sábado, 14 de junho de 2014

60 anos de Presidentes do Benfica - o (in)sucesso desportivo.


Joaquim Ferreira Bogalho (15/3/52 - 30/3/57)

5 anos como Presidente - 4 títulos (2 Campeonatos Nacionais e 2 Taças de Portugal)

Percentagem de sucesso (títulos a dividir por anos de Presidência) na Taça de Portugal: 0,4.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,4.

Percentagem de sucesso no total: 0,8.



Maurício Vieira de Brito (30/3/57 - 31/3/62)

5 anos como Presidente - 6 títulos (3 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal, 1 Taça dos Clubes Campeões Europeus)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,4.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,6.
Percentagem de sucesso na Taça dos Clubes Campeões Europeus: 0,2.

Percentagem de sucesso no total: 1,2.


António Carlos Cabral Fezas Vital (31/3/62 - 26/3/64)

2 anos como Presidente - 3 títulos (1 Campeonato Nacional, 1 Taça de Portugal, 1 Taça dos Clubes Campeões Europeus)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,5.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,5.
Percentagem de sucesso na Taça dos Clubes Campeões Europeus: 0,5.

Percentagem de sucesso no total: 1,5.


Adolfo Vieira de Brito (26/3/64 - 28/5/65 ; 3/767 - 12/4/68)

2 anos como Presidente - 3 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,5
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 1.

Percentagem de sucesso no total: 1,5.


António Catarino Duarte (08/05/1965 – 17/06/1966)

1 ano como Presidente - 1 título (1 Campeonato Nacional)

Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 1.

Percentagem de sucesso no total: 1.


José Ferreira Queimado (17/06/1966 - 03/07/1967 ; 26/05/1977 - 29/05/1981)

4 anos como Presidente - 3 títulos (2 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,33.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,67.

Percentagem de sucesso no total: 0,75.


Duarte António Borges Coutinho (12/4/69 - 26/5/77)

8 anos como Presidente - 10 títulos (7 Campeonatos Nacionais, 3 Taças de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,375.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,875.

Percentagem de sucesso no total: 1,25.


Fernando Martins (29/5/81 - 3/3/87)

6 anos como Presidente - 7 títulos (4 Campeonatos Nacionais, 3 Taças de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,5.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,67.

Percentagem de sucesso no total: 1,17


João Maria dos Santos Júnior (27/3/87 - 24/4/92)

5 anos como Presidente - 4 títulos (3 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,25.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,75.

Percentagem de sucesso no total: 0,8


Jorge Artur Rego de Brito (24/4/92 - 7/1/94)

1,7 anos como Presidente - 1 título (1 Taça de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,58.

Percentagem de sucesso no total: 0,58.


Manuel Damásio Soares Garcia (7/1/94 - 31/10/97)

3,7 anos como Presidente - 2 títulos (1 Campeonato Nacional, 1 Taça de Portugal)

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,27.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,27.

Percentagem de sucesso no total: 0,54.


João de Araújo Vale e Azevedo (31/10/97 - 28/10/2000)

3 anos como Presidente - 0 títulos.

Percentagem de sucesso no total. 0.


Manuel Lino Rodrigues Vilarinho (28/10/2000 - 31/10/2003)

3 anos como Presidente - 0 títulos.

Percentagem de sucesso no total: 0.


Luís Filipe Ferreira Vieira (31/10/2003 - 14/06/2014)

11 anos como Presidente - 5 títulos (3 Campeonatos Nacionais, 2 Taça de Portugal).

Percentagem de sucesso na Taça de Portugal: 0,18.
Percentagem de sucesso no Campeonato Nacional: 0,27.

Percentagem de sucesso no total: 0,45.

Faz sentido que um apoiante de Vieira diga «deves querer voltar aos tempos de Vale e Azevedo» na medida em que só mesmo o sacristão da Carregueira - e Vilarinho, mas esse já é amigo - tem pior registo do que Vieira em 60 anos de Presidentes. Não há como fugir dos números: além de profundo desconhecedor do Benfica e do Benfiquismo, completo ignorante em relação ao clube e desrespeitador das suas regras históricas democráticas, solidárias e populares, Vieira é um completo incompetente em termos desportivos e um dos 3 piores Presidentes da História do Benfica.

28 comentários:

Anónimo disse...

