terça-feira, 7 de agosto de 2012

Benfica 2012/13

Estamos a semana e meia do início do campeonato... Pensei ficar calado até ao fim da época de transferências, mas sinto que devo partilhar o abaixo mencionado. No final da época passada, depois de mais uma frustrante época ao nível do futebol, descobri a luz... 

É preciso apoiar, todos os problemas do Benfica se resolvem se eu e outros, por exemplo bloggers benfiquistas, apoiarmos, portanto decidi passar a apoiar e tenho a certeza que todos os problemas se resolverão e o Benfica será campeão. No entanto, como ainda sou um benfiquista que ainda tem dúvidas, devo explaná-las antes da época começar, pois acho que são assuntos a resolver / corrigir / pensar / incorporar, por forma a conseguirmos ser campeões, a saber: 

- Tendo uma equipa B, o Benfica não pode continuar a ter plantéis de 30 jogadores, até porque na Liga dos Campeões só pode inscrever 25 e acho que na Liga Portuguesa 27, se quer que a equipa B sirva para lançar jovens valores no plantel principal, aliás não convém ter mais de 20 jogadores, caso contrário o recurso à equipa B será apenas uma miragem;

- Tendo uma equipa B, não se compreende que não façam a pré-época juntas, ou eu não compreendo, porque se por um lado a questão da preparação física é diferente pois os campeonatos são muito diferentes, as questões tácticas são fulcrais, por exemplo, se o João dos Gelados, que tem 19 anos, tem dificuldades em entender as exigências tácticas do treinador e está há umas semanas a treinar com o plantel, imaginem um jovem da equipa B que cai de pára-quedas na equipa para resolver uma qualquer emergência, tipo um castigo ou lesão do Maxi;

- Em termos de questões tácticas há toda uma panóplia de movimentos, tipo a saída de bola, as subidas dos laterais, a compensação a essas subidas, o movimento dos alas de pé trocado da linha para o meio, as posições 6 e 8, tão fulcrais que são no modelo do Jesus, os lances de bola parada, defensivos e ofensivos, a pressão aos adversários, as transições ofensivas e defensivas, etc. etc. etc., que convém que sejam apreendidos na pré-época e trabalhados também na equipa B, para que quando os jogadores sejam chamados, saibam o que se espera deles em termos de movimentação e ocupação de espaços por forma a não desequilibrarem a equipa tacticamente;

 - Seja qual for a dimensão do plantel da equipa principal e consequentemente a visão da equipa B, não compreendo como há uma composição tão pouco equilibrada com um excesso de opções em algumas posições e a manifesta carência noutras, pode-se discutir se Jardel e Miguel Vitor são opções válidas à dupla de centrais, e eu pelo histórico considero que sim, que não é prioritário o reforço desta posição, pois sempre que foram chamados corresponderam, mas existem 2 opções, já o mesmo não se pode dizer das laterais, sejam das defensivas (manifesta carência), sejam das ofensivas (evidente excesso);

- Seja qual for a dimensão do plantel, se o plantel continuar a ter pouca rotação, chegaremos a Março com os jogadores principais desgastados e os secundários com falta de ritmo, pensar que a Taça da Liga ou a Taça de Portugal são jogos para pôr duma vezada 11 jogadores pouco rotinados é extremamente contra-producente, pois o abaixamento da qualidade, a falta de rotinas, levam a que jogadores com pouca confiança ainda desempenhem abaixo do que são capazes;

- O Benfica continua a viver numa vertigem de futebol ofensivo, que pode ganhar jogos, mas não ganha campeonatos, pois nos momentos decisivos a equipa continua a pecar não pelo ataque, mas antes pela defesa e tal não se deve à falta de qualidade média dos atletas, mas antes à táctica manifestamente suicida em que insistimos todos os anos apesar dos resultados abaixo das expectativas;

 - A questão do lateral-esquerdo, é manifestamente incompreensível. Um titular indiscutível que se sabia que ia ser vendido não foi em tempo oportuno substituído. Chegaram 2 reforços que nunca corresponderam, ou porque nunca tiveram a confiança do público ou do treinador. Adquire-se um atleta que é visto como segunda opção, o treinador dá a entender isso mesmo, pois prefere a adaptação de um avançado ao lugar e ainda por cima diz publicamente que espera a chegada dum jogador para aquela posição.

