sábado, 5 de abril de 2014

Há mosquitos por cordas



O jogo de quinta-feira veio demonstrar algo que já se percebia há algumas semanas a esta parte, o problema entre Jorge Jesus e Cardozo não está resolvido.

Por muitas desculpas que Cardozo tenha pedido, ou não, a Jorge Jesus, em público ou privado, aquele tipo de episódio deixa marcas tão profundas que dificilmente são ultrapassadas rapidamente. Um episódio daqueles não acontece por acaso nem desaparece por outro acaso.

Já tinha sido visível a indignação do Paraguaio aquando do episódio entre o técnico e Shéu, bem como “azia” de Cardozo quando foi substituído na 2ª mão da eliminatória disputada com o Tottenham. A expressão carregada e o olhar fulminante de Tacuara para o banco, foram indisfarçáveis, mas pouco notadas ou, tão só, pouco empoladas. Porém, essa atitude existiu.

Será natural que Cardozo não ande satisfeito da vida com a mais recente condição de suplente a que tem sido relegado. Mas Cardozo faria tanta questão de tomar este tipo de atitudes se fosse outro treinador que não Jorge Jesus?

Se fazer o que fez a Jorge Jesus demonstra ingratidão, já que, goste-se ou não, o treinador do Benfica sempre foi o primeiro e maior defensor de Cardozo, a atitude do Paraguaio na Holanda demonstra pouco sentido colectivo ao não ser o primeiro a admitir a sua má forma desportiva.

Na Luz como na Holanda, Cardozo foi bem substituído. No Dragão ficou por ser bem substituído, sendo Rodrigo o sacrificado ou, como dirá Jorge Jesus, o poupado. O certo é que o rendimento do sul-americano não tem correspondido ao estatuto que conquistou no plantel. Seja por alteração dos processos colectivos da equipa, seja por incapacidade individual do jogador.

O facto é que outro “Jamor” pode estar ao virar de uma qualquer substituição ou derrota, cabendo a Jorge Jesus lidar com um problema que não lho souberam resolver em devido tempo.

15 comentários:

Anónimo disse...

Ou então estava chateado com ele próprio...

PP disse...

José Moreira,

Acho que estás a ver problemas onde não existem.

Se houvesse um problema entre o Jesus e o Cardozo, daqueles verdadeiros, o Jesus nunca o meteria a titular em vários jogos, como tem feito desde que o paraguaio ficou disponível. É que para além de Cardozo, há um miúdo chamado Funes Mori que tem estado em foco na B e poderia ser hoje em dia a 3ª opção válida, caso houvesse mal relacionamento entre o Jesus e o Cardozo.

Depois, aquele gesto do paraguaio quando vai para o banco é um gesto de raiva com ele próprio e não com o técnico.

Devemos sim apoiar neste momento o Jesus e ainda mais o Cardozo que anda a lutar como pode para voltar aos golos.

;)

José Moreira disse...

Meus caros

Esta foi a sensação que tive ao ver na tv. Há quem tenha estado no estádio e tenha visto diferente. Mas não altero a minha opinião, tendo em conta o que vi de cardozo antes, durante e depois da substituição.

PP

Achas mesmo que JJ o colocaria como 3ª opção? Impossivel. Aí sim, tinha o caldo todo entornado.

antonio maia disse...

foda-se! ahahahah o problema é o Vieira ahahahahah foda-se!

C-zero disse...

Concordo com o PP. Acho que Cardozo está, sobretudo, frustrado consigo mesmo. Desde que voltou de lesão, marcou quantos golos? Não me recordo de nenhum, mas pode ser falha minha. Recordo-me de um penalti falhado.
Cardozo vê-se deslocado das dinâmicas da equipa, e sabe disso. Sabe que está meio perdido em campo. O que lhe podia valer seria os golos. Mas que golos? Tem sido uma época complicada, e a idade não pára.
O pior que pode acontecer é responsabilizar o treinador. Não sei se o faz. Ninguém o sabe. Só o próprio. Infelizmente, e dado ao contexto, o Benfica já não treina aspectos tácticos. Só estratégia para jogo e recuperação física. Vai ser muito difícil Cardozo estar apto para o resto da época. É urgente que treinador e jogador saibam estimular a motivação até ao final da época.

Abraço

Nuno Pinho disse...