Já tinha saudades destes posts.

À falta de futebol volta-se a bater nos mesmos...

Anónimo disse...

Gostava de saber a intenção por detrás do exercício estatístico já que essas percentagens não fazem qualquer sentido, as épocas não são comparáveis pelas diferenças nos contextos muitos diferentes. Tentar provar algo com premissas erradas pode mostrar má fé para além de pura ignorância. Vale tanto como o que o VA ganhou, ZERO!
Já sei que o comentário não passa.

Ricardo disse...

Comentários parvos e insultuosos. É só isto que esta gente tem para oferecer ao Benfica. Os números, esses, são esclarecedores.

João disse...

O problema das estatísticas é a ausência de contexto. Parece-me inegável que a situação financeira do Benfica pós-VeA não é comparável à situação do Benfica em nenhuma outra presidência. Certo, LFV alterou os estatutos para dificultar certas candidaturas menos altruístas(o que, se tivesse sido feito por qualquer outro, não seria, para mim, um crime de lesa-majestade) e sim, dá tiros nos pés a torto e a direito. Mas quando existe um Pinto da Costa, um fóculporto constantemente implicado em moscambilhas e uma justiça passiva (para não dizer inexistente), os números tornam-se apenas uma parte da história. Estivéssemos na Bündesliga ou na Premiership e esta estatistica faria mais sentido (ou talvez não, visto que Arséne Wenger, por exemplo, se mantém no Arsenal).

Hugo Miranda disse...

Porque é que ignoras o estado em que Vilarinho e Vieira apanharam o clube? Se queres ser levado a sério também tens de ser sério. Não é a fazer de conta que as condições que todos tiveram foram as mesmas.

E não estou com isto a dizer que ele não podia ter vencido mais. Podia nos ultimos anos. Mas até certa altura não tinha condições para isso.

Anónimo disse...

Que se saiba taças da liga tambem são titulos oficiais...

Ricardo disse...

João, é evidente que a estatística por si tem sempre um grau de subjectividade. É preciso é relembrar que quem passou o difícil período pós-Vale e Azevedo não foi Vieira, mas Vilarinho. Foi este quem teve 3 anos de "recuperação do clube". Às vezes parece que as pessoas limparam isto da memória. Quanto ao resto, factores externos sempre houve e o Benfica continuava a ganhar. Por mais desculpabilização que se dê a 11 anos de completa incompetência, os resultados são inequívocos: em todas as áres, Vieira é uma perfeita nulidade.

Hugo, quem apanhou o clube nesse estado foi Vilarinho, não Vieira. Podia ter vencido mais? Não podia, devia! O Benfica ganhar é regra, não excepção. Até quando você levando... porrada, porrada? Que é como quem diz: quantos anos mais serão necessários para se entender que Vieira é um péssimo Presidente?

Anónimo disse...

Porque em 3 anos coneguimos ficar com uma excelente equipa....

Aliás o Benfica até compete sozinho nas provas....

Ricardo disse...

Anónimo (13:00), és burro ou gostas de parecer burro?

Anónimo disse...

Esta "análise" percebe-se vindo de alguém com 15 anos.

Para o Ricardo o Quique é melhor que o Heynckes pois teve melhor percentagem de sucesso no Benfica.

Ricardo disse...

Anónimo (13:17), não, precisas de 30 anos para recuperar uma equipa. E mesmo assim talvez dar mais uns 20 para a consolidação do projecto. No final dos 50, terás 8 ou 9 Campeonatos e será muito bom. Afinal, os árbitros e tal.

Anónimo disse...

Acho que o Vieira não está no Benfica há 30 anos....

Gandaia disse...

O Benfica é só futebol?

É que o Benfica tem mais modalidades e tem conquistado muitos títulos ao longo dos últimos anos, inclusivé 2 títulos de campeão europeu.

Ricardo disse...

Anónimo (13:21), se eu tivesse 15 anos talvez me convencesses de que a tua análise a estes dados é a correcta. Como os não tenho, acabo a achar que quem os tem és tu.

Anónimo (13:23), era uma extrapolação, uma hipérbole, um exagero linguístico-conceptual para, desvirtuando, chegar à realidade actual. Em pratos limpos: o homem está lá há 11 anos como Presidente, é isto que ele é. Não dá mais.

