas? Só a equipa do Benfica é que tem falhas? Um GR no Freixo sofre um frango contra uma equipa desfalcada de +/- 11 jogadores e acabam por ganhar 2-1 e são esses quem são a equipa forte? Tem apenas mais 1 golo marcado que nós e tu remetes tudo para a sorte?
O Benfica já foi ganhar a Setúbal, já foi ganhar a Paços de Ferreira, já foi ganhar a Vila do Conde, tudo campos tradicionalmente dificieis para o Benfica e dois deles difíceis para todas as equipas e isso tudo é meramente sorte? Não há mérito nenhum dos jogadores nem da equipa técnica? Foi empatar a Coimbra com 2 penaltis inventados contra o Benfica e tudo isso é sorte?

A sério, como já disse, eu VOTEI EM BRANCO. não estou "preso" a Direcção nenhuma por meio do voto e critico o que tenho a criticar, positiva e negativamente. Detesto algumas situações de jogo, em que a equipa poderia fazer mais e não faz, detesto ver a equipa a jogar apenas com 2 jogadores no meio campo, acho pouco para segurar contra-ataques, mas se há coisa que eu aprendi há muito tempo, é que a sorte e o azar são as pessoas que o fazem.

JAS disse...

Sobre a historia do Carraca: se essa e' realmente a unica razao para o Miguel Rosa nao ter uma oportunidade na equipa A, entao esta na altura de mostrar ao Carraca quem e' que manda efectivamente nesta merda. Se voces sabem porque, entao digam. Se nao quiserem dizer, porque vos faltam provas ou certezas, entao nao insinuem. Deixam toda a gente na expectativa e nao resolvem nada. A blogosfera e etcetera ja mostrou que, apesar de nao poder virar eleicoes (como argumenta - e bem - o Boloposte), tem algum poder. Se o Carraca esta a prejudicar o Benfica por questiunculas com o pai do Miguel Rosa ou la' que raio e', entao facamos ver ao Carraca que os seus problemazinhos pessoais nao podem afectar a equipa e que, se ele nao esta bem, esta na altura de sair. Criam-se movimentos para tanta merda, unem-se blogues por tanta porcaria e nao ha ninguem que considere fundamental resolver esta trica apalhacada? Nao percebo. A unica coisa da qual estou certo e'que recadinhos e insinuacoes nao resolvem nada. Mais accao, gente.

Sobre o resto do texto, nada a dizer. Quando nao ha uma unica nota positiva numa avaliacao de um jogo que a equipa ganha, parecem-me ser claras as intencoes de quem o escreve. Nada contra. Estou so a constatar o obvio, que tambem merece constatacao.

PP disse...

Ricardo,

Não concordei com o ponto em que referiste que o Jardel tem cometido muitas falhas todos os jogos.

Por acaso, e apesar de eu preferir o Miguel Vítor naquela posição, penso que o Jardel até tem feito excelentes jogos e tem-me surpreendido pela positiva.

De resto, concordo com os outros pontos.

PS: Sobre o Miguel Vítor, ele pode realmente não ter feito uma exibição convincente, mas estamos a falar de um jogador que entrou para uma posição que muito provavelmente nem sequer tem estado a treinar, entrou já com o adversário completamente balanceado para o ataque, com a nossa equipa completamente partida e sem meio-campo, onde o Matic mais parecia um bombeiro e Ola John, Nico Gaitán e Cardozo os piromaníacos que ficam a olhar para o fogo que criavam, tais eram as suas incapacidades de reter a bola nos pés.

Pedro disse...

Ricardo, penalty de Matic? Então consideras bem ajuizado o penalty que Proença assinalou no Dragão de Yebda sobre Lisandro?