A direcção alimenta novelas de transferências que por um motivo ou por outro não se concrtetizam e os sócios e adeptos desesperam por não entenderem que a situação se arreste. Pessoalmente, e por muito que isto seja altamente controverso, ficarei mais descansado se não vier o prometido lateral, pois a pré-época está quase no fim e quem chegar será mais um corpo estranho que precisará de se adaptar à equipa, às movimentações.

Penso que nos jogos que sejam necessários mais cuidados defensivos o Luisinho pode perfeitamente fazer a posição, sendo que o Melgarejo poderá ser lançado nos jogos em que o Benfica ataque mais enquanto vai aprendendo aquilo que o treinador espera dele e a posição assim o exige. Espero ainda que não existam mais alterações em termos de jogadores principais da equipa, excepto a eventual saída do Gaitán ou do Bruno César, embora para este não haja mercado, pois será complicado substituir em cima do início da época jogadores como o Witsel, o Garay, o Javi ou o Cardozo, quer pela qualidade que têm, quer pela importância que têm em termos do jogo da equipa. 

Não digo que não venham a sair no final da época, mas que a sua saída implique que a substituição seja bem preparada, o que não aconteceu com a saída de jogadores nucleares do título de 2009/10 - Quim, David Luiz, Fábio Coentrão, Ramires e Di Maria, embora no caso do último isso se tenha tentado fazer atempadamente. Volto ao que disse no início, eu vou apoiar, pois sei que com o meu apoio estas minhas preocupações desaparecerão, bem como as tiradas pouco humildes do treinador, as picardias com alguns jogadores, aparecerá um departamento de comunicação competente e o Presidente irá comportar-se como tal, restaurando os valores de clube democrático e do povo que sempre nos orgulhámos de ser. 

 Façam como eu, apoiem e tudo se resolverá.

21 comentários:

O Bandido disse...

Se apoiarmos, os problemas vão resolver-se miraculosamente! É como ir a pé até Fátima, bolhas nos pés, pernas fatigadas, mas a fé que nos move cura tudo! é só apoiar!! Ter fé no menino Jesus, cantar uns vivas ao Vieira e esperar que o apoio opere um milagre..

Vitto Vendetta disse...

Excelente análise. A situação do lateral esquerdo, tão ridicularizada pelos blogs do "apoio", que dizem que há por aí muitos bloggers que só sabem falar nisso, é de extrema importância, e o que mais me enerva, especialmente por me teres relembrado, é que o próprio Jesus disse que esperava outro lateral esquerdo até final da época. Nunca sabemos como nem onde estamos, e isso é inaceitável para um clube como o nosso.

manuelst disse...

A questão do lateral esquerdo é simples, o Benfica só não o contratou porque não quis. O JJ tem ideias fixas e desde cedo que a aposta recai em Melgarejo, mesmo que não de certo ele vai até ao fim.

Os muitos jogadores do ataque e a sua polivalência servem para alguma coisa, não foram contratações ao acaso. Do meio campo para a frente temos jogadores que fazem várias posições, como no caso do Gaitan, e Bruno César que podem jogar como 10. O Hugo Vieira, Rodrigo podem jogar descaídos para uma das alas, o Michel também pode jogar a 10.

O sistema de jogo do Benfica passa muito pelo ataque, com estes jogadores, o JJ pode e deve ir rodando a equipa, e não apenas nos jogos das taças nacionais. Conforme o adversário muda-se o jogador. O Benfica vai ter 2 jogos por semana, tem jogadores mais do que suficientes para rodar a equipa.

Ricardo disse...

Concordo com tudo, Bcool. Excelente análise.

Manuel, Michel a... 10?

Anónimo disse...

Concordo com quase tudo o que foi dito.
Quanto ao LE, eu pessoalmente gostava que tivesse vindo um mas receio que o JJ o encostasse e continuasse a apostar no Melgarejo.
Há também a questão da adaptação à equipa mas se fosse um jogador de qualidade não demoraria muito a adaptar-se e um exemplo foi o Garay que foi chegar, jogar e mostrar toda a sua qualidade e importância na equipa.

Jaime disse...

Humm... não estás cansado dessa ironia do "apoiar"...?
Só não entendo uma coisa... Se todos os que estão descontentes com algumas (muitas) coisas no Clube, não apoiarem os atletas (todos e de todas as modalidades) os problemas que identificas no penúltimo parágrafo serão assim resolvidos?