Gandaia, o teu nível de pedroguerrismo fascina-me. O Benfica não é só futebol como nunca foi só futebol. O Benfica, enquanto ia sendo um clube vencedor no futebol, ganhava títulos nas modalidades. Mas acho graça que se desvalorize o sucesso no futebol para defender Vieira. Ou seja, vocês basicamente desvalorizam tudo desde que defendam o homem. O Benfica não interessa.

Santos disse...

Claro que houve incompetência, como houve em todas as direcções, numas mais que outras, mas é para isso que existem eleições: julgar o trabalho feito e mudar o rumo (ou não). Ele quer continuar e a maioria dos sócios que votam querem que ele continue portanto quem não gosta que tivesse proposto uma limitação de mandatos aquando da revisão de estatutos (não dá para os alterar através de blogs, temos pena).

Em vez de fazer destilar ódio mesquinho contra os benfiquistas que querem o melhor para o clube devia era estar furioso por ninguém melhor avançar visto ser na sua opinião tão fácil fazer mais e melhor.

A massa adepta é enorme mas é para as coisas agradáveis. Para o que dá trabalho, para levar com calhaus na auto-estrada, para resolver, mal ou bem, os problemas do clube, para navegar as águas do futebol podre que há em Portugal está lá o Vieira e a sua direcção porque os mais qualificados, os que sentem mais o clube, os que têm um "projecto", os que têm "principios", os "exigentes" os verdadeiros benfiquistas, os puros e impolutos NÃO ESTÃO PARA SE CHATEAR.

Águia Preocupada disse...

Uma análise que demonstra bem o declínio a que o nosso clube tem sido sujeito por alguns sujeitos oportunistas que aterraram na Luz!
É certo que uma estatística nunca pode ser feita nem avaliada sem se ter em conta o contexto das situações em que acontecem os eventos.
Mas quanto a este Vieira, não consigo compreender a defesa tão acérrima quanto estúpida (a meu ver, desculpem os que veneram a criatura!) que alguns ainda têm a lata de promover!
Será que é tão difícil perceber que o homem é ditador, oportunista e que de Benfica e de desporto não percebe nada?
Sim, há o corrupto do norte mas há muito mais coisas que vão para além disso... Ou será que gostam de serem afastados do clube por manigãncias estratégicas, como alterações estatutárias, assambarcação de número de sócio para poder manter-se no poleiro, serem mandados para o c...lho em plena Assembleia Geral, verem o Clube ser anulado perante uma SAD que aos poucos vai secando o Clube? E etc., etc., etc.
Devem gostar de um dia destes verem o clube fazer companhia ao Alverca!!!
Quanto ao Ricardo, gabo-lhe a paciência para aturar tanta cegueira, para não dizer estupidez!

Ricardo disse...

Santos, deixei passar o seu comentário embora ele seja ofensivo ("ódio mesquinho" e parvoeiras do género) porque o Santos toca num ponto essencial: a anedota de oposição que há no Benfica. É um facto: Veigas, Rangéis, Carvalhos não serve, são fracos e têm muitos defeitos, todos eles muito coincidentes com os defeitos de Vieira e sua trupe de vendidos e adeptos de outros clubes.

A oposição faz-se com inteligência e método. Digamos que estamos a tratar do assunto. Aqui é mesmo só para ir mostrando, em modo "bife do lombo mal passado" a merda que desgoverna o nosso clube.

Águia preocupada, a minha paciência está no mesmo comprimento de onda do amor que tenho ao Benfica. Só por isso continuo a tentar mostrar o que devia ser evidente: Vieira usa o Benfica em proveito próprio. Vieira goza com os benfiquistas. Vieira suja o nome do Sport Lisboa e Benfica. Vieira nem sequer pode ser Presidente porque não tem 25 anos ininterruptos como associado. Enfim, a defesa do Benfica tem de ser diária. Caso contrário, qualquer dia dizem que Borges Coutinho ao pé do Orelhas foi um incompetente. Pobre Glorioso.

JAS disse...

Ricardo,

Não querendo encontrar em Vieira virtudes que Vieira não tem, não creio que três anos chegassem para recuperar o Benfica depois do desastre VeA. E é verdade que factores externos houve sempre, mas terão existido factores internos como Artur Jorge e Damásio, por exemplo? É que o desastre começa aí.