Sobre Jardel estás errado. Completamente errado. Eu tb gosto mais de Miguel Vítor e acho que com jogo seria muito melhor central do que Jardel alguma vez será mas o brasileiro tem cumprido muito bem e não tem sido por ele que a equipa falha ou quebra. Todos falham e já vi Garay a ter falhas mais graves do que as que vi Jardel ter. Não é por aí.

Quanto ao resto, totalmente de acordo.
Os cantos são vergonhosos. A vulnerabilidade do meio campo é assustador. A incapacidade de Jesus alterar, positivamente, o jogo a partir do banco.

Estamos em primeiro, iremos continuar lá por cima, iremos ter jogos de rolo compressor. Quando chegar a hora H teremos o Jesus do costume e a equipa a não vencer. Espero estar errado. Espero no final que estejamos todos contentes mas, por enquanto, continuo nesta resignação de ter consciência que mais dia menos dia acontece a hecatombe.

Daniel Faria disse...

É de adeptos como o senhor que o Benfica não precisa. Eu até poderei sentir que não vamos ser campeões mas por fatores externos. Não acha que a onda de lesões que tem afetado a equipa poderá ser uma variável indicadora do que diz?
O Salvio faz um mau jogo e já é crucificado? Não deve ter visto os últimos jogos do argentino. Sabe que nem sempre se pode ganhar por 3-0 e jogar bem?
O título é uma miragem? Lideramos, juntamente, com o porto.

Saudações benfiquistas

SLBfan disse...

Na minha opinião, os factos apresentados neste texto são interpretados de forma incrivelmente distorcida.

Esta época temos estado a jogar mal? Contra o Guimarães e o Spartak jogamos muito bem, contra o Rio Ave nem por isso, na segunda parte.

O Matic fez penalty por isso não serve? o Javi nunca fez penalties?

Criticam o planeamento, no entanto se repararmos temos 3 jogadores lesionados para a mesma posição (Pablito, Martins e Enzo) e o miúdo (André Gomes) castigado... não ter o 5º jogador para uma posição no plantel é falta de planeamento?

O Jardel joga e o Miguel vitor não por causa da altura, julgo eu, e acho normal que um treinador tenha os seus critérios para um determinado papel em campo… podemos concordar ou não mas é percetível até porque o Miguel Vitor nunca mostrou qualidade indiscutivel.

A forma como certas pessoas discutem o Benfica aqui, parece que o Clube deles é o anti-Vieira FC. Eu não sou apoiante do Vieira, mas agora é o meu Presidente e o Benfica vai ser campeão.

MA disse...

Pergunto se é por causa do Carraça ou do Jesus que Miguel Rosa nunca jogu na primeira divisão.

Pedro Ribeiro disse...

Ridículo como sempre, e mais uma vez a querer tirar o lugar dos complexadinhos lagartos e tripeiros. Enzo devia ter sido expulso? Matic fez penalty?? Os lagartos e tripeiros não fariam melhor, aliás, se calhar vêm cá buscar inspiração para os blogues deles, como tantas vezes acontece.
Deixa de escrever sobre o Benfica!!! Tu envergonhas os Benfiquistas! Uma vitória justa e importantíssima e vens cá com merdas, com "sinais preocupantes"?!? O que preocupa é gentalha como tu não perceber o que é o Benfquismo e quais as responsabilidades dos Benfiquistas. O que diria o teu pai se lesse o que o filho escreve sobre o Clube que ele te ensinou a amar... larga o Benfica para o homem descansar em paz e não dar voltas no caixão por tua culpa.

Bujix disse...

Caro Ricardo,

apesar de estar de acordo com algumas coisas que dizes (a do Jardel n concordo. é um jogador banal mas cumpriu 2 meses muito bons. não sofremos golos há 5 jogos e ele é também um dos responsáveis), acho q dizer q o benfica n vai ser campeão é sinceramente o mais fácil. aliás, a estatística prova-o.

