terça-feira, 28 de agosto de 2012

Pelo outcome de Gaitán


Os dias passam e, mesmo contra todas as probabilidades, eu acredito que o Benfica pode não vender ninguém. A lógica financeira diz outra coisa, o histórico conta-nos uma ficção diferente, sente-se no ar o cheiro a gabinetes repletos de burocratas a aconselhar o Presidente: "venda, Luís, venda, que necessitamos de um income razoável para resolver o nosso financial problem". Não sei de onde vem esta esperança contra a necessidade de "valorizações de jogadores" e "vendas fabulosas de milhões de euros", mas eu ainda acredito que no Benfica, além dos burocratas, há gente razoável.

E o razoável neste momento - se pretendemos ganhar alguma coisa - é não vender ninguém ou, se o senhor Ferguson mantiver aquele apaixonado interesse no rapaz, vendermos apenas e só Nico Gaitán. Mas sinto que o escocês perdeu subitamente a paixão assolapada que alguns diziam que ele tinha e talvez o argentino tenha tanto mercado agora como teve Martin Pringle a carreira toda - o que, ainda assim, lhe valeu uma extraordinária passagem pelo Benfica, em mais um gesto solidário que este clube teve para com os desfavorecidos. 

Burocratas, pensem do seguinte modo: mais vale um income menor agora para depois se masturbarem no final da época com vários outstanding deals, se formos campeões. Quando digo "se formos" refiro-me a nós, adeptos; o vosso clube desconheço qual seja. Nem isso vem ao caso. Vamos, no entanto, assumir que há que vender algum dos nossos fabulosos assets. Esqueçam Javi Garcia, esqueçam Witsel, esqueçam Cardozo - concentrem os vossos estudos e teorias, catedráticos ensaios sobre economia globalizante e tecnologia financeira de ponta no rapaz de que vos falei: Nicolás Gaitán. É este que vocês querem vender. Porquê? 

Para já, o nome: Ni-co-lás Gai-tán. Todo um complexo musical que nos aparece aos sentidos, imaginam-se logo vários treinadores sedentos de ter na sua equipa profissional um jogador com esta musicalidade carismática - tem mercado este nome. Depois, e mantenham-se comigo, o lado circense do jogar do rapaz: tem tudo para originar 10.000 vídeos de youtube - as jogadas e as maravilhosas trivelas e correrias estão aí para todos verem; juntem-lhes uns Queen como pano de fundo e a coisa não podia ser mais épica. Por fim, a estética de Nico Gaitán. Já observaram bem a cara sofrida de menino argentino que teve de subir a pulso pelos ínvios caminhos da vida? Aquele ar reguila, de craque da sua rua, maçãs do rosto salientes, fruto de muita fominha e pé descalço. Isto nos grandes mercados financeiros é ouro hoje em dia. Basta alguém aparecer a perguntar quem dá mais que em menos de 10 minutos surgirão uns milhões valentes prontos a servir ao "equilíbrio fundamental das contas". E assim resolvem o vosso e o nosso problema.

 
 

7 comentários:

Jotas disse...

Também creio que pelo facto de ser nas alas onde abundam muitas e boas soluções, que seria a venda de Gaitan aquela que causaria menos mossa, todas as outras possibilidades que se falam, teriam certamente se ser colmatadas, com a agravante de nesta altura, à beira do fecho do mercado, ser complicado suprir lacunas com reforços de qualidade.

LC disse...

Precioso Ricardo, precioso.

hertz disse...

Espero bem que o Gaitan seja vendido. A sua não convocação para o último jogo deve ser pronúncio disso.
Fala-se aí muito numa possível saída do Javi. O seu empresário disse que eram rumores, um dirigente do City não desmentiu. A ver vamos, mas depois de andar com o coração nas mãos com o medo que o Witsel, agora ando assim em relação a uma possível saída do Javi. Seria uma grande perda.
O Atl. Madrid contratou um novo lateral e a imprensa espanhola fala que o Silvio pode ser cedido (não foi convocado para o jogo de ontem contra o Bilbau). Seria espetacular que ele viesse para o Benfica e já que andamos sempre com negócios com o Atl. Madrid, então que se avance para este negócio.

B Cool disse...

Caro Ricardo,
Vende-se quem tem propostas e não quem nós queremos que tenha propostas.
Vende-se quem está em alta no mercado e não quem está em baixa.
Finalmente, vende-se, porque é preciso, não porque se queira vender e de resto com um JJ criativo, pode-se adaptar Gaitan a 10, B. César e ou C.Martins a 8, Matic a 6.

Além disso, olha para a equipa B e vê que temos valores como André Gomes ou Miguel Rosa que com o acompanhamento necessário poderiam entrar na equipa principal, eventualmente um André Almeida como alternativa ao Matic, pois é um jogador de meio-campo e não um lateral como no ano passado nos tentaram convencer.

Mas isto é a minha idéia, pois há quem diga que não precisamos vender e todo este ajuntamento de palavras que eu e tu fizémos pecam por falta de utilidade.

Germano Bettencourt disse...

Eu gostava muito de olhar as coisas com a simplicidade que as escreves, mas como diz o B Cool, não se vende quer se quer, vende-se quem tem mercado, e está valorizado nesse mesmo mercado. Porque mercado Gaitan tem.

Eu gosto do Gaitan. No entanto seria uma perda muito menor do que por exemplo, um Javi, ou um Witsel, esses sim sem substitutos a nível interno.

Mas a ficarmos com o Gaitan, é mete-lo apenas nos jogos da Champions onde ele dá o Litro e Valoriza, e certamente o vendemos por um bom preço em Janeiro. Se bem que as vendas em Janeiro...

Mr. Shankly disse...

Etiqueta: wishful thinking.
Infelizmente temos mesmo que vender alguém, e duvido que possamos esperar até ao fim da época. Desconfio que o City quer é o Garay, mas vamos ver.

Conde de Vimioso disse...


Pois o Ferguson apaixonou-se por um rapaz que acabadinho de chegar da Argentina fez uma epoca extraordinária.
É daqueles que aparecem nos grandes jogos e não contra aqueles clubezecos de sarrafeiros que mais não fazer do que afiar os pitons e depois mandar a bola para as bancadas. Contra esse o Gaitas faz os minimos que as perninhas são deles e para ganhar a esses não é precico grande talento.

Quem mandou o Man bordados fora na CL, quem entalou os corruptos para a taça nas antas.

Mas o que mais me surpreende é como o grande """valorizador de activos"" conseguiu desvalorizar o maior talento que o Benfica tem.

O Gaitas é genial.