De qualquer modo, Vieira tem projectos interessantes, com o cartão de sócio e a Benfica TV à cabeça. Do ponto de vista empresarial, Vieira não é mau (eu considero discutível a forma que usa para se financiar, mas ok, percebo que não cheguemos a finais europeias com orçamentos equilibrados e superavits - isso é para os Bayerns deste mundo) e, no que toca às modalidades, houve coisas que correram bem, como alguém apontou noutro comentário. A formação também melhorou bastante. Certo, não fazem uso dela, mas não sei até que ponto é que a malta saída da formação tem nível para os Enzos e Gaitans (e Markovics) deste mundo. Sim, se não lhes deres oportunidades, não vão a lado nenhum, mas a questão é: se lhas deres, irão? Ivan Cavaleiro e André Gomes não têm sequer lugar no banco e eu, tal como Jorge Jesus, acho graça à formação, mas quero sobretudo ganhar. O problema é que, quando dizes que em 11 anos Vieira demonstrou ser uma nulidade em todas as áreas, contaminas de tal modo o argumento que qualquer discussão se torna complicada.

Ricardo disse...

Aceito a crítica, JAS. É claramente um exagero: Vieira não é uma nulidade em todas as áreas. É até competente em algumas delas, o problema é que o é sobretudo porque a nível pessoal lhe interessa sê-lo. Os teus argumentos são legítimos e vagueiam muito na onda «é mau mas podia ser pior», que é um argumento que pode acontecer mas não resolve. Ou seja, o Benfica precisa de alguém que conheça o clube, que o respeite, que o admire. Não isto que temos: um Presidente que nem sequer pode ser Presidente. Esta questão moral para mim é fundamental; não a esqueço em função de títulos (que nem sequer existem). O Benfica tem uma História de luta democrática, de liberdade, de universalismo, de abrangência social. E mais: só compreendendo este factor, poderá o clube vencer consecutivamente. Enquanto for uma cópia mal-amanhada do Porto ou tiver um Presidente que pretende copiar, de forma estúpida, o pintinho, nunca seremos hegemónicos.

Quanto à questão da formação, das duas uma: ou apostas forte nos vários mercados e assumes que não tens jogadores da formação que possam entrar na equipa principal (modelo legítimo, embora eu ache que é possível termos bons jogadores saídos do Seixal) ou então apostas com coerência nos miúdos que andas a ensinar há uma década. O que acontece no Benfica? A primeira, mas dizendo que "no futuro" será a segunda. Mas é sempre no futuro, JAS. O futuro para Vieira é sempre num futuro mais futuro. Ou seja, engana as pessoas; o seu discurso vai variando consoante o que os benfiquistas querem ouvir. Logo esquecem e enveredam por outra teoria qualquer e assim sucessivamente. E isto para todas as áreas. Não funciono bem com a mentira, com o engano, com a falsidade. Menos ainda no nosso querido clube.

Até de lá sair, lamento, meus caros, mas Vieira vai ter de levar comigo.

Gandaia disse...

pedroguerrismo??? O que é isso???

Parece que não se pode ter uma opinião divergente da tua. Só tu é que tens razão, quem não concorda contigo está errado.

Força aí com o blog.

Bruno Martins disse...

Não me parecem justas as criticas e o desrespeito ("merda que desgoverna") a um presidente que quer se queira quer não já fez muito pelo clube.

Os adeptos vivem num exagero completo de ambos os lados da barricada. Uns idolatram toda e qualquer medida sem questionar ou tentar perceber se é o melhor para o Benfica. Outros criam teorias conspirativas sem nada de concreto onde se agarrem.

Na minha opinião Vieira em termos de futebol era bastante fraco nos primeiros anos de clube. Apesar de estar mais focado em ir recuperando o clube noutras vertentes podia e devia ter sido feito mais no futebol. Com o tempo acho que Vieira melhorou e a prova está por exemplo na manutenção de JJ como treinador mesmo nos momentos mais dificeis de o segurar e na criação e manutenção de uma espinha dorsal que dá identidade a um plantel (Luisão, Maxi, Ruben Amorim, Gaitan, Salvio ou Cardozo).