Também eu vejo muita coisa má e muitos maus sinais nesta equipa. O planeamento foi ao nível da 2a época de JJ, vendes os 2 titulares de uma posição e não vais buscar nenhum, as teimosias estão lá todas, mas enquanto estivermos a ganhar os jogos, acho q não se ganha nada em vir dizer "as coisas vão correr mal". A única coisa q se ganha é poder dizer daqui a uns meses "eu bem vos avisei..."

no inicio da época passada, quem podia dizer q o FCP iria ser campeão? defesa horrível, treinador fraco... fez jogos sofriveis, mas lá acabou por ganhar.

tal como disse, a probabilidde de sermos campeões é pequena, mas n custa acreditar...

um abraço

lp22 disse...

Não andamos a ver os mesmos jogos...

hertz disse...

O Enzo tem sido um dos jogadores em melhor rendimento e seria uma grande perda se não pudéssemos contar com ele por isso foi absurdo estar a arriscar metê-lo e assim agravar a lesão. Se o Melga também não estava bem, não percebi porque não pôs o Luisinho. O JJ já tinha feito merda quando pôs logo o C. Martins a titular quando este vinha de lesão. Resultado: ressentiu-se da lesão e vai ficar mais tempo parado.
Em relação ao Salvio, é notório que ele tem tido um rendimento muito baixo e na minha opinião isso deve-se a 2 coisas: cansaço e saber que tem lugar cativo no 11 titular, independentemente de jogar bem ou mal. O JJ já disse, por outras palavras, que é Salvio mais 10. Nota-se claramente que precisa de banco.
Concordo com o caso dos livres e cantos e com o facto do JJ ter preferidos. Isso está há vista de todos. Mas acho que estás a ser injusto em relação ao Jardel e quanto ao Melgarejo talvez tenha jogado mal em Vila do Conde pois jogou todo o jogo em indisponibilidade física.
Volto a discordar quando tu dizes "por termos achado que um empatezinho em Glasgow era bom". É óbvio que qualquer benfiquista queria ganhar e que aquele Celtic estava ao alcance mas temos de situar esse jogo no contexto. Aquele foi o 1º jogo que jogámos sem Javi, Witsel, Luisão e ainda sem o Maxi. 4 jogadores que eram fundamentais na equipa. Olhando para isto será que foi assim um resultado tão monstruoso?
As minhas expectativas para esta época ficaram muito baixas principalmente depois das vendas de Javi e Witsel e também acho que muito dificilmente seremos campeões, pois vê-se um Porto muito mais forte e consistente do que o ano passado e porque sei que a determinada altura a nossa equipa vai rebentar (Matic será o 1º a ficar KO pois o JJ não lhe dá descanso, nem nos jogos da Taça, o Enzo é outro).

PS: Já ouvi dizer várias vezes que o motivo do Miguel Rosa não jogar tem a ver com coisas extra-futebol. Alguém me pode dizer ao certo o que se passa?

I Have a Name Boy disse...

O único motivo que me leva a comentar este tópico, é que certamente irá entrar para a história como o mais disparatado, o mais desprovido de qualquer senso jamis feito por um Benfiquista sobre o Benfica.

O Jardel o quê?!?!?
5 jogos seguidos sem sofrer golos É tudo o que tenho para dizer.

O Matic não tem capacidade para quê?!?!?
Mas tem visto o Matic a jogar?

O Artur salvou-nos do quê?!?!?
Nem uma defesa, e vou repetir devagarinho, n-e-m u-m-a d-e-f-e-s-a durante todo o jogo.

Os disparates que para aqui diz não têm nada a ver, mas rigorosamente nada a ver com o que se passou no jogo, não tem nada a ver com a qualidade do desempenho dos nosso jogadores, não tem nada a ver com a capacidade ou falta dela do nosso treinador.

Tem apanas a ver com o destilar de ódio para com a nossa direcção, e para justificar este ódio é preciso vender um peixe completamente podre de que tudo está mal.