Sim, já se percebeu que há ali uma tensão, mas... e o caso do atraso, mal justificado pelo FC Porto e ainda pior pelos delegados da Liga?
E a tentativa de "golpe de estado" da Liga?
Não são esses assuntos importantes para a vida do Benfica?

Cardozão disse...

O gesto e a atitude, até dentro do campo antes de sair, foi de frustração consigo próprio e do "azar" de não conseguir marcar. Aumenta-lhe a ansiedade o que é sempre prejudicial.

Mas aqui, o "default" é sempre de crítica ao JJ e ao Vieira.

luis disse...

Ola :) o fantastico antoniomaia, há 7 meses que não via este boneco :)
Ahahaha bieiristamente tipo carraça. quebra os "códigos de balneário".
Vamos lá analisar por 7 pontos, 7 épocas, 1 titulo com Aimar e Saviola e outro por cordas e mosquitos ;)

1- Por ser o mais importante no momento, o nº 7 tem que jogar de raiva, demonstre a Força e as Suas Qualidades quando for a jogo. Tem aquela camisola vestida!!
2-Se houvesse "pregos garcia" isto nunca acontecia. A garantia era para evitar as condutas. Para o bem ou para o mal tanto nº 7 ou as "pastilhas" do JJ já deram pontapés na disciplina. Por enquanto envergam aquele Símbolo.
3-Sentindo a frustração um Jogador tem manifestações ao ser "poupado". Mas se tiver Bom Senso aceita que os "suplentes" do passado finalmente tiveram a oportunidade.Acredito que foi isso!!
4-Quando tu, José Moreira colocaste aqui o Pai Natal após o Hattrick, vê bem as "hérnias" devido ao saco que tinha às costas ;) até chegamos a dar 5 de avanço e a novela 7 tinha os "punhos na mesa" do 33º «O cenário de operação não está completamente afastado» e continuou o esforço :)
5-Imbecilmente, como o JJ tem um orçamento Histórico. A fatia nº 7 até vem do passado. É óbvio que aprendeu e já fez grandes jogos com JJ, o que lhe fez um rolo compressor para fazer números.
6-A jogada 33 farinha amparo não lhe sai. Ataque pelas alas e o movimento "meia lua" para aplicar o seu portentoso pontapé;) Convém ser o esquerdo para sair mais a direito à baliza, dar ressalto 2ª bola golo. Há quem diga que devia ter feito logo golo, mas foi golo...
7-Transcrever a entrevista após a vista Às Tartarugas. Janeiro," Não devia ter acontecido,mas também é verdade que ganhou uma dimensão maior da que devia porque foi um caso que envolvia futebol e o Benfica". Pois é, o JJ com 4 Milhões renovados a apostar na aposta 7 do presimente quando este rejeitou o Falcao...enfim, planeamentos do tempo ;)

nota: Não basta avisar os "golpes de estado", por cordas e mosquitos , a Dimensão do Benfica!!!

B T T

José Moreira disse...

Luis, essa foto do Cardozo em modo natalício não foi colocada por mim, mas sim pelo Caper. Ainda que vá dar no mesmo ;)

joão carlos disse...

concordo com o que o pp diz acrescentando uma coisa cardozo sentiu que como o jogo estava ele podia marcar e não podemos esquecer que ele quase marcava não fosse a bola bater na tola do guarda redes.
alias já vimos o rodrigo fazer pior em fases em que estava como o cardozo esta neste momento em que nada lhe sai bem e nessa altura ninguém veio por a hipótese que aqui colocas.

Anónimo disse...

O Óscar Cardozo é tão benfiquista quanto nós! Isso dá-lhe o direito a irritar-se quando as coisas não lhe correm bem! Devíamos ser todos ainda mais assim!

Anónimo disse...

nao fosse o os golos de cardozo no inicio de época que salvaram o benfica numa altura que nao jogava mos nada ha meses que JJ nao era treinador do benfica

Anónimo disse...

Epá, não digam que o Cardozo estava chateado consigo próprio, senão o ego do moço de recados do juíz falido cai por terra.

N.T. disse...

O Óscar sempre teve um feitio complicado. Basta recordar o histórico.

xuto na xinxa disse...

Qual foi o primeiro,

Davd Borges ou o autor.

Cardozo com olhar mortifero para JJ em Inglaterra?


Desculpem só hoje ter lido este post.