Cumps

Anónimo disse...

jesus acha que formar/inventar jogadores e vende-los por 30 milhoes é tão importante para a valorização de um treinador como ganhar titulos.

jesus olha para mergarejo e ve um novo coentrão e por isso vamos passar uma fase inicial de epoca dificil.

por acaso até gosto de melgarejo, acho que tem potencial e acredito mesmo que seja um bom futuro defesa esquerdo. mas de inicio precisavamos de um gajo experiente que fosse mesmo defesa. fala-se do tal eliseu, mas sinceramente, não me agrada. um gajo como o capdevila era o ideial. lá para novembro ou dezembro, depois de várias experiencias, lançava-se o melgarejo como titular.

quando é que coentrão ganhou a titularidade a defesa esquerdo? foi lá para finais de outubro inicios de novembro. melgarejo começa logo de inicio e começa logo a errar, totalmente exposto as criticas dos adeptos e da comunicação social.

isto revela ainda outra coisa, talvez o pior defeito de jesus e a razão pela qual ele dificilmente poderá ser considerado um treinador de topo: pessimo, diria mesmo horrivel a gerir o rendimento dos jogadores, sendo que por rendimento entende-se tudo como a questão fisica, psicológica, etc..

em resumo, acho que vamos ter uma epoca muito identica às duas ultimas. poderemos até ganhar o campeonato, porque vitor pereira é muito mau e só ganha porque está no porto, mas em termos de rendimento da equipa nada vai mudar. e não pensem que jesus vai tornar-se mais flexivel, porque isso não vai acontecer. alias, aposto que as experiencias que o benfica tem feito em 4231 só servem mesmo para a pre-epoca. aposto que vamos jogar mais uma vez 70% dos jogos em 442 kamikaze.

BENFIQUISTA de Braga disse...

Gostei b-cool

no entanto a alimentaçao das novelas, nao sei se é da direcção, dos hornais que querem vender ou os 2...

Em relação à equipa B concordo ctg, embora nao conheça nenhuma equipa que junte os dois....

Quanto ao resto, o normal... infelizmente nao sabemos o que vai na cabeca dos dirigentes...

abraço

Mr. Shankly disse...

Um post perfeito, tudo o que escreves é indiscutível, B Cool.
Mas eu vou apoiar, vou ao estádio gritar como se concordasse com tudo que a Direcção faz. Porque apesar de tudo apoiar não prejudica mais do que mandar todos para o caralho. E porque gosto. Aliás, que saudades. Ainda por cima falho a 1ª jornada, foda-se.

moleculasdeamor disse...

"Parabéns"... ou para ser mais concreto... concordo com a totalidade do post... a cena do apoiar também alinho, porque só podemos tratar este assunto dos Vieiristas/Jesuistas com ironia... e nem sequer quero neste momento colocar o trabalho do homem em causa, aliás para mim é mais razoável dizer ele faz o que sabe e pode... e fico-me exactamente por aí...
E bem quero acreditar que o Jesus vai colocar o Luisinho, o rapaz tem rotina do lugar, é rápido e está habituado à nossa liga...

Quanto à rotação do plantel, tenho a certeza que teremos uma alta rotação porque as soluções para a frente são muitas...

As minhas últimas observações pendem para um certo tom irónico...

Ricardo disse...

Anónimo (14:16), tens nome? Concordo com tudo o que escreveste. Se não te importares, passarei a post o teu comentário.

Shankly, o "apoio", do qual ironicamente falamos, não tem nada que ver com esse apoio do estádio: fala-se do apoio de alguns, em frente a um computador. Esse da vida real é sanguíneo. Esse apoio é a nossa forma de vivermos o clube, não há outra.

Mr. Shankly disse...

Ricardo, eu sei. Mas se bem te recordas o ano passado houve contestação que foi levada para o estádio, durante os jogos. E suponho que se vá repetir se as coisas correrem mal. E em relação a isso estou contra: no estádio só vale apoiar.
Nos blogues, que se fale de tudo, que se discorde olimpicamente. E quando chegarem as eleições, faça-se campanha e vote-se em quem se achar que se deve votar.
Durante a guerra estar a confrontar directamente os generais é traição.

B Cool disse...

Não Jaime, desde que passei a escriba e mesmo antes neste e noutros blogs fartei-me de ver comentários a pedir apoio para a equipa em vez apontar as falhas e criticar os erros, como se o acto de escrever no blog influenciasse o desempenho do treinador ou dos jogadores.

Como sei que não sei tudo, estou a experimentar apoiar em vez de criticar para ver se assim os problemas se resolvem como muitas vezes disseram os que criticam a linha editorial do blog e de blogs como este.