Se os seus ódios de estimação valem mais para si do que a defesa dos nossos atletas, que o respeito pelos nossos atletas que tudo têm feito para merecer esse respeito, então nem sequer é digno de ser considerado Benfiquista.
Farto dos "verdadeiros Benfiquistas" como você, anda a esmagadora maioria de nós.

Anónimo disse...

Concordo com muito que dizes, mas não concordo com as avaliações que fizeste do Jardel, do Melga e do Matic. Francamente acho que têm dado muito bem conta de si. Erros ok, cometeram, mas no geral têm estado bem.

Aliás, estranhamente ou não, é do lado direito da defesa que tenho notado mais dificuldades, o super M está nas lonas e não tem alternativa. O andré almeida pode fazer aquela posição, mas ele rende muito mais como 6. Avaliar a sua capacidade como lateral direito, enfim, no mínimo não é justo, sem prejuizo de ter feito muitas vezes essa posição.

No mais, o Salvio é dos jogadores mais regulares, mas sim, acho que deveria ser rendido porque já está a ficar muito cansado, aliás, depois do jogo na aberração do relvado de plástico na Rússia, nunca mais foi o mesmo.

Relativamente ao Nolito, tenho pena que não jogue mais, é uma dor de alma vê-lo sempre no banco. Reconheço que o João dos gelados tem estado a demonstrar muito valor, se continuar assim vai ser um caso sério, mas o espanhol tem lugar nesta equipa, quanto mais não seja pela rotatividade dos alas.
Um abraço

Gonçalo

Fehér 29 disse...

Aquilo do matic é pénalti?! Sinceramente. Pôs se a jeito, mas noutro pais nem discussão haveria

João disse...

Concordo que as probabilidades de sermos campeõas são muito baixas.... para isso acontecer, precisávamos de cair na europa e manter-mo-nos no topo do campeonato até Janeiro, teríamos de atacar muito forte o mercado em Dezembro para reforçar o meio-campo, e esperar que o FCPorco perca pelo menos o Moutinho e vá longe na Europa.... são muitos ses, e acredito que este campeonato vá ser mais um passeio para o Porto que mais uma vez está muito mais sólido.

Não concordo nada com as criticas ao Jardel. Ele não é um génio da bola e nunca chegará ao nível do garay e Luisão, mas acho que esteve irrepreensivel e que foi brilhante nalguns momentos. Quem o critica está-se a esquecer dos jogos miseráveis que o Luisão teve no início da época.

B Cool disse...

Quanto aos lances em apreciação, confesso que no café onde vi não deu para perceber.
O arriscar com jogadores em deficientes condições físicas é já um clássico que inevitavelmente tem maus resultados.

Quanto ao plantel, foi Jesus que disse que não queria alternativas, pois os que tinham chegavam, por isso não faz sentido continuar a dizer com o plantel que lhe deixaram. Se fizesse finca-pé quanto a um médio como fez quanto ao Ola John ou ao Lima, o Benfica teria arranjado alternativas.

É verdade que os jogadores do Rio Ave decidiram invariavelmente mal, mas o posicionamento dos jogadores do Benfica também ajudou a isso, aliás não acho que Melgarejo tenha falhado nos posicionamentos defensivos, terá falhado nas situações 1x1 ou em más decisões que originaram contra-ataques.

Relativamente aos cantos e livres é incompreensível como jogadores que invariavelmente marcam mal as bolas paradas continuam a fazê-lo. Nas bolas paradas finalmente marcámos um golo de um lançamento lateral, tantas vezes o cântaro foi à fonte que finalmente se partiu.

Realço que a equipa tem tido uma quantidade anormal de lesões - Aimar, Martins, Nolito, Gaitán e agora somam-se Maxi, Enzo, Garay e Melgarejo. Não sei o que se passa, pode ser que seja má sorte apenas.

