segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Os treinos depois do treino


«Como Rocky Balboa: o gorro enfiado, as meias por cima das calças do fato de treino, os ténis Adidas, a corda lá ao alto. Eusébio diz que nunca precisou que o obrigassem a treinar, a melhorar. Fazia-o porque gostava. "No Benfica, estavam já os colegas a comer em casa e eu continuava ali no campo a chutar bolas. Imaginava uma barreira, um guarda-redes e batia livres e penáltis." O amigo para estas ocasiões era Simões, o único a quem tratava por tu. "Como é que eu podia chegar ao pé do falecido Águas e dizer: «Ó senhor José Águas, não se importa de dar aqui uma ajuda?» Não podia fazer isso. Ele era o capitão. Tratava todos por senhor, menos o Simões."»

6 comentários:

Silva Pereira disse...

Boa tarde,

Como portista associo-me á sua homenagem.
O Eusébio deu-me muitas azias mas também muitas alegrias principalmente naquele jogo memorável do mundial 1966 em que Portugal ganhou por 5-3 à Coreia do Norte.
Muitos jovens futebolistas com tiques de vedetas deviam olhar para esse exemplo de profissionalismo.
Cumprimentos

POC disse...

Grande D'Eusébio.
E que grande pinta tem ele na fotografia!

Anónimo disse...

Eu diria mais oww POC ...

Haaaa ganda D'EUSebio ...

João disse...

bela foto! gostava de saber onde encontras tantas fotos carregadas de uma mística tão forte...

moleculasdeamor disse...

Na próxima vida vou ver o Eusébio ao vivo, ou eu vou ser o Eusébio... mas não quero ser cantor e pintor... e ter muitas fãs... e outras cousas...

andrerafa disse...

QUE estilo do REI EUSÉBIO, grande senhor, grande futebolista, sem palavras.