Quanto ao apoio aos atletas esse é inequívoco quando vou ao estádio, aplaudo, por vezes canto e nunca assobio a nossa equipa, os nossos jogadores ou treinador, mesmo que aqui ou ali saia uma interjeição.

Agora estou a trazer o apoio do estádio para o blog esperando que faça a diferença.

B Cool disse...

Benfiquista de Braga, eu propunha essa solução porque ao contrário de clubes como o Barcelona ou o Ajax, onde os jogadores aprendem desde cedo qual o modelo de jogo da equipa, no Benfica esse modelo não é partilhado ao nível da formação.

Esse sim deveria ser o caminho a seguir, porém e visto que antes do óptimo é preferível obter o bom, penso que o próprio Norton de Matos, por muito que fale com o Jesus durante a época, seria preferível que partilhasse o início do seu trabalho com o Jesus para mais facilmente se identificasse com os aspectos identificados.

Daqui a 2 ou 3 anos isso já não seria necessário, mas se repares, clubes como o Real Madrid que não optam por este modelo do Barcelona ou do Ajax, optam por incorporar muitos elementos do Real Madrid Castilla nos inícios da época para que o Mourinho os avalie e os vá iniciando na forma como ele concebe o futebol.

Acho que se perdeu uma oportunidade de ouro, além do mais para os jogadores da equipa B partilharem treinos com os craques da equipa principal dar-lhes-ia oportunidade de aprender directamente com os que são melhores e mais experientes que eles, mas as coisas são como são ...

O Miguel Rosa em vez de jogar para ganhar jogos foi despachado para uma equipa que luta para não descer e o David Simão para uma que luta pelo meio da tabela, bem como o Oblak foi para uma equipa onde estará permanentemente em acção, à semelhança do Leiria, algo que não acontece num clube como o Benfica, onde se pede a atenção máxima a 2 ou 3 momentos de jogo na maioria dos jogos disputados

B Cool disse...

Ricardo, enquanto andar com um pc provisório terão sempre que formatar os textos porque este parece que não quer fazer isso e estou a pensar fazer uns quantos sobre os JO

B Cool disse...

Infelizmente Shankly vou falhar muitos mais, pois a distância não me permitirá ver muitos jogos ao vivo, mas no que vou, sempre a apoiar

B Cool disse...

É isso Ricardo, é um comentário bastante oportuno e merece post, aliás não sei como vão os deletes, mas parece-me que o nível anda a subir, ou será só impressão minha ?

Isso, a necessidade da valorização de activos, é o que mais me preocupa, pois não sei é se será uma ideia só do Jorge Jesus, ou uma exigência da Administração da SAD.

Bem sei e sempre apelei a isso, que é essencial o equilíbrio das contas. Mas daí a ser esse o objectivo do Benfica, é como um país que em vez de se preocupar com o crescimento apenas se limitar a preocupar em atingir um número do défice, mesmo que para tal recorra a toda a espécie de artimanhas.

Ninguém na SAD se deve esquecer que o negócio do Benfica é o sucesso desportivo, ganhar campeonatos e taças de portugal, se possível ganhar uma prova europeia e fazer isso equilibrando as contas e não inverter as prioridades

B Cool disse...

É isso Moléculas, alta rotação, sempre prego a fundo

B Cool disse...

Anónimo das 13:13 e quanto custa um jogador desses ? Quer o passe, quer o salário ? Será que o Benfica está disposto a pagar isso ? E será que esse jogador quererá vir para o Benfica ? Já agora, não terás uns nomes em carteira para a malta se salivar ?

B Cool disse...

Vitto, sabemos sempre onde estamos ... No Estádio da Luz, no verdadeiro, naquele em que os nossos corações vibram com as vitórias nas solarengas tardes de domingos, das chuvosas noites europeias a meio da semana, donde aprendemos a ver o Benfica, nem que fosse só pela televisão a preto e branco, festejar a sua glória. Espera falavas da gestão ? Isso agora, é como diz o Moléculas, sempre em alta rotação

B Cool disse...

Bandido só faltava o colete reflector para não apanhar uma panada de algum condutor mais distraído, mas em vez de Fátima, peregrinemos ao Estádio da Luz, ver o Jesus a iluminar-nos com o seu brilhantismo ... Bem sei que já não há uma capelinha damásia, mas pelo menos há umas jolas fresquinhas e umas bifanas nas imediações