Quanto a venderem jogadores, a acontecer só por ser uma imposição externa, porque o Benfica tem que cumprir com as suas obrigações, seja para com os bancos, estado, com jogadores ou fornecedores. Aí se verá a qualidade do treinador, pois é com poucas ovos que se vêm os chefes que fazem boas omeletes.

Mas concordo, a opção pelos preferidos por vezes é muito perniciosa.

Globalmente a racionalidade também não me deixa pensar no título, mas ser benfiquista é ter aquela fé irracional que nos move e nos faz acreditar que tudo é possível, até o Jesus ter a ambição para ganhar no Camp Nou quando não a teve na Luz.

B Cool disse...

Quanto ao Jardel acho que cumpriu bem o seu papel. Se o Miguel Vitor daria melhor conta do recado ? Talvez, não o saberemos, o grave para mim foi a incompetência na gestão do caso Luisão na Alemanha, Jesus incluído.

Mr. Shankly disse...

"Quanto ao plantel, foi Jesus que disse que não queria alternativas, pois os que tinham chegavam"

Isto é uma falsa questão, Jesus alinhou com a Direcção porque isso lhe foi imposto, ou achas que não preferia ter outro tipo de soluções? Qual era a alternativa? Dizer que a Direcção o tinha lixado e que ficou só com monos para o meio-campo?

Tiago disse...

Quem ganha com esta má forma dos últimos anos do Benfica? É o FM! Um gajo vê isto, vai logo jogar FM e fazer do Benfica campeão com uma mão atrás das costas.

B Cool disse...

@Mr. Shankly,

Já várias vezes ouvimos ao Jesus conformar-se em público com a perda de um ou outro jogador e com o interesse num ou noutro jogador.

Ele referiu que o Presidente lhe perguntou aquando da venda do passe do Javi e ele disse que os que tinha chegavam a menos que se fosse comprar algum fora de série. aliás no último dia do mercado o Benfica adquiriu o passe do Lima, que tão bom desempenho tem tido, pois essa foi a preferência do Jesus.

Aliás a outra eventual transferência que não se chegou a concretizar foi a do Eliseu, pois em momento algum esteve algum médio em consideração.

Não vale a pena estar com deculpas, este é o plantel do Jesus, para mim é curto mas ele é que é o treinador e a ele se devem pedir responsabilidades ou dar os parabéns em função dos resultados.

Quanto ao resto dos comentadores, espero que se deixem de processos de intenções. Não há eleições no horizonte, apenas há um benfiquista que está preocupado com o rumo do clube e que já viu este filme várias vezes, pelo que antecipa o fim. Eu espero que ele esteja enganado, ele próprio espera estar enganado, mas querer esconder os sinais com o resultadismo é querer estar a enganarmo-nos a nós próprios.

Águia Eterna disse...

Infelizmenrte há BENFIQUISTAS MUITO FRAQUINHOS. FRAQUÉRRIMOS MESMO. Oh Ricardo, essa de dizer que o BENFICA não vai ser Campeão é definidora de UM DERROTADO POR ANTECIPAÇÃO. O BENFICA É MELHOR, MUITO MELHOR do que o f´pculporco,tem melhor plantel e joga melhor futebol. O problema é que o BENFICA joga sempre contra 14 ou 15, e muitas das vezes nem sequer joga com os seus 11 jogadores, pois os APITADORES CORRUPTOS "vêem" sempre alguma coisa para EXPULSAR um jogador do BENFICA. ao contrário, o PORCO CORRUPTO, joga sempre com 15, e muitas vezes contra 10 ou mesmo 9 adversários. Essa é que é a REALIDADE. Essa é que é a VERDADE. E enquanto os benfiquistazinhos tipo Ricardo "dono" deste Blog, não se consciencializarem disso e andarem aqui a discutir o "SEXO DOS ANJOS", e a arranjar e inventar todo o tip+o de defeitos dos Nossos atletas, os PORCOS "ganharão" ou melhor COMPRARÃO os "comprionatos" que quiserem.
Infelizmente o BENFICA tem adeptos muito MANSOS e facilmente manipuláveis por pasquins como a BOSTA e o RASCORD e até o NOJO mais conhecido por o jogo.
eu sou BENFIQUISTA 100000000000000% E SÓ consumo produtos benfica E NADA MAIS. Não sou nenhum TÓTÓ que anda aí a ajudar a alimentar gente ESCARVERNOSA que só quer o mal do Nosso BENFICA. Por mim MORREM TODOS À FOME E À SEDE.