Quanto ao resto acho que Vieira sempre foi bom. O Benfica antes de Vilarinho e ele chegarem estava a ser sugado tanto por fora como por dentro e não tinha nada. Vieira conseguiu explorar o potencial do Benfica como poucos o fizeram. Angariou sócios, criou os próprios meios de comunicação do clube e construiu condições para as próximas décadas.

Quem se limita a falar do passivo e acha que em 12 anos se cria um estádio, pavilhões, um centro de estágio, um canal de tv, um museu, se reabilita modalidades, futebol e formação, sem contrair divida é porque não sabe do que está a falar. O Benfica precisava de tudo isto. E acredito que depois de concluidas as obras no seixal o Benfica vai poder começar a diminuir o seu passivo.

De mau tem o espirito pouco democratico demonstrado naquelas eleições em 2009 e na recusa a debates e afins. No entanto nunca deixou de estar sujeito à democracia.

Quanto a alternativas que venham elas desde que crediveis porque nos ultimos anos tem sido tudo muito mau.

Santos disse...

Quanto ao "estamos a trabalhar nisso" acredito que estejam, pois "já estão a trabalhar nisso" vai para 10 anos. É pena que tenham deixado o Benfica entregue ao Vieira em 2006, 2009 e 2012 (e 2016 está quase aí), quando a sua malvadez já era sobejamente conhecida.

Chego à conclusão que a oposição competente no Benfica é como o trabalho do Quique: invísível.

Acima de tudo, que ganhe o Benfica.

Ricardo disse...

Gandaia, só parece, não é a realidade. Gostava que apresentasses algum conteúdo nos teus comentários, alguma coisa que te revele não como um seguidista inveterado mas alguém que sabe pensar o Benfica. Ainda tenho esperança em ti.

Bruno Martins, divergimos logo no princípio fundamental: o meu caro acha normal que um Presidente possa ser Presidente do Benfica sem legitimidade para isso. Eu não. E é aqui que reside a questão de que os meus caros fogem a sete pés: Vieira não pode, pelos estatutos, ser Presidente do Benfica. Abraço.

Santos, alguém que faça pelo Benfica já que o meu caro prefere ficar nas redes sociais a tecer loas ao Grande Líder. Tenho 32 anos, como compreenderá o que faço pelo Benfica não é por mim, é pelo clube. Não espero que entenda.

Santos disse...

Loas? Chegou a essa conclusão após ter lido que a direcção foi incompetente? Enfim.

Esses ataques pessoais à la Pedro Guerra não lhe ficam bem, portanto tente-se controlar.

Mais poderia escrever mas sinceramente seria uma perda de tempo como "n" outros benfiquistas já por aqui já constataram. Fique com o seu Benfica perfeito, que nunca existiu, e recheado de benfiquistas feitos à sua imagem que eu fico com o Benfica real, imperfeito, contraditório, nem sempre vencedor, e recheado de benfiquistas que não partilham da minhas ideias. Cumprimentos.

David Duarte disse...

Adoro quando alguém apresenta o argumento "ah e tal, não gostas de opiniões contrárias". É que normalmente é o argumento de quem deixou de os ter.

E, realmente, tendo em conta o nivel de pedro guerrismo no comentário do Gandaia, mais vale é estar calado.

E não, porra!, não é porque se tem opinião que se tem existência e merece ser respeitado. Até porque muita "opinião" é igual a nada.

Anónimo disse...

Percentagem apresenta-se com o símbolo %.

Eu faria as contas assim:
Exempo Duarte Coutinho

Em 10 campeonatos possíveis, venceu 7. 70% de sucesso
Em 10 taças possíveis, venceu 3. 30% de sucesso.

Se quero apresentar a % de sucesso total, não vou somar 70% + 30%.

Em 20 provas possíveis, venceu 10, logo tem uma percentagem de sucesso de 50%.

Daniel disse...

Anónimo 14:45

0,7 = a 70%. Não percebo onde está a dúvida.

De resto, teria toda a razão se não tivesse a olhar para um Universo diferente daquele considerado neste estudo estatístico.

Você considera que são X competições em 20 possiveis.

O estudo considera que são X competições em 10 anos.

Maddox disse...

Vieirista: "Ah, estas estatísticas dependem muito do contexto!"
R: Pois... Assim também depende a análise que se faz a Vale e Azevedo e não é por isso que não é invocada...