De resto considero o JJ um treinador banal - ao contrário de muita gente - mas enquanto estiver no BENFICA tem de ser APOIADO E DEFENDIDO.
Querer dizer-se que o Miguçe Víctor é melhor doque o Jordel é o memso que querer dizer que o Biafra é um pais mais forte do que os USA.

O Jardel, infelizmente não caíu em graça aos BENFIQUISTAS. por mnuito bem que faça nunca será valorizado. qualquer errozito que tenha o azar de cometer é EXPONENCIADO até ao0 INFINITO. Isto resulta de muitos adeptos não pensarem pelas suas próprias cabeças e se deixarem MANIPULAR por pasquins que só querem mal ao GLORIOSO E INIGUALÁVEL BENFICA DE PORTUGAL E DE TODO O MUNDO.

Um abraço a TODOS OS VERDAEIROS BENFIUISTAS que AMAM E DEFENDEM O CLUBE ACIMA DE TUDO E TODOS.

BENFICA, SEMPREEEEEEEEEEEEEE.

Mr. Shankly disse...

BCool, repito: face à saída do Javi e do Witsel em cima do fecho do mercado, o que poderia ter dito o Jesus? É óbvio que há falta de preparação da época, e o Jesus tem culpas no cartório. Mas julgas sinceramente que ele preferiu ter o André Gomes do que um médio experiente? Logo ele que nunca apostou em ninguém vindo da cantera?

B Cool disse...

@Mr Shankly,

A proposta do Javi surgiu a cerca de 5 dias do fecho do mercado. Várias foram as declarações do pai do Javi preparando o terreno. A opção não foi arranjar substituto. Acredito que até possa ter sido surpreendido pela saída do Witsel, mas não pela saída do Javi e achou que o Matic era solução e não precisava de nenhuma outra solução de recurso. Portanto não aceito a teoria que ficou com o plantel que a SAD lhe deixou. Mais, ele sabia que a SAD andava a tentar vender alguém para além do Javi.

mnlopes disse...

Eu não vou à bola com Enzo Pérez, André Almeida e Melgarejo. Se calhar estou a ser demasiado radical, mas é o que penso neste momento. O argentino ainda não me convence, se calhar também porque ainda tenho bem presente o que se passou na época passada. Vamos para a 10ª jornada e ainda não percebi qual a posição em que ele poderá render mais. Aqui ele não tem culpa, mas torço o nariz à maneira de ele jogar, parece que está a fazer um frete, falta-lhe chama, mística. O Almeida acho-o simplesmente fraquinho para jogar no Benfica, quer a 2 quer a 6. A 2 gosto muito mais do Cancelo e a 6 do Luciano Teixeira, por exemplo. Aliás este último faz-me lembrar Manuel Fernandes. Sobre Melgarejo não me vou alongar muito, acho que Luisinho dá-nos mais garantias quer ofensiva quer defensivamente e depois das exibições em Barcelos e em casa contra o Guimarães merecia a titularidade.

Quanto à nossa equipa é uma autêntica manta de retalhos. Parece um castelo de cartas prestes a desmoronar-se. Espero que me engane mas dá-me a impressão que a qualquer momento o castelo vai ruir e iremos deixar o porto fugir mais uma vez.
No entanto, e apesar das críticas, acho que se nos conseguirmos aguentar nos lugares cimeiros até ao final do ano e em Janeiro investirmos num bom médio box-to-box podemos ter uma palavra a dizer esta época. Vamos ver.

Gostaria que me esclarecessem acerca do Aimar. O que é que ele tem afinal? Caspa no cabelo? 150.000 € mensais e não calça há 3 meses... Só neste período estamos a falar em meio milhão pelo cano abaixo. Fala-se muito no futebol perfumado do Aimar mas eu sinceramente prefiro o Carlos Martins (sem lesões) a cheirar a estrume do que o Aimar. São opiniões.

Não sei quem descobriu o Oblak há dois anos, mas dou os meus parabéns e aplaudo de pé. Excelente jogador, vai ser certamente o futuro guarda-redes da nossa equipa.

Marta disse...

Não me apercebi no Estádio de qualquer lance que falas Ricardo e ainda não vi qualquer imagem desse ou de qualquer outro jogo desta jornada por falta de oportunidade.
Como refiro sempre, a menos que os lances sejam do tamanho de um castelo, no estádio não se tem percepção nem de 1/3 dos que são passados e repassados na tv para todos os gostos.
Desta vez não posso dar qualquer tipo de opinião.

A condição física dos jogadores.. Um tema que continua sem tantas respostas. Parece-me que este ano o “estouro” aconteceu mais cedo. Se na época passada a equipa quebrou na 2ª metade da Liga, estando presente na Champions e na Taça da Liga nesta altura, com mais alternativas, que esperar desta época quando se há coisa de que não nos podemos sobejamente gabar são as alternativas? Estamos em Novembro, foi do piso sintético e mais?....
Não vejo tanta vaga de lesões como as que vejo no Benfica e quando se levantam questões “lá vêm” os arautos da desgraça. Temos – quase obrigados - que considerar que são “coincidências” ou muito azar! Até podia acreditar que se não fossem ano após ano.
Os remendos têm sido mérito de JJ mas e as causas dos remendos, por questões físicas, são da responsabilidade de quem?!! Do azar?..

Sobre o jogo já comentei e partilho de grande parte da tua opinião, bem como a dos cantos e livres. Um adepto junto a mim comentou que não se lembrava de vêr o Benfica a beneficiar efectivamente de um canto porque não os sabia marcar.

Os “meninos” de JJ. Sempre os teve, como a grande maioria dos treinadores, para o bem e para o mal. Mas com as debilidades que o plantel apresenta essas preferências assumem maior relevo.
Não sei o que vê ou não vê nos treinos e dou-lhe sempre o benefício da dúvida mas chega a ser difícil encontrar alguma lógica ou acreditar em argumentos válidos que se possam justificar com o que não vemos quando o que vemos é tão evidente, jogo após jogo. As preferências de JJ na óptica empresarial?..
As minhas discordâncias nos jogadores: apesar de não achar o Jardel a melhor espingarda da colecção não te subscrevo, não considero que tenha andado mal nem que tenha “comprometido”. Cometeu erros sim, mas o Luisão também os comete e muitos deles bem infantis. Se o Miguel Vitor faria melhor (e gosto muito dele)?.. Aqui não tenho termo de comparação porque o JJ assim o entendeu mas face ao que vi do Jardel não posso criticar esta opção ou considerar que foi uma questão de preferência.
O Matic, tem sido dos jogadores que mais me tem impressionado pela positiva. O homem está em todo o lado, não é é imenso e o problema reside aí, andar a fazer o que deveriam ser outros a fazê-lo. Acrescento muito gosto da visão que tem sobre os passes que faz, é muito “certinho”.

Quanto a todo o teu restante texto, só não consigo dizer que não seremos campeões porque a razão ainda se encontra num estágio suplantado pela tal “fé”.
Fazes-me lembrar o Cardozão. Implacável, certeiro, com o nome gravado na história do Benfica. Que consegue, a par disto, ainda dar razão de existir a um tal “gangue do assobio”. O mesmo que daqui a uns tempos não tão distantes quanto isso e já sem essa denominação por renegação e negação da 1ª, dirá que o Cardozo faz e fará muita falta e que foi dos melhores PL de sempre que por aqui passaram.