Vierista: "Estamos perto da hegemonia do futebol nacional"
R: 3 Campeonatos em 11 anos?

Vierista: "Ah mas o Benfica não é só futebol, também ganhou outros títulos nesta ultima década!"
R: Há barcos de papel que navegam mais ao sabor do vento do que esta gente... Agora até já desvaloriza o futebol para justifica a presidência do homem...

Vierista: "Ah o homem tem feito obra!"
R: Verdade... Temos um museu novo (mas sem taças regulares nos últimos 11 anos). E temos um centro no Seixal (que irá servir para a aposta "Made In Benfica" a implementar em 2036).

Vierista: "Ah, mas no tempo do Vale e Azevedo o passivo era brutal!"
R: No tempo dele eram dezenas de milhar, hoje são centenas.

Vierista: "Ah, mas hoje em dia temos um activo muito maior! Não se pode desligar o activo do passivo"
R: E mesmo assim o passivo é enorme e sempre a crescer.

Vierista: "Ah, mas se liquidarmos o Benfica hoje pagamos tudo o que devemos e ainda distribuimos dinheiro pelos adeptos"
R: Portanto, para aparecerem bem na fotografia e dizer que não temos dividas, liquidamos o clube por completo. Tá certo. Crescimento sustentável faz parte do vocabulário?

Vierista: "Ah, mas existe um clube em portugal que tem um passivo maior que o nosso! Toma e embrulha!"
R: Isso são "bruno-carvalhismos". Preocupem-se primeiro com o nosso clube e depois apontem o dedo aos outros.

Vieirista: "Ah, mas vocês não podem criticar quem foi eleito pela maioria!"
R: Pois... Alterar os estatutos diz-te alguma coisa?

Vieirista: "Ah o Kevin Friesenbichler é só um miudo! Ainda vai dar grandes frutos!"
R: Se fôr jogador tuga, precisa nascer 10x. Este vem de fora, é diamante por lapidar. Maldito sejas Bernardo Silva, por não seres sérvio ou alemão!

Jesusista: "O Presidente e o Treinador estão sempre em concordância!"
R: LFV: "Quero um plantel Made In Benfica!" - JJ: "Nem que os miudos nasçam 10x, têm lugar."

Jesusista: "Ah o Bruno Cortez é craque e o treinador sabe fazer a prospeção!"
R: Tanto sabe, que foi contratar o Siqueira no ultimo dia de mercado e nem inscreveu o Cortez nas competições europeias.

Jesusista: "O Oblak é enorme!!"
R: JJ em entrevista disse: "O miúdo ainda precisa rodar... Não tem estofo para a equipa principal". Que diziam vocês? "JJ tem toda a razão!". Aliás, quando se atrasou no regresso, até já o queriam despachar... Por ironia do destino, o Artur lesiona-se e o miúdo anda a disputar competições europeias a titular.

Jesusista: "Vocês não sabem o que dizem! O André Gomes foi aposta do JJ, dai ter saído por 15M€!"
R: Pois... André Gomes também conhecido por "André 90min", pois era só a essa altura que JJ o punha a jogar, antes de ser vendido. Depois o Jorge Mendes forçou a valorização e lá apareceu mais uma aposta na formação...

Jesusista: "Toma lá o triplete no bucho! Não és um verdadeiro benfiquista senão apoiares!"
R: Não é por dizer "Carrega Benfica" 300x por dia, que se vai apagar o facto de que em 5 anos temos apenas 2 campeonatos, com o melhor plantel dos últimos 30 anos. E em 11 anos, 3 campeonatos.

Jesusista: "Mas o importante também é andar nas decisões!"
R: Errr... No comments.

Vierista: "Só através da continuidade é que podemos ter futuro! JJ para sempre!"
R: Alguém se lembra do treinador campeão europeu pelo Bayern Munich em 2013? R: Heynckes
Alguém se lembra do treinador à frente do SLB na derrota por 7-0 com o Celta de Vigo? R: Heynckes
Só para terem ideia do que é passar de besta a bestial...Também gostava que este apoio efusivo fosse dado a Quique, ou Fernando Santos, quando nada ganharam. Jesus em 5 anos, também esteve 3 sem ganhar. Mas ai apoiou-se sempre... Como as coisas mudam.