Gus disse...

Epá, oh Ricardo, até costumo gostar dos teus comentários....mas este...enfim, não foi dos mais felizes.

Claro que cada um tem a sua opinião, que deve ser respeitada. Mas contra factos não há argumentos. E é um facto que o Jardel tem estado bem, apesar de não "ir à bola" com ele, e parece-me também que a equipa esteve totalmente concentrada durante todo o jogo, com total entrega dos jogadores. E de uma coisa tenho a certeza, com o Rio Ave a jogar assim, nos Arcos, ninguém ganha.
Já agora, façam lá um rewind até ao jogo em Vila do Conde na última época em que fomos campeões....muito parecido, 1-0 e tivemos de sofrer. Tudo bem que esse jogo foi na última jornada da primeira volta, depois da vitória em casa com os corruptos, mas no fim desse jogo, como no domingo, senti que havia ali uma equipa com capacidades para chegar ao titulo, algo que não senti nos dois últimos anos.
E por outro lado, já que vamos ter uma corrida a dois, o nosso plantel tem mais soluções que o dos corruptos. Eles têm um plantel muito curto, fruto da escassez de euros, que certamente não dará para a época toda.

Mr. Shankly disse...

O Javi, talvez. Mas como dizes Jesus achou que tinha em Matic uma solução. E convenhamos que 5 dias não é propriamente muito tempo para quem costuma demorar 1 mês a negocias.
E sim, todos sabíamos que podia sai outro: tudo apontava para o Gaitan, daí a "teimosia" de que falas em contratar Ola John. Agora, Witsel? Eu não esperava que saísse, e Jesus também não. Muito menos no timing em que foi.

Anónimo disse...

Bom dia,

Parei de ler na parte do Matic ter feito penalti aos 76 min...

enfim, opiniões.

abraço

Pedro disse...

B Cool, nesse assunto concordo com o Shankly. Jesus pode ter pedido a Vieira reforços e Vieira disse que não. Publicamente Jesus disse o que tinha a dizer que, basicamente, foi dar um voto de confiança áqueles com que ficou. Não podia, como líder, dizer que tinha pedido reforços e não os recebeu e que agora era fazer figas que estes aguentassem o barco. Esse discurso ele tem q ter é dentro de portas!

jzz disse...

Mnlopes, parabéns, escreveste um autêntico tratado sobre não perceber peva de futebol.

Por favor, não invoques o nome do Aimar em vão.


jzz disse...

Quanto ao jogo, Acho que contra este rio ave, na ressaca da champions, e com as baixas que temos, foi uma grande vitória, e o jesus está a fazer milagres e a provar que jogar com médio é over rated.

O que sei é que se não fosse um golo mal anulado ao cardozo e dois penalties inventados em coimbra, e teríamos o pleno de vitórias no campeonato.

Mas isso não legitima o péssimo planeamento da temporada.

Mas Os corruptos também só têm o jackson feioso como ponta de lança, se calhar também planearam mal a época

mnlopes disse...

Caro jzz, acompanho de forma séria o Benfica há mais de 30 anos, sou sócio efectivo desde 1992. Achas que não tenho direito à minha opinião? Estamos a falar de um jogador de qualidades muito acima da média mas que aufere no clube o ordenado mais elevado do plantel, está constantemente lesionado e quando não está dificilmente consegue fazer um jogo completo. Como se diz na gíria não pode com uma gata pelo rabo. Achas que o Benfica acaba se o Aimar sair, por exemplo, em Janeiro? Quanto muito terá alguma influência (pouca) no desfecho desta época já julgada perdida por muitos (mas não por mim).